Posts com a Tag ‘dominante’

O QUE FAZ UMA CRENÇA DOMINANTE…

- sexta-feira, 26 de outubro de 2018

QUADSKI Desde muito pequeno, eu já tinha meus oito anos e percebia, e até hoje eu ainda vejo muitas pessoas presas em suas velhas crenças limitantes e resistentes, porque todas elas foram criadas, formatadas em cima da crença mais resistente e mais dominante, que só lhe faz mal, da qual todos ainda vem reforçando e mesmo com o passar dos anos, as pessoas as realimentam todos os dias momento a momento. Então, sempre antes de pensar em outras coisas, elas dizem para si mesmas. “ Eu não tenho escolhas” e “Eu preciso sobreviver”. Essa é a base de tudo o que elas mais pensam, todos os dias. Eu sei qual é o meu padrão de atração, pelas pessoas que eu atraio, então eu brinco pela Internet e assim eu percebo. O bom é que tenho atraído cada vez menos pessoas que ainda pensam como a maioria…

Se alguém prestar atenção no que as pessoas dizem e escrevem nas redes sociais agora, nesse momento de política, vai ver mais fácil. Perceba! Eu não tenho escolha, ou o Brasil vai se tornar uma Venezuela. Eu tenho que lutar, tenho que fazer campanha para eu poder sobreviver. O outro lado diz. Eu não tenho escolha, ou vão acabar com o nosso projeto de poder. Se o meu partido não ganhar como vou sobreviver? Vão privatizar tudo, onde vou ter emprego? Os dois lados só pensam que não tem escolhas e que precisam sobreviver. E na verdade, quando alguém diz: “Eu posso ter…” ou “Eu realmente gostaria de ter…” ou “O que eu realmente quero é…” E você pode citar qualquer coisa sob o sol, que possa evocar agora, de qualquer jeito, existem infinitas possibilidades, jamais é só “rezar”, “suplicar” ou “lutar”, e o Universo sempre diz calmamente ” Aqui está, “porque é conhecido pelo Tudo Que É, que qualquer coisa que alguém deseje pode ser. Então, “Sim, aqui está…”

As pessoas estão sempre preocupadas com suas crenças negativas…

- segunda-feira, 9 de abril de 2012

Se o seu desejo é realmente forte o suficiente, nunca importará quantas ou quais são as suas crenças limitantes. Se você tem um desejo que é forte o suficiente, capaz de fazer esse seu desejo ser, a sua vibração dominante, ele próprio vai se sobrepor a qualquer outra vibração que você já tenha.

E o que é um desejo forte o suficiente, para se tornar a minha vibração dominante? É um pensamento pensado, muitas e muitas vezes, sempre envolvido com muitas emoções positivas, que me levem a uma jornada emocional, até eu mesmo apreciá-lo nos minimos detalhes, aqui e agora.

É você entender que a sua vida, esses milhões de mundos, numa só existencia momentanea de vida, não passa de muitas e muitas jornadas emocionais, qua cada desejo que nasce em você é apenas mais um motivo de você mesmo convocar, ou permitir, mais e mais energia da Fonte do Bem Estar, fluir por você, nesse corpo físico, e voltar pra você, em forma de sonhos realizados, os quais nada mais são, do que o retorno de sua própria vibração emanada agora.

Você e a grande maioria se perde, ao não lembrar de como decodificar um contraste, e tudo que ele é. Ao você descobrir que tudo o que aparece na sua vida, seja em forma de pessoas que te fazem, se sentir mal, ou coisas que acontecem e que também não te fazem se sentir bem, ou até de eventos que o fazem sofrer. Tudo isso é apenas um contraste que aparece para que essa sua experiencia como ser físico, não se torne uma coisa monotona, sem liberdade, sem mais felicidade e sem a expansão que é a própria vida.

Sempre que você se depara com o que não quer, com o que te faz se sentir mal, isso é exatemente um contraste, o que te faz soltar imediatamente um novo desejo. E é esse desejo quem chama a energia da Fonte do Bem Estar. Dai pra frente, todo o seu trabalho é se divertir nessa jornada emocional de volta ao seu vórtice, onde você se reencontra com a sua parte maior, a não física, para assim poder voltar a essa jornada fisica e continuar nesse vai e vem gostoso, sentindo essa sensação gostosa, como a de um ato sexual, é você tendo multiplos orgasmos, vendo e apreciando tudo, todos seus desejos surgindo a sua frente, aqui e agora.