Posts com a Tag ‘White Horse’

AS FALSAS PREMISSAS DE FINAL DE ANO…

- quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

whisky Eu acabei de passar natal e ano novo na Bahia, fui para interior, curti a capital Salvador, tomei minha massagem deliciosa no Jardim de Alá, ali sentindo a brisa do mar, coisa boa de se apreciar. E nessas horas é que percebemos como as pessoas reforçam suas sincronicidades negativas e ainda realimentam suas falsas premissas querendo que os outros embarquem nelas. Elas até tentam ficar iradas comigo por eu ser assim… Mas, logo desistem. Elas dizem que tem pessoas que não tem o que comer, e eu sorrindo afirmo, só não tem porque não quer, e por dar mais ouvidos a pessoas como vocês, criadores e fomentadores de mais escassez. E caio na gargalhada até que alguém comece a rir também.

Elas ficam possessas quando eu festejo ter o que a maioria não tem, e ainda não estou nem ai para quem não tem. O pai de uns amigos de infância da minha amada morreu no ultimo dia do ano, todo mundo chorando e lá estava eu festejando sua volta a Fonte. Os caras ainda vem falando sobre a falta do dinheiro, e eu sorrindo muito, digo a eles. Cada um tem o que foca e dá a sua atenção. Por isso que enquanto vocês ficam ai chorando e reclamando da vida, eu vivo comemorando, o Whisky White Horse que vocês estão bebendo, o queijo do Reino, maravilhoso que estamos beliscando agora, veio para mim por eu estar focado mais e mais, apenas no que eu mais quero comemorar, eu nem precisei gastar o meu dinheiro que sempre está sobrando para eu realizar mais, tudo o que eu mais quero, agora.

Eu vou voltar para o Recife, e antes disso vou ficar em Aracaju, num bom hotel, frequentar os melhores restaurantes que eu escolher e festejar mais ainda esse ano que se inicia, e vocês estarão labutando muito e dando muito duro, por jogarem os seus muitos momentos de lazer fora, pensando, falando e focando sempre no que não querem. O que eu posso fazer é, apreciar mais o lado da falta que vocês contrastes vem me apresentando, para eu sempre voltar a desejar mais, o oposto do que eu vou me mijar de tanto rir, de como vocês desperdiçam tudo o que já poderia ser de vocês, aqui e agora. Seus muitos chororôs já fizeram vocês terem, cada um, uma verdadeira fortuna a sua espera, e só vocês se privam dela, eu acho isso tudo muito engraçado. Como eu já escrevi nos meus últimos posts de 2015. Vocês são divertidíssimos…