Posts com a Tag ‘vida nova’

TODO INICIO DE ANO É ASSIM…

- sábado, 2 de janeiro de 2016

CAFÉ DA MANHÃ Eu adoro ter sempre mais, boas e melhores expectativas, todos os dias em muitos momentos. Eu sinto que muitos deixam para ter essa vibração de; ser, ter e fazer, sempre mais, o que já está no foco agora, apenas no começo de cada ano, e ainda esquecem rapidamente que, isso tanto vale para eu ter uma expectativa positiva sobre o que eu quero, quanto de tudo aquilo que eu mesmo sei que não quero. A minha expectativa é sempre um foco com a vibração que me permite a recepção daquilo que eu mesmo estou focado agora, e isso é sempre, aqui e agora. Isso vale para tudo, tanto para o que eu desejo muito quanto para tudo aquilo que eu não desejo. E é a minha atenção não dividida em cima disso, que ainda faz tudo isso ser sempre mais, e é exatamente por esse motivo, que eu tenho a vida que eu tenho agora. A única diferença é que eu incio a minha vida a cada momento, a maioria a minha volta, só no começo de cada ano, e já nos primeiros dias do ano, já esquecem o que desejaram e voltam a ter várias expectativas, só que, de ser mais um ano, igualmente duro, de muita luta, igual ao que já foi antes, uns dizem que pode ser até pior, enquanto que eu, sempre tenho a expectativa de que, tudo seja sempre melhor para mim; a cada dia, cada hora e a cada momento. E assim a minha vida é…

Eu fico rindo ao ver como isso passa quase que despercebido na vida das pessoas. Então, elas vão tomar o seu primeiro café da manhã no ano novo, dizendo e se justificando que estão, esquentando o pãozinho velho, porque voltaram a pensar em mais escassez, em alguém que ainda vai passar fome com certeza. O mais gozado, é que, apenas nisso elas tem absoluta certeza. E elas saem para ir comer fora comigo, e já voltam a ter suas velhas expectativas indesejadas ao dizerem… Só espero que a gente encontre vaga, na ultima vez eu tive que ficar rodando muito e ainda encontrei uma fila muito grande para entrar… Até na hora da diversão, no momento do jogo a tardinha, ao ver o parceiro, eles sempre voltam a ter as suas velhas expectativas sobre como vai se comportar, quem vai jogar com ele. E assim, as pessoas nem percebem que elas mesmas estão tendo muito mais, aquilo que elas mesmas estão mais focadas, a cada instante e mais, dando a sua atenção a isso, fazendo tudo isso, apenas se tornar mais, mesmo que seja tudo aquilo que elas mesmas já sabem que não querem. E isso é muito divertido de se ver, quando se é mais deliberado e consciente, tendo boas expectativas de foco e atenção em tudo o que se quer. É só não ficar com o meu foco nisso que eles ainda vibram, por mais de 17 segundos e cair mais na gargalhada, tendo as minhas próprias melhores e boas expectativas, sobre tudo aquilo que eu mais quero viver, aqui e agora.

2014 vai ser fantástico… Quer apostar?

- domingo, 5 de janeiro de 2014

a vida e os foguetes de desejos Os meus desejos em formas de energias vibradas, são sempre lançados ao Universo, iguaizinhos como todas as outras energias lançadas em forma de foguetes há cada ano novo. Cada dia para mim é uma festa de ano novo, vida nova… Sou muito grato por tudo o que eu já vivi, esse ano que passou e que foi realmente maravilhoso, e sou muito grato e agradecido por tudo que já tenho e até pelo o que está ainda por vir, e eu espero sempre mais, um ano de 2014, muito melhor em tudo… A minha expectativa é sempre um foco com a minha vibração desse momento que eu vivo agora e, isso me permite o recebimento, de tudo o que eu estou focado agora e, jamais importando se, eu mesmo espero as coisas que eu mais quero na vida, ou se são as coisas que por mim mesmo, são completamente indesejadas no momento.

É essa minha vibração de agora, quem dita toda a minha realidade futura. O meu agora, foi construído nos últimos 17 segundos felizes que, eu mesmo passei esperando, por mais essa felicidade, porque eu sei que, se eu quero continuar a viver bem, indo sempre no fluxo de Bem Estar, aqui e agora, eu nunca poderei parar de desejar e até ser muito mais grato ainda, por mais essa maravilhosa experiência de vida física, de fazer todas essas infinitas viagens emocionais de 69 segundinhos, que eu mesmo faço no meu dia a dia, ao meu próprio vórtice criativo, aqui e agora.