Posts com a Tag ‘Thor’

Quando você clama por justiça, você nem percebe… Mas está resistindo a sua própria felicidade… Ao seu próprio Bem Estar.

- sábado, 24 de março de 2012

Mesmo entrando na justiça sobre um problema, quando você tenta empurrar a sua justiça goela a baixo de outra pessoa que, ainda não concorda, não importa o quanto você esteja certo, você só fez, empurrar ainda mais essa contenda.

Em outras palavras, você nunca ira parar de empurrar, parar de criar mais resistências a mais disso, você ainda estará atraindo mais disso em toda a sua jornada pela vida, até que pare de resistir ao seu próprio Bem Estar, e passe a se permitir de uma maneira real o que você quer de verdade. Só então, tudo o que você mais quer; ser, ter ou fazer, pode ser feito do jeito que você quiser.

É preciso primeiro entender o porquê de você ter atraído isso, e parar de criar resistência ao seu próprio Bem Estar, porque qualquer contenda é apenas a ausência da permissão a si mesmo e aos outros.

Ainda hoje eu vejo casos de pessoas que nem percebem o mal que fazem a si mesmo, em arrastar suas resistências ao seu próprio Bem Estar, durante a sua jornada nessa vida.

Vamos a um caso atual, o do Thor, filho do Eike Batista, devido a ele estar na mídia como o homem mais rico do Brasil e o sétimo do mundo o põem sobre todos os holofotes.

Vamos analisar casa a caso. Primeiro sobre quem está mais sofrendo neste momento e querendo justiça, que são os pais e os parentes da vitima, se eles entendessem que suas preocupações, suas criações antecipadas de desgraças em suas vidas, ao focar em assuntos no seu dia a dia que não os fazem se sentir Bem. É a verdadeira causa de eles mesmos atraírem mais isso para as suas vidas, eles não estariam atrás de justiça, porque eles mesmos teriam de se condenar primeiro.

A vitima foi vitima de si mesmo, porque a sua sociedade através de suas religiões e as suas escolas suprimiu ao longo de sua vida, o seu próprio reconhecimento, de quem ele realmente é, um ser que vibra e que recebe e emana energias, e por não saber ou não entender, quem dirá ter a percepção ou a concepção de que, qualquer emoção negativa prolongada atrai para si efeitos como; dores, doenças e até a morte, simplesmente bateu as botas.

O Thor que, segundo a imprensa, já é o seu segundo atropelamento à um ciclista, deve entender que mesmo estando certo ou errado nessas duas experiências desagradáveis, ele ainda está emanando vibrações que não combinam com seu Bem Estar e pode voltar a atrair mais disso para sua vida, ou até coisas muito mais desagradáveis.

O Eike Batista, eu diria que, primeiro de tudo, ninguém é responsável pela vibração de uma outra pessoa, mesmo sendo seu filho, ele só é responsável por sua própria vibração, todos nós somos responsáveis pela nossa própria vibração. Eu acredito que ele pode sim, em algum momento ter relaxado seu foco alegre sobre seu filho, ou pode ter focado o seu filho com algum tipo de preocupação.

Eu posso até usar o meu próprio exemplo de vida, eu moro no Recife desde 1996, tenho três filhos, me separei da mãe deles, e eles ficaram com a Cristiani que é uma excelente pessoa, mãe e avó, e continuaram morando no interior estado do Rio, eu jamais tive algum problema com os meus filhos, minha filha mais velha é modelo fotográfico e viajou o mundo sendo fotografada desde os treze anos, hoje, as minhas duas filhas já me deram três netos, e nenhum deles tem me dado problemas até hoje, porque?

Porque eu só penso neles nos meus momentos alegres, eu só os procuro pessoalmente ou por telefone ou pela internet estando em meu pleno Bem Estar.

Minha mãe e minhas tias que também moram em Friburgo, até me dizem que eu não levo nada muito a sério, quando elas querem contar suas experiências de suas doenças, embora eu já tenha lhes falado sobre a Lei da Atração, permissão e criação deliberada, elas continuam com suas televisões ligadas durante todos seus momentos acordados, elas consomem tudo de pior que o mundo já produziu, então quando eu brinco dizendo a verdade, que elas parem de criar resistência a sua própria felicidade, ao seu Bem Estar, saiam e se divirtam mais, elas dizem; você não leva nada a sério.

O que eu posso lhes afirmar é que, eu levo muito a sério; a minha felicidade, as minhas emoções, a minha alegria, por isso eu não atraio o que não quero. Eu só atraio o que eu realmente quero.