Posts com a Tag ‘teatro’

O TEATRO DE UM SER VIBRACIONAL…

- quinta-feira, 14 de novembro de 2019

teatroo Sou consciente de quem eu sou, um interprete vibracional em um mundo repleto de contrastes bifurcados. Adoro e aprecio muito ter todo esse conhecimento que tenho hoje e toda essa clareza fantástica para aplica-lo. Eu acordo todos os dias, ou melhor, todas as vezes que eu durmo até mesmo durante o dia, no meu vórtice criativo e, é maravilhoso já sair escolhendo mais o que eu quero experimentar. Tudo o que eu penso e sinto de verdade, pelos meus cinco sentidos, vem para mim, tanto o que quero quanto o que não quero…

É maravilhoso sair ou me liberar desse padrão do que é, que vem sendo reforçado pelos outros contrastes bifurcados, eles nem percebem que estão na sincronicidade do padrão do que é, e assim, a vida deles só é mais do que é. Então, ao acordar, eu faço uma espécie de laboratório mental, como se faz em uma peça teatral, afinal o teatro nasceu com esse único objetivo, espalhar uma crença, e ainda é usado para isso até hoje, é claro que ninguém quer a maioria saiba disso…

Eu nem me levanto da cama e já delibero o que eu mais quero pensar e sentir, e já saio escolhendo algumas coisas que eu quero sentir a esperança alegre e divertida, disso que escolhi, vindo para a minha realidade agora. Eu me divirto muito com isso, interpretando vibracionalmente e já sentindo, aquilo que eu quero sentir ao realizar isso que escolhi pensar mais. Observando, focando, deixando a energia fluir, e dedicando mais momentos de atenção, para que a Lei da Atração, tome as rédeas da situação e reorganize todos os cooperativados para a realização do meu desejo agora…

OS HÁBITOS RESISTENTES…

- quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

alinhado 3 Existem muitas crenças resistentes, ainda disfarçadas de hábitos, ou seja, esses pensamentos inconscientes que continuam a serem pensados, sempre reforçando a sincronicidade resistente do ego. E onde quer que se vá, lá está esse hábito, que já deveria ser colocado conscientemente à tona, para que deliberadamente as pessoas pudessem tira-los da categoria de “hábitos” e coloca-los na categoria das “escolhas”, podendo fazer mudanças. E um deles que é muito comum, é as pessoas, ainda falarem muito mais, sobre o que elas não querem, ainda pensando que elas estão falando sobre o que elas querem. Eu estava escrevendo sobre a minha mãe, e lá estava eu interagindo com esse hábito inútil. Eu estava revisando o livro Sara, para mandar imprimir e encadernar como presente para minha neta Bia, e lá estava sendo mostrado como isso é comum, a noite, ao eu ir deligar a TV que deixaram ligada num filme, lá estava um policial falando para o Flash… Para de falar no que não quer, pense e fale mais no que quer e assim será, simples assim. E as pessoas sempre acabam deixando isso ainda inconsciente, na sua categoria de hábitos. O que a faz sempre voltar a sincronizar seus pensamentos com tudo aquilo que ela mesma não quer pensar mais. E assim, sua vida sempre é mais, só que é, apenas mais do que já é…

Eu já estou praticando mais, ser como a coruja Salomão, ignorar tudo o que as pessoas repetem sobre o que não querem, eu adorei o treino que o meu cunhado, minha mãe e outras pessoas, me aplicaram na minha viagem de final de ano, todas as vezes que elas iam começar a repetir as suas coisas indesejadas, eu agia como se nada tivesse sido falado. A cara que meu cunhado fazia ao perceber que ele não estava mais sendo ouvido e nem levado em consideração, era hilária, e ele ia embora. As pessoas ficam buscando outras pessoas para elas mesmas, repetirem isso o tempo todo. E eu adoro usar o teatro, como uma forma de passar algo para as pessoas, eu uso isso em minha palestras, e quando eu estava escrevendo a minha peça. “A vida, um Hiper Self Service”. Uma comédia bem divertida, mostrando como as pessoas escolhem as coisas na vida, no seu dia a dia. Lembrei de escrever também em forma de comédia. “O hábito continuum”. Onde tudo se passa com algumas pessoas que repetem as mesmas coisas o dia inteiro, para todos que chegam perto delas, até mesmo para quem voltou mais vezes no dia, e como as pessoas ouvem isso de novo, como se fosse novo. É muito hilário tudo isso, porque isso acontece até numa mesa de bar entre amigos. Só as pessoas caindo no ridículo, algumas delas resolvem mudar, mas é sempre muito engraçado…

E O OSCAR DE MELHOR INTERPRETE DE BEM ESTAR VAI PARA…

- domingo, 17 de abril de 2016

eu e Danilo O sucesso sempre vai para quem mais focou e mais deu a sua poderosa atenção, repetindo muitas e muitas vezes, e passando mais e mais, esses mesmos pensamentos escolhidos de propósito, agora envolvidos em fortes sentimentos, que eu tinha que passar junto com outras falas, para que aquela realidade escolhida para se representar, se parecesse a mais real possível. Como também é feito literalmente na própria vida real, ou eles não seriam bons atores, também no grande palco da vida.

Eu só devo estar bem mais consciente, apenas das escolhas da minha atual interpretação, e do retorno que é, o sentimento que essa interpretação me trás, seja no palco, no tablado do teatro ou diante da grande plateia da minha vida cotidiana. Porque apenas fazer mais, o papel de um observador reagente na vida real, apenas reagindo literalmente as realidades já observadas, só leva a qualquer bom ator como eu, como você, ou qualquer outro excelente interprete, a voltar a ser um ator medíocre, que só sabe representar, se tudo, já estiver do jeito que ele acha que as coisas tem de estar, as falas e o cenário tem de estar todo pronto para ele poder sentir, para só assim ele poder representar, interpretar vibracionalmente.

E jamais é assim. nunca foi assim, nem nas peças representadas no palco e nem na vida real as coisas acontecem desse jeito que lhe venderam em casa e nas escolas, eu preciso passar muitas vezes o mesmo texto, os mesmos pensamentos, várias e várias vezes, eu preciso repetir até acreditar mesmo, que eu posso senti-lo, aqui e agora. Mesmo que ainda não tenha todas as falas sendo passadas agora, nem todas as cenas já montadas, mas eu estou ali, interpretando esperando o meu sucesso brilhar… E é assim que eu ganho o meu “OSCAR” de melhor interprete do natural e mais puro fluxo de Bem Estar. Estando literalmente na realidade que eu quero estar, aqui e agora.

O MEU PAPEL QUE EU QUERO É, UMA PESSOA MUITO FELIZ…

- sábado, 16 de abril de 2016

escandalosamente feliz Essa semana eu escrevi que a vida é um grande teatro, onde cada pessoa escolhe os papeis da peça que ela mesma escolheu que vai representar, a cada dia, a cada momento. E como eu mesmo coloquei essa sincronicidade em andamento, os Abraham me enviaram mais essa citação onde diz para mim que… Às vezes eu mesmo fabrico alguns cenários e os coloco em meu próprio caminho, apenas para provar que o meu ponto de vista está correto. É como se eu preferisse estar mais certo do que realmente estar muito mais feliz.

E isso acontece mesmo, as vezes eu pego o meu notebook para escrever, e publicar no meu blog mais alguma coisa ou até mesmo nas redes sociais, e logo depois me pego lá, e lá estou eu observando essas criações indesejadas das outras pessoas, e gente querendo provar que ela está certa querendo tirar alguém do poder, outros defendendo, outros dizendo que agora tem o seu bandido predileto, e eu mesmo acabo criando cenas em minha própria cabeça para provar que eu estou certo, também sobre isso.

E a Esther Hicks escreveu essa resposta exatamente para mim que, quando eu me pegar fazendo isso, essa coisa de entrar numa peça em cartaz que eu não gostaria de ver e nem representar um pequeno papel que seja, mas que está todo mundo vendo e comentando, eu devo parar com isso imediatamente e dizer para mim mesmo: “Estes pensamentos desagradáveis são totalmente desnecessários”. Em seguida, eu apenas escolho um novo pensamento, com um novo tema, uma nova historia, com um novo cenário mais alegre, que já me faça sentir melhor. E assim, a minha vida só fica cada vez melhor e melhor ela fica.

A FÍSICA QUÂNTICA E O TEATRO…

- quinta-feira, 14 de abril de 2016

trupe Eu adoro ter minhas novas ideias, e observando mais as coisas dessa vida que eu mais adoro, como uma boa peça de teatro, uma boa historia e um bom filme, e mais a mecânica da física Quântica. Eu percebi que a vida é literalmente um grande palco de teatro. Todos nós viemos aqui, para interpretar infinitos papeis de pessoas felizes, todos nós pudemos desde a nossa infância, escolher mais, quais os papeis que queríamos treinar mais, repetindo mais eles em nossos pensamentos, até estarmos aptos a interpreta-los por mais tempo. Alguns, escolhem interpretar mais papeis ao mesmo tempo, outros trocam de papeias depois de uma boa temporada ou filme em cartaz, e esses são sempre os mais felizes, estão fazendo sempre aquilo que lhes dá mais, uma espécie de eterna felicidade. Mas, tem uma grande leva que preferiu não escolher e só copiar o papel, que seus próprios pais escolheram ou até os que seus pais queriam para eles, mais que escolheram não escolher mais, outros que estão sempre repetindo mais os mesmos papeis antigos, e só de vez em quando, pegam um pequeno papel de ator coadjuvante, mas sempre volta para seu papel antigo, que são os que fazem sempre o papel de observadores reagentes. Eles estão sempre repetindo mais o que observam mais e reagem mais. E isso é um circulo vicioso. Eles só são felizes quando encontram pequenos papeis de coadjuvantes, semelhantes aos papeis que mais trazem atuações de mais; alegria, liberdade e expansão, que é o que já fazem alguns poucos atores, que trocam sempre de papel, se tornarem seus ídolos ou grandes exemplos de boa atuação. E é esses quem ganham os Oscar.

Eu cá com meus botões, pensei, em eu mesmo fazer mais papeis em minha vida, quero também ser um grande escritor e um bom diretor de grandes peças teatrais que possam ser; escritas em livros, colocadas em cartaz nos teatros ou que se tornem os melhores filmes campeões de bilheterias. A ideia é usar toda essa nova tecnologias Quântica; Internet, notebooks, smartphones, redes sociais e aplicativos como: WhatsApp, Instagram e outros, e escolher bons atores amadores, que estejam dispostos a atuarem nessa nova Industria de bons filmes, ligados ao fluxo de Bem Estar, fazendo o Universo conspirar ao nosso favor. O primeiro requisito básico dessa nova Companhia é, encontrar pessoas que aceitem que a vida real e a virtual são a mesma coisa, que não existe diferença alguma e que tudo tem e terá mais como base, a física Quântica.

A primeira coisa que deve ser repetida em exaustão pelos atores que querem fazer parte dessa nova trupe, são essas coisas: A física Quântica veio para que o ego mude de paradigma, aceitando mais naturalmente as Leis Universais. Todos nós somos observadores que comandamos os infinitos átomos a sempre darem todas as formas infinitamente pensadas. A Lei da Atração é só isso; semelhante atrai semelhantes, é ela quem coloca a sincronicidade escolhida pelo observador a eternizar um momento. A Lei da Criação Deliberada é a que nos mostra que, tudo focado pelo observador é ativado, esse é o inicio de toda a criação, e tudo que é dado atenção não dividida pelo mesmo observador se torna mais. A Lei da Permissão é a que nos mostra que tudo é permitido pelo observador, pela sua própria sensação de mais Bem Estar em tudo, se não sentimos o Bem Estar em algo ou em alguém, é porque nós mesmos estamos resistindo ao fluxo, não permitindo ele fluir mais; livre, feliz e expansivamente. Então, só seremos mais do que nós já somos, repetiremos mais e mais esse mesmo papel, mas, sempre sendo mais doloroso, até que escolhemos outro papel mais feliz e voltemos ao natural fluxo de Bem Estar.

A maior das historias, com certeza a melhor da sua vida…

- domingo, 21 de outubro de 2012

Mesmo não sendo um grande escritor, você pode sim, escrever uma peça teatral, e colocar nela um personagem interessante e muito forte que, seria na vida real, a pessoa que você queria muito ser. E é você mesmo quem vai montá-la e ensaiá-la sozinho todos os dias, e você ainda vai assumir; a direção geral, ser o roteirista, o continuista, o figurinista e ainda vai atuar como o protagonista dessa sua grande historia, de um Ser humano muito feliz.

E eu tenho certeza que além de você ser capaz, essa brincadeira sua de escrever todos os dias essa sua historia, ainda pode vir a ser uma grande peça teatral, mais que comovente, realmente cheia de fortes emoções, onde o artista principal é um Ser maravilhoso, uma pessoa que consegue ser completamente; livre, feliz e prospera. Onde em cada pagina, ele se mostra sempre como uma pessoa muito esperançosa com a vida, um grande otimista, com fortes expectativas no seu dia a dia, e que ainda demonstre o entusiasmo de viver cada momento e que esteja sempre procurando razões para ser uma pessoa muito mais feliz, e que goste de apreciar tudo o que tem de bom nessa vida, que tem o poder de criar coisas do nada, o poder de atrair passoas felizes, de atrair seu parceiro ideal, que ainda tem o conhecimento de que ele é o único quem cria a sua própria realidade, que encara todos os problemas como simples contrastes e com isso ele sempre consegue voltar a ser uma pessoa muito mais alegre. Então meu amigo… Você mesmo acabou de escrever, não só uma grande peça, como também um grande Best Seller.

E você vai perceber isso, ao pegar essa sua historia, ao ver que você está extraindo de quem a ler, uma verdadeira explosão de emoções, onde as pessoas, nem mesmo conseguirão tirar os olhos e parar de ler. E se você mesmo, a interpretar, fazendo esse mesmo papel, por alguns meses, a sua própria vida real, tem 100% de chance, de se tornar a vida mais livre, feliz e prospera que você mesmo, jamais conheceu. Porque a vida é realmente somente isso… Uma historia cheia de emoções que contamos para nós mesmos, a maior parte do nosso tempo, mesmo sem saber que temos esse grande poder.