Posts com a Tag ‘SEXOM AMOR’

APROVEITANDO MAIS OS MELHORES MOMENTOS…

- terça-feira, 8 de dezembro de 2015

apreciando Eu adoro acordar cedo e ir pedalar na praia, eu sei que é só acordar que eu ego já começo a funcionar, eu não paro de pensar um só segundo, e se eu não estou consciente no agora fazendo minhas próprias escolhas deliberas, focando mais naquilo que me dá de volta bons sentimentos e ainda continuo dando minha atenção só para as coisas que eu mais aprecio, quem passa a ditar o meu dia a dia, são de novo, as minhas velhas crenças que são estimuladas pelas minhas observações não deliberadas. O mundo que eu estou, a realidade que eu experimento agora é cheia de contrastes, o que não falta são os lados de falta de todos esses contraste querendo me estimular a voltar a ser um produto do meio. As pessoas a minha volta, não tem a menor consciência de que o encontro com o indesejado, é só para estimular ele mesmo há mais um novo desejo, e nem que seu foco e atenção em cima disso, só fará isso se tornar mais e mais.

As armadilhas do ego resistente e suas crenças para dominarem inconscientemente a situação são muito grandes e fartas. É só abrir o Facebook e lá está uma grande quantidade de falsas premissas, tudo ligado a ausência do Bem Estar. O que não falta são as conspirações; as vacinas assassinas, os alimentos cancerígenas, os americanos infiltrados, os alienígenas do mal, o Lula e a Dilma, o PMDB debandando, o impeachment e as pessoas chamando todo mundo para apanhar nas ruas e depois ficar com cara de bobão, vendo tudo acontecer de novo, e sempre sendo mais, só trocam os nomes, mas são os mesmos trapalhões no comando dessa orgia, que o ego faz quando largamos os pensamentos a revelia. Fora os resistentes religiosos com suas imagens, seus pedidos de curti aqui para que Deus te dê mais, ou você não é mais meu amigo, e colocando gratidão para tudo que é lado, namaste e tudo mais que tente fazer o ego a voltar a religiosidade, para o meio de todos esses lados de falta de Bem Estar.

A boa noticia é que todos nós temos uma capacidade infinita de imaginar o que queremos, em vez de deixar o ego a revelia, a pedida é brincar mais de imaginar o que queremos, as minhas velhas crenças resistentes vão tentar entrar no meio, com o assunto da vez, mas é só eu sorrir mais que ele some, e lá estou eu imaginando uma bela pescaria no Amazonas, comendo uma banda de tambaqui assado na brasa, tomando banho nos igarapés deliciosos, no meio de toda aquela beleza dessa natureza escandalosa. E quando paro de imaginar isso, eu volto imediatamente a escolher algo para apreciar, pode ser aquela bela mulher que sentou bem na minha frente, eu imagino ela tirando a canga bem devagarinho e quando ela faz ao vivo, eu comemoro mais, e assim eu vou me levando, eu ego, a ser bem mais deliberado e consciente do que eu quero que seja; mais, mais e mais, em minha vida, aqui e agora.