Posts com a Tag ‘Sarney’

ISSO SIM, REALMENTE ME AFETA…

- sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

o foco contra 2 Aquilo que eu foco e que dou a minha total atenção não dividida, isso sim, realmente afeta a minha própria vida. Enquanto eu não aceitar isso, eu sempre estarei deixando com que, as pessoas, parentes ou não, ou até as suas políticas, interfiram em minha vida, e tudo acontece, apenas por eu mesmo ainda me jogar contra elas, ou ainda usá-las como mais uma desculpa, para ainda não estar mais alinhado com a natural e única Fonte de Energia/Informação de puro Bem Estar…

O resultado de cada minha experiência, aqui e agora, só eu mesmo posso afetá-la, ninguém mais. Afinal, ninguém pode vibrar em minha experiência, pensar e sentir por mim, só eu mesmo, mais ninguém. Todos eles podem manter a opinião deles sobre qualquer assunto, mas a menos que a opinião deles afete a minha própria opinião, a opinião deles nunca realmente importa, literalmente. E isso é um fato público e notório…

A própria política me mostra claramente que, milhões de pessoas podem estar se empurrando contra alguém, nunca importa quem; Sarney, FHC, Collor, Lula, Dilma ou Temer. Isso nunca afeta ele ou ela, até que, cada um deles mesmos, passe a focar e ainda dar a própria atenção, dele, sobre isso. Repare que todos eles realmente estão afetando o que acontece em minha experiência, eles se colocam em foco para mim em muitos lugares e ainda adotam suas próprias políticas que não são as minhas, eles até podem estar afetando o meu ponto de atração. Mas, isso jamais afetaria a mim, se eu mesmo nunca vier a me jogar contra algum deles ou contra todos eles…

A FÍSICA QUÂNTICA, O KARMA E A CAUSA E EFEITO…

- domingo, 26 de julho de 2015

bem e o mal A física Quântica com a experiencia da “dupla fenda” realizada há mais de 200 anos atrás, prova que o Karma é uma coisa auto-imposta e que a “Causa e Efeito” só existe no agora, ninguém sofre consequências do passado. Os átomos respondem ao observador, agora! Jamais é daqui a 10 minutos, um dia ou daqui há anos no futuro. É isso o que faz com que as pessoas continuem provocando em si mesmas, mais emoções de; raiva, vingança, insegurança, desvalorização, medo, tristeza e impotência. Elas sentem isso ao ver e ao pensar novamente no; Sarney, no Collor, Lula e Dilma. Todos querem ver eles pagarem um dia pelo que elas acham que eles já fizeram de ruim. E a física prova que eles só vão ter o efeito do que eles mesmos esperam de qualquer coisa agora, se eles mesmos voltarem a focar nessa cobrança que a maioria das pessoas ainda fazem, e assim, passarem a tentar; se justificar, a tentar consertar algo ou até mostrar que fazem coisas, para poder merecer a vida que eles levam e que a maioria acha injusto. Só ai os átomos vão responder há essas emoções resistentes ao fluxo de Bem Estar, agora!

Aquilo que as pessoas chamam de inferno astral é apenas alguém deixar de fluir o seu próprio Bem Estar, para dar satisfação a alguém. Foi isso que aconteceu com Eike Batista uma vez e com Collor duas vezes, já o Sarney, nunca esteve nem ai para o que as pessoas pensam, e está lá até hoje. A única coisa que faz toda a diferença na forma como você se sente agora é o pensamento de que você está pensando agora. Não importa quanto dinheiro você tem, há pessoas alegres sem dinheiro, e há pessoas descontentes com muito dinheiro. Como você se sente é sobre como você está permitindo que a Fonte que é você a fluir. Então, quando os Abraham falam sobre a Arte da Permissão, eles estão falando sobre a arte de viver; sobre a arte da prosperidade; sobre a arte da clareza. Eles estão falando sobre a arte de ser quem você realmente é.

Qual é a realidade virtual que você mesmo quer viver agora, ou continuar a viver?

- domingo, 12 de janeiro de 2014

lagostas É muito fácil se ver, como as pessoas estão dando aos outros, muito mais poder do que eles tem na verdade, e você mesmo pode reconhecer isso, com sua própria sensação, de como eles fazem você se sentir agora. Você liga a sua rádio de manhã, em vez de musica para te alegrar, os caras te fazem ficar com um medo incrível de viver a vida, de fazer as coisas, de fazer tudo o que você mais gosta; que é se divertir, sentir a liberdade e querer expandir o seu mundo. E eles fazem isso com todos esses lixos que eles mesmos já coletaram, uns até fabricam ou reprisam com alguns bem antigos, lembra do Collor? Lembra a voz que você ouve…

Tudo para fazer toda a população, agora trabalhar com muito mais medo. Os que ligam a televisão recebem tudo igualzinho, só com áudio especial e o visual com efeitos. E você já sai de manhã, com medo e com raiva dos bandidos e, com uma cede de vingança danada da Roseana e os Sarney, como se fosse só ela de política que, adora comer lagosta… Todos eles adoram, de todos os partidos, todos também comem do bom e do melhor e, todos aqueles que estão querendo entrar na política também querem comer o caviar, assim como você também. E quem entra come mesmo…

E assim, quem percebe tudo… Vê bem claro que, só se tem propagandas nos veículos de comunicação de massa; jornais, revistas, rádios, Tvs e agora portais de Internet. publicidade das grandes corporações e indústrias, de quem realmente manda em todos os chefões da política, nos lideres religiosos e em todos os escalões abaixo, são; bancos, empréstimos, créditos, seguros, remédios, laboratórios, hospitais e tudo mais que a indústria do medo lhe vende, todos os dias, em troca do seu trabalho duro e suado, durante todos os meses.

O que você tem que decidir agora é, como é que você vai se sentir agora. Eu gostaria muito de ver você mesmo ir a uma outra realidade virtual, como você já vai todos os dias, sentindo sem perceber, e que na verdade é, a que você lá no fundo não quer, mas vai, se sentindo mal, quando mesmo na sua vida real, no seu dia a dia, ainda não tem nenhum bandido ou ladrão ai ao seu lado, nenhum arrastão na sua rua, é tudo lá no Rio de Janeiro, em São Paulo ou nos EUA. Mas eles fazem você sentir isso virtualmente, como se fosse ai e agora. Você ouve, vê e sente como isso fosse sua realidade, ai onde você esta. E assim você mesmo atrai mais, disso para a sua vida real todos os dias. E depois ainda diz para a sua amiga que, você ajudou a ficar com medo, eu não te disse?

E gostaríamos de ver você agora, ter uma realidade virtual, bem diferente dessa que você já se habituou e que nem percebe mais, mas sente, para você mesmo agora mudar e, praticar o pensamento de bom sentimento, e sentir na sua vida, as manifestações que vêm na esteira de que você mesmo conjurou no pensamento de que, tudo está bem em seu mundo agora, na sua musica que você mesma deliberadamente escolheu e ouve e se sente maravilhosa agora, no vídeo que escolheu e que lhe fez sorrir muito agora, no papo que teve com seu amigo, no transito, na parada do ônibus ou no trabalho, de como o dia vai ser maravilhosa hoje e se sentiu ainda muito melhor que antes, e que ainda vai atrair, muito mais coisas muito melhores, ai e agora. A escolha é sempre e toda sua…

Criando mais o que não se deseja…

- quarta-feira, 1 de maio de 2013

Todos essas pessoas, que estão atuando nesses caminhos que achamos tão horríveis e nojentos, até de se ver, seja o; Fernandinho Beira Mar, Zé Dirceu, Genoino… Ou os que sempre foram mais safos; Sarney, Feliciano, Renan e o próprio Lula, todos eles são seres atormentados e em profundo sofrimento e, de uma forma de que ninguém que, não esteja na pele deles, vai poder sentir ou entender. Os seus atos horríveis e desprezíveis, eles são verdadeiras extensões do que a dor é para eles mesmos.

Agora é preciso dizer a verdade, ninguém realmente precisa cocriar com eles, nem viver e nem mesmo vivenciar as merdas que eles criam… A não ser que, você realmente seja um elemento cooperativo, com esse seu foco em cima deles, com a sua atenção nas cagadas que eles realmente fazem. Entenda que, nesse jogo vibracional, que você está vibrando agora, para que você mesmo pudesse ser, mais um de suas vítimas, foi preciso a sua própria permissão, que só você pode dar, sentindo o ato deles em sua vida, com o seu foco bobo de observador e reagente.

Sacou que, é a sua atenção, o seu foco não dividido em cima deles ou de todas as suas proezas que, os fazem verdadeiros contrastes humanos que, faz tudo isso que você mesmo sabe que não quer crescer e ganhar volume? Você já percebeu que, nada que você ou alguém é contra, jamais desapareceu ou deixou de ganhar sempre mais fôlego, mais volume? Lula dizia ser contra todos os corruptos e suas ações doentias, se tornou o maior e até o chefe deles, se aliando ao bando. O bolsa família nasceu de uma idéia de algum inseguro, que olha as pessoas como sofredoras, e merecedoras de esmolas, lançando a campanha contra a fome. E de lá pra cá, nunca ninguém deixou de mamar nessa teta voluntariamente, ao contrario, todo os anos são mais alguns milhões de miseráveis que, dependem do bolsa pra eles votarem, em quem vai fazer você pagar a conta. Os maiores criminosos estão presos, e pasmem… Comandando o crime e ainda sendo sustentado, por todos que votam nesses caras que, fizeram você pagar muito mais caro um bandido preso, que uma pessoa que quer trabalhar pra você poder ter suas coisas. Uma empregada domestica ganha menos que qualquer criminoso preso… O Genuino e os outros soltos, ganham mais… Até quando as pessoas vão ser otárias?

Todos merecem tudo o que tem…

- terça-feira, 12 de março de 2013

Fomos educados a acreditar na mentira de que devemos fazer coisas, para merecermos algumas coisas. Você tem que ser bonzinho, você tem que estudar para merecer, passar para merecer, trabalhar duro para merecer, ser honesto para merecer, ser temente a Deus para merecer ou ter uma religião qualquer. Tudo uma definição do próprio homem, limitando a sua própria liberdade de escolhas, sua felicidade nata e sua expansão por direito.

E quando descobrimos isso na vida real. Quando vemos o presidente Bush, mentir descaradamente, invadindo países e matando milhares de pessoas “inocentes”, só para a sua família ficar mais rica com o petróleo. Quando vemos o Sarney fazer as coisas que a imprensa disse que ele fez, só para sua família se dar sempre bem, e que se dane o Maranhão. Quando vemos o jornalista Pimenta Neves, assassino condenado, passar anos solto, só pegar cadeia 11 anos depois e assim mesmo, ainda poder ficar livre em menos de dois anos, voltando a se dar bem. O lula sair livre do mensalão, condenados assumirem cargos de deputados e senadores, fazendo festas comemorativas com o nosso dinheiro. Quando vemos um pedágio ambulante, um pastor homofóbico, préconceituoso, ignorante e arrogante assumir a presidência dos direitos humanos, e se até sair, vai continuar a se dar bem, exigindo senhas de cartões dos fieis, para só então Deus lhes abençoar e se reeleger com o voto de gente mais ignorante do que ele mesmo. Ai! Meu caro amigo, você endoida de vez o cabeção, fica com; pessimismo, frustrado, irritado, duvída de tudo e de todos, quer vingança, fica com inveja do que eles conseguem em salários e beneces, se sentem inseguros, desvalorizados e antes mesmo de passar a ter medo de tudo ou ficar deprimido. Ficam se perguntando cadê o bendito merecimento? Eu sou muito bonzinho e não ganho nada?

Eu mesmo decidi, me treinar mais, a cada momento em que eu me deparar com um contraste, como essas pessoas e isso tudo que sei que não quero mesmo, sem julgar, sem me justificar por estar encontrando isso, sem ficar com raiva ou querendo ser contra.

Eu apenas reconheço conscientemente que, isso é o que eu não quero. E então, parto imediatamente pra pensar sobre o que eu mais quero e, procuro sentir isso que eu muito quero, como se já fosse bem real, procuro falar mais sobre o porque que eu quero isso e descrevo minuciosamente, explico o máximo, chego a fingir já ter conseguido isso e de uma forma que isso me pareça ser muito real mesmo, e continuo pensando sobre isso até que, eu mesmo consigo esse ponto de atração onde, eu sinto isso fervilhar em alegria, aqui e agora, dentro de mim.

Nunca disserem para nós que, o meu, o seu pensamento vibra, e que, é a minha vibração de aqui e agora, é o que faz eu mesmo merecer o que vem pra mim, aqui e agora. As pessoas ainda acreditam numa lei idiota inventada pelo homem que todo mundo enche a boca para falar em lei do retorno. Existe sim a Lei da Causa e Efeito. Mas, se eu mudar, fizer outra causa o efeito também muda. E para eu jamais receber o efeito da causa anterior, basta eu jamais voltar a focar ou dar a minha atenção a essa causa. A vida está repleta de exemplos disso. As pessoas esperam uma justiça divina. Só que ninguém voltou para dizer, se mais essa falsa premissa funciona mesmo…

Afinal o que é o merecimento? Em termos muito simples, significa que, eu encontrei uma maneira de deixar a energia do Bem Estar chegar a mim, essa energia que é natural para todos os seres, eu permito ela me alcançar. Ser merecedor, ou indigno, é algo que é apenas vibrado por mim, aqui e agora. Eu sou o único que pode julgar, o que é digno ou indigno pra mim. Eu sou o único que posso me amar, me apreciar em um estado de permissão, ou até de ficar preocupado, com raiva e até odiar a mim mesmo, que me coloca em um estado de não permitir. E assim como não há algo errado comigo nesse momento, também não há algo errado com alguém que não está me amando, agora. Estamos todos nós, apenas nesse exato momento, praticando a arte de não permitir, ou a arte de resistir ao fluxo de energia da Fonte do Bem Estar.

Para eu mesmo voltar a merecer e receber, tudo e qualquer coisa que eu mesmo escolho experimentar, fisicamente, aqui e agora. Basta eu mesmo procurar um “alivio” qualquer e voltar a ter, sentir; uma esperança qualquer na vida, e começar a apreciar mais, procurando ser sempre mais livre, amar mais a mim mesmo e me sentir muito mais poderoso e alegre, aqui e agora.

Esse mundo é injusto!!! É o que muitos dizem…

- quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Eu tenho muitos amigos pessoais e mais alguns milhares pela internet, ao me ouvirem dizer que, não existe injustiça, eles tentam de todas as formas argumentarem e comprovarem que, é completamente injusto um político como Sarney, sempre se dar bem na vida… Que é inadmissível o Edir Macedo da Universal e a Bispa Sonia da Renascer, não só se darem bem, como terem tudo o que eles têm… Que é absurdo a escandalosa e gorda da Geisy Arruda, se dar bem só porque gosta de aparecer… E que não é justo, a Luciana Gimenez burra do jeito que é, só porque engravidou de um homem feio e famoso com Mick Jagger, se dar bem na vida… E que ouviram e leram nas revistas que existem muitos artistas famosos que já disseram publicamente que, é completamente injusto, os caras e as meninas alegres, ex BBBs, serem considerados celebridades. Essa lista não acabaria nunca…

O que eles ainda não se ativeram ou perceberam é que, eu estou me atendo ao fato de que, uma pessoa pode sim, fazer algo que ela mesma não se sinta culpada, ela realmente acredita que não está fazendo nada de mal a ninguém, portanto, ela não está se sentindo mal, não havendo vibração negativa, ela não está vibrando o que não quer, então, mesmo que alguém e mais um milhão de pessoas achem ela é totalmente errada, mais do que culpada, uma pessoa já condenada a pagar por tudo o que fez de errado segundo quem pensa assim.

Essa pessoa mesmo julga e condenada por vocês, jamais receberá o que você ou o que todos eles desejaram pra ela, ela só receberá o que ela mesma venha a desejar. Isso é a Lei.

Qualquer busca por justiça é, apenas você, criando pra você mesmo, mais resistência para tudo o que você mais deseja nessa vida, por que nunca existiu injustiça, cada um recebe sempre o que emana, o que vibra, sempre!

Querer justiça é como entrar numa guerra, nunca há vencedores, alguém pode até achar que ganhou alguma coisa, mas na realidade deixou de atrair milhares e milhares de coisas bem melhores do que, apenas passar alguns segundos felizes ao ter ganhado essa luta, mas tendo vivido uma eternidade de sofrimentos, e pior resistindo a tudo mais que veio desejando ardentemente durante toda essa luta interna, para tentar quem sabe conseguir seus louros, por ter se desgastado tanto nadando rio a cima, porque na realidade você só ganha numa contenda, se conseguir com que a outra pessoa no caso, venha passar a resistir como você, só que com maior intensidade que a sua própria resistência.