Posts com a Tag ‘Ronaldo’

A maioria tem medo da morte…

- sexta-feira, 20 de abril de 2012

A morte é apenas a retirada da consciência. É como tirar a atenção daqui e colocá-la lá.

Todos nos fazemos parte da consciência infinita, o que a maioria acredita ser um Deus separado de nós, aquilo que as religiões criaram para poder ser o intermediario entre você e você mesmo.

É uma coisa muito louca a cabeça do ser humano, ele tem um poder imenso e não o usa, prefere acreditar que um Deus inventado, e ainda acredita que ele deu esse poder, apenas para alguns, os escolhidos, os grandes gênios, quando todo ser humano que quiser, pode sim, ser esse grande gênio.

Se alguém parar para pensar vai, ver que os grandes gênios de qualquer área; no futebol temos Pelé, Garrincha, Rivelino, Ademir Da Guia, Romàrio, Ronaldo, Ronaldinho Gaucho. Ganso e Neymar. Dos Inventores vou logo ao maior, Nikola Tesla. Artistas, cantores, diretores, escritores e tudo mais… Sempre foram pessoas que nunca aceitaram essa coisa idiota de que é preciso escolher fazer uma coisa só na vida.

A única coisa que você deve escolher é ser feliz, que é o que todos eles que você venera, que você idolatra, que você chama de gênios escolheram. Ser feliz! E isso exige liberdade e crescimento, porque ninguém pode ser menor do que já é. Cada desejo que nasce em você se acopla a você, e você passa a ser aquilo também, seu sofrimento maior é querer se manter sendo apenas mais do que já é.

As pessoas tem medo de viver e de morrer porque se desligaram da consciência maior, do seu eu interior, e se acham só isso aqui, esse ser físico, que nem mesmo existe, o que existe é apenas mais uma experiência dentro da própria consciência maior. Somos todos apenas um feixe de energias da Fonte.

Você é apenas um foco dessa consciência maior, focada nesse corpo físico aqui e agora… Você é eterno…

O porquê das dificuldades de se realizar desejos?

- quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Vejamos! O desejo sempre nasce forte em sentimentos e sempre no não físico já está totalmente pronto para se materializar, mas, sempre perde fluidez para uma resistência, que é a sua crença dominante limitante que é totalmente conflitante com esse seu desejo.

Por isso que é preciso buscar razões para se sentir bem a cada instante, a cada segundo, fazer isso, é na realidade, começar a criar uma nova crença dominante do Bem Estar, que poderá liberar todos os seus desejos empacados por suas próprias crenças limitantes.

O desejo nasce a cada momento, e os mais fortes são criados ao se deparar com um contraste, e todos esses contrastes que encontramos pela vida, na realidade, foi à forma que a Fonte achou para fazer nascer em você sempre mais desejos, mesmo que você tentasse parar de desejar, ou que se afundar-se em suas crenças limitantes.

Por exemplo, eu conheço pessoas que se acomodaram quando à questão é o dinheiro, elas estudam anos para ser alguma coisa na vida, depois descobrem que não era aquilo que queriam, e então ficam tentando até passar num concurso publico, para então parar de desejar dinheiro, é pouco, mas, é certo, dizem… ai entra a vida e seus contrastes, eles ficam doentes, e precisam voltar a desejar mais dinheiro, para poder se tratar com médicos particulares, porque nem o dinheiro que eles ganham dá para cobrir e nem o SUS funciona, e são obrigados a voltar a desejar, dinheiro, saúde, remédios e muito mais coisas.

O primeiro passo sempre é desejar, que é o seu verdadeiro pedir.

O segundo passo é deixar a Lei da Atração funcionar sem qualquer tipo de resistência, deixar ela sozinha poder arrumar todos os ingredientes para primeiro a manifestação, para então você mesmo confirmar o seu desejo por esse desejo, e ao você confirmar com o terceiro passo que é permitir, ela inicia a sua realização, para que isso vire a sua realidade.

O terceiro passo é simplesmente permitir, e muita gente se ilude achando que está permitindo, e não está.
Muita gente acha que permitir é ficar o tempo todo pensando naquilo que deseja muito, e isso só cria mais resistências, você pode até se deparar com algo que te lembre o seu desejo, aprecie naquele momento e depois continue apreciando tudo a sua volta na vida, e não ficar teimosamente trancado dentro de um quarto, ou até mesmo no serviço, tentando desesperadamente se sentir feliz pensando somente no seu desejo. Isso só cria mais resistência ao seu próprio desejo.

Vou dar um exemplo de dinheiro, mas, você pode usar em qualquer outro tema, você desejou ter três milhões de reais em sua conta, o que tem a fazer agora é somente permitir que isso se materialize em sua vida, que os três milhões entrem em sua conta bancária realmente apara você poder usar onde quiser e como desejar, certo?

E é ai que muitos se perdem, ficam desde já, tentando se justificar, eu quero esse dinheiro para ajudar minha família, a minha mamãe, viu? Não é para eu torrar com cerveja não, e nem sair com essas… Maria chuteiras como a Carol Abranches do Neymar, ou os Gays do Ronaldo, eu quero é para fins nobres. O que não é o permitir.

Durante o dia ao invés de voltar a permitir, ao pegar um jornal ou ligar a TV ou até a internet, e lá está na sua cara, muitas evidencias maravilhosas de muito dinheiro, é trinta milhões desviados ali, é propina de quinze milhões, é obras de oitocentos e noventa milhões, são todas evidencias claras de que tem muito dinheiro rolando e completamente solto por ai, e o cara só consegue ver os contrastes, ele esqueceu o dinheiro que deseja muito, e se ligou somente no político corrupto, na empresa da propina, na sacanagem de o Corinthians ganhar quase um bilhão, e o pior, ao sair de casa pra a rotina do dia a dia, nem procura voltar a permitir vendo e apreciando outras evidências, é um carrão novo que passa, é um novo prédio em construção, é um objeto na vitrine de uma loja, tudo serviria para a sua apreciação.

Muitos ainda pioram, só vêem o que não querem, e pensam assim; o carro deveria ser de um deputado ladrão ou do empresário que deu a propina, o prédio novo deve ser para os dirigentes do Corinthians e por ai vai…

Permitir é, se manter; livre, feliz e expansivo, vendo tudo o que se passa em sua volta e também permitindo que eles, todas as outras pessoas também possam permitir o que eles mesmos querem, é passar a só procurar razões para se sentir bem em tudo, em tudo e não só no seu desejo.

Nunca tente recriar experiências de pico.

- segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O que eu chamo de experiências de pico é aquela coisa que eu mesmo já senti várias e várias vezes quando: Eu ganhei aquela mina maravilhosa que nem eu mesmo acreditava, quando comprei meu primeiro carro importado, quando casei com a mulher mais linda da minha cidade, quando tive aqueles orgasmos maravilhosos, quando tive minha primeira filha, quando me vi com três filhos lindos, quando consegui realizar meu primeiro grande evento, quando criei o primeiro jornal de classificados grátis do Brasil, quando criei o primeiro supermercado de moda intima do mundo, quando mudei a economia de uma cidade inteira, quando ganhei o meu primeiro milhão de reais, quando desfilei pela primeira vez numa escola de samba no Rio, quando brinquei minha primeira micareta, quando andei no meu primeiro Jet Ski, quando pulei de Asa Delta pela primeira vez, quando caçei pela primeira vez no Amazonas, nas vezes que tomei banho num rio rodeado de piranhas, quando peguei meu primeiro peixe de 120 kilos, quando me deparei no meio de uma aldeia indigene, quando tive minha primeira experiencia com um chá alucinógeno ou até mesmo quando já fiquei doidão algumas vezes.

Mas, lembre-se que todos os viciados em drogas, querem recriar essas sensações maravilhosas artificialmente quase que todo dia, então eles se viciam e ficam sempre sendo manipulados por algumas poucas pessoas, muitos ao tentar recriar essas experiências de pico artificialmente, quase sempre batem as botas e voltam a ser pura energia de novo como: Elis, Cazuza, Tim Maia, Cassia Eller e uma infinidade de outros que já se foram ou os que ficam ainda por aqui passando vexame como: Ronaldo fenômeno, Vera Ficher, Fabio Assunção e muitos outros.

Em vez disso, apenas aceite-as, e quando elas pintarem no pedaço, vejá-as como um dom, como uma coisa boa que elas realmente são, e procure não se abater ou ficar deprimido por não ser capaz de ficar lá, por mais tempo. Porque se você ficar lá por longos periodos, elas não seriam experiências de pico. Eles seriam normais, aquela coisa de todos os dias e ai sim, seria um tédio experimentá-las.

Então amigo, quando pintar naturalmente, saboreie essas experiências de pico e elogie a si mesmo pela sua obtenção delas, e espere por mais delas, e deixar tudo o mais fora da equação.

Ronaldo o fenômeno mostrou hoje no Faustão, o real motivo porquê que ele teve de parar… CALA A BOCA RONALDO!!!

- segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Ele viveu seu momento de fenômeno porque não ouviu seus pais e as pessoas em volta dizendo, pare de jogar bola, vai estudar, e seguindo seus sonhos, seguindo sua emoção ele se tornou o maior fenômeno da historia até hoje, eu adorava quando ele estava com o mesmo sentimento daquela criança que ele foi, era nesses momentos que ele brilhava nos gramados, todas as suas fases ruins aconteciam quando ele deixava de focar na sua alegria de viver e se voltava para os problemas, contrastes todos nós encontramos na vida, (relacionamentos mal resolvidos, acidentes, e inveja) inclusive o fenômeno, todas as vezes que ele voltou a ser vitorioso mesmo em baixo de criticas e de previsões negativas da mídia, foi porque ele tinha se voltado de novo para a sua alegria da sua criança interior.


Eu quero sempre lembrar de você assim.

Hoje no Faustão, ele disse o seu real motivo para ele desejar pendurar as chuteiras, ele disse bem claro que embora quando criança ele tenha ido contra as idéias dos seus pais e foi à busca dos seus sonhos, de sua própria felicidade mesmo sendo criança, hoje ele não pensa mais assim, (o sonho pra ele acabou) ele dá o pior depoimento de toda sua vida, aconselha aos muitos fenômenos a desistirem dos seus sonhos e a ouvirem os seus pais.

Eu tenho certeza que todas as crianças que sonharem como ele um dia sonhou, podem sim, e que com certeza ainda vão acontecer muitos fenomenos, basta terem visto hoje mesmo no Caldeirão do Huck o garoto que já está no Santos e não darem ouvidos ao Ronaldo fenômeno, derrotado por ele mesmo.

Todo homem encontra sua derrota em não dar valor ao que ele mesmo sente, não importa o tamanho físico ou da sua fortuna pessoal, ser feliz é tudo antes de tudo.

Me deu uma vontade de gritar como gritaram pro Galvão Bueno, “cala a boca Ronaldo”.