Posts com a Tag ‘roça’

SÓ EU PERMITO TUDO…

- domingo, 28 de janeiro de 2018

restaurante da pousada A maior mentira desse mundo é, alguém afirmar que, existe a menor possibilidade de ele ou alguém criar a menor coisa que seja, em minha própria experiência ou na experiência de outra pessoa. E como só o “Bem Estar” existe. Tudo se resume em o Bem Estar que eu estou me permitindo ou o Bem Estar que eu mesmo estou me negando sentir agora, não me permitindo ser quem eu realmente sou, pura; energia, alegria em expansão. E sempre que isso acontece é porque eu mesmo estou ainda usando, tudo e todos, apenas como mais uma desculpa, para não estar mais alinhado com a Fonte de energia e informação de puro Bem Estar. É tudo sobre a mentalidade, o humor, a diversão, a atitude com esses pensamentos praticados por mim mesmo, momento a momento. Jamais existiu a possibilidade de alguma exceção qualquer. Tratar o meu corpo físico é realmente tratar a minha mente. É tudo psicossomático…

Agora mesmo eu acabei de passar mais de duas semanas viajando, minha sogra Margô, já está querendo voltar a ser pura energia, bater as botas, ela vive deitada e se preocupando com as coisas, está muito magra mesmo, sempre tomando muitos remédios, e com muito medo do “Alzheimer”. Passamos uns dias com ela, ela se animou um pouco, e ela sempre melhora muito, quando eu não a deixo pensar em mais nada, a não ser nas bobagens que eu falo o tempo todo, momento a momento pra ela, ela ri muito, e dá suas gargalhadas com as minhas muitas palhaçadas, os meus muitos palavrões, e até ficou muito melhor quando resolvemos leva-la para a roça, um lugar no interior de Cruz da Almas, onde ela tem suas irmãs e parentes. Só em ela mudar de pensamentos, ela já era uma outra pessoa, foram quatro dias onde ela não se sentia mal, jogávamos partidas de buraco até altas horas, ela pulava da cama cedo, ia catar laranjas e bananas no pé. Saia e dava ordem no homem que cuida do sitio e das plantações, ia visitar as irmãs. Foi só voltarmos para Salvador e arrumar as malas para ir para o Pontal do Coruripe, onde tínhamos reservas, que ela voltou a usar suas desculpas para não permitir o seu próprio Bem Estar, agora usando até nós mesmo, como mais uma justificativa para não estar se sentindo bem…

TUDO NA VIDA É UMA VIAGEM EMOCIONAL…

- quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

INTERIOR A vida é uma viagem emocional, vibracional. É preciso primeiro conceber isso, para então poder se viver melhor e deixar o melhor vir para nós. E nessa semana de fim de ano, minha amada decidiu fazer sua mãe mais feliz e lá fomos levar a Margô, minha sogra, ao interior da Bahia, rever os parentes na roça, andar de pés no chão. E lá estávamos os três, felizes a caminho do interior, eu, Carla e Margô. Só foi chegar na primeira visita que já nos deparamos com as pessoas, embora felizes aparentemente com as nossas presenças, mas já querendo justificar todos os seus problemas, que elas mesmas queriam desesperadamente contar para alguém, talvez para se sentirem mais importantes. Afinal quem fala mais em problemas na TV é mais considerado.

Embora todo e qualquer lugar, não importa qual, esteja sempre se expandindo, isso é a própria natureza da vida em expansão. Eles apontavam as poucas melhorias aparentes, as escolas melhores, tinha agora até o segundo grau perto de casa. Mas, isso trouxe também o medo dos motoqueiros e seus assaltos, eles agora vivem trancados ou atrás das grades, como nas grandes cidades e pior, com o stress que eles não estão muito acostumados, eles estão ficando mais doentes, foi difícil achar uma casa sem alguém doente. Antes, quando eu os ia visitar, eu parava o meu carro novo em qualquer lugar, agora eles pedem que eu o guarde atrás das casas. As paranoias, as conspirações da TV, já os pegou.

Antes, eles tinham realmente uma vida melhor, não porque as coisas pioraram, ao contrario, as coisas normalmente melhoram, e isso é o natural na vida, em qualquer lugar. Mas, elas deixaram de focar no melhor e até de dar a sua atenção, naquilo que elas mais gostavam, que era a sua tranquilidade e sua vida com todos os tipos de mais liberdade, vivendo no interior e junto com a natureza. Elas agora se modernizaram, agora elas se encontram para falar dos problemas. Elas nem relembram mais, que quando elas focavam no melhor, e davam a sua atenção para o melhor, elas contavam o melhor que viviam e assim isso se tornava ainda melhor. Elas agora estão experimentando o oposto. Mesmo que as coisas tenham melhorado, e para muito melhor… Felizmente para mim ficou bem mais fácil também permitir mais isso… Hoje. eu adoro saber que quanto mais eu foco e dou minha atenção para o melhor perto de mim, mais coisas melhores se apresentam para mim. É muito divertido saber que as coisas, tudo e todos, estão sempre se desenrolando do lado de fora para mim, do jeito que eu mesmo vibro agora. Quanto mais eu presto a minha atenção no que eu adoro apreciar, mais evidências disso aparecem para mim, todos os dias a cada momento. Agora chegou a vez da garotada da roça, liderar a mudança para o melhor que certamente virá…