Posts com a Tag ‘realidades’

INFINITAS REALIDADES PARALELAS…

- sábado, 26 de novembro de 2016

realidades-paralelas Existem infinitas realidades paralelas, todas são; simultâneas, verdadeiras e importantes. Uma realidade é apenas uma das infinitas experiências vibracionais, que eu mesmo sinto agora, seja vivendo ela fisicamente, usando um ou mais dos meus cinco sentidos numa ação física ou apenas vivenciando através de; observação, visualização ou imaginação. Em qualquer realidade que eu estiver, eu só posso incluir mais, sempre! Eu posso até mudar de realidade, mas excluir qualquer; pensamento, pessoa, coisa ou evento, jamais! Eu ativo qualquer realidade paralela, com o meu foco e a faço ser sempre mais, com a minha poderosa atenção não dividida.

Então, se todas as experiências são vibracionais, eu só preciso escolher mais as realidades que eu quero “ativar” agora, com o meu foco e atenção, aquelas que já estão em alinhamento com a Fonte de Bem Estar, que é tudo o que é… Para só então agora, vive-la plenamente ou vivencia-la alegremente. Na realidade, viver ou vivenciar, dá no mesmo, já que tudo é totalmente vibracional. Eu só preciso escolher mais, estar muito mais, bem mais consciente e deliberado, para que jamais uma só observação ou uma circunstância, seja a razão de eu escolher a realidade emocional que eu mesmo vou ativar agora. Assim como eu jamais posso deixar com que o comportamento das outras pessoas, as escolhas das realidades dessas outras individualizações, também sejam o motivo de eu estar escolhendo agora, a realidade que eu vou experimentar agora, por ativa-la emocionalmente, ao pensar e sentir mais, sobre ela, aqui e agora.

REPLICANDO VIBRAÇÕES DE CRENÇAS DOMINANTES…

- quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

I Essa é talvez a minha maior crença dominante, de que: “Eu só tenho aquilo que eu acredito”. “Eu jamais terei algo que eu não acredito”. E eu realmente quero me sentir daquele mesmo jeito, daquele jeitinho que eu senti quando percebi que isso era verdadeiro, eu acreditei tanto que eu até podia sentir; o cheiro, o sabor, a aparência, o barulho e até o sentimento de toca-lo mentalmente. E eu quero sentir mais isso com aquilo, e aquilo também, e com mais isso, e isso e mais isso… Isso sim é replicar mais… Essa é a minha maior e mais fácil oportunidade de eu mesmo conseguir tudo o que eu quiser, sobre qualquer coisa… E isso funciona igualzinho pata tudo e qualquer coisa, e tudo é TUDO…

Como os Abraham me relembram, eu só oscilo vibracionalmente um pouco menos, nas coisas que já estão dando certo na minha vida, e oscilo bem mais e com frequência, nas coisas que não estão dando certo para mim. E eu quero ser mais consciente e mais deliberado do ato de me pegar oscilando. Porque como eu sei que jamais poderei excluir um só pensamento, eu só preciso dar mais enfase, enfatizar mais, os pensamentos que eu menos oscile agora, e que já me façam me sentir melhor. E fazendo isso, o que eu estou praticando é a minha vibração e nunca os meus pensamentos. Porque quando eu mesmo sei, que eu já senti, que eu já vivi ou vivenciei, isso que eu já sou agora, eu pratiquei o sentimento daquela vibração, eu pratiquei mesmo a vibração daquilo, agora.

Então, o que mais eu já sei, além desse assunto que eu acredito que eu já sei? Eu sei que eu entrei em uma realidade que já existia. Eu sei que posso criar em qualquer realidade que eu estiver. Eu sei que eu sou um criador deliberado. Eu sei que tenho infinitas escolhas. Eu sei que a vida é um Big Hiper Selfe Service. Eu sei que tudo é um contraste e que tem dois lados, o lado do Bem Estar e o lado da falta do mesmo. Eu sei que todo desejo; pensamento, pessoas, coisas e eventos, são contrastes que me fazem sempre desejar mais. Eu sei que eu posso focar apenas no que quero. Eu sei que circunstâncias nunca importam, o que importa é eu me sentir bem. Eu sei que pensamentos se tornam coisas. Eu sei que a energia da Fonte está ciente de mim. Eu sei que eu tenho um ser interior além do ego. Eu sei que eu tenho um poderoso vórtice criativo. E junto com todo esse saber que eu estive praticando, pensando e escrevendo sobre o que eu sei de verdade, eu mesmo estive praticando e mantendo está mesma frequência vibracional que me permite os mesmos resultados, em relação a todos os assuntos que já estiveram em minha própria experiência. E se eu jamais voltar a deixar passar, de míseros 69 segundos, aqueles pensamentos resistentes, que eu mesmo poderia parar de pensar ao procurar um alivio imediato, e assim, voltar a resolver tudo, apenas pensando mais deliberadamente e consciente em tudo aquilo que eu já sei, que eu confio, que eu acredito, que já se transformou em uma das minhas crenças dominantes, eu posso tudo… Porque eu olhando para minha vida, eu mesmo pude perceber que, eu só tenho aquilo que eu mesmo acreditei e jamais pude ter algo que eu jamais acreditei.

VINDO À TONA AS FALSAS PREMISSAS…

- quarta-feira, 22 de julho de 2015

reforço de sincronicidades de crenças Existem muitas falsas premissas vindo a tona, a maior delas é a que “devemos encarar a realidade”, porque só assim a mudaríamos e ganharíamos; nossos louros, nossos troféus e nossas glórias, e na verdade, só a expandimos ainda mais, mais e mais, toda essa realidade que não queremos. Só se deve encarar uma realidade, se ela já é a realidade em que queremos estar agora. Outra muito usada é que, “antes do Bem Estar deve existir o mal estar”. Na realidade nunca existiu o mal estar, ele apenas é a ausência do Bem Estar. Quando parece que uma coisa está indo de mal a pior, é só porque se está focado na realidade que não se quer e ainda resistindo muito mais ao natural fluxo de energia e informação de Bem Estar que, está eternamente se expandindo e se tornando mais prospero e muito mais abundante em tudo. Tudo é eternamente sempre mais. Só existe inclusão nesse mundo físico em eterna expansão. Nada de exclusão. É foco e atenção para mais Bem Estar, ou foco e atenção para mais ausência de Bem Estar.

Então, nesses momentos de maior fluxo de Bem Estar, ao se encarar a realidade que ninguém a quer, as muitas falsas premissas boiam como rolhas em um oceano de incertezas e medos. As pessoas usam a falsa premissa da “justificativas” como se isso resolvesse tudo. Todos procuram fora de si, suas justificativas para ainda estarem numa realidade ruim, até dão justificativas inventadas, mas também ruim, ou alguém já viu uma pessoa dizer que faltou ou chegou atrasado, por ela estar se sentindo bem, porque esteve vendo um filme empolgante ou por ter passado uma noite maravilhosa? Sempre é porque aconteceu uma desgraça qualquer, elas até matam em suas mentes pessoas próximas. Outra falsa premissa muito comum é “consertar erros passados”. E tudo focado agora, só se torna mais em qualquer uma das infinitas realidades paralelas. A mais usada é o “merecimento”, as pessoas usam essa falsa premissa para usar outra, justificando fazer algo que não lhe trás felicidade alguma, para quem sabe merecer o que ela quer e que já é dela, se ela apenas parasse de resistir ao seu natural Bem Estar, agora.

EU ADORO REVER O FILME JUMPER…

- terça-feira, 24 de março de 2015

Jumper_Pôster Esse filme é na realidade um pouco do que eu mesmo vivo. Eu sou um verdadeiro Jumper… As pessoas não sentem que elas mesmas estão sempre pulando para outras realidades paralelas, e isso acontece a cada segundo ou até menos do que isso, podemos estar em realidades paralelas a cada nanosegundo, e a verdade é que são infinitas realidades paralelas que só se expandem para mais. E o melhor, eu posso escolher ir para a que eu quiser agora; sem ter de me justificar, ser ter de fazer por merecer ou sequer para consertar coisas, simplesmente escolhendo apreciar mais; pensando, sentindo e focando mais, apenas o que mais quero. Apenas, quem conscientemente e deliberadamente pula para outras realidades bem diferentes dessas que estamos sempre pulando momento a momento agora, tem a crença que as possibilita, as permite ir e vir quando quiserem a infinitas realidades nunca imaginadas pela maioria.

Tudo o que eu já desejei nessa realidade, já existe em realidades paralelas que eu as coloquei lá, aqui é a realidade que me mostrou a falta, sou eu quem tenho que ir para a realidade que já tem o meu desejo, eu só preciso entrar na frequência e pular para lá. São poucas as pessoas que fazem isso conscientemente. E para se acostumar com isso, é preciso aos poucos tomar consciência das realidades paralelas que a nossas crenças já permitem. Eu estar escrevendo é uma realidade, eu não escrever já é outra realidade, quando vou a praia, eu já entro em muitas outras realidades, cada pessoa que eu encontro vivem em muitas realidades que, eu posso, não ter o desejo de experimentar ou desejar curtir isso, mas são realidades que já existem, a minha atenção por mais de 17 segundos é o que faz eu mesmo pular para essas outras realidades. O barato mesmo é começar a pular sempre mais longe. Pensar, sentir e focar em realidades que gostaríamos de experimentar agora, a única coisa que impede alguém, de fazer isso é o apego a essas realidades paralelas com tão poucas diferenças que as fazem parecer apenas uma.

O medo é o seu pior inimigo…

- segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O que impede de eu, esse Ser físico, de; Ser, Ter ou Fazer qualquer coisa que eu realmente queira, é o meu próprio medo. O medo realmente paralisa as pessoas, e é o medo que me faz pensar que, eu apenas vivo nessa realidade baseada no medo. Com os Illuminatis, e os banqueiros e suas industrias farmaceuticas dominadores. Essa realidade só se mantém, pelo meu medo, ela se alimenta da energia do meu medo. Porque na realidade eu o que eu acredito ser democracia é apenas uma republica. A maioria das pessoas jamais quiseram a real democracia, apenas querem viver em republicas, é isso que as religiões são, o que os países são na sua realidade, apenas republicas.

Mas a verdade é que, quando você consegue sair do domínio do medo, você percebe que, vivemos em muitas realidades paralelas ao mesmo tempo, existem várias Terras, existem vários mundos, só não percebemos isso, porque sempre as realidades mais próximas, tem poucas diferenças entre elas, se eu fizer deliberadamente uma viagem emocional a uma realidade paralela bem mais distante, onde eu tenha uma realidade muito diferente mesmo da que estou vivendo agora, então aos poucos eu consigo perceber que eu tenho esse poder. De escolher a qual eu quero viver…

É como um estudante que vai para um outro estado, ou até um pais distante, onde a realidade daquele pais é completamente diferente do seu pais de origem. Geralmente essa pessoa cresce muito, ela incorpora novas culturas, novas coisas, novos modos de viver a vida, de comer, e passa a ser sempre mais.

Quando eu realmente entendo as leis Universais, então eu entendo que é tão fácil criar um mundo do jeito que eu quero, como também é criar um modo ou um estilo de vida. Todo o principio é igual. É tão fácil criar uma renda mensal de R$ 1.000,00 ( mil reais), como é criar uma renda mensal de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais). Sempre é a mesma aplicação das mesmas leis para duas intenções diferentes. Você é quem sempre escolhe como quer viver… Você pode até achar que isso que eu escrevi é pura loucura, mas é mais louco você continuar vivendo no medo que impera e é a sua realidade atual…