Posts com a Tag ‘Pais’

SOLIDÁRIO, SÓ COM A ALEGRIA…

- sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Nayana IX Toda e qualquer criança é naturalmente alegre. Nossos filhos estão naturalmente sintonizados na Fonte de Energia. E quando eles estão mergulhando e vasculhando os contrastes, é natural que haja algumas coisas que possam desconectá-los. Eu apenas não devo deixar com que essa desconexão, em seguida, inflamar mais a minha própria desconexão. Muitos pais já descobriram que seus filhos, na maioria das vezes, se sentem bem quando o fazem e quanto mais solidário se é, mais ou menos seus filhos também são. Eles sempre copiaram vibrações, eles são um forte reflexo do modo como eu mesmo estou me sentindo na maior parte do meu tempo…

PAREM DE ATERRORIZAR SUAS CRIANÇAS…

- quinta-feira, 4 de julho de 2019

ALEGRIA ESCANCARADA A maioria dos pais, quando vê suas crianças não aterrorizadas pelas coisas que as aterrorizam, elas trabalham muito até que finalmente as aterrorizam de verdade. E eles ensinam mesmo esses medos irracionais que eles mesmos sentem no seu dia a dia. E eles até são bem intencionados, mas eles fazem isso mesmo. A maioria ainda acredita que se preocupar é uma forma de amar suas crianças. E por agora, todos já estarem aterrorizados coletivamente, pais e filhos, todos eles focando mais no que sabem que não querem e todos agora já se preocupam ainda mais, com tudo aquilo que só veio a existir, pelas suas próprias preocupações e suas atenções repetitivas sempre focadas no lado de falta que eles mesmos criaram juntos pensando, apenas para eles poderem dizer. Eu não disse que ia acontecer isso…

NESSA ZONA ELEITORAL…

- domingo, 30 de setembro de 2018

brasil que Vendo o que acontece com os políticos, principalmente nesses períodos eleitorais, onde um reclama do outro, eles reclamam de tudo mesmo, tudo e todos para eles está errado. Então, um leva facada, o outro também vai parar num hospital e a coisa fica bem mais clara. Os Abraham já me diziam que. “A maioria das pessoas nem percebe que, à medida que continuam encontrando coisas para reclamar, elas não permitem o seu próprio Bem Estar físico. Muitos não percebem que, antes de se queixarem de um corpo dolorido ou de uma doença crônica, primeiro se queixavam de muitas outras coisas”. Eu mesmo já vi e ainda vejo isso acontecer com muita gente da minha família. “Jamais importa se o objeto da sua queixa é sobre alguém com quem você está zangado, ou se é o comportamento dos outros que você ainda acredita estar errado, ou algo errado com o seu próprio corpo físico”. Reclamar é reclamar e isso nunca permite melhorias…

ME LIVRANDO DO MEDO E DO PADRÃO…

- quinta-feira, 23 de agosto de 2018

crianças na praia Essas são as duas coisas mais resistentes que já estou me livrando mais facilmente, recentemente. E eu descobri que é bem mais fácil sair desses hábitos nefastos, que é usar o velho padrão e ainda sentir medo das grandes mudanças, apenas usando uma coisa que eu relembrei, simplesmente vendo algumas crianças brincarem naturalmente na praia.

Embora seus pais levem um monte de brinquedos, talvez porque eles mesmos, não tiveram tudo isso na sua infância, a maioria das crianças nem brincam com todos eles. Os pais morrendo de medo em vê-los pulando as ondas, e elas não estão nem aí, se divertem ali, por muito tempo, apenas esperando cada onda vir, e assim, eles pulam e dão suas escandalosas gargalhadas, algumas saltam seus gritinhos de felicidade…

Sua liberdade e sua sensação de se sentir poderosa, está estampado no sorriso solto de cada criança. E agora vem o pulo do gato. Elas ao sentirem diminuir o desejo que chama a energia em forma de alegria, já escolhem outra coisa, sem se justificar ou dar satisfação pra ninguém. Elas simplesmente saem do padrão, sentam todas em uma roda, embora tenham pás e baldes, elas cavam com as suas próprias mãos a areia da praia, elas usam sacos e latinhas de refrigerantes vazias, para buscarem água do mar, e assim com suas muitas escolhas individuais, elas não copiam o medo dos pais e nem entram no padrão, de ter de usar sempre as mesmas coisas para se divertir mais…

A REGRA DE OURO… E AS CRIANÇAS…

- quarta-feira, 21 de setembro de 2016

crianca-ouro As crianças nascem no mais puro natural fluxo de Bem Estar, e mal começam a andar já são induzidas a irem contra uma “regra de ouro” que poderia ajuda-la pela vida toda. Se ela acreditasse que algo é bom e fizesse isso, ela se beneficiaria e muito com isso. Se ela acreditasse que isso seria ruim e ela fizesse isso, isso seria uma experiência muito prejudicial. Qualquer criança com essa simples premissa, seria a criança mais; livre, feliz e expansiva, que um pai ou uma mãe já viu na vida.

Mas, os pais aprenderam com seus pais, com suas religiões e suas escolas, e transmitem isso ao contrário para as crianças dizendo; não importa se você não está se sentindo bem, que você não esteja feliz agora, você tem que comer isso aqui, ou você tem que fazer isso aqui, tem que estudar muito, tem que se esforçar muito, tem que dar muito duro. E ainda as fazem se sentir mais inseguras ainda dizendo, quem está dizendo isso é seu pai é sua mãe, todo mundo faz isso, vocês tem de respeitar os mais velhos, vocês vão ter muito tempo ainda para brincar e ser feliz. E assim as crianças adoecem mais, porque elas são tiradas a força do seu natural Bem Estar e do seu Agora, e ainda criando mais falsas premissas que levarão pro resto da vida. Tudo porque foi assim que seus pais sempre mais fizeram durante toda a vida deles… Que merda!

AS CRIANÇAS COM AS VELHAS CRENÇAS DOS PAIS…

- sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Crianças-felizes-na-praia Toda e qualquer criança já começa a criar suas próprias crenças copiando vibrações, e nunca só das mães, mas das pessoas que mais circulem à sua volta, e isso começa lá pela oitava semana de gravides, quando o cérebro do bebe já está formado. A criança quer experimentar de tudo, e assim começa a criar suas próprias crenças copiando vibrações. Até as crianças começarem a andar e falar, a ingerência ainda é pouca, mas depois… A maioria dos pais, quando vêem suas crianças ainda não aterrorizados pelas mesmas coisas que eles mesmos já se aterrorizam antes, eles trabalham muito duro, até que finalmente tenha os pequenos aterrorizados. Eles ensinam-lhes todos esses medos irracionais. Bem-intencionados é claro, mas eles fazem exatamente o mesmo que seus pais lhes fizeram.

Eu vejo isso nas praias, na porta das escolas que eu passo de manhã ao ir pedalar pela orla. O medo vem sempre em primeiro lugar, as crianças ouvem mais dos adultos, o que os seus pais não querem, do que o que eles realmente querem. Então, seus pais as fazem se sentirem; culpadas, erradas e sem direito as escolhas. A escolha certa é sempre de algum outro adulto, que vai lhe dizer as poucas coisas em que ela pode; focar e portanto ativar, dar mais atenção para isso ser sempre mais em sua vida e assim pensar mais, para que isso vire mais uma crença dominante. E assim, estará feita a formatação do sistema de crenças dessas crianças que nasceram; livres, felizes e expansivas. Algumas escapam e viram uma Ivete Sangalo ou um Neymar, a maioria passa a vida condicionado a fazer apenas aquilo que lhe garanta mais, a sua sobrevivência, sem ter muitas escolhas, mesmo vivendo num mundo de infinitas possibilidades…

AS GAIOLAS DA IMAGINAÇÃO…

- sexta-feira, 20 de novembro de 2015

pais e filhos Todas as guerras que tivemos até agora, foram provocadas porque muitas pessoas ainda hoje, precisam que as outras se comportem de uma certa maneira, para que elas mesmas se sintam bem. O mais gozado disso tudo e que; os ídolos, esses seres especiais ou crianças índigo, dessas pessoas muito resistentes a mais; liberdade, felicidade e expansão, dos seus próprios filhos, esses ídolos atuais deles, quando crianças, foram duramente condenadas e até sofreram bullying da própria família, que diziam, como você ousa ser tão egoísta, a tal ponto de só querer seguir aquilo que te faz bem? Você só quer jogar futebol moleque… Você só quer saber de cantar menina… O que você vai ser quando for grande? Vai estudar, vai orar… Queremos que você siga apenas aquilo que nós acreditamos ser isso que nos faz bem.

A própria sociedade é muito cruel em ser tão incongruente, ela diz que as crianças ainda não tem a capacidade de saber o que é certo. E com esse pre-conceito declarado, lhes tiram suas escolhas, ditam o seu foco e a sua atenção, no pouco que eles, seus pais acreditam, e tiram isso por eles mesmos, que o seu filho só tem a capacidade de fazer ou realizar aquilo que eles mesmos acham que é possível, e ainda mais, muito mais, em tudo aquilo o que eles não querem e não desejam, fazendo isso ser sempre mais na vida deles e das suas crianças. Ainda hoje, temos uma sociedade meio que perdida, onde a maioria da juventude e jogada de uma lado para o outro, por ser apenas meros observadores reagentes das circunstâncias e eventos alheios, ainda idolatrando os antigos rebeldes que elas queriam ser, e que não foram, mas que agora são os que os fazem se alegrar um pouco, nos poucos momentos que podem.

O BEM ESTAR SEMPRE ABUNDA…

- sábado, 17 de janeiro de 2015

Arthur recebe o carinho dos pais Só existe o Bem Estar, tudo é energia e informação de puro Bem Estar, num fluxo; simultâneo, ininterrupto em eterna expansão, tudo mais é apenas ausência de energia e informação de puro Bem Estar. Quando nascemos ainda somos por um longo período de tempo, puros Bem Estar. E assim fomos por muitos e muitos momentos mais; livres, felizes e expansivos, e ainda tínhamos infinitas escolhas, focávamos o que queríamos e apreciávamos muito todas as coisas a nossa volta, tudo era uma festa…

Conforme vamos crescendo, nossos pais que ainda sonham com a nossa felicidade, sem perceber nos tiram toda a nossa liberdade de escolhas. Logo vem as escolas que nos pede um tempo para a nossa natural felicidade e diversão com a vida. Se aceitamos a religião de alguém, perdemos todas as nossas escolhas, Quando nos jogam no mercado de trabalho a maioria perde a sua total e eterna expansão… Porque ninguém em momento algum, quis ou quer saber da sua felicidade, do seu natural Bem Estar, ninguém te pergunta, isso te faz ainda mais feliz?

A coisa mais maluca nessa vida e que todos, sem exceção, tentam durante toda a nossa vida, nos tirar do nosso natural Bem Estar, e ainda querem nos ver fazendo de tudo, sem se preocupar em nada com o nosso próprio Bem Estar, mas, eles querem o Bem Estar deles nos fazendo esquecer o nosso, e o mais cômico é que todos eles ainda até hoje, continuam nos prometendo para só lá no finalzinho, nos fazer encontrar o nosso próprio Bem Estar, que nos fizeram a vida toda resistir mais. Onde tudo que todos nós precisaríamos de verdade, inclusive eles, para continuar no eterno Bem Estar, era apenas APRECIAR mais a vida… APRECIAÇÃO é a formula mágica que todos nós ainda estamos procurando…

Alegria no inicio… Alegria no meio… Alegria no final…

- terça-feira, 16 de setembro de 2014

crianças muito felizes Eu jamais vi alguém fazendo algo, estando infeliz, ter um final feliz. Isso é praticamente impossível. Tudo o que eu precisei fazer para ser sempre mais feliz, e atrair tudo o que eu preciso e quero e ainda ser sempre um grande sucesso, fazendo apenas aquilo que mais me faz ainda mais feliz agora, foi procurar no inicio de tudo, um pensamento que me fizesse sentir alegria naquele exato momento. A minha vida é agora, não é no happy hour, no final de semana e muito menos é nas férias, a minha vida é, aqui e agora. E eu só sei se estou feliz mesmo, se eu mesmo estou desejando agora que esse momento jamais acabe…

Todas as crenças resistentes ao fluxo de energia de Bem Estar foram criadas ou formatadas em minha vida com muitas repetições e sempre envolvidas por emoções de ausência de Bem Estar, quanto mais racional eu fico, mais eu mesmo raciono esse fluxo de Bem Estar em minha vida. Então, as pessoas vivem repetindo a minha volta. Agora não dá, agora eu tenho de trabalhar, vamos nos divertir mais tarde. Agora é a hora da luta. Hoje vai ser mais um dia de cão. E por ai vai… Porque foi isso que a maioria ouviu dos pais, dos professores e dos seus lideres religiosos. Se esforce muito primeiro e depois descanse que a hora de se divertir vai chegar. E o único que não faz o que prega, são os lideres religiosos, que já estão de olho nas nossas crianças de 4 anos, para que entrem nas suas escolas de aprender a resistir a felicidade…

Agora é lei colocar os filhos aos 4 anos nas escolas. Mais uma lei resistente ao fluxo e completamente inibidora de mais; liberdade, mais felicidade e mais expansão. Os pais em vez de estarem apreciando a visão especial que cada criança traz para esse grande mar de diversidade e contraste, que é o material apropriado para que toda a criação venha surgir nessas crianças. Eles as colocam em lugares onde as pessoas vão tentar fazer de todas as maneiras com que as crianças se tornem iguais, saiu fora do padrão, castigo ou isolamento para não incentivar os outros. Percebeu agora que ninguém, nem quem fez essa lei, nem os pais e muito mesmos os professores, tem a consciência ou mesmo a habilidade, para ver as crianças como “os seres muito especiais, muito individuais que elas realmente são de verdade”. Mesmo sabendo que todos nós somos seres realmente individuais, com talentos muito especiais. Só precisamos colocar isso para fora com toda a alegria que pudermos emanar, porque fazendo apenas isso e todos nós teríamos o sucesso que todos nós queremos ter, que é ser sempre mais; feliz, mais livre e mais expansivo, aqui e agora.

Muita gente mudou de vida, e vive o que quer… Porque você ainda não mudou a sua?

- quinta-feira, 12 de abril de 2012

Nossos pais e professores, são exatamente iguais ao de todo mundo, todos eles foram também ensinados desde pequenininho, pelos pais deles e também, pelos seus professores, sempre sobre a necessidade de salientar a “realidade” da vida para você. E eles dizem: “Encare os fatos. Olhe para o que é.” A realidade é dura. Você não pode viver de sonhos…

E a vida mostra pra todo mundo, a toda hora, que a coisa não é bem assim… Se você só é capaz de ver apenas o que já é, somente a sua realidade atual, então, pela Lei da Atração, você só irá criar mais, apenas mais do que já é…

Você deve ser capaz de colocar seus pensamentos além do que é, muito além da sua realidade atual, a fim de atrair algo diferente ou algo mais que você tanto sonha.

Eu ouço de muitas pessoas, até mesmo das que eu só conheço pela internet, todas elas mostram pelo que falam ou até pelo que escrevem, que elas encaram a vida real, como se fosse a sua única escolha. São pessoas que mal termina o domingo e já postam, “lá vem a maldita segunda feira”, como se fosse uma coisa muito ruim, e pra ela é realmente tuim, eu porém já acho ótima as segundas. Outras dizem, eu não agoento mais meu companheiro, ele está arruinando minha vida. Outras dizem, meu emprego é um merda, mas eu preciso dele para sobreviver. Muitos ficam compartilhando campanhas contra o salário dos deputados, sobre a linha de tempo do Facebook, como se isso fosse adiantar alguma coisa. Então elas tem sempre mais do que já vivem.

Até mesmo as que acham bonitos os livros dos Abraham, que entram em comunidade focadas no Bem Estar, e outras que devoram os vídeos de Bashar, onde, todos falam sobre as mesmas coisas, sobre primeiro se sentir bem. Elas pensam com o medo de mudar, muitas delas pensam que terão de deixar de trabalhar pra ser feliz, de largar do seu companheiro ou de mudar de trabalho para começar a se sentir bem, ou ter o que tanto quer. Só que isso é um doce engano, por elas continuarem a só pensar no que é, elas largam o que não querem e atrem cada vez mais e mais do que elas mesmas não querem.

Tudo isso apenas por não saberem; pensar, escrever e falar, sobre uma nova historia melhorada de sua própria vida. Mesmo sabendo sobre as historias de quem mudou de vida, e que está ai, para ser vivenciada e servir de exemplo, para que, cada um possa se contagiar e contar a sua própria historia do que quer muito viver aqui e agora.