Posts com a Tag ‘Olinda’

EU ESTOU SEMPRE MUITO FELIZ…

- quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

carnaval Eu jamais posso avaliar o valor de minha vida pela quantidade de anos que eu estou vivendo ou que vou ainda viver. É pela alegria que eu estou sentindo agora que eu lhe dou valor. E quanto mais alegre eu estiver, mais tempo eu vivo. Sem alegria, só se tem mais tempo de sobrevivência, eu vejo isso nas outras pessoas. E eu quero é relaxar mais, respirar profundamente, ser mais livre, ser mais alegre e brincar à vontade. A experiência de vida física ideal para mim é sempre ter mais e muitas coisas que já me estimulem mais, a desejar mais e ainda ser mais consciente e deliberado, de maneira que eu mesmo sinta mais tudo isso. Então, aqui estou eu, realmente a todo momento, sempre buscando mais pensamentos que me façam sentir bem, e então eu estou aberto a tudo, a todas infinitas possibilidades, eu estou sintonizado, escolhi, foquei ativei, dei atenção se tornou mais. E eu já vivo mais feliz, porque eu sei com clareza que, o momento de eu bater as botas, sempre será escolhido por mim…

EU VIVO NA PRAIA, ELA NUMA FABRICA…

- terça-feira, 18 de julho de 2017

felicidade escolha E realmente eu vivo muito bem com a minha baiana arretada, somos completamente diferentes; eu não gosto de religião, ela gosta, eu adoro o meu Bem Estar e ela se eu deixar passa até dias de cara enfezada comigo, resistindo o seu natural Bem Estar, eu adoro Internet e redes sociais e ela adora livros românticos, eu adoro rock e ela música popular, ela adora ficar vendo TV e eu ouvir músicas o dia todo, eu adoro cozinhar e ela só faz doce, ela adora shopping, eu adoro praia, ela adora mais restaurantes e eu adoro mais barzinhos, eu adoro carnaval irreverente de Olinda ela adora o de cordinha e trio elétrico de Salvador. E assim, lá se vão quase 20 anos de namoro, mesmo morando juntos e ainda somos muito felizes. E o mais importante jamais deixamos nossas famílias interferirem em nada em nossas vidas. Eles ficam meio arredios quando me ouvem falar, eu adoro estar feliz com a minha kk e adoro estar feliz só, eu adoro estar feliz só nos dois e adoro estar feliz quando estamos acompanhados, eu adoro tudo o que me faça sentir melhor…

E realmente queremos coisas completamente diferentes, e ainda estamos todos esses anos escolhendo caminhos diferentes. Mas quando nos dois tendemos a uma jornada completamente emocional, o Universo habilmente nos dá, aos dois, exatamente o que cada um quer… Mas, isso só acontece quando cada jornada, seja; ficar em casa ou na piscina, uma saída à noite, uma ida a um barzinho com amigos, um bom jantar num ótimo restaurante, uma viagem de fds ou uma visita aos nossos familiares, sempre tende a ser mais uma jornada emocional. Então, este Universo tem os recursos e a astúcia para orquestrar para cada um de nós o que cada um quer, mesmo quando achamos que essas escolhas ainda são opostas, uma da outra. E assim, isso é e vem sendo muito divertido de se viver mais… Somos eternos apaixonados enquanto ainda expandimos o nosso Bem Estar…

O CARNAVAL E SUAS INFINITAS POSSIBILIDADES…

- quarta-feira, 1 de março de 2017

CARNAVAL 2017 É no carnaval que vemos com muito mais clareza, as pessoas extravasarem, saírem literalmente do lado da falta ou ausência de Bem Estar, são milhares de contrastes bifurcados, podendo agora dar bem mais valor, ao lado do Bem Estar que é natural a todo mundo. É no carnaval que a maioria das pessoas (contrastes), param de tentar controlar os outros e assim não atraem mais todo os tipos de controle para si mesmo. E vendo a loucura que é o carnaval, é até muito fácil de entender como os egos, ainda muito resistentes ao fluxo de Bem Estar, durante o ano no seu dia a dia, chegam a conclusão que o caminho para ele mesmo se sentir bem, seria tentar influenciar ou controlar o comportamento dos outros. Porque o carnaval é apenas uma pequena amostra do que realmente é a vida com mais; liberdade, felicidade e expansão. É um mundo de infinitas possibilidades, todo mundo se diverte do jeito que ele quer.

E é só o carnaval acabar, que as pessoas voltam ao controle, e cada um tenta voltar controlar a vida dos outros novamente. E o ego ainda muito resistente vivendo em sociedade, tenta controlar todo mundo através das suas muitas influências e coerção. E é muito fácil perceber que ninguém pode conter ninguém. Quanto mais leis o ego resistente cria, mais aumenta todas as formas de transgressões, as cadeias estão lotadas, os presídios abarrotados. E isso é só uma pequena amostra do que esse tipo de controle faz com as pessoas. E é nessas horas que fica muito fácil ver e aceitar, que é a sua atenção as coisas indesejadas, o que trazem mais coisas indesejadas, como essas muitas coisas pedidas e colocadas em holofotes pelos egos resistentes; nas rádios, nos jornais, nas Tvs e agora na Internet… E ninguém pode chegar onde quer chegar, estar, controlando ou eliminando as coisas ou pessoas indesejadas. É só observar o que mais cresce na vida das muitas pessoas, ainda muito resistentes ao seu natural fluxo de Bem Estar.

É PRECISO SER VIDENTE PARA PREVER O FUTURO?

- quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

carnaval Só é preciso entender a física Quântica que diz que tudo que vivemos é montado agora, a cada momento, são átomos assumindo a forma que o observador quer experimentar. Então, nem é preciso ser um vidente para saber que muitas empresas vão falir no ano de 2016. que as coisas vão piorar, que muita gente vai ficar sem emprego. Elas, os observadores estão pedindo para mais disso, para os átomos darem essa forma a sua realidade, apenas por ainda estarem focadas na crise, e compartilhando essas coisas indesejadas pela Internet, se já não bastasse os jornais e a televisão.

As pessoas em vez de ir a praia para se divertir, apreciar mais a beleza da vida, elas voltam a pensar e se preocupar com o destino da economia. O mais hilário é que o Brasil vem sendo roubado pelos políticos desde que os Portugueses e os safados dos padres católicos, roubaram o Brasil dos índios e o país nunca quebrou. E isso tem um só motivo. O Brasil tem um povo alegre e festivo, tudo é motivo de festa, eu estive na Bahia, que maravilha, carnaval vem ai, e é só continuar alegre depois, que os átomos continuarão a dar mais dessa forma de alegria, para quem quer mais, e deixar de voltar a procurar crise. Quem fica procurando problemas para compartilhar, esse está sempre lascado e merece ser o palhaço da vez, para rirmos muito dele, no Galo ou no carnaval irreverente de Olinda, aqui e agora.

CARNAVAL, UM BOM MOMENTO PARA SE APROVEITAR O VÓRTEX COLETIVO…

- sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

o-melhor-carnaval-do-mundo Eu adoro aproveitar toda a energia do fluxo de Bem Estar, e nada melhor quando se tem alegria pipocando como no carnaval. O único mandamento para mim é não sair de casa sem estar já dentro do meu próprio vórtice e ao estar alinhado dar a minha intenção de; “Jamais importa onde eu esteja, com que eu esteja ou com o que eu estiver me divertindo, nada é mais importante do que a minha alegria, eu só quero ver o que eu quero ver e só quero ouvir o que eu quero ouvir, e tudo tem de estar ligado ao meu próprio Bem Estar”.

Então, no meio da folia, dessa animação toda e de tanta alegria eu realimento mais as minhas crenças. Eu vou comprar uma água, cerveja ou um salgado, na hora que eu pego o dinheiro, eu grito, eu adoro ter dinheiro sobrando, e as pessoas me olham e riem mais. Vejo uma casal se abraçando e se curtindo, eu grito, eu adoro ter uma eterna namorada, e as pessoas focam em mim e sorriem mais. Vejo alguém chegando com um um carrão que eu gosto, eu aprecio e grito, adoro meus brinquedinhos de criança grande e todos olham felizes para mim nesse exato momento. Então, eu quando grito tudo isso, um monte de gente feliz se foca em mim nesse exato momento e todos só emanam mais alegria, e eu ganho o beneficio do foco não dividido de muitas pessoas que estão no seu próprio vórtice criativo, só que eu faço isso deliberadamente, porque eu sei o beneficio desse foco, todos os artistas sabem como é bom ter e ser o foco de tanta felicidade… Só não usa quem não quer…

Um mundo melhor… Seria um mundo muito mais livre…

- terça-feira, 4 de março de 2014

carnaval-2014-olinda1 Olinda já foi um dos melhores carnavais do Brasil… Onde as pessoas se sentiam completamente; livres, felizes e expansivas em todas as suas imaginações. As pessoas brincavam como queriam, os de fora alugavam suas casas e todos, inclusive os próprios moradores, colocavam o som que queriam ouvir, curtiam o bloco que passavam esporadicamente, os que eles queriam, todos faziam suas guerras de lama, de água, faziam pedágios de beijos, vinha gente do mundo inteiro em busca dessa total liberdade. Foi realmente o melhor carnaval de rua que já existiu, uma festa totalmente livre e irreverente. Eu vivi isso na pele…

O que acabou com o melhor carnaval? A falta da total liberdade, foi o que inibiu ou diminuiu a total felicidade, as pessoas já não podem colocar o seu som que querem em suas próprias casas, mesmo aqueles que pagam caro, por um aluguel para estar lá, é repressão para todo o lado, ninguém mais pode brincar com lama, não podem ouvir musica baiana… Só Maracatu e Frevo… Com isso, lá se foi tudo, o que todo mundo ainda muito quer… Alguns egos ainda se preocupam, com todo mundo agindo de uma forma para eles egoísta, todo mundo brincando, se alegrando como queriam… Então esses egos escravizados por suas crenças limitadas, se perguntaram… “Se todos continuassem a fazer exatamente o que eles queriam fazer, que tipo de carnaval seria esse?”

E eu posso afirmar, “o melhor carnaval do mundo”, um muito, mas muito melhor do que esse. Porque se todos ainda fizessem o que eles queriam fazer, todo mundo iria se sentir muito mais livre. E se você se sentir livre, você se sente totalmente poderoso. E todas as emoções negativas que existem, prestem muita atenção sobre isso… Todas as emoções negativas que existem hoje no carnaval é porque há de alguma forma, a sensação de perda de liberdade, em algum lugar, lá onde todos ainda querem muito estar… Tudo que se quer de tudo, no final de tudo que se fás é… Se sentir, feliz, livre e expansivo…

Não só em Olinda… Se você notar até no carnaval do Rio, uma das únicas coisas que trazem a violência a tona, é a competição antes e depois da alegria. As pessoas se divertem, são criativas, se unem e criam coisas belas, mas a competição as desunem antes para se ter a grana para estar na avenida, os desunem no final com os pontos por escola. E em Salvador, é também a competição por grana, a grande maioria da garotada da própria terra, não tem como pagar para estar no trio, dentro das cordinhas, e essa falta de liberdade, sempre gera menos felicidade e mais violência e muito mal estar… Só não vê quem finge que não quer sentir…