Posts com a Tag ‘matrix’

RELEMBRANDO ALGO IMPORTANTE…

- sexta-feira, 23 de agosto de 2019

fenomeno-ll Eu nunca posso ter um final feliz no final de uma jornada infeliz; simplesmente isso não funciona assim. A maneira como eu estou me sentindo, ao longo do caminho, é a maneira como eu continuo a preparar qualquer que seja essa minha jornada, e é assim que ela vai continuar, até eu fazer algo sobre o modo como eu mesmo estou me sentindo agora…

Eu lia isso nos livros da Esther Hicks, e mesmo assim, em alguns assuntos, eu continuava pensando igual ao que eu pensava antes, e tinha coisas que demoravam muito a mudar. E foi aí que eu percebi a maior armadilha que a sociedade criou para manter as pessoas ainda reagentes. “Os livros que viram filmes”. A própria Rhonda Byrne tentou fazer isso com os livros da Esther e Jerry Hicks. As pessoas dizem que todos devem ler muito livros. E é isso que as fazem realimentar suas velhas crenças, ficar pensando os pensamentos dos outros em vez de escolher mais o que pensar e lhe fazer se sentir bem…

Um exemplo bem atual e esse: Muitos estão despertando para a física Quântica, mas é difícil encontrar alguém que aceite, ou que pense mais sobre: “Ele mesmo ser o observador que determina o comportamento dos átomos”. Os filmes que mais tramitam no mundo Quântico; Matrix, Fenômeno, Lucy e Sem Limites, ainda levam as pessoas a pensarem que nunca é só a sua observação que muda o comportamento dos átomos, sempre tem uma droga, ou evento externo, que eles precisam ler livros ou adquirir conhecimento ainda fora da Fonte, onde todos o conhecimento está. E todos esses filmes, ainda alimentam as teorias das conspirações, fazendo todo mundo voltar a realimentar as velhas crenças de que “não se tem escolhas” e a que “é preciso sobreviver”

O que é a vida afinal? Saia da Matrix…

- sábado, 14 de setembro de 2013

Matrix 2 Viver fisicamente é apenas reunir átomos em torno de um desejo, e um desejo é só um pensamento envolvido por uma emoção qualquer, Então é isso o que chama a energia e informação da vida, a fluir por esse corpo físico. Por que tudo nessa vida é apenas formado por átomos, não existe nada nesse Universo que não seja simplesmente isso… Átomos agrupados em diferentes vibrações, frequências…

Quando um desejo é lançado, por qualquer pessoa, átomos se agrupam, baixam vibrações, ficando com vibrações semelhantes, para ganharem densidades e assim dão formas físicas ao nossos desejos, se tornam o que convencionamos chamar de matéria, mas que na verdade, nunca passaram de ondas de reais probabilidades que, também funciona ao inverso…

Ao diminuirmos o nosso foco em cima de qualquer desejo, seja; meu corpo, meu relacionamento, meu dinheiro, meu carro ou os meus bens físicos, os átomos agora, com o tempo natural que existe nesse mundo físico, tanto para se agruparem como para desagruparem, deixam essa forma física, agora no sentido oposto, diminuem a sua densidade, ganham mais velocidade e maiores vibrações e desagrupam, para apenas esperar que, um novo desejo seja lançado ao Universo por alguém… Um outro magnifico cocriador…

Então, como se pode sentir, tudo não tem significado algum embutido nele, é o ego moldado pela Matrix, quem realmente dá o significado a tudo, com a identificação de todos esses pensamentos limitantes emotizados que, eu mesmo repeti de alguma forma, seja nos cultos, reuniões ou salas de aulas, muitas e muitas vezes, os quais agora são as minhas próprias crenças dominantes que, realimentam o meu próprio ego, para eu mesmo nunca sair da Matrix.

Desejar é só o ato de eu mesmo pensar e sentir algo, deixando toda essa energia e informação fluir por mim mesmo… Mas, tudo tem dois lados intrínsecos, o que eu desejo e a falta desse próprio desejo, o desejo e o contraste. Assim como todos podem, ser, ter ou fazer tudo o que quiser. Alguém no Universo, em um momento criou um grande contraste, um grande arquétipo, um conceito de “religião”. Algo que faria com que, todos que tivessem contato com qualquer uma delas que, foi moldada em cima de muitas crenças limitantes e deliberadas, se apenas as encarassem, como um simples contraste, pudessem criar ainda mais desejos de; liberdade, felicidade e expansão.

As religiões apenas “represam” uma grande parte das infinitas possibilidades da energia e informação do Universo, se encaradas como simples contrastes. Basta olhar para os seus dogmas, e os seus muitos medos, culpas, karma e pecados, criando apenas mais crenças limitantes e dominantes, do que crenças positivas. Porque todas elas foram criadas em cima dos contrastes que, elas mesmas transformaram em problemas, para que as pessoas tivessem que resolver tudo isso fisicamente. Então, ai se criou a MATRIX.

Se qualquer pessoa parar e observar atentamente de perto, verá que todas as religiões e as escolas que elas mesmas criaram ao redor do mundo, estão sempre muito mais ligadas aos medos, e aos problemas que, elas mesmas, mais tentam fazer as pessoas focarem e darem a sua total atenção no seu dia a dia. Então em cima de tudo isso que jamais nos levará de volta ao fluxo de Bem Estar, criou-se tudo; o trabalho para resolver problemas que nunca existiram, a politica que só faz a mesma coisa e as muitas leis limitantes para tentar resolver os problemas que, apenas crescem mais com o foco em cima deles, e nunca na alegria do desejo que nasce com cada encontro com esses contrastes que a vida nos fornece agora. Eis a grande formula da Matrix, “estimular e reprimir”…

Então elas só nos fazem resistir ainda muito mais, ao fluxo de energia e informação do Bem Estar, já que nunca existiu um fluxo de energia do mal. O mal estar é, apenas a nossa própria resistência ao fluxo ininterrupto e natural de energia e informação de Bem Estar. E tudo precisa fluir para não se estragar… Pare pra pensar e sentir isso, que sua vida simplesmente fluirá para melhor…