Posts com a Tag ‘jovem’

O FUNK PODE SER UM INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO?

- segunda-feira, 7 de maio de 2018

funk Essa foi a pergunta que minha sobrinha baiana de 15 anos me fez ontem em Salvador, enquanto eu me preparava para voltar ao Recife. A resposta sempre está em cima de qual é o ego, que está realmente perguntando agora, o ego Newtoniano ou o Quântico? O ego Newtoniano está sempre buscando formulas limitadas, para que todos com a mesma ação física, sempre tenham os mesmos efeitos, formando assim, os seus muitos especialistas em limitar a observação e os resultados dos outros a sua volta, fazendo sempre tudo ser apenas mais do que é. Já o ego Quântico, ele sabe que tudo é energia formada por átomos que sempre se comportarão assim como ele observa. Então, ele tem escolhas, ele sabe que é ele quem ativa a energia com o seu foco e que é ele também quem faz, os átomos darem eternamente a mesma forma, de isso ser sempre mais, com a sua simples, mas poderosa atenção…

E como só existe uma só energia, uma só vibração, ou a ausência da mesma. O ego racional criou essas suas frequências de presença da energia e também da ausência dela, formando assim, as suas nuances das emoções humanas, que vai do Bem Estar, que é o máximo de energia que a fisicalidade suporta, e o mínimo de ausência mesma energia, que esse mesmo corpo físico ainda suporta, que é uma sensação junta e misturada de; medo, depressão, impotência, desespero e tristeza. E assim, tudo está relacionado em qual ego eu realmente estou usando agora. O ego Quântico quer sempre sentir mais e melhor, ele faz suas infinitas escolhas, ele sabe que é ele quem ativa a energia com o seu foco e que tudo vai ser sempre mais com a sua poderosa atenção, e tudo é relacionado a sua própria consciência do que ele mesmo sente, o Bem Estar ou a sua ausência…

Já o ego Newtoniano, não tem escolhas, ele acredita e precisa de uma só solução, que já faça todos os outros egos ainda resistentes ao único fluxo de energia e informação que lhes daria infinitas escolhas, a só pensarem mais em sobreviver, E o mais engraçado, sobreviver ao que ele mesmo está mais criando de ausência de Bem Estar, com a sua própria observação em cima do que ele mesmo não quer sentir, porque ele ainda pensa, portanto acredita, que isso sempre servirá e acontecerá para todos, e que os átomos sempre vão se comportar assim como ele, o especialista, recebeu de retorno pelo que ele mesmo observou e que continua dando a sua atenção, para que isso sempre seja apenas mais do que é… E assim, ele mesmo ainda poder dizer, eu não disse que eu tinha razão? Qualquer coisa, inclusive o Funk, é irrelevante, o que o ego quer sentir, é a coisa mais importante. Quais as emoções que isso está me fazendo sentir agora? Isso é o que muda e transforma a vida de todo e qualquer jovem…

O POVO DE HUNZA, ONTEM NA PRAIA…

- quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Hunza Eu estava falando com um amigo na praia sobre o povo de Hunza, que vivem até 140 anos ou mais, sem ter tido nenhuma doença, suas mulheres de 80 anos com aparência de 20 anos, mulheres engravidando com 60 anos, homens com 120 anos ainda fazendo o que qualquer jovem faz. Mas, a maioria do resto do mundo foi programada para esperar um declínio físico. E mesmo que seja algo que ninguém quer, ainda somos programados para ainda esperar mais disso que não queremos. E a própria física Quântica comprova que qualquer pessoa só encontra aquilo que ela mais observa. E assim todos recebem isso que elas mesmas mais focam e dão atenção, esse declínio indesejado, e isso é eternizado, não porque isso que eles ainda esperam seja a realidade que todos vivem, basta focar e dar atenção a Hunza. Mas, inevitavelmente todos vivem a realidade que cada um espera encontrar…