Posts com a Tag ‘Itaocara’

Porque eu não paro de desejar?

- quarta-feira, 27 de março de 2013

Minha mãe sempre dizia, isso desde de que, eu ainda era muito pequeno… Você nunca está satisfeito com nada menino? Meus professores também diziam a mesma coisa quando, eles apenas queriam que eu repetisse, apenas aquilo que eles aprenderam a repetir, para apenas me fazer repetir mais também. Depois vieram as religiões, as seitas e filosofias, e então todas; Os testemunhas de Jeová, os católicos, presbíteros, luteranos e os budistas, todos repetiam a mesma velha pergunta. Porque você nunca está realmente satisfeito com nada, Eduardo Billy?

Eu dizia para todos eles… Isso é que a minha vida é, apenas um jogo gostoso de brincar de sempre se desejar mais, e eu já nasci de um desejo, minha mãe pode até não ter desejado fazer sexo com meu pai, mas meu pai, com toda certeza desejou, e se não fosse esse desejo, eu nem seria esse Billy criador. Eu vim para me divertir com tudo o que eu penso e sinto, enquanto faço qualquer coisa. A minha vida sempre foi e ainda será uma aventura, como se fosse uma férias sem fim, que você pode ver nessa minha trajetória agora; Uma infância e uma vida muito louca e feliz, começando em Friburgo, Lumiar, São Sebastião do Paraíba, Itaocara, Aperibé, Niteroi, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, Manaus, São Paulo e São José dos Campos, Caragua, Ubatuba, Ilha Bela, Recife, Salvador, Paraíba, Natal, Maceió e muitas praias, muitas mesmo e você ainda fica querendo que, eu seja igual como todo mundo…

Todas as pessoas que eu passei a apreciar, foram pessoas que até hoje em dia, nunca se acomodaram em apenas repetir, o que todos queriam que elas repetissem, cada um em sua época, mas todos foram completamente diferentes; Meu avô Marino com a sua própria filosofia do Bem Estar. Os três Budas; Sidarta Gautama (Shakyamuni), Tientai da China e Nitiren Daishonin do Japão, todos com suas ideias que mudaram a minha vida. Nikola Tesla, o maior inventor de todos os tempos, dizia que, as escolas não me ensinariam a nada, tudo o que ele inventou, veio tudo pronto a sua mente. Napoleon Hill, que me abriu a minha cabeça para a transmutação sexual. Bill Gates, que abriu meu mundo para a nova tecnologia, Jerry Hicks para as muitas respostas de minha vida. Mark Zuckerberg, e sua rede social maravilhosa, a garotada dos novos alicativos e a Esther Hicks, que até hoje repete, repete e repete que, eu mesmo nunca poderei errar e que eu nunca vou fazê-lo, e ainda me recomenda a me divertir muito mais, o tanto quanto eu puder, e isso, ao longo dessa minha fantástica jornada emocional, sempre entrando e saindo do meu vórtice criativo, sempre procurando o caminho de volta, ao fluxo de energia do Bem Estar, pelo simples, mas, poderoso alivio, procurando sempre razões para me sentir bem e que, esse é o natural para mim e a minha própria vida. E que é também, a única garantia de eu mesmo poder realizar, todos os meus desejos, inclusive o da minha própria rede social Vibreleve, aqui e agora.