Posts com a Tag ‘idolos’

AS GAIOLAS DA IMAGINAÇÃO…

- sexta-feira, 20 de novembro de 2015

pais e filhos Todas as guerras que tivemos até agora, foram provocadas porque muitas pessoas ainda hoje, precisam que as outras se comportem de uma certa maneira, para que elas mesmas se sintam bem. O mais gozado disso tudo e que; os ídolos, esses seres especiais ou crianças índigo, dessas pessoas muito resistentes a mais; liberdade, felicidade e expansão, dos seus próprios filhos, esses ídolos atuais deles, quando crianças, foram duramente condenadas e até sofreram bullying da própria família, que diziam, como você ousa ser tão egoísta, a tal ponto de só querer seguir aquilo que te faz bem? Você só quer jogar futebol moleque… Você só quer saber de cantar menina… O que você vai ser quando for grande? Vai estudar, vai orar… Queremos que você siga apenas aquilo que nós acreditamos ser isso que nos faz bem.

A própria sociedade é muito cruel em ser tão incongruente, ela diz que as crianças ainda não tem a capacidade de saber o que é certo. E com esse pre-conceito declarado, lhes tiram suas escolhas, ditam o seu foco e a sua atenção, no pouco que eles, seus pais acreditam, e tiram isso por eles mesmos, que o seu filho só tem a capacidade de fazer ou realizar aquilo que eles mesmos acham que é possível, e ainda mais, muito mais, em tudo aquilo o que eles não querem e não desejam, fazendo isso ser sempre mais na vida deles e das suas crianças. Ainda hoje, temos uma sociedade meio que perdida, onde a maioria da juventude e jogada de uma lado para o outro, por ser apenas meros observadores reagentes das circunstâncias e eventos alheios, ainda idolatrando os antigos rebeldes que elas queriam ser, e que não foram, mas que agora são os que os fazem se alegrar um pouco, nos poucos momentos que podem.

POR QUE VOCÊ SÓ É, SEMPRE MAIS DO QUE É?

- terça-feira, 8 de setembro de 2015

amizade Porque você mesmo, só vem repetindo mais, apenas o que é, e isso só realimenta ainda mais essa sua crença resistente, de que tudo é só o que é. E além disso, você ainda sempre espera mais tudo ser como é, e isso é até normal, porque ninguém consegue ir mais longe que as suas próprias crenças o permite. Nunca existiu uma outra diferença entre você e seus iluminados e todos os seus ídolos. Eles nasceram como todos nós, com o Bem Estar aflorado, apenas eles escolheram continuar a sentir mais e só permitir mais Bem Estar. Eles foram rebeldes, eles não aceitaram as crenças das outras pessoas, eles apenas escolheram o que queriam copiar e foram criando suas novas crenças. E como isso sempre trás mais; liberdade, felicidade e expansão, que é tudo o que todo mundo quer, eles foram ficando melhores nisso, e cada vez melhores as coisas ficavam, e eles não se importavam com as circunstancias, podiam estar todos contra eles, mas eles mantiveram seu foco apenas no que eles mesmos mais queriam.

A coisa mais engraçada disso tudo é que, todos essas pessoas de muito sucesso, que quando criança, ou eram tratados ou como seres especiais, que são poucos, dá para contar nos dedos, a maioria deles eram tratados como delinquentes juvenis, mal exemplos, má companhia e até seres que nunca serão nada na vida, os perdedores. Até eles atraírem os seus primeiros sucessos, e como para eles tudo fica mais fácil e melhor, logo eles ganham uma nova, biografia não autorizada. Agora, eles eram crianças especiais como aqueles poucos que os pais apoiaram desde o começo. Todos, inclusive seus professores, os pais dos outros alunos que não o queriam perto, o pastor da igreja que dizia que ele tinha o demo e até seus pais agora dizem… Ele nasceu iluminado, eu percebia isso desde criança, ele era especial. Assim, todos eles justificam a castração que inconscientemente fizeram com os outros filhos, com as outras crianças, que não conseguiram escolher o melhor para elas mesmas, inclusive para eles mesmos, os adultos ainda resistentes ao seu natural fluxo de Bem Estar. E agora, todos pegam esses garotos e os colocam num pedestal na esperança de que tudo continue como é. Sem ter de enfrentar novas crianças rebeldes. Sacou, só esse são especiais, você fica na sua… (rsss)

Agora, veja como é a vida da grande maioria. Como todos nós temos nossas escolhas, e todos nós queremos sempre mais benefícios e detestamos sofrimentos, ou caminhos doloridos. quase sempre a racionalidade limitante nos prega uma peça, o mais fácil que é, permitir o fluxo de Bem Estar agora, nos parece dolorido. Veja o porque… Como nossos pais estão sempre nos fazendo focar lá no futuro, onde ninguém tem poder algum, só isso já cria uma ilusão de que existe um futuro feliz sem o agora feliz. Os pais não querem que você ocupe o tempo todo deles, então eles tem que arrumar um jeito de mantê-los na rédia, então eles primeiro fazem o agora ser dolorido. Se você fizer isso eu vou lhe bater, se você pedir isso na rua, espera para ver o que vai ganhar em casa. E ainda tem aqueles que dizem, se você não fizer isso, no final de semana eu te levo na praia. E assim, qualquer um se habitua a achar que o Bem Estar agora, lhe parece bem mais dolorido do que o desconforto de ter de esperar o final de semana para ir na praia, ainda mais sem ter de apanhar ou ficar de castigo. E assim a maioria tem sempre essa crença resistente ao seu próprio Bem Estar. Desde que eu me conheço por gente que ouço de todos a minha volta, que esse é o país do futuro, temos que nos esforçar muto, trabalhar duro, largar de lado a diversão e abraçar essa causa. Eles não percebem que a vida é agora, só existe vida agora.

Eu crio os ídolos e os contrastes…

- domingo, 13 de outubro de 2013

idolos e contrastes Todos nós somos energias e informação em forma de ondas. Todos temos o mesmo poder de criar tudo o que desejarmos e, podemos tudo; ser, ter ou fazer qualquer coisa, porque nascemos com uma tríade de intenções; liberdade, felicidade e o poder de expandir tudo. E como tudo apenas poderá ser sempre mais… Essa é a causa de tudo apenas crescer mais, tudo o que eu foco cresce mais. Nada poderá ser excluído. A prova está na nossa cara o tempo todo com as famosas famigeradas “campanhas contra”; as guerras, as armas, a escravidão, a fome, a miséria, as doenças, os desmatamentos, corrupção, violência, as drogas e tudo mais que se coloca o foco em cima. As pessoas ganham poder com o nosso foco. O foco é energia pura concentrada em cima de algo ou alguém. Ainda tem as mídias para colocar todos os holofotes para você dar mais ainda o seu foco. Mas, a escolha é sempre sua. O meu poder é eterno.

E como é tudo energia, eu posso dar mais energia e informação, para qualquer tipo de energia que eu queira, eu só preciso colocar o meu foco não dividido, em cima de uma pessoa ou de um desejo, aqui e agora. Quando eu estou sentindo o Bem Estar, ou a caminho dele, me sentindo melhor, se eu foco em uma pessoa qualquer, ela ganha mais energia, e se mais gente foca nessa mesma pessoa, mais energia ela recebe e transmite, e assim acabamos de criar um novo ídolo, uma pessoa que brilha mais, que vibra sempre mais… Se pararmos de focar ela volta a ser quem ela é sozinha sem foco. Cadê os artistas que sairam de foco? Um mito é só alguém que se tornou um icone em foco na sua àrea…

Quando saímos do nosso próprio Bem Estar, já que só existe um fluxo de energia e informação que é de Bem Estar, nós mesmos passamos agora a resisti-lo mais e, imediatamente expandimos isso e, continuamos a expandir mais energia e informação, só que agora uma energia que resiste ao Bem Estar. Nesse momento de mais resistência, não conseguimos ver os aspectos positivos de nada, tudo para nós é contraste, coisas que não queremos, ou pessoas que não gostamos. Mas, como só podemos incluir mais, também enviamos mais vibrações, energia e informação do que estamos vibrando agora, que é o mal estar ou um desconforto, e assim criamos grandes contrastes, pessoas que ganham volume de energias resistentes que, também sempre estarão se expandindo, enquanto tiver muitas individualizações em formas humanas, focadas nelas se sentindo mal. Elas se alimentam das energias negativas que enviamos. Então, essas pessoas na verdade, não são boas nem ruins, elas são aquilo que nós mesmos projetamos como sendo ela, porque somos nós mesmos quem os alimenta, do jeito que nós continuamos a desejar e ver, porque vibrar é desejar mais. Eu prefiro sempre focar mais em quem eu amo e quem me dá mais felicidade…

O desejo e as religiões…

- segunda-feira, 8 de abril de 2013

Uma amiga me perguntou… Billy, o que você me diz a respeito daquelas pessoas que, entregaram suas vidas a Jesus Cristo e, deixaram de ser viciadas, tiveram suas vidas restauradas, curaram doenças, várias pessoas, famosas ou não, dão testemunhos todos os dias, quem é esse Jesus? A energia que cria mundos? Você acredita na ressurreição de Jesus e, que ele morreu na cruz por todos nós? Parece que algumas pessoas precisam ainda de intermediários para se chegar à fonte e que mal há nisso?

Respondendo as suas perguntas, baseado no que eu mesmo acredito hoje, todas as pessoas já nascem aqui nesse planeta Terra, com uma tríade de intenções; liberdade, felicidade e expansão. Isso é inerente a própria vida. Tudo o que fazemos na vida é para cumprir e sentir essa tríade de intenções, dia a dia. Nós os humanos que definimos tudo, inclusive o que é bom ou o que é mal. Mas, na realidade tudo nesse Universo é sem nenhuma definição. Tudo é totalmente neutro.

Então, devido a essa tríade inerente a vida, tudo o que se faz, tem como um fim, buscar mais felicidade, liberdade e expansão em tudo, não importando se é o Fernandinho Beira Mar ou o Fernando Collor, um buscou o crime para ser mais feliz, o outro focou na política para também tentar ser mais feliz… Felicidade é o que todo mundo procura…

Toda pessoa que é viciada em alguma coisa qualquer que, não seja a sua própria alegria espontânea, pela sua liberdade total e a sua própria expansão, ela mesma é uma pessoa totalmente insegura e mais ainda, ela é uma pessoa muito resistente ao seu próprio Bem Estar que lhe é natural.

Então elas primeiro se entregam ao que elas mesmas mais observam no seu dia a dia e, alguns voltam suas vidas para o crime, as drogas, depois só trocam de drogas, se entregam para as religiões, que também é uma espécie de droga que, lhe deixa dependente e, é ainda pior, ela te vicia pelo medo, não pela sua alegria. É o medo de voltar para as drogas, de ter grandes desejos, de se sentir só, de não ter outra coisa pra fazer e por ai vai…

Vida restaurada é um termo falso, ninguém é restaurado, isso é um termo muito usado, por pessoas ignorantes em como realmente a vida é. Ela simplesmente esteve escolhendo experimentar uma coisa, e isso também não está errado, nem é mal, ela simplesmente estava experimentando deixar de ser muito resistente ao seu próprio Bem Estar natural, de uma maneira rápida e não natural, usando drogas. Sem saber que ela mesma poderia fazer a sua própria jornada emocional, fechar suas lacunas emocionais naturalmente… O que é também um direito de liberdade dela. Os nossos maiores ídolos de todas as gerações, de nós, pessoas comuns, foram ou ainda são os drogados e, de todo os tipos de drogas.

Quanto às pessoas doentes… O que é uma doença? É apenas uma resposta a resistência ao seu próprio fluxo de Bem Estar que, uma pessoa qualquer cria, ao se sentir mal, criando um simples mal estar, um pequeno desconforto e, em vez de procurar um alivio imediato, pensando e sentindo, em razões para se sentir bem, ela logo toma uma droga qualquer, um analgésico e, continua a pensar mais e a fazer mais, daquilo que criou o seu próprio mal estar, o seu desconforto, e fazem isso por alguns dias, às vezes por meses, então essa sua resistência ao seu natural Bem Estar, vira uma doença qualquer, até um câncer. O stress é apontado como o maior catalisador de doenças…

E se a pessoa em vez de olhar só para a sua doença, passando agora, a focar no desejo que nasce desse contraste… Em ser saudável. Se ela se foca na doença, ela só agrava ainda mais. Então, muitas pessoas usam a droga religião, para parar de pensar na doença, fizeram a sua auto cura. Mas, ficam totalmente viciados na religião, e deixam de viver a plenitude da vida.

Jesus é uma historia como todas as outras que foram pensadas, todas elas existem, porém essa é um tanto confusa, cheio de interpretações, já que foi criada por vários homens. E essa historia também foi implantada a base de muito sangue derramado nas guerras santas, ou você acreditava ou morria. Muita gente tinha de acreditar até que a Terra era quadrada. Veja que Jesus mesmo, nunca escreveu uma só linha, um só versículo, toda a sua historia foi escrita e contada, apenas depois de 60 anos da sua morte, além disso, quem realmente escolheu o que seria a bíblia dos Cristãos, a que todo mundo lê hoje, era um declarado adorador do Sol, o Imperador Constantino, que foi o primeiro Imperador Cristão e, que antes de morrer, pediu e teve sua cerimónia dos adoradores do Sol.

Eu já estive em várias religiões cristãs em minha vida e, passei anos praticando e estudando o budismo, e hoje eu acredito que, ninguém realmente precisa de intermediários, isso é apenas uma crença criada pelas próprias religiões, para catalisar e alimentar ainda mais a insegurança que as próprias pessoas têm; ao novo, a vida, a prosperidade e a expansão, apenas´para se manterem como seus guias, se locupletando de suas energias, de suas posses e de suas criações.

Esse trecho mostra como a sociedade vê a realidade e está completamente iludida…

- domingo, 28 de agosto de 2011

Os homens e seus ídolos

“Existe algo na natureza humana que nos leva a querer derrubar os ídolos que nós mesmos ajudamos a criar. Insistimos em exaltar aqueles que admiramos bem além da realidade de suas virtudes e depois, como se ressentidos pelas alturas às quais os fizemos chegar, sentimos necessidade de trazê-los para baixo de novo. Talvez faça parte da nossa natureza destruir nossos ídolos, mas essa mesma natureza nos faz também desejar ter sempre alguma coisa elevada para admirar.”

O trecho acima foi escrito por Kenneth Slawenski, na biografia de J.D. Salinger

Recentemente uma entrevista de Gianecchini no “Estadão” ele disse algo como “fui achincalhado pela mídia”, talvez pelo público, sei lá. Por conta do casamento com uma mulher famosa e mais velha, pelas discussões em torno de meu talento não reconhecido por muita gente, enfim, de fato fui muuuuito atacado. E acho que injustamente.

Só que na realidade, ninguém derruba ninguém, podemos sim, influenciar pessoas a subirem ou a descerem nas suas emoções, o que as fazem serem ídolos, é a sua exclusiva felicidade no que elas mesmas fazem, e a nossa felicidade que emitimos ao focar nessa pessoa em algum momento por um curto espaço de tempo, apenas o ajuda a ficar mais tempo no seu vórtice, porém, mesmo que eles continuem a serem felizes no que fazem, é impossível manter-nos só focados neles, pois temos inúmeras coisas para nos focar, e quando eles sentem a falta do nosso foco, se sentem mal, e por isso atraem coisas negativas.

Elas precisam aprender a se manter no seu vórtice por si só, e isso se faz se mantendo feliz no que faz a todo o momento, assim de vez enquanto atrairão novamente nosso foco que o ajudará a se manter mais tempo fisicamente no seu vórtice criativo.