Posts com a Tag ‘hiper’

CONSCIENTE DOS INFINITOS CONTRASTES…

- terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

amigos um milhão Eu estou consciente dos contrastes bifurcados, tudo aquilo que eu foco, inclusive todas as pessoas a minha volta são contrastes em minha vida, e assim eu já posso deliberadamente apreciar mais, as muitas experiências contrastantes, podendo desfrutar ainda mais desse; hiper, mega e infinito, self-service contrastante que é esse mundo. E eu já estou chegando ao ponto de; gostar, apreciar mais e ainda escolher mais, tudo aquilo que eu quero experimentar, mesmo ainda tendo tanta coisa que eu não gosto e nem quero ativar em minha vida. Eu gosto de escolher mais, e já não me sinto frustrado e nem desconfortável pela presença dessas muitas coisas que não gosto. Eu já não me sinto mais obrigado a ativar qualquer coisa que eu não queira, só para agradar alguém ou não sair bem na foto. Eu apenas escolho mais as coisas que eu gosto. Hoje mesmo me perguntaram, por que você não mais bate-papo com o fulano? E minha resposta agora está sendo essa. Eu já estou deliberando mais, não mais usar nada ou alguém, como minha desculpa para não estar no meu natural e maravilhoso Bem Estar…

OS HÁBITOS RESISTENTES…

- quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

alinhado 3 Existem muitas crenças resistentes, ainda disfarçadas de hábitos, ou seja, esses pensamentos inconscientes que continuam a serem pensados, sempre reforçando a sincronicidade resistente do ego. E onde quer que se vá, lá está esse hábito, que já deveria ser colocado conscientemente à tona, para que deliberadamente as pessoas pudessem tira-los da categoria de “hábitos” e coloca-los na categoria das “escolhas”, podendo fazer mudanças. E um deles que é muito comum, é as pessoas, ainda falarem muito mais, sobre o que elas não querem, ainda pensando que elas estão falando sobre o que elas querem. Eu estava escrevendo sobre a minha mãe, e lá estava eu interagindo com esse hábito inútil. Eu estava revisando o livro Sara, para mandar imprimir e encadernar como presente para minha neta Bia, e lá estava sendo mostrado como isso é comum, a noite, ao eu ir deligar a TV que deixaram ligada num filme, lá estava um policial falando para o Flash… Para de falar no que não quer, pense e fale mais no que quer e assim será, simples assim. E as pessoas sempre acabam deixando isso ainda inconsciente, na sua categoria de hábitos. O que a faz sempre voltar a sincronizar seus pensamentos com tudo aquilo que ela mesma não quer pensar mais. E assim, sua vida sempre é mais, só que é, apenas mais do que já é…

Eu já estou praticando mais, ser como a coruja Salomão, ignorar tudo o que as pessoas repetem sobre o que não querem, eu adorei o treino que o meu cunhado, minha mãe e outras pessoas, me aplicaram na minha viagem de final de ano, todas as vezes que elas iam começar a repetir as suas coisas indesejadas, eu agia como se nada tivesse sido falado. A cara que meu cunhado fazia ao perceber que ele não estava mais sendo ouvido e nem levado em consideração, era hilária, e ele ia embora. As pessoas ficam buscando outras pessoas para elas mesmas, repetirem isso o tempo todo. E eu adoro usar o teatro, como uma forma de passar algo para as pessoas, eu uso isso em minha palestras, e quando eu estava escrevendo a minha peça. “A vida, um Hiper Self Service”. Uma comédia bem divertida, mostrando como as pessoas escolhem as coisas na vida, no seu dia a dia. Lembrei de escrever também em forma de comédia. “O hábito continuum”. Onde tudo se passa com algumas pessoas que repetem as mesmas coisas o dia inteiro, para todos que chegam perto delas, até mesmo para quem voltou mais vezes no dia, e como as pessoas ouvem isso de novo, como se fosse novo. É muito hilário tudo isso, porque isso acontece até numa mesa de bar entre amigos. Só as pessoas caindo no ridículo, algumas delas resolvem mudar, mas é sempre muito engraçado…