Posts com a Tag ‘harmonia vibracional’

SEM MEDO DE SER FELIZ…

- sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

sem medo de ser feliz Não há nenhum risco para mim, aqui e agora, na linha de frente, na linha de ponta do pensamento, nunca houve. E quando eu mesmo entendi a verdadeira natureza do Bem Estar em que eu vim a esse mundo de infinitos contrastes bifurcados, então eu pude relaxar mais e começar a desfrutar ainda mais, desta magnífica aventura que é a minha experiência de vida criativa. Os Abraham não estão aqui para me orientar nas especificidades daquilo que eu escolho. Eu posso escolher isso ou aquilo e mais isso, ou até tudo junto, sem jamais ter como errar. Eles estão aqui para me ajudar, apenas para me ajudar a encontrar com muito mais harmonia vibracional, com o meu desejo, e eu estou sabendo, que quando encontro a harmonia vibracional com o meu desejo, eu sou, nesse exato momento, um Ser alegre. E esse é o desejo dominante da Fonte de Bem Estar para mim, aqui e agora, e não tem como eu errar, sem eu me sentir bem, eu não estou em harmonia vibracional com quem eu realmente estou me tornando, aqui e agora…

TUDO É ENERGIA E VIBRAÇÃO…

- segunda-feira, 24 de abril de 2017

maravilhosos-dias Esses dias em que estive me divertindo em Salvador me deu muito mais clareza, não só para aceitar, mas perceber também que, quando eu mesmo estou em verdadeira harmonia vibracional, com o meu natural fluxo de energia e informação de puro Bem Estar, o meu corpo produz tudo o que ele precisa para permanecer em perfeito equilíbrio. Percebi que nas casas onde as pessoas se divertem mais e onde a felicidade é constante, onde não existe a preocupação constante em se prevenir o indesejado, as pessoas são muito mais felizes, as crianças não adoecem, mesmo elas não tendo todo o conforto, os brinquedos ou a alimentação controlada, que as pessoas com muito mais dinheiro dão para os seus filhos.

E o mais gozado disso tudo é que, são os extremos que mais permanecem em desiquilíbrio vibracional. Seja, as pessoas muito bem de vida, que também são muito religiosas, que tentam alertar a cada momento os seus filhos, de todos os problemas do mundo, que se preocupam com a alimentação e as circunstâncias indesejadas que eles não podem controlar. E do outro lado, as pessoas muito pobres, mas também muito religiosas, que vivem muito mais nas suas muitas igrejas, que aparecem mais, cada vez mais a cada dia, espalhadas pelos bairros, onde seus cultos são uma longa jornada verbal de gratidão. Eu nunca vi tanta gente doente e sem nada, agradecendo tanto. E, sem a sua harmonia vibracional, elas lotam UPAs, hospitais e farmácias, que disputam com os templos, em quantidade e números, a cada rua, palmo a palmo pelos bairros das cidades. Escancarando um verdadeiro desequilíbrio vibracional.