Posts com a Tag ‘FREUQENCIA’

O BEM ESTAR… O VÓRTICE OU VÓRTEX…

- sexta-feira, 25 de setembro de 2015

vortex 6 O Bem Estar é tudo o que existe, se eu mesmo não fizer nada para deixar de senti-lo, agora, é isso que eu mais irei sentir na maioria dos meus momentos. Eu posso até encontrar com o lado da falta de qualquer contraste, de qualquer desses infinitos objetos de desejo, e isso até por muitos momentos durante o meu dia a dia. Mas, se eu nesse exato momento voltar a focar num “alivio”, antes que essa atenção que eu mesmo estou dando, ultrapasse seus 17 segundos, eu mesmo deixo de focar no lado da falta, de qualquer contraste que seja, e se eu, ainda me sinto sendo sugado lentamente, cada vez mais para dentro do meu próprio vórtice criativo, e ainda me permito sentir mais e mais essa sensação gostosa, por apenas mais de 69 segundos, onde tudo já é Bem Estar, de onde eu posso tudo e tudo é completamente possível. Eu mesmo passei a ter o controle total sobre minha vida.

Tudo o que um dia foi apenas um desejo, um sonho, que já passou a existir nesse mundo físico, que um dia realmente não existia, só foi possível a sua manifestação, a sua materialização, de dentro do vórtice, tendo sempre o Bem Estar como ponto de partida. Do lado da falta de todo e qualquer contraste, só se cria mais a ausência de Bem Estar, seja daquele inicio sutil, que é quando se sente um desconforto ou um mal estar, ao medo mais profundo ou até a depressão que congela as pessoas. Em qualquer desses estágios, só se cria mais do que já é, mas ausência de Bem Estar, até o seu limite que é quando batemos as botas e tudo volta a ser pura energia de Bem Estar, de novo. Quanto maior o medo, mais se sente a ausência de tudo o que nós queremos, e isso também se expande, porque só se pode incluir mais, jamais se pode excluir um só pensamento sequer, quem dirá sua vibração ou sua ausência de vibração, que nesse mundo físico de tempo e espaço, se agrupam em diferentes; frequências, vibrações e densidades semelhantes, para justamente dar a forma exata ao que nos desejamos vibrando ou não vibrando, agora.