Posts com a Tag ‘Filme Chef’

A MINHA VALORIZAÇÃO E AUTO-ESTIMA…

- quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Chef-Filme Tanto a valorização quanto a minha auto-estima, são as ferramentas mais importantes que eu jamais deveria deixar de nutrir. E revendo esse fantástico filme “Chef”, eu pude ver isso claramente na minha cabeça. E não é só apreciar o que eu mesmo crio consciente e deliberadamente, eu sou livre para; escolher, apreciar e valorizar, até as infinitas criações das outras individualizações, permitindo assim, com que coisas semelhantes sejam atraídas para a minha realidade agora, atraindo também a apreciação dos outros, sentindo agora todo o poder desse foco coletivo em cima da minha própria alegria, em cima do meu próprio Bem Estar, como já fazem todos os grandes artistas, todos esses diferentes ídolos da massa. E é essa valorização de mim mesmo, talvez o jogo vibracional mais próximo de minha Fonte de Energia e Informação de puro Bem Estar, que qualquer pessoa possa testemunhar, sentindo essa gostosa sensação em qualquer lugar desse Universo físico.

O filme CHEF e a Lei da Atração…

- quinta-feira, 23 de abril de 2015

Chef O que esse filme mostrou para mim foi a formula de se viver muito mais feliz para sempre no Bem Estar. Ele mostra o inicio do sucesso, o declínio e a jornada emocional de volta ao Bem Estar. O começo do filme mostra o Chef Carl já se declinando, ele tinha vindo há dez anos de uma outra cidade para ser o chef de um grande restaurante, seu sucesso era fazer o que ele mais gosta de fazer, até que ele se sente tolido só fazendo as mesmas coisas e resolve mudar alguns pratos sem primeiro estar no seu vórtice, então ele não consegue passar sua felicidade para os pratos novos, ele mesmo esperava ficar mais feliz em ver os novos resultados, e como não veio o esperado, ele acabou se deixando dominar pelo dono do restaurante que cortou sua liberdade. Sem liberdade é impossível haver felicidade, ele acaba o casamento, se separa e continua perdido até que a vida lhe dá nova oportunidade por ele continuar apaixonado pelo que faz.

Um grande critico de culinária vai ao restaurante, ele quer fazer novos pratos, se empenha, mas o dono quer manter o que já dá certo, ele quer é casa cheia, e não as estrelas, e impede o Chef de colocar os novos pratos. O restaurante ganha criticas por se manter na mesmice, e ganha duas estrelas. Só com o mundo moderno, as redes sociais alavancam tudo para cima ou para baixo em questão de minutos, e todo mundo fica sabendo pelo comentário do critico no Twitter, o Chef entra em estado de pura resistência ao Bem Estar e quer resolver tudo fora do seu vórtice criativo e acaba perdendo o emprego.

Ai que o filme cresce, onde vemos o que nós fazemos para nós mesmos quando estamos resistindo o Bem Estar. Quando não deixamos as infinitas possibilidades se apresentarem. As pessoas gostam da alegria do Chef, do seu prazer em fazer uma bela comida, elas adoram o seu Bem Estar. Sua ex-mulher o chama para viajar e tira-lo de toda essa resistência e ele poder voltar as boas com o filho que o adora, e volta a falar no trailer de comida que ela tentou mostrar para ele a cinco anos atrás, que ali ele poderia voltar a ser livre. Até que ele topa, e como ele nunca tinha perdido o prazer de fazer o que ele gosta de fazer com a volta da liberdade já existe mais expansão e atração; mais pensamentos chegaram, pessoas apareceram para serem cooperativos, o próprio ex-marido da sua ex-mulher, seu amigo que havia sido promovido no restaurante, largou tudo e foi ficar com ele, seu filho se apaixona pela culinária, e depois de uma parte que talvez tenha sido a mais importante, quando o filho quer aproveitar um sanduíche queimado, o pai lhe mostra o que é estar alinhado com o seu desejo. Essa foi a grande sacada do filme.

E ai ele começa sua viagem emocional de volta ao Bem Estar, parando com seu Trailer em várias cidades até chegar novamente onde ele morava. toda sua trajetória de volta foi focada com muita alegria por milhares de fãs pelas redes sociais que o filho veio alimentando com fotos e mostrando onde eles estariam na próxima cidade, e quando eles chegavam, já existia filas enormes esperando pelos “cubanos”, isso mostra o poder do foco de felicidade das pessoas sobre a gente, seja pessoal ou pela Internet. Isso é o que faz de qualquer pessoa um Sucesso, estar sendo focado por milhares de pessoas felizes ao mesmo tempo pela sua própria alegria e prazer em fazer o que você gosta, até que ao chegar, consegue não só voltar com a ex-mulher e até recebe um convite de sociedade do critico que o levou a toda essa jornada de volta ao seu próprio Bem Estar.