Posts com a Tag ‘eu não físico’

ESTAR APAIXONADO.

- domingo, 8 de setembro de 2019

abundancia Eu revendo um vídeo do Bashar essa semana, sobre ganhar na loteria, onde ele fala que a maioria nunca ganhou na loteria por ainda não estarem apaixonados pelo jogo, e ainda não terem um propósito definido de entrar mais em contato com a sua própria relação com a abundância e a riqueza. E os Abraham dizem que… Estar “apaixonado” é um sentimento maravilhoso. Parece que estou mais livre. Parece que eu estou mais feliz. Parece eu estar mais otimista. Parece que eu quero mais. Parece que “me sinto melhor com a vida”. Parece que: “Sinto-me melhor comigo.” Parece que “eu quero fazer coisas, estou ansioso, sou brincalhão, sou inteiro”. Quando eu estou apaixonado, quando me sinto apaixonado, eu me orgulho de mim mesmo, quando me sinto confiante, estou o mais próximo do Não-Físico do que nunca. E eu entendo tudo isso…

ALINHADO COM MEU “EU NÃO FÍSICO”…

- terça-feira, 3 de julho de 2018

adoro meu corpo Eu nunca me desliguei do meu “eu não físico” que é eterno, que tem toda a informação do Universo, e que já sabe que só o Bem Estar existe, e ele me relembra isso claramente, e ele sempre mostra a essa extensão da Fonte de Energia/Informação de Bem Estar, em eterna expansão, “que sou eu”, aqui e agora, na linha de ponta do pensamento, sempre quando ele me permite sentir ausência desse mesmo Bem Estar, quando eu mesmo me desalinho com ele, que nunca me condena, jamais condenará algo ou alguém, e muito menos me acompanha nessas jornadas de resistências ao meu próprio e natural fluxo de Bem Estar…

Eu só comecei a sentir a natureza dos meus desejos não físicos mais amplos, quando eu mesmo passei a vivenciar mais isso, a prestar bem mais atenção ao modo que eu me sentia, todas as vezes quando eu fazia minhas próprias escolhas mais consciente e bem mais deliberadas, sobre os pensamentos que eu mesmo emitia e sentia de volta mais Bem Estar, isso enquanto eu ainda pensava neles. O meu eu interior, esse meu eu não físico é puro amor incondicional, ele aprecia a tudo, até o lado de falta de todos os contrastes bifurcados que, apenas me ajudam mais, a nunca parar de desejar mais…