Posts com a Tag ‘curso’

PARA QUE SERVEM OS PROCESSOS OU CURSINHOS?

- domingo, 2 de julho de 2017

Só para satisfazer os egos ainda muito resistentes. Eu adorei ter lido os livros da Esther e Jerry Hicks, ver os vídeos dos Abraham, Bashar e Osho. Os três tiram muito sarro da maioria das pessoas, que ainda tem o ego muito resistente e que ainda querem muitos processos e seus muitos cursinhos. E ainda tem aqueles que querem ensinar ou escrever livros, sobre aquilo que nem eles mesmos, ainda colocaram em pratica. Abraham, deixa bem claro, que ninguém tem, nem mesmo eles, como orientar alguém em direção a alguma coisa. Eles querem que cada um tomem suas próprias decisões sobre os seus desejos. Que todos somos capazes de fazer isso individualmente, ninguém tem como errar. Que o único desejo deles é que cada um descubra por si só, o seu próprio caminho para o seu desejo. Eles são tão sacanas que dizem… Se você só buscasse “ser feliz”, de qualquer jeito ou maneira, tudo estaria resolvido. Não precisaríamos de escrever nenhum livro. Mas, vocês pedem e como temos que responder, por isso repetimos as mesmas coisas em muitos livros que vocês pedem. Mas, tudo poderia ser muito mais simples e divertido…

O Bashar já tem uma outra linguagem, mas ele também diz as mesmas coisas, ele só responde dentro das crenças das pessoas que estão mais focadas em vidas fora da Terra, ele também diz que “circunstâncias nenhuma importa, o que realmente importa e o que estamos sentindo”. Mas, como a maioria pedem processos, e como ele também tem que responder, então ele disponibiliza de alguns processos. Osho já é bem mais descarado, muito mais sacana, ele faz as pessoas darem um nó no ego resistente. Ele diz que não tem filosofia alguma para seguir e nem para passar para alguém. Ele diz que as pessoas que tem filosofia, geralmente não tem nenhuma vida. A vida por si só é abundante e prospera, o seu próprio Bem Estar é tudo, o amar é normal, a vida sempre é abundante, o sorriso brota sem nenhuma razão, porque a existência toda já é hilariante. E tudo isso é apenas desfrutar a vida. Não existe nenhum amanhã, portanto ele nunca chega, ele é só um processo de preocupação. E tão pouco existe o ontem. Um não é mais… O outro ainda não é… Tudo está no, aqui e agora. Só isso já comprova que a vida é muito divertida e completamente hilariante… Mas, é muito divertido ver as pessoas darem uma volta danada para chegaremAcessos a… “SEJA FELIZ” de qualquer maneira que encontrar…

Mudar ou fugir da realidade?

- domingo, 29 de setembro de 2013

Escolas burras As pessoas em vez de mudar de realidade, elas vivem querendo fugir da sua própria realidade, que elas não gostam. Mas, sempre fazendo algo físico, tomando sempre alguma ação física idiota. Então tem alguns que pensam que estudar vai lhes fazer essa mudança desejada e, mesmo depois de passar anos e anos em escolas, depois em faculdades, ainda fazem tudo que é tipo de cursinhos que inventam, MBA ou qualquer outro curso idiota, nem percebendo que todos os professores que deram essas aulas idiotas para eles, também só usam lado esquerdo do seu cérebro e, também continuam a viver, na mesma realidade que todos, inclusive quem estudou, ainda quer mudar. E assim essas pessoas só conseguem continuar a pensar racionalmente com o lado esquerdo do seu cérebro. E; idolatram, endeusam, paparicam; apoteosam; bajulam; divinizam; elogiam; enlevam. os poucos que conseguiram usar o lado direito do cérebro e se tornaram criadores da sua própria realidade. Que geralmente são os que estudaram muito pouco ou quase nada.

Ainda tem outros, que se acham corajosos, mas que sua ação e se acovardar, fugir, o que é também baseada no lado esquerdo do seu cérebro, e para esses, fugir do pais onde nasceram, é a única solução, e jamais importa se eles estão vivendo na Europa ou nos EUA, ou em qualquer um desses países onde existem frequentes ataques terroristas, ou até aqueles que vem parar num país como o Brasil, que só é diferente, porque aqui os terroristas são declarados e estão no governo e até na Presidência com muito orgulho. Portanto há aqui também muitos atos de violência. Com isso dá para ver claramente que, nem mesmo importa a cultura de cada povo. Em qualquer lugar que se vá, tudo que essas pessoas sentem é, apenas o seu próprio sentimento de vulnerabilidade que, já os coloca em uma harmonia vibracional, compatível com tudo o que eles mais temem.

Eu mesmo já percebi isso e concebi muito bem. Hoje eu mesmo me empenho deliberadamente, para atingir um sentimento de Bem Estar pessoal, em qualquer situação e, se eu realmente procuro a todo o momento, por razões para continuar a me sentir bem é, praticamente impossível para mim, encontrar com algo que seja muito diferente do meu atual estado de ser, o Bem Estar, que é, o único lugar que a verdadeira liberdade existe e nunca será suprimida. E sendo assim sempre estarei vivendo a minha própria realidade que eu mesmo criei e até aquelas que, sejam muito parecidas mesmo com a minha, aqui e agora.