Posts com a Tag ‘conto de fadas’

A SINCRONICIDADE POSITIVA…

- quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

contos-de-fadas-01 Assim como é o Bem Estar, a única coisa que realmente existe, uma única partícula em velocidade infinita dando forma a tudo, tudo mais é apenas frequências da ausência dessa mesma energia e informação desse mesmo Bem Estar, a própria “sincronicidade positiva” para quem se sente maravilhoso é completamente natural na vida dela, a Lei da Atração garante isso em todos os momentos. A sincronicidade negativa é criada sempre pelo próprio “ego resistente”, que desalinhado vive mais “focado” na ausência de Bem Estar e ainda dando a maior parte de sua “atenção” em tentar; explicar, consertar e excluir, o que ele ainda chama de seus problemas, suas coisas indesejadas. E mesmo ele vendo essas coisas só piorarem, ele vive reforçando essa sincronicidade negativa, fazendo tudo que é indesejado ser sempre mais; doenças, violência e escassez…

A coisa é bem simples, para se voltar a sincronicidade positiva, ao eterno fluxo; simultâneo, ininterrupto e exponencial de energia e informação de puro Bem Estar, só é preciso mudar essa definição muito simples e junto mudar o seu foco e a sua atenção. Aquilo que as religiões e suas escolas lhe deram como uma definição de “problemas a serem resolvidos”, pelo seu fazer, direcionando o seu foco e incentivando o seu esforço ao máximo em fazer algo, mesmo sem alegria, prendendo mais a sua atenção em cima disso, mesmo que o indesejado continue a se repetir muitas vezes em sua vida. Então, elas criaram os; títulos, medalhas e diplomas, para todo esse esforço ser gratificante. E é isso que a sua televisão mostra todos os dias, e elas até inventam coisas para fazer as pessoas chorarem e pensarem que sempre é assim. Eu vi um artista famoso, dizendo que não estudou nada, que não passou por nenhum problema para chegar ao sucesso, mas isso ele tinha receio de falar, porque até para ele, não era correto passar isso para as outras pessoas mais jovens.

A nova “definição” que muda tudo é, encarar qualquer problema como um simples “lado de falta” do Bem Estar, que existe em todo e qualquer contraste… Um pensamento é um contraste, uma pessoa é um contraste, uma coisa ou um evento também o é. Tudo é contrastante. Eu só tenho que escolher o lado que eu quero focar, porque todos os contrastes tem dois lados, o da falta e o lado do Bem Estar. Quando eu encontro com qualquer lado da falta de qualquer contraste. Eu apenas me pergunto, o que é que eu quero? E em seguida. O porque eu realmente quero isso? E sigo a felicidade que brota da resposta que sempre vem a essa simples pergunta. E assim, eu mesmo volto a sincronicidade positiva que é o meu natural jeito de ser, aqui e agora. E assim, as coisas aparecem, pessoas surgem do nada e tudo fica bem mais fácil de eu fazer quando eu preciso fazer, o que é preciso fazer, na hora que é preciso fazer. Mas, tudo banhado de muita felicidade, que jorra por todos os lados. Tudo é um eterno conto de fadas…