Posts com a Tag ‘contentamento’

A HABILIDADE DE NÃO RESISTIR…

- sexta-feira, 27 de abril de 2018

escalas de emeoções cor Essa é uma habilidade até muito simples, é se ter desejos sem se ter nenhuma dúvida de realização. E isso já acontece normalmente, está acontecendo todos os dias em todos os momentos, com todo mundo. Só que, a maioria ainda não percebe. E isso só acontece, porque as pessoas estão sempre realizando mais, quando elas mesmas desejam mais, tudo aquilo que elas sabem que não querem, sem dúvida alguma. E isso realmente provoca uma baita confusão, a maioria ainda acredita que fazem todos os seus pedidos, esses seus desejos; falando, orando, escrevendo e até fazendo seus vários rituais. Menos na sua vibração ofertada, nisso elas ainda não acreditam. E como a maioria vive sentindo ou ofertando mais, dia a dia, apenas as baixas frequências da vibração, que vai do medo ao contentamento, elas sempre têm mais de tudo aquilo que elas mesmas ainda não querem…

A única coisa a fazer é, passar a fazer as mesmas coisas que já fazem, só que agora, apenas de dentro do seu próprio vórtice, que é quando usamos apenas uma jornada totalmente emocional de menor resistência, com todas as frequências mais altas do Bem Estar, que vai da esperança até a alegria. É sentir todas essas emoções, essas frequências de alta vibração, como sentiam antes com as mais lentas, as mais baixas vibrações. A coisa que ainda mais atrapalha as pessoas é, essa coisa de pensar em “liberar o seu desejo”. A grande maioria ainda pensa que é liberar o objeto de desejo, não pensar mais nele. E assim, voltam a sentir a falta, ou as frequências mais baixas. Mas, liberar o seu desejo é liberar sua felicidade, liberar seu Bem Estar, para que ele sim, traga tudo que você usou como sua desculpa, para continuar a chamar a energia que dá a vida a tudo. E sempre quando eu acredito que vou realizar um desejo qualquer, eu me sinto maravilhoso. Porque uma vez que a vida já me fez escolher algo como minha desculpa para chamar mais energia, o momento acontece. Então, o meu caminho de menor resistência é eu me alinhar com o meu desejo, o meu natural fluxo de Bem Estar…

ISSO FAZ SENTIDO?

- domingo, 1 de abril de 2018

ESCALA EMOCIONAL 2 Cada emoção, vibração, é uma frequência diferente da outra; felicidade, alegria e apreciação, são diferentes frequências vibracionais que compõe a presença de Bem Estar. Porém, da emoção contentamento para baixo na escala emocional, só existem frequências que diminuem o grau de ausência desse mesmo Bem Estar…

No coração de cada condição está um padrão vibracional, um ajuste menor de padrões vibratórios (como o centro de uma roda) pode afetar tremendamente a periferia dessa roda gigante… Um pouco de ajustes na emoção pode fazer grandes diferenças na forma como a manifestação física ocorre…

O ego ainda resistente sempre quer explicações, quer racionalizar o máximo qualquer troca de informação. Para quem já “sente” as diferentes frequências emocionais, não se precisa explicar absolutamente nada, já para quem ainda não “sente”, nada fará sentido…

O MEU BEM ESTAR É EU ESTAR NO VÓRTICE…

- sábado, 31 de março de 2018

Adoro uma rede, rssss O Bem Estar não tem nada a ver com a frequência de contentamento ou seu subproduto gratidão. Se sentir melhor, estar contente é muito bom, é um sinal de mais vibração, mais energia, é um indicador de que se está subindo na escala emocional. Mas, ainda não é estar no vórtice, o contentamento não é a frequência de alegria e nem de felicidade, ainda não é estar no mais puro Bem Estar. Ao estar mais alinhado com o meu “eu interior”, eu aprecio até mesmo o lado de falta de todo e qualquer contraste bifurcado, porque sei que até o encontro com o lado de ausência de Bem Estar, me faz desejar mais. E desde que eu aceitei isso, tudo ficou bem mais fácil e muito mais simples…

É só olhar o que acontece na sociedade, no mundo atual, as pessoas ainda passam muito mais tempo no lado da ausência de Bem Estar, do que sentindo seu mais puro e natural fluxo de energia e informação de Bem Estar, que é o que lhe dá a vida. E isso só acontece porque elas ainda são enganadas pelo seu próprio ego, ainda muito resistente. Como o ego resistente foi criado e copiado coletivamente vibracionalmente, tendo como base essas duas falsas premissas, ainda muito usadas, que são: “Não se ter escolhas”, e “em primeiro lugar a sua própria sobrevivência”. As próprias pessoas praticando mais e repetindo mais vezes, pensamentos semelhantes a essas duas crenças resistentes ao fluxo de Bem Estar, elas sobrevivem sentindo mais as frequências mais baixas, onde quase não se tem energia, vivem com; medo de tudo, impotentes por não ter escolhas, deprimidos por viver num círculo vicioso onde tudo é sempre mais do que é; doenças, violência, corrupção e todas as outras coisas indesejadas em expansão permanente…

E como funciona esse círculo vicioso? As pessoas foram doutrinadas a desejarem um salto quântico, ainda fora do seu vórtice, o que é impossível. Toda a sociedade moderna ainda está usando essa plataforma medieval e ineficaz, que é pular de quase nenhuma energia para o limite máximo de energia que as frequências de ausência de Bem Estar lhes permite. Pular de; medo, impotência ou depressão, para contentamento. E ainda tem um agravante, elas ainda usam um subproduto do contentamento que o ego religioso resistente criou, denominando de gratidão. E é isso que as fazem sempre despencar de volta ao medo, o que faz com que os átomos sempre se comportem assim como é observado por eles, e só para eles. E eu os aprecio por eles me mostrarem o que eu não quero mais em minha vida. Eu desejo estar sempre mais, numa jornada totalmente melhor durante todo o percurso de volta ao meu próprio e natural fluxo de Bem Estar…

O SER HUMANO E OS ANIMAIS…

- segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Eu-na-praia1 Se você já sabe que tudo está bem, você sabe tudo o que precisa saber. E se você sabe que a vida deve ser divertida, você já sabe mais do que quase que qualquer outra pessoa sabe. E se você sabe que a maneira como você sente é o seu indicador de como você está ligado à Fonte, então você já sabe o que apenas um punhado de Criadores Deliberados sabem, e isso comparando ao total da população mundial, que realmente conhece isso conscientemente. Agora é que vem a diferença, todos os animais sabem disso. Os animais realmente sabem que tudo está bem. Os animais vivem no momento, no agora. Eles entendem o poder deles agora. Eles esperam que o Universo ceda a eles. Eles não se preocupam, nem evitam ou fazem leis ou regras ou tentam regular. Eles são energia pura e positiva. Os animais vibram mais na escala energética do contentamento do que da paixão. Seu desejo foi estabelecido pela Fonte, pelo não físico, e continua sendo estabelecido por aqueles, como você, que querem o equilíbrio energético, que querem sustento. A diferença entre o animal e o humano é que a besta é mais geral em sua intenção. O ser humano geralmente é menos misturado, geralmente permitindo menos que a energia flua, mas é mais específico. E é por isso que o ser humano é visto como o Criador, enquanto o animal, a fera é mais o equilibrador da energia…

POR QUE A “GRATIDÃO” É TÃO FOMENTADA?

- quarta-feira, 25 de maio de 2016

reforço-de-sincronicidades-de-crenças As religiões a priori, todas foram criadas por pessoas limitadas pelo medo, alguns poucos egos muitos resistentes, ao seu natural fluxo de Bem Estar, tudo com o intuito de formar e fomentar grupinhos separados, com a promessa de proteção e sobrevivência sempre ligadas ao medo a limitação imposta pelos dogmas, tudo para propagar suas crenças e realimentá-las. Assim, todas elas criaram as suas próprias escolas e os seus muitos partidos políticos para atuarem nas sociedades. Todas as religiões sabem que as pessoas fazem de tudo em tudo, para sentir o seu próprio natural fluxo de Bem Estar. E elas também sabem que a ultima emoção que é a porta que divide o natural Bem Estar e a sua própria ausência é, a emoção que tem o significado de “contentamento”, que tem em si, uma inerente extensão muito poderosa, que por se tornar dominante, mais pensada, esse subproduto chamado “gratidão”, uma espécie de alegria condicional; “eu sou grato por, eu sou feliz por ou eu te agradeço por isso ou aquilo”. Elas com isso fazem as pessoas sempre pararem na entrada do seu natural Bem Estar, pensando que a gratidão já é a verdadeira felicidade, já que o Bem Estar, estará sempre lhes chamando para dentro, e por todos passarem mais tempo nesse contentamento, esse passou a ser o meio mais fácil das religiões e todas as suas vertentes, fazerem qualquer um voltar a ser novamente resistente ao seu natural fluxo de Bem Estar.

Sem estar no seu natural Bem Estar, qualquer um já está dividido, porque todos nós já somos um contraste bifurcado, e o ego ainda resistente, não percebe que tudo está bem, que tudo mais é só ausência do seu próprio Bem Estar. Então, é muito mais fácil controla-lo e sempre puxa-lo mais para o mundo limitado do medo, mantendo todo mundo dominado. É só induzi-los sempre ao reforço da sincronicidade resistente. E como as mídias de massa, já fazem parte desse mundo limitado do medo, elas também foram criadas com a intensão de manter o maior controle que se pode ter, sobre tudo o que as pessoas mais pensam. Elas estão a todo o momento lhe fazendo recuar, e assim, não entrar no Universo de Bem Estar, que é o único lugar onde ninguém mais pode ser controlado. Enquanto as pessoas se iludem pensando que gratidão é uma alegria incondicional, elas podem e são facilmente chamadas, para ficarem novamente irritadas por qualquer coisa, logo são induzidas a se preocuparem mais com algo que, quem sabe pode acontecer, e muitos acabam ficando com raiva, e assim, todos vão descendo lentamente nas suas próprias escalas emocionais, quase que sem sentir, até voltar ao mundo do medo que é, onde se é bem mais frágil, onde se é totalmente dominável, por todos aqueles que já tem o conhecimento de como tudo é.