Posts com a Tag ‘Causa e Efeito’

A FÍSICA QUÂNTICA, O KARMA E A CAUSA E EFEITO…

- domingo, 26 de julho de 2015

bem e o mal A física Quântica com a experiencia da “dupla fenda” realizada há mais de 200 anos atrás, prova que o Karma é uma coisa auto-imposta e que a “Causa e Efeito” só existe no agora, ninguém sofre consequências do passado. Os átomos respondem ao observador, agora! Jamais é daqui a 10 minutos, um dia ou daqui há anos no futuro. É isso o que faz com que as pessoas continuem provocando em si mesmas, mais emoções de; raiva, vingança, insegurança, desvalorização, medo, tristeza e impotência. Elas sentem isso ao ver e ao pensar novamente no; Sarney, no Collor, Lula e Dilma. Todos querem ver eles pagarem um dia pelo que elas acham que eles já fizeram de ruim. E a física prova que eles só vão ter o efeito do que eles mesmos esperam de qualquer coisa agora, se eles mesmos voltarem a focar nessa cobrança que a maioria das pessoas ainda fazem, e assim, passarem a tentar; se justificar, a tentar consertar algo ou até mostrar que fazem coisas, para poder merecer a vida que eles levam e que a maioria acha injusto. Só ai os átomos vão responder há essas emoções resistentes ao fluxo de Bem Estar, agora!

Aquilo que as pessoas chamam de inferno astral é apenas alguém deixar de fluir o seu próprio Bem Estar, para dar satisfação a alguém. Foi isso que aconteceu com Eike Batista uma vez e com Collor duas vezes, já o Sarney, nunca esteve nem ai para o que as pessoas pensam, e está lá até hoje. A única coisa que faz toda a diferença na forma como você se sente agora é o pensamento de que você está pensando agora. Não importa quanto dinheiro você tem, há pessoas alegres sem dinheiro, e há pessoas descontentes com muito dinheiro. Como você se sente é sobre como você está permitindo que a Fonte que é você a fluir. Então, quando os Abraham falam sobre a Arte da Permissão, eles estão falando sobre a arte de viver; sobre a arte da prosperidade; sobre a arte da clareza. Eles estão falando sobre a arte de ser quem você realmente é.

É hora de comemorar e muito…

- quarta-feira, 19 de junho de 2013

Protesto Este é um momento magnifico, momento para se comemorar muito mesmo… E eu adoro comemorar tudo que eu puder, e isto é realmente maravilhoso, me faz sentir muito melhor. Esse é um momento muito importante na minha vida, eu já venho pensando e escrevendo sobre essa vinda em espiral, desse fluxo de energia e informação de Bem Estar, que está ganhando mais e mais volume e velocidade a cada momento, jamais visto por qualquer ser humano até hoje. E com isso, ficou muito mais fácil e mais claro ainda, perceber agora, se eu mesmo estou resistindo ao fluxo natural de Bem Estar ou se estou fluindo com ele, e expandindo ainda mais a minha própria consciência, com mais e mais informações chegando.

Esse é o momento exato, onde eu posso perceber se eu mudei o meu próprio paradigma ou não. Se eu realmente criei mesmo, as minhas novas crenças baseadas nas Leis Universais, ou se eu ainda estou no sistema, na Matrix.

Porque se eu acredito mesmo na “Lei de Causa e Efeito”, então eu já mudei de verdade, as minhas crenças dominantes e minha própria realidade de vida. Já não sou mais um mero observador e muito menos um reagente aos momentos. Já não quero mais protestar, sobre coisas que sei, que jamais irá me afetar, ou entrar em minha realidade, sem a minha permissão.

Se eu acredito na “Lei da Atração”, eu mesmo já estou atraindo mais e mais, só coisas semelhantes ao que eu mesmo emito, pensando e sentindo, aqui e agora. E eu mesmo venho comprovando mais disso tudo, usando a física Quântica e sua experiência cientifica da dupla fenda e o seu campo eletromagnético, demonstrando na prática, que sou eu mesmo, o único quem cria a minha própria realidade, e eu faço isso apenas pensando e sentindo, aqui e agora.

Se eu acredito também na “Lei da Criação Deliberada”. Eu já estou escolhendo só focar no que eu quero, porque sei que é isso que eu mesmo foco agora, o que vai crescer e ganhar mais volume, porque é assim que eu também aciono a “Lei da Atração”, a gerenciar e trazer mais, para minha vida; mais pensamentos, mais pessoas, mais coisas e eventos semelhantes a tudo aquilo, que eu mesmo estou dando o meu foco e a minha poderosa atenção, aqui e agora.

Se eu ainda acredito nessa especial “Lei da Permissão”. Com toda a certeza, eu estou neste momento de profundo contraste, onde; os protestos, a violência e as emoções que não me fazem sentir bem, estão pipocando em todos os lugares ao mesmo tempo; nas rádios, jornais, TVs, redes sociais, nas ruas e até nos bate papo de botequim… Então, eu agora mesmo, estou procurando um alivio qualquer, procurando mais razões para me sentir bem, atento a mais coisas para eu mesmo apreciar, mesmo no meio desse turbilhão de protestos, me mantendo sempre mais; livre, feliz e expansivo em todos os sentidos, sem querer me justificar com alguém, sem querer consertar nada, nem querer excluir nada, sem querer agradar a maioria ainda resistente ao Bem Estar, porque eu sei que o meu foco, a minha atenção em cima do que os outros estão querendo, e fazendo de tudo mesmo, colocando os seus holofotes em cima do que eles não querem, tudo para chamar a minha atenção e o meu foco. E se eu permitir, isso só irá me fazer não me sentir bem. Então e apenas os permito a ficarem resistentes ao seu próprio direito de sentir o seu Bem Estar natural… Porque eu sei e acredito mesmo, que eu só posso criar o que eu realmente quero, me sentindo Bem, aqui e agora. E é isso que eu escolho e está feito.

Desmistificando a Lei de Causa e Efeito…

- segunda-feira, 10 de junho de 2013

As crianças de hoje O que é a verdadeira causa? A causa é o meu paradigma, o conjunto das minhas crenças dominantes. Só que, existem as muitas crenças comuns, como; Eu acredito que um ovo é um ovo, mas eu não fico dando meu foco, a minha atenção e até a minha apreciação em cima desse ovo que, eu acredito ser um ovo e pronto. E assim é com as outras coisas que eu acredito que é mais não as envolvo com emoções. No seu computador seria o DOS. E existem as Crenças Dominantes, as que definem a minha vida, aqui e agora. Que são os meus pensamentos que, eu mesmo continuo pensando e pensando, muitas e muitas vezes e que, eu mesmo os envolvo em sentimentos. Então, essa mesma crença, só agora vira a minha crença dominante, porque tem emoções, a energia da vida acoplada nela. E que é, à base de todo o meu pensamento futuro. Que no seu notebook seria o Windows ou o Linux, que lhe dá a alegria ao; pensar, fazer e se divertir. Então, essa é a causa.

E o que é o efeito? A minha própria realidade que eu mesmo crio, pensando e sentindo a todo o momento. Eu crio tudo na minha vida, apenas pensando. Tudo o que eu já pensei um dia, já está criado e nunca mais deixará de existir. Eu jamais poderei excluir um só pensamento, a própria ciência já comprova isso, até um livro queimado, não perde a sua informação. Ela pode ser copiada. Tudo nessa vida é. Energia e Informação ao mesmo tempo. Qualquer pessoa, qualquer objeto, tem energia e informação intrínseca, informação nela, dela. Mas, eu só a transformo em minha realidade, quando eu mesmo envolvo o que penso, o que crio, com as minhas emoções. A física Quântica diz que tudo é. Partícula e Onda ao mesmo tempo. E sou eu mesmo quem colapso a onda de infinitas possibilidades, que permeia todo o Universo, a todo o momento que eu mesmo pensar. Mas, eu só mantenho a onda de probabilidades que, acabei de criar com as minhas emoções, com essa minha interferência construtiva, se eu me mantiver totalmente; livre, feliz e tendo expectativas positivas de minha própria expansão, em todos os sentidos; pessoal, material e espiritual. Porque tudo está conectado com a Fonte de energia de Bem Estar.

O único fluxo de energia que existe comprovadamente pela física Quântica é. O de Bem Estar. Tudo mais é pura resistência, a esse mesmo fluxo ininterrupto, continuo e natural. Então, o mal nunca existiu. O mal é apenas a sua própria percepção da vibração da falta de energia do Bem Estar em você mesmo. Tudo tem o seu campo eletromagnético, até o átomo, e tudo é átomo, até meu corpo é formado por átomos. Então tudo vai e volta a todo o momento. Cada pensamento meu chama a energia de vida para passar por mim e, se transformar em desejos e, essa informação de novos desejos volta a Fonte de energia de Bem Estar, o Vácuo Quântico, para continuar a sua eterna expansão.

Só que, eu nunca poderei ter realmente um final feliz, no final de uma jornada infeliz. Afinal, desejos mundanos são o caminho para a minha iluminação. Sem a realização dos meus desejos, do mais básico e comum, como a saciar a minha fome, eu estarei emperrado, não estarei me sentindo livre e muito mesmo feliz, assim a minha consciência não se expande. E olha que no mundo atual, existem hoje alguns bilhões de seres humanos que, ainda não saíram desse desejo mais simples, o de ter o que comer e beber todos os dias, são pessoas que vivem até com menos de 2 dólares por dia, como pode uma pessoa dessa, passar a ter mais desejos? Se ela mesma não consegue o seu desejo básico… A própria classe média, ainda hoje. está ainda totalmente atrelada no desejo de de perpetuar a espécie, então só pensam em; relacionamento, dinheiro, carro e apartamento, tudo para ter a sua prole. Mas, a maioria só consegue arrumar mais dividas, medos e doenças. E como fica o mais importante que é, atingir a minha iluminação? Simplesmente nada pode funcionar em minha vida, se a minha consciência não expande, eu não consigo estar livre, para desejar mais, para seguir no caminho da minha iluminação pessoal.

A maneira como eu mesmo estou me sentindo agora, ao longo do meu caminho, dessa minha jornada emocional, desse meu fechamento de lacunas emocionais é, o caminho que eu mesmo estou prépavimentando, para o meu futuro e, esse mesmo caminho que eu agora ando é. o caminho que vai continuar a vir se desdobrando para mim, até eu mesmo fazer alguma coisa, sobre a maneira de como eu estou me sentindo, aqui e agora.

Todos merecem tudo o que tem…

- terça-feira, 12 de março de 2013

Fomos educados a acreditar na mentira de que devemos fazer coisas, para merecermos algumas coisas. Você tem que ser bonzinho, você tem que estudar para merecer, passar para merecer, trabalhar duro para merecer, ser honesto para merecer, ser temente a Deus para merecer ou ter uma religião qualquer. Tudo uma definição do próprio homem, limitando a sua própria liberdade de escolhas, sua felicidade nata e sua expansão por direito.

E quando descobrimos isso na vida real. Quando vemos o presidente Bush, mentir descaradamente, invadindo países e matando milhares de pessoas “inocentes”, só para a sua família ficar mais rica com o petróleo. Quando vemos o Sarney fazer as coisas que a imprensa disse que ele fez, só para sua família se dar sempre bem, e que se dane o Maranhão. Quando vemos o jornalista Pimenta Neves, assassino condenado, passar anos solto, só pegar cadeia 11 anos depois e assim mesmo, ainda poder ficar livre em menos de dois anos, voltando a se dar bem. O lula sair livre do mensalão, condenados assumirem cargos de deputados e senadores, fazendo festas comemorativas com o nosso dinheiro. Quando vemos um pedágio ambulante, um pastor homofóbico, préconceituoso, ignorante e arrogante assumir a presidência dos direitos humanos, e se até sair, vai continuar a se dar bem, exigindo senhas de cartões dos fieis, para só então Deus lhes abençoar e se reeleger com o voto de gente mais ignorante do que ele mesmo. Ai! Meu caro amigo, você endoida de vez o cabeção, fica com; pessimismo, frustrado, irritado, duvída de tudo e de todos, quer vingança, fica com inveja do que eles conseguem em salários e beneces, se sentem inseguros, desvalorizados e antes mesmo de passar a ter medo de tudo ou ficar deprimido. Ficam se perguntando cadê o bendito merecimento? Eu sou muito bonzinho e não ganho nada?

Eu mesmo decidi, me treinar mais, a cada momento em que eu me deparar com um contraste, como essas pessoas e isso tudo que sei que não quero mesmo, sem julgar, sem me justificar por estar encontrando isso, sem ficar com raiva ou querendo ser contra.

Eu apenas reconheço conscientemente que, isso é o que eu não quero. E então, parto imediatamente pra pensar sobre o que eu mais quero e, procuro sentir isso que eu muito quero, como se já fosse bem real, procuro falar mais sobre o porque que eu quero isso e descrevo minuciosamente, explico o máximo, chego a fingir já ter conseguido isso e de uma forma que isso me pareça ser muito real mesmo, e continuo pensando sobre isso até que, eu mesmo consigo esse ponto de atração onde, eu sinto isso fervilhar em alegria, aqui e agora, dentro de mim.

Nunca disserem para nós que, o meu, o seu pensamento vibra, e que, é a minha vibração de aqui e agora, é o que faz eu mesmo merecer o que vem pra mim, aqui e agora. As pessoas ainda acreditam numa lei idiota inventada pelo homem que todo mundo enche a boca para falar em lei do retorno. Existe sim a Lei da Causa e Efeito. Mas, se eu mudar, fizer outra causa o efeito também muda. E para eu jamais receber o efeito da causa anterior, basta eu jamais voltar a focar ou dar a minha atenção a essa causa. A vida está repleta de exemplos disso. As pessoas esperam uma justiça divina. Só que ninguém voltou para dizer, se mais essa falsa premissa funciona mesmo…

Afinal o que é o merecimento? Em termos muito simples, significa que, eu encontrei uma maneira de deixar a energia do Bem Estar chegar a mim, essa energia que é natural para todos os seres, eu permito ela me alcançar. Ser merecedor, ou indigno, é algo que é apenas vibrado por mim, aqui e agora. Eu sou o único que pode julgar, o que é digno ou indigno pra mim. Eu sou o único que posso me amar, me apreciar em um estado de permissão, ou até de ficar preocupado, com raiva e até odiar a mim mesmo, que me coloca em um estado de não permitir. E assim como não há algo errado comigo nesse momento, também não há algo errado com alguém que não está me amando, agora. Estamos todos nós, apenas nesse exato momento, praticando a arte de não permitir, ou a arte de resistir ao fluxo de energia da Fonte do Bem Estar.

Para eu mesmo voltar a merecer e receber, tudo e qualquer coisa que eu mesmo escolho experimentar, fisicamente, aqui e agora. Basta eu mesmo procurar um “alivio” qualquer e voltar a ter, sentir; uma esperança qualquer na vida, e começar a apreciar mais, procurando ser sempre mais livre, amar mais a mim mesmo e me sentir muito mais poderoso e alegre, aqui e agora.

Eu ainda quero ser um grande exemplo vivo, para os meus filhos e netos…

- terça-feira, 9 de outubro de 2012

Como pai, eu realmente sempre amei os meus filhos, e hoje tenho os meus netos, eu quero tudo de bom para eles. Porém, quando eu me separei da mãe deles, o meu filho mais novo já estava com oito anos. O maior presente que eu pude tentar dar pra eles, foi o dom da expectativa positiva. Mas ninguém pode dar realmente a alguém, esse dom da expectativa positiva, até que ele mesmo saiba de todos os detalhes e até já ter praticado as leis Universais mais amiúde. E isso deveria ser feito por um tempo o suficiente para que, essa pessoa que, você mesmo quer dar esse dom, esteja muito bem familiarizada com elas.

E naquela época, embora eu tenha sido a vida toda, uma pessoa criativa e sempre com expectativas positivas, eu apenas conhecia uma dessas Leis, que era a Lei de Causa e Efeito, e mesmo assim eu ainda tinha minhas próprias resistências. Porque mesmo estudando o budismo, eu pude perceber que todas as religiões, sem exceção, tem suas crenças baseadas no medo, por não a conhecer e nem praticar, e até muitos dos seus veteranos, ainda tentam ridicularizar, a Lei da Atração que é a mais importante pra mim, e felizmente hoje, a mais conhecida e divulgada, principalmente depois do filme documentário The Secret.

Embora essa outra Lei Universal, a Lei da Criação Deliberada fizesse parte integrante de minha vida, eu vivo isso constantemente desde que nasci, eu nunca à tinha estudado a fundo, eu já tinha lido algo em livros como; A Lei do Triunfo de Napolleon Hill, que é muito bom, e até de outros autores. Mas eu só comecei a estudá-la mais profundamente nesse últimos dezesseis anos pra cá. E assim, pude perceber e comprovar a sua veracidade, não só por eu mesmo, já tê-la usado desde pequeno, mas por ter apanhado muito na vida, por não perceber que o meu foco no que eu não quero, também criava. Então como em todas as religiões, e não é diferente no budismo, sempre que você começa a se sentir bem, e por causa disso, a sua vida a sua volta também melhora, os dirigentes logo tentam te impor o medo, para que você não saia das suas garras, então eles dizem para você tomar muitos cuidados com os obstáculos e as maldades que, sempre aparecem na vida de quem se aprofunda no ensino, essas coisas malucas de medo que toda religião tem. E ai, mesmo sem querer, eles te induzem e fazem, você mesmo a dar muito mais a sua atenção ao que você mesmo não quer, fazendo você apenas criar mais disso. Mas não é por maldade, é por pura ignorância sobre as outras Leis.

Mas a Lei que mais me apaixona, é a Lei da Permissão, e essa Lei, eu venho estudando e suado muito com o estudo dela, e isso, há mais ou menos uns quinze anos. Ela é muito difícil, porque com ela, tudo muda, sua vida e seu mundo já não é o mesmo. Tudo o que você aprendeu até agora, se fosse possível e não é. Você poderia jogar no lixo. Mas como não se pode excluir nada nessa vida. Você pode se quiser criar uma pasta no seu subconsciênte, com o nome de lixo, ou lixão e colocar tudo nela, e se puder, tente usá-la o mínimo possível.

Mas voltando a Permissão, essa Lei me mostrou que, foram apenas as minhas emoções, as minhas vibrações viscerais, o que permitiu tudo em minha vida, tanto o que já vivi, tudo que tenho ainda hoje e tudo que vou ser, ter ou fazer. Se eu me sinto bem e me mantenho alegre eu mesmo me permito ser, ter e fazer o que eu quero, isso enquanto eu esteja focando apenas no que quero, e deixando com a minha expectativa positiva, a Lei da Atração, reunir todos os elementos cooperativos para isso vir a ser, a minha realidade.

E do mesmo modo, se eu me sinto mal, eu também permito que tudo o que eu não quero, venha pra minha realidade, porque quando eu uso, a Lei da Criação Deliberada dando a minha total atenção ao que eu realmente não quero, eu mesmo estou permitindo com que, a Lei da Atração traga isso para a minha vida. O que é a Causa e o resultado, o seu Efeito.

Então com essa poderosa Lei da Permissão, de cara, já não existe mais injustiça, eu mesmo permito que tudo venha pra mim, de bom a ruim, atraindo tudo pelo meu foco, pela minha total atenção não dividida. Se todos a colocassem em pratica, jamais precisaríamos de advogados, ou de políticos para criar todos os dias, mais e mais leis que acabarão um dia, fazendo de todos nós criminosos, por apenas sermos totalmente ignorantes sobre essas Leis e não sabermos usar a Lei da Permissão, o que não nos permite passar o dom da expectativa positiva para quem, nós realmente queremos passar, para quem nós amamos muito.

Uma filosofia em eterna expansão…

- segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Tudo na vida se expande, ninguém pode ser menor do que já se tornou, e jamais podemos excluir um só pensamento. Porque a base de tudo é a liberdade, a felicidade e a expansão. Tudo está se expandindo, inclusive a minha percepção e o que eu mesmo concebo, aqui e agora. Porém, a maioria das pessoas se apegam a determinados conhecimentos que, foram produzidos numa época que, nada tinha a ver com o que vivemos hoje. Eu mesmo conheci o budismo ainda adolescente, e como ele é baseado na Lei de Causa e Efeito, então eu passei a criar causas que, mudariam definitivamente a minha vida. Isso em todos os sentidos.

Como eu sempre fui muito rebelde, eu nunca aceitei muito bem determinadas coisas como; o Karma, e essa coisa de que, ao eu me aprofundar no ensino, eu tinha de ficar esperando os três obstáculos e as quatro maldades, que aconteceriam na minha vida de qualquer maneira. Para mim, ambos eram apenas desculpas. O Karma para as pessoas aceitarem certas coisas inexplicáveis em suas vidas. Os obstáculos e as maldades, para justificar as coisas ruins que é comum para quem dedicava a sua atenção ao que não quer, mesmo praticando a Lei de Causa e Efeito. Eu ainda me perguntava; Se eu posso produzir uma nova causa a todo o momento, porque eu tenho que ficar esperando algo ruim em minha vida?

Com o passar dos anos, eu fui percebendo que, eu era o único criador de minha própria experiência de vida. E como o criador de minha experiência, isso jamais poderia ser só o efeito da minha ação, ou daquilo que eu me propusera a fazer e bem que, era recitar o mantra e a liturgia e fazer a propagação do budismo, fazendo novos adeptos. E foi nesse momento que passei a me dedicar a ler mais. Napolleon Hill me ajudou muito, porém a minha sede de conhecimento era muito maior. Eu mesmo já tinha as minhas próprias teorias, como a Transmutação Sexual. Mas, foi com o advento da Internet que tudo se esclareceu mais. Eu encontrei outras pessoas ainda vivas pelo mundo que, buscavam o mesmo que eu. E foi dai em diante que eu percebi que era importante eu não só entender que, a causa não era em virtude só da minha ação, que nada tinha a ver com o meu fazer e que nem mesmo era pela força das minhas palavras que, eu estava criando. Eu estava criando em virtude do meu próprio pensamento que, eu mesmo estava nesse momento oferecendo. Mas, só ,depois que descobri os Hicks e Bashar que, entendi que minhas emoções eram fundamentais.

Eu jamais posso falar ou oferecer uma ação sem ter pensamentos que, na verdade são apenas vibrações que, sempre ocorrem ao mesmo tempo, no entanto, muitas das vezes eu estava oferecendo um pensamento, uma vibração, sem oferecer nenhuma palavra sequer e nem mesmo produzindo ações físicas. Foi quando entendi que, ate mesmo as crianças ou os bebes aprendem a imitar a vibração de nós que somos pais e até dos adultos que, os rodeiam, isso muito antes de eles aprenderem a imitar as nossas palavras. Hoje eu concebo que minha emoções são as coisas mais importantes em minha vida, que ser feliz ante de tudo, é tudo. E é assim que eu agora vivo, sempre deixando fluir por mim o fluxo do Bem Estar, e procurando um alivio constante, para me manter indo junto com o fluxo de energia da Fonte.

Quantas Leis Universais você conhece e pratica?

- quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Muita gente pensa que só existe a Lei de Causa e Efeito. Só que, ela é apenas mais uma Lei Universal. E com isso, muita gente tenta praticá-la pensando que, a verdadeira causa é o seu falar, o seu fazer, a sua ação física em cima de alguma coisa. Mas a verdadeira causa é, a sua vibração, aquela que você mesmo emana a cada segundo… O efeito é apenas a atração das coisas semelhantes a sua vibração emanada. É a sua vibração que ativa essa outra lei Universal que gerência todas as outras Leis e todas as coisas em todo o Universo. A Lei da Atracão.

E isso você querendo ou não, fazendo algo ou não. Acreditando ou não. Então se alguém faz alguma coisa se sentindo mal, seu efeito não será baseado no que ela pensa ou faz e espera, e sim na sua vibração de falta, porque nenhuma vibração que não lhe faça se sentir bem, pode te trazer o que você mais quer. Esse seu sentir-se mal é uma vibração de falta do que você quer, e é só a sua resistência ao seu próprio fluxo de energia do Bem Estar que nunca para de fluir pra você…

Porque para se realizar desejos é preciso praticar mais uma Lei, a Lei da Criação Deliberada, que é ter foco e atenção ao que você mesmo quer, e ainda tem que aprender a Lei Universal mais complicada para nós seres humanos, entender e aplicá-la no dia a dia. A Lei da Permissão. Como ninguém pode ser menos que já se tornou, então precisamos desejar e permitir para seguirmos com o fluxo de Bem Estar, e como não existe meios de excluir nenhum pensamento já pensado, é preciso apenas focar no que se quer.

Nessa vida de expansão que todo o Universo vive, só podemos incluir pensamentos e coisas, então é preciso ter foco para só incluir o que se quer… Só que para haver expansão permanente, o Universo nos fez completamente; livres, felizes e também expansivos, mesmo nós mesmos criando resistências ao Bem Estar, ao focarmos no que não queremos, ainda assim, ajudamos na expansão de tudo, criando contrastes para que, outras pessoas saibam agora vendo o que fazemos e que elas vendo isso, terão a certeza absoluta de que não querem isso. Então agora, elas mesmas sabem o que mais querem e lançam seus novos desejos, expandindo assim, todo o Universo.