Posts com a Tag ‘casa carro’

O MEDO É APENAS UMA RESISTÊNCIA A VIBRAÇÃO…

- quarta-feira, 26 de outubro de 2016

aprendendo O medo é uma emoção de extrema densidade, uma das frequências mais baixa da vibração de Bem Estar, a de mais ausência de energia e informação de Bem Estar que alguém pode sentir, e que geralmente envolve a maioria das crenças resistentes que o ego criou, e isso amplia ainda mais a ausência do natural fluxo de energia e informação de Bem Estar, em quase tudo na sua vida. O que a maioria não sabe é que, na verdade, o medo só existe quando a pessoa ainda não aceita que ela mesma tem o poder em sua mente, o de projetar um pensamento que o Universo irá responde-lo com toda a certeza, de algum jeito ou maneira. O mais gozado é que a maioria já fazem isso todos os dias em todos os momentos, sempre fazendo os seus pensamentos se transformarem em coisas, só que, quase nunca é a coisa que ela mesma mais quer, por causa do medo.

Os jornais, as rádios, a televisão e até a Internet, lhe enchem de medo todos os dias e ao pensar sobre qualquer tipo de medo, seja ele o de: ficar doente, de ser assaltado, de ser roubado, de ficar sem emprego ou qualquer outra coisa indesejada, você mesmo cria mais disso, porque seus pensamentos sempre se transformam em coisas. E é esse o motivo do mundo está como está, um mundo limitado ao medo, onde todos acreditam na escassez, onde só há abundância e prosperidade de energia e informação de puro Bem Estar. O cérebro humano é só um mecanismo de foco que ativa coisas ao se dar atenção por mais de 17 segundos, e se continuar permitindo sua atenção em cima disso por mais de 69 segundos, isso sempre será mais… Não importa o que quer que seja, isso sempre será mais…

O Universo é puro libido… Eu só preciso desejar mais…

- segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Desejos 2 E para eu mesmo continuar a chamar deliberadamente a energia da vida que, já vem nesse único fluxo ininterrupto de energia e informação de Bem Estar que cria mundos. Eu só preciso usar mais, quaisquer desculpas possíveis, para eu mesmo vibrar em mais harmonia, com todas essas coisas que eu estou dizendo que eu quero, aqui e agora.

E quando eu realmente fizer isso, todas as coisas que já são, um fluxo equivalente vibracional nessa minha experiência em abundância e prosperidade, virão para mim em sucessão. E jamais é porque eu fiz alguma coisa física para merecer todas essas coisas, e nem mesmo é porque eu as mereço, mas porque é uma consequência natural da Lei da Atração. Aquilo que é semelhante a si mesmo é desenhado. Ganha formas…

Então, a gerente Universal, reúne os átomos que é preciso que, diminuem imediatamente a sua vibração, para que sejam semelhantes entre si, ganhado densidades semelhantes, para dar formas semelhantes ao meus próprios desejos, a todos os meus pensamentos colapsados em função de onda, as interferências construtivas que eu mesmo criei, só pensando e sentindo por 17 segundos que, eu mesmo as transformo em ondas de probabilidades ao eu mesmo passar 69 segundos, seguindo a alegria que nasce de cada desejo lançado por mim ao fluxo que, já me chama a cada momento, onde eu mesmo já armazenei todos esses meus desejos que, eu mesmo já tive em toda minha vida, nessa experiencia momentânea de vida, que já estão no meu vórtice criativo, de onde o meu eu interior, sempre me dá todas as coordenadas para eu chegar, a todo e qualquer momento dessa jornada emocional, de fechamento de lacunas, de onde eu estou até onde eu quero chegar.

Eu só preciso relembrar da brincadeira gostosa de “quente e frio”, onde eu me divertia muito na minha infância. Se estou no caminho do meu vórtice, meu eu interior me diz em forma de alegria; está quente, esta quente até que ele diga, está pegando fogo, ao eu mesmo chegar a apreciar a beleza da vida. Ou ele me vendo apenas resistindo a seguir a alegria, me dizer em formas de: desconforto ou mal estar; está frio, está frio, está congelando. Ele nem mesmo fica zangado comigo, porque ele sabe que é isso é só o que eu ego, inventei como desculpas para não ser mais feliz, aqui e agora. Um direito de minhas escolhas, já que, sou eu ego, quem está no comando, como apenas mais uma individualização da Fonte de Bem Estar.

O fluxo de energia e informação nunca esteve tão forte… E hora de fazer suas escolhas…

- quarta-feira, 9 de outubro de 2013

amigos 3 É um momento especial de muitas escolhas. Quais as realidades que eu vou querer viver agora, quais dos mundos eu vou continuar a experimentar. Quanto mais eu expandir a minha consciência, mais mundos eu poderei escolher e vivenciar, aqui e agora. Eu só não posso fazer como a maioria, que ainda está tão ligada aos contrastes que, nem percebem, as atrações que as pessoas estão provocando agora, devido a elas mesmas estarem muito mais resistentes ao maior fluxo de Bem Estar, já experimentado na face da Terra. E preocupar-se com isso é, usar a sua própria imaginação para apenas criar mais nesse próprio mundo do medo, mais dessa própria realidade que você mesmo sabe que não quer.

Nunca nossas limitações e nossas feridas estiveram tão expostas. Na nossa cara, na maior cara de pau, politicas para limitar a liberdade da infância, aplicadas em crianças de 4 anos, que se dane o direito da criança, de qualquer jeito já foi sancionada, obrigado as crianças a desaprenderem o que é ser feliz, só que agora, bem mais cedo.

Afinal, suas mães agora estão mais livres, para se preocuparem com; o trabalho duro, com o pouco que ganham, com a prestação do carro, o preço do combustível, o estacionamento e a estrada que não anda e nem é bem conservada, quem dirá reformada, as muitas prestações, das roupas, dos planos de saúde, das farmácias, dos celulares, com o mais sexo e pouco amor e romance, e ainda reclamam de serem mal amadas. Haja liberdade conquistada!

Para ampliar o grau de limitações, chips estão sendo colocados em tudo. O mundo todo virou um grande BBB, mostrando suas piores emoções ao vivo, as TVs trazendo as lutas da Roma antiga à atualidade e criando cada vez mais ídolos completamente ocos; marcados, tatuados e o pouco conteúdo duvidoso, talvez também pelo saudosismo, recriando os antigos santos do pau oco.

Os professores da vida melhor, mostrando mais ainda as suas limitações e suas feridas sendo largamente expostas, eles nem mesmo sabem gerir suas vidas, quem dirá ensinar, o que? A ganhar mal, ser desvalorizado, trabalhar em local degradante e perigoso e ainda levar porrete no lombo? E o que eles formaram? Os grandes políticos modernos? Os escravos do mundo moderno?

Os maiores contrastes ainda são as religiões, todas mostrando as suas grotescas limitações, em querer fazer, o que nunca vai ser possível um dia se ter. Enquanto o Vácuo Quântico não para de se individualizar, para justamente continuar a sua expansão, expandindo ainda mais a própria Consciência Infinita, com cada vez mais novos desejos e mais contrastes. As religiões querem fazer o oposto, todo mundo abandonando suas individualizações, criando apenas egos inchados, todos observadores e reagentes, e principalmente, todos pensando iguaizinhos, quadradinho.

O culto ao Deus Sol a mais de 6.000 anos, limitando o homem ao fazer para ser mais escravo. O budismo a mais de 3.000 anos, e lá se foram trés Budas, todos querendo a paz mundial, a revolução humana através de também fazer com que todo mundo seja da sua tribo. O cristianismo, judaísmo e islamismos há mais de 2.000 anos em guerras permanentes, por suas culturas serem diferentes. Criando muros e barreiras de todos os tipos, para manterem o seu próprio modo de vida sobrevivente.

E a ficha ainda não caiu para muitos. Basta ver na internet. Há 6.000 anos atrás os homens eram escravos, mas tinham lugar para dormir e o que comer e beber. Hoje é um pouquinho só diferente, já não tem mais correntes, mas tem um marcador de ponto. E o escravo moderno, agora ainda é responsável pela sua própria moradia, ela vai pagando em suaves prestações eternas, sempre com o seu saldo devedor crescendo, maravilha! Que sonho lindo! E ainda paga e é responsável pela sua própria; alimentação, locomoção e vestimenta, trabalhando sempre mais e mais horas, afinal o celular é uma escravidão invisível deslumbrante, vai com ele a todos os lugares, e ele ainda gasta o pouco que sobra, com as suas doenças que a sua própria vida cria, em resposta a sua própria resistência ao natural e ininterrupto fluxo de energia e informação de Bem Estar, que cria mundos. A ficha caiu agora?