Posts com a Tag ‘carro casa’

Você quer expandir o que?

- quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Escala emocional O Universo está em eterna expansão. Dai eu fico rindo em ver, como as pessoas ainda não entenderam o principio de toda a expansão, se está tudo bem na cara delas o tempo todo. Sem os contrastes, jamais existiria expansão. Isso significa que sem eu encontrar com o que eu não quero, o que eu não gosto ou aquilo que não desejo experimentar, eu jamais iria desejar o oposto disso. E é o desejo a Causa, são os desejos que me mantém vivo, o Efeito.

E assim bilhões de pessoas desperdiçam suas preciosas energias e informações criativas, apenas expandindo mais o desejo dos outros ou em tudo aquilo que elas mesmas não querem. Está tudo ai na sua cara, só não enxerga quem não quer. Toda energia e informação focada em algo sempre o faz expandir. O que é um artista de sucesso? Uma cantora, ou uma ator ou até mesmo uma coisa de sucesso é, apenas um ponto de foco, de milhares de pessoas que, ao pensarem; nela, nele ou naquilo, se sentiram felizes e assim chamaram a energia da vida e despejaram todo essa energia e informação em cima deles. Então; Ivete, Tiago Lacerda e o iPhone, brilham porque são potencializados com as energias de muitos. Saiu do foco, eles são iguais a todos e a tudo. Ao “morrer”, se continuam focados viram mitos…

Do mesmo jeito com que, tudo aquilo que as pessoas não querem também cresce. E o seu foco no deputado pastor Feliciano, que o faz crescer. E o seu foco nos caras que você diz serem do mal, que os fazem expandir suas crueldades. Porque se você olhar nessa escala de emoções que está na foto, verá que, quando você foca nessas pessoas e sente uma sensação que vai do contentamento para baixo, a todas essas emoções que também são energias e informações que, vão ficando cada vez mais densas até chegar ao; medo, tristeza, depressão, desespero e impotência. Mas, que são as emoções que potencializam o que você mesmo não quer. Eles sabem que as suas vitimas são vocês mesmos, as pessoas que sentem essas emoções que os alimentam, paralisadas com o seu foco neles, melhor do que isso só mais disso, eles dizem abertamente, ainda mandam suas mídias coloquem o foco de vocês nos problemas coletados. Nos os agradecemos dizem os Illuminatis, os Rockefeller.

E como eu já entendi que, tudo nessa vida é apenas mais; energia, frequência e vibração. Eu foco mais em mim mesmo, na minha felicidade, nas coisas que mais me fazem feliz, aprecio tudo que me faz ser mais feliz. Não crio ídolos e nem monstros em minha realidade. Não preciso seguir ninguém e nem quero seguidores. Eu só crio aquilo que eu desejei experimentar, porque eu sei que é o meu desejo, o que faz chamar mais a energia da vida para expandir tudo o que eu quero. Ser feliz antes de tudo é tudo.

Apreciando o meu ego…

- terça-feira, 24 de setembro de 2013

Escala emocional Sou muito grato pelo meu ego, sem ele eu jamais poderia existir nessa forma física. O Eduardo Billy é, apenas o contraste do meu próprio “Eu Interior”. Ele é o meu distanciamento de quem eu realmente sou… A Consciência Infinita que eu ainda sou, mesmo nesse corpo físico, que uns vão amar outros odiar, mas nada disso tem a ver comigo, é pura questão de alinhamento de cada ego, de cada individualização de escolhas. O meu eu interior jamais poderia experimentar a vida; por todos os ângulos, por todas as perspectivas e por todas as formas sem o ego, porque meu eu interior é puro Bem Estar que é, a soma de tudo isso; amor, apreciação, liberdade, poder, conhecimento e alegria, ao mesmo tempo.

O meu ego nasce na paixão por essa vida física, e meu ego tem infinitas possibilidades de viajar emocionalmente, criando infinitas ondas de probabilidades, sentindo todas as nuances da falta do Bem Estar. O meu eu interior criou um vórtice criativo para me manter sentindo todas essas realidades paralelas sem precisar voltar tão rápido ao fluxo de Bem Estar, Ele fica o tempo todo, sempre me chamando de lá, do meu vórtice criativo, para eu mesmo como ser físico, poder me divertir de ir e vir ao Vácuo Quântico, quantas vezes eu quiser, apreciando tudo isso. E assim eu tenho sempre o meu vórtice ativado, enquanto eu estiver brincando de sentir; paixão, entusiasmo, vivacidade, felicidade, expectativas positivas, fé, otimismo, esperança e até por ultimo o contentamento.

Até o contentamento eu me divirto muito, daí para frente seria eu mesmo, agora como esse ser físico, o ego, desejando, querendo muito, voltar a ser pura energia de novo, só que agora bem mais rápido, deixando o ego de vez.

Então essa é uma viagem completamente solitária, qualquer outro ego que tentar me ajudar, só aumentará isso para mim e para ele também, ainda nessa existência, porque ambos focam agora, apenas da emoção de enfadado ao “cumulo de ausência de Bem Estar” que seria; medo, tristeza, depressão, desespero e impotência. Você se quiser, pode ver todas as outras emoções limitantes, as vibrações existentes nessa tabela da foto ilustrativa dessa mesma matéria.

E posso te garantir, o meu eu interior jamais me acompanhou à esse ponto máximo de ausência de Bem Estar, mas também jamais deixou de me chamar, eu até posso não ter ouvido o chamado, por eu mesmo não procurar sentir um poderoso “alivio” nesse momento, mas ele nunca deixará de me chamar, respeitando sempre o meu próprio direito de escolhas, enquanto ego, até que essa minha escolha extrema de voltar agora, instantaneamente a ser o que eu sempre fui, pura energia e informação ao mesmo tempo do Vácuo Quântico, simplesmente se efetuar, nesse momento.