Posts com a Tag ‘Capital da Moda Intima’

EU PENSO E TENHO O QUE SINTO…

- quinta-feira, 9 de maio de 2019

praia Boa Viagem Eu pratico todos os dias a “arte de permitir”. O que significa eu mesmo alcançar um pensamento que me parece melhor, não o pensamento que é o pensamento real, não o pensamento que está dizendo como já é. Contar como é, apenas me segura onde estou agora: Eu ouço as pessoas dizerem. Que droga cara, eu vou dizer como é. Eu vou continuar dizendo como é, porque todo mundo quer que eu diga como é, eu não posso fugir da realidade…

Eu penso assim. Eu só digo como é, se eu já estou gostando de como é. Mas se eu não gosto de como é, então eu não digo como é. Eu digo como eu quero que seja. E sempre quando eu digo apenas o que quero que seja, isso o tempo suficiente para isso se tornar um padrão vibracional, eu mesmo começo a sentir como eu gostaria que isso fosse. E quando eu sinto como eu quero que seja, tudo é sempre como eu quero que seja…

E foi assim em Friburgo, quando eu ainda dizia que ela ia ser a “Capital da Moda Intima”. E vem sendo assim também no Recife, eu dizia que queria morar em Boa Viagem, em um prédio novo com piscina e um lindo visual. E é onde eu moro hoje. Eu dizia que queria uma melhoria no transito e na segurança. Saíram duas favelas e no lugar fizeram a “via Mangue”, melhorando o transito e ainda criaram um acesso direto a minha rua. Eu queria uma barbearia descente, hoje tenho várias, eu nem precisei montar uma. Eu dizia que queria uma praia ainda mais limpa, uma orla ainda mais bonita e, com novos equipamentos de lazer e até com uma linda ciclovia. E eu ainda ganhei dinheiro me divertindo com isso tudo. E é exatamente isso tudo o que eu tenho hoje. Tudo isso em apenas poucos anos…

FOCO NO PROBLEMA NUNCA TRÁS SOLUÇÃO…

- domingo, 24 de fevereiro de 2019

foco Se alguém pretende ser útil a sociedade, o seu olho jamais estará nos problemas, mas sim na solução que a sua inspiração lhe traz, e isso é completamente diferente. Quando alguém procura uma solução, ele está sentindo uma emoção positiva, mas quando está olhando para um problema, está sentindo uma emoção negativa…

Eu sei disso, porque eu já vivi isso, na pele. Friburgo se tornou “A Capital da Moda Intima”, porque eu pensei e fiz todo mundo pensar nessa solução, para uma cidade, antes de grandes fabricas, a maioria voltadas para o setor de automóveis, mas que estavam falindo uma atrás da outra…

A solução para o Brasil são as pessoas que já inspiradas tragam soluções, e nunca ficar discutindo o que tem de errado, nem aqui e muito menos na Venezuela. Veja onde o foco das pessoas estão, sempre nos problemas, naquilo que elas não querem e esses pensamentos entram em uma sincronicidade que eterniza essas coisas indesejadas. Cabe agora, cada um, individualmente, escolher mais, onde colocar o seu foco, naquilo que mais vai dar a sua poderosa atenção, por pensamentos viram coisas…

MINHA FILHA E A CAPITAL DA MODA INTIMA…

- segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Nayana e netos Eu sozinho imaginei, visualizei e verbalizei essa minha nova história, a minha cidade sendo a Capital da Lingerie, mesmo com os próprios confeccionistas não acreditando nisso, muitos riam na minha cara, e com o tempo eu mesmo passei a acreditar mais, nessa minha nova história e, quando isso aconteceu, as evidências fluíram rapidamente para a minha experiência e como não existia nenhuma loja na cidade, eu montei o primeiro supermercado de moda intima, para ser o cartão de visita das confecções de minha cidade. E hoje ela é reconhecida até pelo estado do Rio de Janeiro, que já lhe conferiu esse título oficialmente…

Hoje eu lendo Abraham eu sei que uma crença é apenas um pensamento que eu mesmo continuo pensando; e quando minhas crenças correspondem aos meus desejos, então meus desejos devem se tornar a minha realidade. E eu estava conversando com minha sogra Margô em Salvador, sobre sua saúde. Isso não é só com as coisas, é com a nossa saúde também. Não há corpo físico que não possa melhorar, nem importa quais sejam as condições, sem essa de que não se pode alcançar uma condição melhorada de vida. Nada mais em sua experiência, responde tão rapidamente quanto o seu próprio corpo físico aos seus padrões de pensamento…

A minha filha Nayana, tinha dois meses quando começou a desmaiar ao mamar, baterias de exames, comprovaram que ela tinha o coração grande e deitado, e os médicos diziam que, se ela sobrevivesse até os dois anos, a minha filha teria de se operar de qualquer jeito. Eu levei uma semana meditando, limpando minha mente dos pensamentos do ego, e no “momentum” em que eu limpei e vi minha filha, linda e maravilhosa, com uma saúde de ferro, eu me levantei e mandei fazer todos os exames novamente, e para o espanto de todos, menos o meu, ela já não tinha mais nada, Nayana já me deu três netos e nunca teve mais nada e nem se operou do coração…

APRECIO VER A VIDA MELHORAR BEM NA MINHA FRENTE…

- terça-feira, 6 de novembro de 2018

quiosque-praia-boa-viagem-recife-pe A vida sempre funcionou muito bem para mim e sempre estará funcionando ainda melhor para mim. Eu gosto de perceber que as coisas estão sempre evoluindo, e embora existam muitas coisas que poderiam ser ainda bem melhores onde estou, isso já não é realmente um problema para mim porque “onde estou”, tudo está mudando constantemente para algo ainda melhor…

Foi assim quando sai de Friburgo nos anos 70 e fui morar em Manaus, foi assim quando voltei para Friburgo e a transformei na “Capital da Moda Intima” tirando minha bela cidade da falência financeira. Quando cheguei em Recife a orla era linda, porém, mal cuidada, eu desejei sua melhora e hoje é a orla mais linda e bem cuidada do Nordeste, com ciclovia, equipamentos novos, barracas de coco novas e tudo sempre melhorando ainda mais…

Eu gosto de saber que, enquanto procuro as melhores coisas ao meu redor, onde eu estou agora, pode ser até um belo café da manhã, carros novos e importados e até ruas mais bem cuidadas, essas coisas se tornam mais predominantes na minha experiência. É divertido saber que as coisas estão sempre funcionando muito bem para mim e enquanto eu vejo mais e mais evidências disso pipocando bem na minha frente. Eu sempre vejo mais evidências disso literalmente todos os dias…

A IDEIA QUE EU QUERO VIVER…

- quarta-feira, 27 de junho de 2018

drone tripulado 2018 É tão maravilhoso, quando alguém tem uma ideia e é capaz de sustentá-la puramente o suficiente para que todo um movimento ou corporação siga atrás dela, porque o movimento dessa energia beneficia a todos. Eu adoro poder apreciar as muitas evidências disso que vem ocorrendo nesse mundo físico e até de ter eu mesmo, provocado algumas ideias próprias, como a de transformar a minha cidade na “Capital da Moda Intima”. E eu aprecio muito o homem que mais ideias colocou para rolar, Nikola Tesla, a maioria dessas novas ideias maravilhosas, que mais vem movimentando toda essa energia que cria mundos, que vem trazendo mais benefícios a todos nos, veio dele, até mesmo o smartphone foi ideia de Tesla. Sem a ideia do controle remoto que também e dele, jamais teríamos essa ideia dos drones que nos leva a nova ideia de mais liberdade e muita felicidade, a ideia dos drones tripulados…

EU ESCOLHO E DECIDO O QUE EU QUERO…

- quarta-feira, 11 de outubro de 2017

em friburgo Isso é tudo o que foi preciso, o que eu sempre tive que fazer para realizar todos os meus desejos nessa vida. Tomar uma decisão do que eu desejo. Foi assim ao eu me tornar livre aos 8 anos de idade, ainda dentro da casa dos meus pais, foi assim aos 13 anos quando sai da casa deles e fui viver a minha; liberdade, felicidade e expansão, em Manaus, uma grande cidade onde eu só conhecia o meu pai. Foi assim quando eu decidi fazer as minhas próprias causas mudando os efeitos, circunstâncias nunca foram importante para mim.

Foi assim que eu mudei a economia da minha cidade natal que estava completamente falida, transformando-a em “A Capital da Moda Intima”. Foi assim que eu transformei Boa Viagem em o bairro que mais cresceu nos últimos 20 anos, sempre para melhor. Eu escolhi o que queria, dei o meu foco ativando isso e em seguida dediquei minha poderosa atenção para que isso se expandisse assim como acontece no Universo. Eu encontrei o lugar sentimento do que eu queria e cá estou eu. morando na orla mais bonita do nordeste. Eu consegui tudo isso apenas me divertindo em pular para várias realidades paralelas, nunca houve razão ou necessidade de eu sofrer ou lutar em meu caminho para eu estar ou conseguir qualquer coisa. Ser feliz antes de tudo é tudo…

A OBSERVAÇÃO QUE MUDA TUDO…

- sexta-feira, 28 de julho de 2017

obsercação positiva Eu tinha vendido a minha editora junto com os dois jornais que me davam dinheiro, meus filhos ainda eram muito pequenos, o Brasil sofria as loucuras do Collor com a Zélia confiscando o dinheiro das contas bancarias de todo mundo, e a minha cidade, Friburgo estava falindo, suas maiores fabricas estavam fechando as portas, e para a maioria das pessoas, a observação delas era só para isso, o que é… Mas, para mim, minha observação era completamente diferente. Eu procurei enxergar o que ainda dava folego financeiro a cidade no meio de todo aquele caos. E foi daí que eu passei a observar “Friburgo, Capital da Moda Intima”.

Eu observei o que ninguém observava, eu observei as confecções crescendo, uma cidade com um novo rumo, uma recuperação da economia, as pessoas tendo orgulho do que faziam. E olha que nem mesmos os próprios confeccionistas acreditavam nisso, eles me diziam assim… Cara, como você pode pensar em Capital da Moda Intima, se a maioria só faz produtos sem qualidade, tem gente que bota lacinho em cuecas, todo mundo só trabalha com sacoleiras próprias em outras cidades.

E eu dizia, pro Paulo De Chelles, hoje dono de uma das maiores confecções. Mas, tem gente que produz qualidade como você e sua esposa, e quem já bota lacinhos em cuecas, já está prevendo o mercado gay que está crescendo, e as sacoleiras virão comprar em Friburgo. Eu já havia decido montar um jornal só com propaganda das confecções, e ainda montei “o primeiro supermercado de moda intima”, do mundo. E em pouco tempo lá estavam os ônibus chegando, as confecções melhorando, a Dupont do Brasil e as fabricas de tecido, enxergando Friburgo, e até os políticos da cidade e do estado do Rio, que não tinham acreditado, lhe deram o título oficial, de “A CAPITAL DA MODA INTIMA”.

EU NÃO VIM AQUI FAZER ALGUMA COISA ACONTECER…

- sexta-feira, 24 de março de 2017

drone tripulado Só é ego muito limitado e resistente não enxerga que tudo de bom já existe, e quando ainda não existe, basta um só pensamento desejando, que o Universo responde na hora. Eu só preciso aceitar que tudo está bem em meu mundo. Fazer as pazes com onde estou, fazendo minhas muitas escolhas e ainda procurando me divertir ao máximo. Observe que as coisas que ainda mais trazem realizações; dinheiro, fama e tudo mais, para quem ainda faz isso hoje, antes era uma simples diversão, lá bem no começo; o futebol, a música e até a arte de representar, antes era a mais pura diversão. Até o nosso Wi-Fi, o próprio controle remoto, foi umas das diversões de Nikola Tesla. E eu me divertindo muito, ontem na praia com um drone, apreciei e muito Tesla ter se divertido trazendo isso para a minha realidade.

De todas as coisas que eu também criei nessa vida, todas elas tiveram início apenas na minha imaginação: O meu primeiro carro foi um carro importado, eu não tinha o dinheiro e ele veio, eu paguei à vista. Meu primeiro jornal Classitudo, de classificados grátis do Brasil saiu apenas da minha imaginação. A minha cidade, Friburgo, ser a Capital da Moda Intima, também nasceu na minha imaginação. Eu sempre passei mais tempo imaginando do que fazendo coisas. Tudo o que eu sempre imaginei vem acontecendo, há poucos anos atrás quando eu comecei a imaginar um drone tripulado, todo mundo ria e dizia que isso era só para outras gerações, e hoje já é uma realidade.

PALAVRAS NÃO ENSINAM EXPERIÊNCIAS SIM…

- quinta-feira, 11 de junho de 2015

eu-itamaraca Quando eu vejo os Abraham dizendo que ninguém pode vibrar na minha experiência, que um milhão de pessoas podem tentar se empurrar para cima de mim, se eu não recuar e nem me empurrar contra, nada afetará a minha experiência, eu acredito porque eu já passei por várias experiências que comprovam isso. Aos oito anos eu venci uma gama de religiões sozinho, a da minha mãe e mais outras que queriam me enquadrar para eu não ser um mal exemplo, eram os testemunhas de Jeová, os católicos e mais os protestantes e luteranos. Todos queriam eu enquadrado como todos os seus filhos, e não conseguiram. Jogaram até pesado, com o juizado de menores na minha cola me ameaçando e até uma promessa de colégio interno. E eu os venci sozinho, apenas sendo cada vez mais feliz…

Quando todos os médicos e as pessoas em volta já aceitavam a doença da minha primeira filha, eu sem ir contra o pensamentos deles, sem me jogar contra aquele pensamento tacanho de aceitação. Eu simplesmente sentei e passei uma semana meditando, até limpar minha mente de todo esse lixo dos EGOs resistentes, e venci de novo, uma semana depois eu tinha uma filha feliz e saudável e sem nada, enquanto todos ainda esperavam que, se minha filha sobrevivesse até os dois anos se operaria do coração e assim poderia ter uma chance de viver. Quando eu disse que ia mudar a economia de minha cidade falida, todos riam da minha cara e na minha cara, eu jamais me joguei contra ao que eles pensavam, hoje minha cidade natal é a “Capital da Moda Intima”, e assim eu tenho muitas historias de sucesso para contar pros meus netos… Adoro ser livre, feliz e expansivo, sempre!

EU REALMENTE VIM PARA EXPERIMENTAR TODAS AS COISAS…

- segunda-feira, 9 de março de 2015

Friburgo-Capital-da-Moda-Intima_FEVEST Muita gente me pergunta, você tem tantas historias, o que você já fez na sua vida? Eu geralmente digo que é bem mais fácil dizer o que eu não fiz… Eu comecei a experimentar tudo cedo. Primeiro fui um rebelde sem causas antes mesmo de iniciar minha vida profissional aos 8 anos, que foi quando comprei a minha primeira caixa de engraxate e ganhei o meu primeiro dinheiro sozinho, depois fui ser embrulhador de presentes na papelaria Tanajura ainda em Friburgo, aos 9 anos eu era entregador de compras nas feiras de Niterói, aos 12 eu era eletricista da fabrica Ipu, estudando no Senai, fui entregador de comida na pensão de minha mãe, aos 13 fui ajudante de eletricista num hotel em Manaus, depois ainda em Manaus apontador de obras e eletricista independente na zona franca de Manaus. Voltei pra Friburgo e fui dono de loja de disco, fui para São José dos Campos ser corretor de imóveis, vendia para a chácaras Cannaã e montei uma empresa de Silkscreen, voltei para o Rio de janeiro e fui ser impressor de Silk, depois pesquisador da bolsa de valores de uma operadora a Fatura, nessa mesma empresa me tornei o maior vendedor de ações para empresas, voltei para Friburgo e fui para o comercial da radio FM Sucesso, montei minha primeira agência de publicidade a ENC, depois casei e fui novamente para Manaus, onde fui gerente comercial do jornal O Turista, sócio da agência de publicidade Ponto de Vista, e assessorava a Emantur como publicitário e criei a campanha Sorria Manaus! E ainda fazia trabalhos para a campanha politica do Gilberto Mestrinho. Voltando para Friburgo, fui ser dirigente da BSGI, uma ONG budista, montei meu primeiro jornal de classificados grátis o Classitudo e minha editora e logo após uma gráfica, fui ser gerente de Turismo do prefeito Heródoto Bento de melo, fui jornalista e editor do jornal Noticias, montei o jornal Classirural, que atendia vários estados, depois montei a empresa Determinação, de distribuição de plásticos da Dover, montei o jornal La Famme, Criei a campanha “Friburgo Capital da Moda Intima”, e criei o primeiro supermercado só de Moda Intima do mundo para atender sacoleiras, mais lojas de lingerie, uma no alto da Moca em São Paulo e outra no Top Center 550 no Rio de Janeiro e por fim construí um Shopping só de Moda Intima. Me separei e vim para o nordeste, onde montei pipas gigantes, verdadeiros outdoors de praia para os blocos do Recifolia, fui representante de empresas do Rio para a região, fui administrar um jornal de ESCAMBO, que tinha o próprio nome, montei pontos de vendas de risolis e atendia as lanchonetes dos shoppings do grande Recife, montei um distribuidora de sachês, a Só Sachês, mais uma vez inventei, criei o primeiro abridor de sachês, montei a Mídia Praia uma agencia de publicidade alternativa, só para as praias do nordeste. E depois decidi montar minha própria rede social a Vibreleve e aplicativos para smartphones baseados no Bem Estar, o que faço até hoje, fora algumas invenções. Ou seja sou um eterno criador nato…