Posts com a Tag ‘Buda’

APRECIANDO MAIS A MEDITAÇÃO…

- domingo, 9 de abril de 2017

mulher-meditar A meditação sempre foi uma forma de acesso a Fonte de Energia e Informação de Bem Estar. Antes mesmo dos Budas. É claro que cada pessoa que medita, ao voltar a pensar os velhos pensamentos repetitivos do ego já formatado, ele volta a se limitar as suas próprias crenças dominantes, que ele mesmo realimenta mais, no seu dia a dia. Ou ele não voltaria ao mundo da competição e nem se manteria por muito tempo nas frequências de ausência de Bem Estar, ainda querendo salvar o mundo dele mesmo. Fora que ainda hoje, a maioria que medita, nem mesmo sabe como a coisa realmente funciona direito. A maioria ainda não percebe que tudo está acontecendo no momento, no agora. Portanto, assim como eu estou oferecendo uma vibração no meu agora, eu também estou recebendo os resultados dessa mesma vibração de agora. Nunca do passado ou para o futuro. Tudo acontece no agora.

Meditar é como se eu mesmo estivesse feito agora, a minha transição para o não físico, como se eu estivesse batido as botas ainda vivo, eu volto a emergir na pura energia e informação de Bem Estar, em eterna expansão, que era o que só existia antes do ego limitado ser formatado, que era apenas para eu poder experimentar mais, por poucos momentos, essa ausência dessa mesma energia de puro Bem Estar. Então, ao meditar, limpando a mente dos pensamentos do ego, eu mesmo deixo todas as resistências para trás, e assim, eu posso colher agora, nesse exato momento, todo o benefício da pura energia de Bem Estar. Eu sei disso, porque foi assim que eu consegui de um momento para o outro, uma hora ter uma filha de dois meses, que poderia não passar de dois anos ou ter que se operar de qualquer maneira, e no momento seguinte ela já não ter mais nada. Do mesmo jeito que em um momento eu estava falido e devendo há vários bancos e no momento seguinte, eu já não devia mais nada a ninguém e ainda tinha dinheiro para começar um novo negócio.

Os meus; 18, 69 segundos e mais os 15 minutos…

- sexta-feira, 9 de setembro de 2016

iluminação Quando eu acessei pela primeira vez a Fonte de energia e informação, através dos Abraham, foi em respostas as minhas muitas perguntas. Eu vivia num mundo só meu, me sentia muito isolado, sempre tive poucos amigos em que eu pudesse conversar sobre infinitas possibilidades, o Vicente Torquato, primo do maior percursionista do mundo o Egberto Gismonti, era um deles, mas foi embora para os Estados Unidos e eu não tinha com quem trocar muitas ideias, as pessoas adoram se limitar a essas poucas histórias prontas, essas ideias dos outros, com; início, meio e fim e como de costume, elas sempre começam com um sofrimento ou uma conspiração qualquer, muita luta e esforço no meio e um final feliz ou mítico ou criando um mito.

Eu como estudei e pratiquei a filosofia budista por muitos anos, ela me mostrava que, todos nós podemos ser iluminados, pois todos nós temos o estado de Buda, mas, mesmo assim, poucos aceitam isso, a maioria absoluta são meros seguidores. Mas, só isso já me abriu as portas para desejar mais, infinitas possibilidades. E assim, vieram os muitos livros, depois a Internet e assim eu acessei os; Abraham, Bashar e Nikola Tesla, e até a própria física Quântica que, antes eu já à conhecia, ainda por físicos com a mente ou suas crenças Newtonianas. Os Abraham me encantaram em me relembrar que eu sempre estive certo, eu nunca errei na minha vida, e ainda me mostraram que eu venho cumprindo a minha tríade de intenções; liberdade, felicidade e expansão.

E os Abraham, ainda me deram os meus maravilhosos números mágicos, que com eles eu posso tudo, posso; ser, ter ou fazer, tudo o que eu quiser. E como eu tenho as minhas escolhas, eu mesmo mudei esses números, para serem bem mais a minha cara. Eu mudei os 17 segundos de “foco” que se leva para ativar um pensamento que já existe na Fonte, ou qualquer um dos poucos pensamentos que já foram ativados nesse mundo físico, para 18 segundos, eu adoro números divisíveis por 3, porque sou meio parecido com Tesla. Ainda troquei os 68 segundos de “atenção” que se leva para colocar a Lei da Atração em ação, ou seja a sincronicidade do Bashar em reforço ou os átomos a se comportarem como são observados, da física Quântica, por 69 segundos, porque eu adoro e muito sexo, e 69 é bom demais. E por fim eu mantive os 15 minutos de limpeza da mente dos pensamentos do ego, por ele ser divisível por 3, mas a verdade é que, eu relembrei com isso que, eu nem preciso desses 15 minutos de meditação de limpeza da mente, ego. Eu preciso apenas de um “nanosegundo” no meio desses 15 minutos, para acessar toda e qualquer informação que só existe na Fonte de energia e informação de Bem Estar, que o ego resistente e religioso à intitulou de Deus, essa consciência que nunca para de pensar e se expandir, cuja extensão dela, sou eu, aqui e agora, na linha de ponta do pensamento.

UMA VIDA FELIZ REQUER INFINITOS DESEJOS…

- segunda-feira, 18 de julho de 2016

desejos infinitos Desejos mundanos são o caminho para a iluminação, já dizia Buda. Os Abraham dizem que o melhor caminho é o da menor resistência. Então, jamais se permita resistir aos seus desejos. A razão para se ter desejos, ou melhor, esses objetivos de desejos; saúde, relacionamentos, dinheiro, coisas e eventos… É para eu mesmo encontrar mais, essas decisões ou pontos de foco, o meu cérebro é só um mecanismo de foco. O meu foco ativa qualquer coisa e a minha atenção não dividida faz isso ser sempre mais. Foram os egos inchados e resistentes ao fluxo natural de Bem Estar, que deram e ainda dão, um significado inexistente para ele mesmo, se achando uma hora; um merda, um medroso e em outras, o máximo. A verdadeira razão para se ter esses infinitos objetos de desejos, esses contrastes bifurcados é porque eles são as únicas coisas que dão vida a todo o Universo. Sem objetos de foco e atenção, ou objetos de desejo, a força da vida não fluiria através de qualquer um de nós.

A ILUMINAÇÃO E O EGO…

- quarta-feira, 29 de junho de 2016

iluminação Eu pratiquei budismo por anos, e ainda hoje se diz que iluminação é atingir o meu estado de Buda, e que todos podem, mas ainda são poucas pessoas que aceitam e realmente acreditam nisso, a maioria ainda são mais seguidores. A iluminação mesmo significa, literalmente, eu estar alinhando com a Energia da minha Fonte de Bem Estar. E aquilo que o ego chama de gênio é apenas uma pessoa que já foca mais consciente e deliberadamente, apenas no que mais quer, para sentir mais Bem Estar. Então, ser um gênio é apenas uma questão de focagem e atenção não dividida. É a Lei da Atração quem realmente cuida de tudo mais, é ela quem reúne todas as coisas em diferentes; frequências, vibrações e densidades. Muitas das vezes queremos a iluminação sobre encontrar algum processo e movendo-se através de um processo que foi previamente descrito por algum Buda. Mas, a verdadeira iluminação está sempre se movendo ao ritmo da minha própria inspiração interna, aquela inspiração que está vindo em resposta ao meu próprio desejo individual. A iluminação é sobre eu mesmo permitir que a minha conexão com a Fonte, que é exatamente para o cumprimento das coisas que eu individualmente defini que queria, aqui no meu; tempo, espaço e realidade. E isso já é tão bom de sentir, quanto o que eu mesmo vou sentir, quando eu ver o desdobrar dos meus desejos.

ESTÁ NA HORA DE DEIXAR O LIXO NO LIXO…

- segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

reforço-de-sincronicidades-de-crenças A sociedade atual já vem se arrastando por séculos, sempre colocando o lixo que ela produz em baixo do tapete, já fazem mais de 2.000 anos, e de nada parece adiantar, isso aqui no ocidente, já no oriente se contam as historias dos Budas e suas crenças também resistentes, há mais de 2.500 anos. Todas essas religiões existentes hoje, vieram apenas formatando mais crenças resistentes, hoje já são inúmeras as seitas resistentes ao fluxo de energia e informação de Bem Estar, tudo para continuarem com o coluio com os governos e suas políticas, basta ver as bancadas religiosas em Brasília. Todas as religiões juntas, já mataram mais gente do que todas as doenças e pestes que já apareceram em todo o mundo, e tudo para apenas consolidarem mais e mais as suas crenças.

Quando o mundo já estava todo divido e já espoliado, decidiram diminuir as suas guerras e assim criarem suas escolas, o que fariam as pessoas continuarem a formatar e realimentar mais, as suas velhas crenças, que as fariam sempre estar completamente em desarmonia com o “eu interior”. Com a sua própria felicidade. Os que estão no poder ainda querem que todos lutem muito, que estejam engajados para brigarem mais e que se esforcem o máximo para a sociedade, para eles, políticos e religiosos, lhe darem os seus louros, seus diplomas, e assim ficarem um pouco felizes por alguns breves momentos. Apenas reforçando mais a sua própria sincronicidade negativa. Tudo tem que ter conspirações, tudo tem que ser bem racional, tudo tem que ter merecimento, justificativas não podem faltar, projetam tudo para um futuro, paranoias também não podem faltar e a coisa mais usada, a recompensa por tanto sofrimento. Não é a toa que a maioria ainda hoje, reclama abertamente do mundo em que elas vivem. E os políticos já usam essas coisas, que eles mesmos criam mais, para apenas de tempos em tempos, trocarem de lugares com seus semelhantes, são sempre os mesmos enquanto não morrem tentando deixar seus filhos no poder. Só um cego não enxerga que é isso o que cria todos os problemas de cada país e todos os níveis de complicações existentes até hoje.

Enquanto eu mesmo não trazia essas crenças resistentes e inconscientes, implantas em mim disfarçadamente nas muitas formas de me educarem, ou seja, de me prepararem para eu também ser mais uma mão de obra barata, eu mesmo não podia criar minhas próprias novas crenças, as velhas crenças tinham se transformadas em hábitos, e assim é mais difícil porque é uma coisa inconsciente. Mas, na hora em que eu mesmo comecei a questionar mais essas crenças, esses hábitos deixaram de ser inconscientes, e assim conscientemente eles se tornaram apenas escolhas, que eu poderia querer ou não continuar com isso regendo a minha vida. E assim, eu mudei a minha vida passando a reforçar apenas a sincronicidade positiva e mais permissora do fluxo de energia e informação de puro Bem Estar.

EU JAMAIS POSSO PARAR DE PENSAR…

- domingo, 6 de dezembro de 2015

meditar 2 Eu sou um pensamento que nunca, jamais se desliga da Fonte. Eu posso até conscientemente e deliberadamente meditar e colocar o ego, esse meu sistema de crenças que nunca para de pensar, a ficar quietinho por algum tempo, algo em torno de um nanosegundo, enquanto limpo o máximo que posso a minha mente, chegando a menor resistência que eu posso chegar do meu próprio Bem Estar, fazendo a minha mente acessar a Fonte, ainda consciente, sem eu deixar de ser, esse ser físico que penso repetidamente, há menos de cada nanosegundo, ser quem eu sou agora, sem deixar de ser essa extensão da Fonte em eterna expansão, sem deixar de estar na linha de ponta do pensamento. É na verdade, eu ego, acessado a eternidade ilimitada de energia e informação de puro Bem Estar, ainda nesse mundo físico, nesse mesmo corpo físico limitado pelo tempo e espaço.

Embora eu consiga fazer isso, os budistas já faziam isso meditando, todos os homens gênios também o fizeram, ou seja, todo ser que o homem comum diz ser iluminado fazem isso. Mas, nunca haverá a menor possibilidade de eu me permitir um acesso maior a energia e informação de Bem Estar que é tudo, a mais do que o meu próprio sistema de crenças que criei copiando e pensando mais, já me permita acessar agora. Esse acesso sempre será limitado pelas minhas crenças que realimentam o ego e que reforça ainda mais essas mesmas crenças, que são as mais ativadas pelo meu foco e atenção. Seja eu mais deliberado e consciente ou um mero observador reagente. O maior problema do ser humano é que tudo é sempre mais, e ele ainda se apega a só realimentar as suas velhas crenças resistentes e limitadas criadas há mais de 2.000 anos trás ou mais. Esse Universo já chegou a crença das infinitas possibilidades e ninguém pode ser menor do que já é. Estamos em eterna expansão…

Ou eu sou mais consciente e deliberado no que eu penso e sinto agora, trazendo sempre o ego para o meu natural fluxo de energia e informação de Bem estar, ou eu mesmo me torno um mero observador reagente ainda nessa experiência, esperando apenas bater as botas, voltar a ser energia e informação de novo. Porque quando inconsciente e não deliberado, é o meu sistema de crenças resistente e limitado, ainda desalinhado com a Fonte de Bem Estar, que passa a dar o ponto de atração, para que mais pensamentos sejam atraídos, fazendo tudo ser apenas mais do que é. E mesmo nesse mundo físico, o que me excita mais é ser parte ativa da expansão de mais liberdade, e a própria felicidade que é eterna, que é tudo o que existe, Bem Estar. Tudo é uma questão de escolhas… Tudo está bem no meu mundo. Apreciando por demais a minha vida…

SER TEIMOSO, SÓ COM O BEM ESTAR…

- quarta-feira, 25 de novembro de 2015

call A maioria das pessoas só são teimosas, em voltar a fazer o que elas já vem fazendo, anos e anos desde que nasceu; estudando, tentando entender, aprendendo e tentando consertar ou excluir; pensamentos, pessoas, coisas e eventos. E na verdade eu só preciso me comunicar melhor me habituando a; ler, escrever e falar, um tipo de linguagem. Essa coisa de estudar muito é só para fazer o seu próprio cérebro se ocupar mais com pensamentos que vão apenas realimentar mais algumas crenças, para que a própria pessoa se mantenha com o ego limitado e resistente a mais; liberdade, felicidade e expansão, reforçando a sincronicidade negativa em sua vida.

Todo conhecimento do Universo está no seu próprio e natural fluxo de energia e informação de puro Bem Estar, tudo que existe hoje veio direto na cabeça de quem perguntou vibrando. O restante apenas aprende a repetir o que esse individuo recebeu de informação direto da Fonte. A maioria repete as mesmas abobrinhas para serem apenas; atendentes de Call Center, vendedores de lojas, funcionários de linha de produção e tudo mais que, nunca ira usar nada do que ele passou anos e anos repetindo, apenas para não ter mais tempo de ser mais feliz e ganhar muito dinheiro. A própria historia já nos mostra bem claro isso, ela jamais deixou duvidas que tanto as tentativas dos Budas quanto a de Cristo, em consertar o mundo, nunca funcionou.

Só não vê quem não quer ver, as pessoas apenas se matam cada vez mais, sempre na tentativa de fazer todo mundo pensar igual. As muitas guerras criadas para se tentar excluir ou destruir algo, desde a época de Cristo; a corrupção, a violência, as mortes, as outras religiões, a fome, as doenças, as drogas, as circunstâncias indesejadas e até grandes eventos desagradáveis, nunca funcionaram, tudo para quem continua nessa luta louca e perdida, só vem crescendo; mais, mais e mais. As pessoas se fazem de cegas, elas não querem enxergar o que está bem na cara delas. Em tudo o que a humanidade vem colocando o seu foco, ainda permanece vivo e suas atenções crônicas em cima dessas coisas indesejadas, só as fazem se tornarem mais e mais do que é. Tudo porque elas mesmas continuam teimosamente se jogar contra a ausência do seu natural Bem Estar, apenas resistindo ainda mais a única coisa que realmente existe, o seu próprio Bem Estar.

ONDE O “BEM ESTAR”, É MAIS DOLORIDO QUE O SOFRIMENTO?

- sábado, 22 de agosto de 2015

caldeirão Todas as pessoas procuram sempre um caminho que lhe traga benefícios e sempre se recusam ir por um caminho dolorido. Então, como alguém pode achar o Bem Estar mais dolorido que o esforço sem alegria? Isso é até muito simples de explicar, isso é uma falsa premissa que foi implantada na maioria das pessoas, sem que elas estivesse consciente disso. Tanto Buda como Cristo, segundo as historias de quem queria lhe vender a religião dele, tiverem de passar por muitos sofrimentos para chegarem a onde eles dizem que os “iluminados” chegaram. E esse mesmo método de se implantar falsas premissas é aplicado até hoje. Sempre que alguém quer vender a imagem de alguém que fez ou é um sucesso, eles sempre querem primeiro contar como foi muito difícil e dolorido chegar ao sucesso, para as pessoas darem mais valor. O Caldeirão do Huck é um exemplo disso. O Gugu explora isso pra caramba…

E isso é com todo mundo, vejam como cantaram a historia de Zezé de Camargo e Luciano, do Lula retirante nordestino, se você pegar até essa nova onda de Marketing de Plataforma de Lançamento que o Érico Rocha vende, verá que todo mundo quer primeiro contar como foi tudo tão difícil, para assim você comprar o produto deles. Eu me lembro de uma vez que eu ia fazer uma palestra de budismo no Rio de Janeiro no Centro Cultural da BSGI, e um outro dirigente, antes de me chamar começou a contar a historia de minha vida, que eu tinha encontrado o budismo em Manaus, quando eu sai de casa e sofri muito em ter de morar na rua e tudo mais… E foi quando eu me levantei e o interrompi dizendo que, quem deve ter sofrido mesmo são todas as pessoas que abandonaram a sua liberdade para ficar no conforto de suas casas, mas, sem a liberdade, a alegria de poder fazer e escolher mais o que mais quer, porque eu mesmo não sofri nadica de nada, eu fui é um adolescente muito feliz e cheio de muitas historias alegres e felizes para contar. Isso de ter de ser muito infeliz antes de ser feliz é uma falsa premissa ainda muito usada até hoje.

ABRINDO O JOGO…

- quarta-feira, 20 de maio de 2015

congresso A verdade é que ninguém expande a sua consciência sem estar alinhado com a Fonte de energia e informação de Bem Estar, para se expandir a sua consciência é preciso estar sempre expandindo suas crenças, mas é exatamente o contrario, aquilo que a nossa sociedade faz e repete isso a seculos. Todas nossas crenças dominantes são seculares, são pensamentos do Buda que vem sendo repetido bem antes de Cristo, depois o ocidente vendo como funcionava a coisa o Imperador Constantino montou um emaranhado de velhos conhecimentos e formou a bíblia para as pessoas repetirem esses conhecimentos e transformassem isso em suas crenças dominantes. Assim, todas as leis da nossa sociedade, todos os hábitos estão ligados a essa filosofia, a esse emaranhado de velhos conhecimentos. Não há expansão nas crenças dominantes, a física Quântica quase que foi suprimida, os exércitos dos países desenvolvidos, apenas queriam usa-la para as guerras, mas liberou para algumas empresas, e hoje temos o celular e mais algumas coisinhas, mas onde está a quebra de paradigma? A mudança de crença…

Ninguém percebe o que Nikola Tesla dizia há alguns anos atrás, se quiser conhecer esse Universo, pensem em; energia, frequência e vibração… E ainda se ensina nas escolas a física de Newton, onde tudo é matéria. Assim as pessoas ainda estão procurando um “salvador da pátria” até hoje. Os partidos se tornaram os exércitos de Deus, veja as bancadas evangélicas e católicas no congresso, e os congressistas verdadeiros gladiadores verbais, nunca se viu tanto enfrentamento. Como uma casa sem alegria pode produzir algo que venha trazer prazer para a massa? Como uma grande empresa pode crescer e fazer todos prosperarem, com tantos dirigentes puxando a sardinha apenas para o seu lado? Partidos que aceitam criminosos em seu seio. O Brasil é uma grande empresa, mas o povo aceitou que esse poder fosse dividido em interesses próprios de quem eles pensam que elegem, e tudo o que vem acontecendo é porque não existe expansão da consciência, não existe Bem Estar no congresso nacional. A sociedade ainda usa suas velhas crenças resistentes para formar a sua nova geração e assim tudo se repete…

COMO E POR QUE MEDITAR?

- quarta-feira, 4 de março de 2015

meditando Meu amigo me perguntou como meditar, ou qual a melhor forma de meditar? Eu respondi que a melhor forma é sempre a mais simples, sem frescuras, sem rituais e obrigações… Tudo que é frescurinhas e rituais é coisa de ego resistente ao fluxo de Bem Estar. Buda só se enrolou todo, porque queria usar o ego para provar que estava certo, ao tentar explanar, explicar e até convencer, outras linhas budistas, o que ele acessava na Fonte de Bem Estar sem usar o ego para nada. Quando ele conseguia limpar a sua mente de todo e qualquer pensamento identificado pelo ego e seu sistema de crenças, ele se iluminava, ou seja, ele acessava livremente a Fonte de energia e informação de Bem Estar.

Então, eu hoje medito, pelado, de cueca, sunga ou com um roupa muito bem confortável, sem frescuras alguma, para não ativar o meu ego; nada de; musica, incenso, velas, oferendas ou oratórios. Eu simplesmente encontro um lugar sossegado, se for em casa desligo a campainha da porta, deixo apenas meu smartphone no despertar, tirando o som das chamadas ou de qualquer aplicativo. Coloco para despertar em 15 minutos e sento confortavelmente em uma cadeira ou sofá, dou minha intenção da meditação, sem justificativas ou desejo de consertar algo, apenas digo o que quero, porque quero. E fecho meus olhos, coloco minhas mãos abertas repousando sob as minhas pernas, e foco apenas na minha respiração, no ar entrando e saindo, se algum pensamento tenta entrar, eu não brigo nem tento ser contra, eu apenas o ignoro, focando de novo apenas na minha respiração, no ar entrando e saindo, e logo ele vai embora, e assim tento encontrar o meu momentum de acesso, que pode ser apenas de menos de um nanosegundo, desses 15 minutos, que fará toda a diferença do mundo.

Uma coisa que muita gente ainda faz, ate mesmo os budistas mais antigos que mais meditam nessa vida ainda fazem, o que os fazem voltar a caminhar pelos caminhos de maior resistências, é não se permitirem estar sempre expandindo as suas próprias crenças limitantes, a minha ligação nesse mundo físico ainda nesse corpo físico é com o ego, sem meus sistema de crenças, ele não existiria, e nem essa realidade física que experimentamos, aqui e agora. Mas, mesmo acessando as informações que intencionamos na meditação, só recebemos de acordo com o que as nossas crenças nos permite acessar. Os Budas acreditavam que tinham que meditar por dias, e só assim eles acessavam, e escreviam tudo de acordo com suas crenças limitadas pelo ego. Os espiritas acessam de acordo com suas crenças, então tem que ter alguém do além. Os que acreditam em ETs, já aceitam mais informação vinda por alguém como, Nikola Tesla ou Bashar, já quem é mais livre, quem tem mais crenças permissoras e expandidas já recebe informação pelos Abraham e por todos os outros, ou acessam direto, como poucos como a Esther Hicks ainda hoje acessa.