Posts com a Tag ‘BSGI’

VIVER… E NÃO TER A VERGONHA DE SER FELIZ…

- domingo, 23 de agosto de 2015

gonzaguinha3 Para a grande maioria é apenas a letra dessa musica linda que o Gonzaguinha cantava. Eu mesmo tive o prazer de conhece-lo e recebe-lo em Friburgo, num evento realizado em conjunto com a rádio Sucesso FM, onde na época eu me divertia muito com o meu amigo Cesar de Alencar filho, ganhando o meu dinheiro, para ser ainda mais feliz. Para meus amigos budistas a musica do coral de 4.000 vozes na abertura da Rio Eco 92 no Maracanãzinho. Para mim uma premissa que eu mesmo criei desde criança. E eu sempre disse isso a todas as pessoas que eu conheci até hoje: “A minha felicidade só depende de mim mesmo, então você está completamente fora dessa equação.” E, eu mesmo demonstrei isso a minha vida toda, sendo sempre muito mais feliz, jamais me importando com o que eles estavam fazendo. Continuei me sentindo bem, nunca me importando com o que ou com as circunstâncias.

Eu sai de casa com os meus 13 anos e me mantive feliz. Eu tive um pequeno susto com minha primeira filha, coisa que qualquer um desabaria, e isso quando ela tinha apenas dois meses de idade e jamais deixei de ser feliz. Eu me separei e deixei tudo para trás, inclusive filhos e netos, e vim para ser ainda mais feliz no nordeste. E assim eu nunca dei essa responsabilidade de eu ser feliz a qualquer outra pessoa. A minha felicidade sempre dependeu apenas do meu foco e do meu deliberado modo, de como eu me sinto agora. E assim, eu adoro todos eles que já passaram por minha vida e os que ficaram. Porque a única razão que eu tive, que me fez não amá-los em algum momento por pequenos momentos, é porque eu mesmo, naquele exato momento resistente, estava apenas usando eles, como a minha desculpa para não me sentir bem. E depois que eu acessei as informações Abraham, que vem me confirmando tudo isso que eu mesmo já vivi e ainda vivo hoje, ai mesmo que não tem como eu deixar de ser muito mais feliz, agora…

A FELICIDADE É APRECIAR CADA VEZ MAIS…

- sexta-feira, 10 de abril de 2015

BSGI Friburgo Eu não preciso descobrir nada e nem mesmo convencer alguém sobre algo para eu ser ainda mais feliz agora. Eu adoro ser quem eu realmente sou, uma extensão da consciência, uma extensão da Fonte de Bem Estar em eterna expansão… Eu nunca precisei buscar provar o meu valor ou o meu merecimento para alguém. Eu sou a expressão da consciência, estou na linha de ponta do pensamento. Eu posso me levar a qualquer lugar agradável que eu queira estar agora, e jamais faço isso por obrigação ou porque preciso fazer, eu faço isso por pura diversão, puro prazer em sentir quem eu realmente sou, puro Bem Estar.

Durante muitos anos eu fiz parte da BSGI, uma organização budista, meu distrito ganhou o prêmio do melhor do mundo, não porque eu quisesse competir, eu nunca gostei de competição, isso tira o tesão de fazer por prazer, tira toda a diversão. Mas, porque eu dizia para as pessoas, quando elas me perguntavam, o que era preciso fazer? Faça apenas aquilo que lhe dá mais prazer. Faça apenas o que você quer fazer. Se você fizer com tesão, melhor ainda, mas só apreciando o que faz e até o que as outras pessoas estão fazendo com muita alegria, só isso trará um resultado melhor, aquele tão maravilhoso que nem se possa imaginar. E por isso veio esse resultado da apreciação e foco dos 192 países no mundo onde a SGI tem afiliados, apreciando um Shibo lá do interior do estado do Rio de Janeiro, esbanjando muita felicidade. Ser feliz antes de tudo é tudo…

ORIENTAÇÃO VOCACIONAL…

- sexta-feira, 20 de março de 2015

jovens-felizes Um amigo budista me fez um pedido, ele queia que eu desse uma palestra para jovens,sobre como descobrir a sua vocação. E o que mais o espantou é que ele mesmo descobriu que sua vocação era outra e não aquela que seguia a anos, e assim mudou radicalmente seu negócio e hoje está muito bem. Eu quando cheguei a sala já estava cheia, os jovens tinham convidados seus amigos de faculdade e como muita gente ainda é indecisa, tem gente que se forma e ainda não sabe o que quer, assim, lotamos o local de gente querendo saber como descobrir a sua própria vocação e ser um sucesso.

Eu comecei a palestra relembrando a inerente tríade de intenções que todos nós trazemos desde que nós formamos no útero de nossas mães, e que é a maior vocação de todos que vieram viver essa experiencia terrena e que todos sem exceção, já nasceram capacitados, com as melhores ferramentas, e totalmente permissivos a viver isso ou não. Todos nós temos a vocação para ser realmente; livres, felizes e expansivos, agora. Qualquer coisa que alguém escolha, seja um; pensamento, um relacionamento, uma coisa ou um evento, ela pode estar se sentindo bem ou não em; ser, ter ou fazer isso, sempre o objetivo final de tudo é se sentir; mais livre, mais feliz e mais expansivo.

Então, o grande jogo divertido é começar sua vida pelo final. Se tudo o que eu quero é ser mais feliz, e eu começar isso já sendo muito mais feliz, o meu objetivo já está garantido. Eu só preciso decidir o que eu vou querer ser de agora em diante. Um criador deliberado de mais, nessa mesma realidade em que entrei e poder me expandir mais para outras infinitas realidades paralelas ou ser apenas um observador reagente, limitado as realidades paralelas muito parecidas com a atual, muita gente ainda pensa que vive apenas numa realidade. O caminho de menor resistência é; pensar mais em tudo que lhe lembre a sua maior vocação, sentir mais a sua maior vocação em tudo e focar em tudo que lhe lembre sua maior vocação. Na hora que você seguir esse caminho, ao se sentir num grande self service emocional, onde você escolhe apenas o que lhe faz se sentir melhor, com certeza, encontrará algo que o arrebatará, será algo que mais se parece com uma grande paixão, e é isso que você deve fazer, essa é a sua vocação de agora, só que qualquer um pode ter muitas e muitas vocações de sucesso, basta sempre seguir sua tríade de intenções.

CONTROLAR E EXCLUIR, SÃO CRENÇAS RESISTENTES…

- quinta-feira, 5 de março de 2015

eu itamaraca Os Abraham sempre me relembraram que a minha própria experiência é o único aprendizado valido nessa vida. E como eu mesmo criei e realizei muitas coisas, montei muitas empresas e tive muitos negócios, eu pude comprovar que tanto tentar controlar pessoas, como elimina-las da minha vida, só me trazia mais gente não exatamente igual, mas um pouco mais resistente do que eram as que eu queria excluir ou controlar. Já teve momentos que eu fui ao mesmo tempo, chefe de distrito na BSGI, sendo responsável por muitas e muitas famílias, isso em mais de 12 municípios do estado do Rio de Janeiro, e ainda tendo de administrar o meu supermercado de moda intima em Friburgo, onde eu lidava com mais de 81 confeccionistas, foram as funcionarias e as outras das minhas lojas no Rio e São Paulo, fora um jornal mensal e a campanha publicitária para divulgar Friburgo como a Capital da moda Intima, que envolvia; fabricas de elásticos, rendas e tecidos, fora o restante dos mais de 900 confeccionistas que eu tinha catalogado da cidade, eram muitas gente envolvida nessas minhas várias experiências simultâneas de vida. Sem eu me treinar em ser um permissor, nunca seria possível manter tanta gente junta, feliz, livre e expansiva, no que elas faziam. Isso fora a minha família.

E eu descobri isso na pratica, no meu dia a dia, que eu só posso incluir mais, para isso eu tive que entender como é ser mais consciente e deliberado em; pensar, sentir e focar mais, apenas no que eu mais queria desde muito cedo. Como eu nunca abri mão da minha liberdade desde criança, e eu consegui fazer essa proeza de me divertir mais e ainda ser muito feliz no meio de uma seita muito, louca, controladora, resistente e reagente, chamada Testemunha de Jeová, foi bem mais fácil para mim, eu mesmo desbravar esse mundo maravilhoso repleto de contrastes, e eu comecei a fazer isso quando sai de casa com meus 13 anos e fui morar na rua em Manaus. Outra coisa que eu senti na pele é que, sempre que aparecia alguém me oferecendo ajuda, eu sempre me ferrava mais, era só eu aceitar ajuda de alguém. Quando eu só aceitava a alegria das pessoas eu sempre progredia mais. Todas as pessoas que acreditavam que podiam me ajudar, na verdade só queriam ter mais companhia na vida pequena e chata delas, ela só veem mesmo, os problemas nos outros e assim não veem os delas ou os justificam com seu foco no querer resolver os dos outros, e ainda tentam controlar todo mundo com suas próprias crenças resistentes, e quando não conseguem, tentam eliminá-los de alguma maneira de sua vida. Mostrando assim, toda a sua resistência ao fluxo de energia e informação de puro Bem Estar.

Confraternizações, Natal e Ano Novo… Comemoremos muito, o mundo é uma só festa…

- domingo, 21 de dezembro de 2014

foguetes de desejos Esse é o melhor momento de minha vida… Tudo está bem… Vamos aproveitar isso tudo para criar mais novas crenças libertadoras? Fui budista por quase 30 anos, desde os meus 13 anos quando sai de casa para comemorar mais a minha; liberdade, felicidade e ainda poder me expandir mais. Mas, mesmo assim, eu nunca deixei de comemorar natal ou qualquer outra data festiva, como dirigente budista eu já fiz um casamento caipira budista, bem no feriado de São João, alugando um espaço de freiras católicas que cuidavam de pessoas idosas e todos participaram e adoraram toda a festa, até os mais céticos budistas que viajaram só para ver como seria isso possível, e até alguns católicos da cidade também.

Ainda é um pouco difícil para as pessoas chegarem a ponto onde, elas mesmas não mais estarão dispostas a ouvir as outras pessoas criticarem umas as outras… Afinal! Cada um só vai até onde as suas crenças atuais o permite ir. Até para mim mesmo, que venho praticando a Lei da Criação Deliberada de minhas próprias e novas crenças libertadoras, ainda caio nessa sincronicidade negativa algumas vezes, porque como eu ainda carrego comigo essas velhas crenças resistentes que eu mesmo criei e que nunca poderei exclui-las, ainda não fico em alguns momentos, sem tomar nenhuma satisfação de alguém por eu mesmo, em alguns momentos achar que alguém ainda está errado…

Eu pratico e adoro a Lei da Permissão, eu desejo chegar a um ponto, onde o que mais importa para mim, é eu mesmo me sentir bem, onde eu só estou disposto a pensar mais em coisas positivas sobre pessoas… Como em algum momento do meu dia a dia, eu pensar assim… Eu prefiro que a minha KK esteja demorando a chegar em casa, por estar comemorando com os amigos, do que eu mesmo pensar em algo, para que eu mesmo venha só a me preocupar mais. Então, final de ano, incio de um novo, eu decido a só estar mais disposto a olhar para os aspectos positivos de tudo e das pessoas… Eu só estou disposto a procurar soluções, e eu só estou disposto a bater o tambor em cima de todos as comemorações felizes do mundo…

Ser exemplo de Bem Estar é tudo de bom…

- quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

brad-pitt-e-filhos Eu estou sempre contando uma historia de algo que eu mesmo já vivi, eu adoro fazer isso, durante muitos anos de budismo, todas as semanas nas reuniões da ONG BSGI, se tinha relatos de experiências de pessoas comuns, essas que usaram a sua felicidade para passar por um obstaculo. Quando não tinha ninguém para contar eu mesmo contava um. E isso fazia a próxima reunião bombar, todas as pessoas adoram se sentir bem. E como eu sempre estava fazendo muitas coisas acontecerem, era muito mais fácil para mim sempre ter muitas experiências de ter um encontro com um contraste e focar só no que eu mais queria, a felicidade.

Eu nem ligava para as poucas pessoas que estão sempre resistindo mais, ao fluxo natural de Bem Estar, eu zuava muito deles, eu as usava como mais um lado da falta de mais um contraste. Então, rir é sempre o melhor remédio. Essas pessoas geralmente fizeram muitas coisas fisicamente, mas, realizaram poucas coisas na sua vida, pensaram mais, raciocinaram muito mais e sentiram menos Bem Estar do que a falta dele mesmo. Elas acreditaram ou ainda acreditam que ela tem algo que é para ela fazer para sempre, e só no final ela poderá ser feliz. Nisso o budismo não é diferente das outras filosofias de vida. E assim elas não tem muitos exemplos de Bem Estar para dar. Elas ainda continuam a resistir mais o seu próprio fluxo natural de Bem Estar, ou estariam todas elas, cheias de exemplos de puro Bem Estar.

Transmutação sexual…

- terça-feira, 3 de junho de 2014

amantes Devido aos insistentes pedidos de ajuda, eu vou deixar bem claro minha filosofia de vida… Eu descobri isso sozinho, eu sempre gostei muito de sexo, e eu sentia que quando eu pensava em sexo e não podia fazer, seja me masturbando ou arrumando uma parceira, as coisas que eu pensava antes, que eu achava que eram difíceis ou fora de minha alçada, se tornavam fáceis, aparecia soluções do nada, pessoas, coisas e eventos aconteciam, me proporcionavam realizar aquele meu desejo, que até então era muito distante. Eu já estava casado e com a minha primeira filha quando li algo muito leve sobre o assunto no livro “A Lei do Triunfo” de Napoleon Hill.

Então, enquanto os meus amigos que tinham sérios problemas, até de doenças, enquanto eles paravam de pensar em sexo até resolver a situação que geralmente demorava muito a ser resolvida, eu fazia o oposto, ai é que eu pensava e fazia esse desejo fluir bem mais do que eu tinha capacidade de fazê-lo fisicamente e resolvia tudo rápido. Eu estudei isso por anos, ajudei muitos amigos membros da divisão de rapazes na ONG BSGI, a usar essa ferramenta, para se sobressaírem na sociedade, um dos casos que mais me marcou foi de uma rapaz Gay, que por mais que digam que não existe preconceito, todos os dirigentes das outras comunidades em que ele tinha passado, me chamavam e dizia, esse cara é problemático, ele dá em cima dos outros rapazes, eu ria e sempre perguntava, se você fosse Gay, daria em cima de alguma menina?

E esse foi um caso de sucesso no uso da transmutação sexual, eu nessa época estudava empresários de sucesso e os jogadores de futebol, todos que chegavam ao sucesso, todos faziam transmutação sexual sem saber, os jogadores iam para a concentração, não podiam se masturbar livremente, nem pular a cerca como Romário fazia, esse foi um dos meus maiores exemplos para minha tese. Então, perguntei a esse rapaz Gay, o que ele gostava se fazer para ganhar dinheiro? E o porque dele ainda não fazer isso? Ele tinha dificuldade financeira, se sentia mal por isso, e ainda era rejeitado em muitos ambientes por ser Gay… Eu mostrei a ele que isso poderia ser uma grande vantagem para ele ter sucesso. E assim eles foi ficando afiado em usar a transmutação, afinal naquela época era muito difícil arrumar um parceiro abertamente como hoje, e ele conseguiu o que queria, ir para Europa trabalhar no que mais gostava e que no Brasil, ninguém dava valor nem para ele, nem para seu talento, trabalhar com musica clássica.

Eu cheguei a dar palestras de graça para alguns psicólogos, e para alguns empresários, muitos achavam interessante, mas logo o assunto virava motivo de chacota, foi então que passei a cobrar para fazer esse tipo de consultoria. Antes eu pedia uma doação para a ONG que eu participava, hoje eu ainda faço, só que para a minha própria ONG Vibreleve. Mas, só faço isso para empresários ou diretores de grandes empresas que podem pagar e estão com problemas nos seu negócios, eu cobro dependendo do caso, de 15 à 30 mil reais, fora despesas de viagens e hospedagem se for preciso, e só atendo uma vez por semana, as quantias são doados a minha ONG, se ele for muito religioso ou evangélico esse valor sobe bem mais, por eu ainda ter de criar uma crença positiva na esposa primeiro, e isso é lidar com gente muito resistente, que precisa mas não quer criar novas crenças. Portanto não me peçam para lhes ensinar transmutação, façam que nem eu pesquise e vá tentando, ou me façam uma doação poupuda a minha ONG… Não estou a fim de discípulos e muito menos de seguidores… Tudo que eu escrevo é para realimentar as minhas próprias crenças ou para criar novas crenças de acordo com o que eu ache que é preciso…

Máster Mind… Uma mente mestra…

- sexta-feira, 8 de novembro de 2013

mastermind A primeira vez que eu ouvi sobre potencializar emoções, nossas vibrações, foi lendo os livros de Napoleon Hill, ele falava em se criar uma Máster Mind. Ele percebeu em 25 anos de pesquisas que, os maiores homens triunfadores da sua época, conseguiam agregar pessoas com uma Mente em Harmonia. E depois o Peter Drucker, transmitiu essa ideia, para que as empresas também conseguissem ter uma Mente em Harmonia em torno de um objetivo principal bem definido, criando assim o espírito de corpo, ou seja, a empresa passa a ter uma mente superior que, as une e a orienta para um resultado especifico. Como acontece com o nosso próprio corpo físico. Somos bilhões de átomos, com autoconsciência, com desejos próprios, que se reúnem e fazem várias Máster Mind, para formar cada órgão desse corpo físico, os quais são todos comandados pela Máster Mind do meu eu interior com o EGO, essa individualização da Fonte de Bem Estar.

Eu já tive várias agências de propaganda, onde o briefing é uma das etapas fundamentais de um processo publicitário que é, passar a informação de uma pessoa para outra, especialmente do anunciante para o executivo de atendimento e deste para os demais profissionais envolvidos no processo. Um bom briefing deve ser tão curto quanto possível. Mas, tão longo quanto necessário.

Hoje eu estou formando uma nova grande ONG, a Vibreleve. Eu já participei durante quase 30 anos da SGI, que atua em 190 países, nos quatro continentes, aqui no Brasil se chama BSGI, onde ajudei a montar vários Centros Culturais… E agora quero usar toda essas minhas experiências, para que isso possa sim, ser valido também pela Internet, fazendo mais pessoas de SUCESSO em qualquer lugar do mundo. E com isso, eu estou montando três grupos diferentes de Máster Mind; Um misto de; homens, mulheres e se tiver Gays, serão muito bem vindos. Outro só de homens e um só de crianças até 8 anos… O objetivo final é que todos realizem o desejo coletivo de que, todos tenham mais; liberdade, felicidade e expansão, em tudo, mais consciência expandida sobre; saúde, relacionamentos e sua vida financeira, no caso das crianças, a vida financeira dos seus pais…

Os requisitos básicos, para se entrar em cada grupo são: O misto; Ser uma pessoa alegre, divertida, criativa e ter o mínimo de crenças religiosas o possível e ainda ser capaz de passar um tempo sem assistir televisão… O só de homens; Ter um desejo aflorado de expressão sexual, saber o mínimo sobre transmutação sexual, ser livre de dogmas, leitor de muitos livros e um bom pesquisador pela Internet… O das crianças é bem mais simples elas precisam; ter consentimento e acompanhamento dos pais, serem rebeldes, alegres e criativas e que gostem de brincar com tudo o que fazem… Quem quiser fazer parte desses grupos em formação, favor deixar recados na minha caixa de entrada do Facebook… Sejam bem vindos magníficos criadores…

Amar é estar grato. Apreciar é estar alinhado…

- segunda-feira, 15 de julho de 2013

Nara Amor e gratidão são vibrações idênticas. Amar é eu mesmo estar grato pelo simples fato de eu existir, também pelas pessoas que foram importantes em minha vida, é estar grato pelos meus lindos filhos e meus netos maravilhosos, pelas coisas que eu já realizei, pelas coisas que eu tenho e por tudo o que eu mesmo já me tornei. Já a apreciação, é a vibração de alinhamento com quem eu realmente sou. Um cocriador magnifico, que só precisa “pensar e sentir”, para que a junção disso, se transforme imediatamente em um poderoso desejo, tudo para que eu mesmo venha realmente experimentar isso, sem precisar me justificar, implorar por ajuda ou fazer algo para merecer. Apreciação é a ausência de tudo aquilo que faz eu me sentir mal, porque nesse momento nenhum desconforto ou mal estar existe. E o melhor, é também a presença de tudo o que faz eu me sentir bem; a minha liberdade de sentir ser mais, a felicidade de sentir mais e a expansão dos meus sentimentos, para sempre mais…

Quando eu me concentro no que eu realmente quero experimentar que é; mais liberdade, mais felicidade e muito mais expansão em tudo, Jamais importa o que seja. Quando eu realmente conto uma história melhorada de como eu quero que a minha vida é, aqui e agora… É sempre um bom começo, eu ser muito grato por tudo…

Então, eu sou totalmente grato; pelos meus país que me deram uma família maravilhosa, pelas mulheres especiais que passaram pela minha vida, pela mãe dos meus filhos, pelos meus filhos perfeitos e os que ainda virão, pelos meus netos e todos os que ainda estão por vir, pelas minhas muitas criações que já realizei na vida, pelos meus negócios, e até pelos “contrastes” que sempre me fizeram desejar mais, pela Ong BSGI que participei por longos anos, pelos Centros Culturais que ajudei a construir. Pela minha atual Ong e a rede social Vibreleve.com que eu mesmo criei, pensando e sentindo, e que já vem fazendo, milhares de pessoas realmente felizes, em realizar seus desejos. Mas, eu quero sempre mais… Eu adoro saber que agora, nesse momento especial que é esse momento de mais energia de Bem Estar, é até muito mais fácil, construir vários Centro de Bem Estar espalhados pelo Brasil, até mesmo maiores e mais imponentes em tudo, afinal são Centros de pura alegria e apreciação do Bem Estar. Estou muito feliz com essa minha nova filosofia de Bem Estar, a qual a minha atual Ong poderá difundir e fazer com que milhões ou bilhões de pessoas possam ser, sempre muito mais; livres, felizes e expansivas em suas próprias vidas, onde estiverem.

Estou sempre apreciando a minha rede social dos desejos Vibreleve.com e seus aplicativos, adoro ver eles serem os braços financeiros de todo esse empreendimento em crescimento exponencial de alegria e apreciação, completamente independentes, tanto das circunstâncias, das politicas governamentais, quanto de doações. Afinal todos nós nascemos de um desejo, e já começamos a desejar ainda no útero de nossa mãe, e vamos continuar a desejar até o ultimo dia nesse corpo físico. Adoro estar vendo os nossos aplicativos para smartphones serem sempre uns dos mais acessados pelo mundo. Podendo compartilhar todos os dias, com milhões e milhões de pessoas pelo mundo afora, toda essa expansão da consciência de Bem Estar.

Então, por eu apreciar até mesmo, essa minha nova historia melhorada de vida, eu mesmo vou chegando mais e mais perto, até as proximidades de sentir de verdade, a maior apreciação que jamais senti em toda a minha vida, porque tudo para mim é sempre mais, eternamente mais… aqui e agora! E quanto mais eu mesmo chego a sentir essa apreciação intensa. Mais o meu próprio vórtice criativo que eu mesmo acabei de colocar para girar, irá me puxar para dentro, para o “encontro”, com todas essas coisas que eu mesmo considero ser muito bom para minha vida, e de uma forma muito mais poderosa…

U$ 30 milhões, todos os meses…

- sábado, 6 de abril de 2013

Como eu me sentiria se… Eu já estivesse usando U$ 30 milhões, todos os meses, para o Bem Estar?

- Maravilhosamente bem em estar mais livre e feliz ao realizar concretamente os muitos Centros de Bem Estar, espalhados por todo esse país, lugares que esbanjem todos os dias, muitas alegrias, locais de grande concentração de Bem Estar, atraindo cada vez mais pensamentos, pessoas, coisa e eventos, para serem mais; livres, felizes e expansivas, lugares bem melhores e bem mais funcionais que, os Centros Culturais que eu me senti e ainda me sinto feliz, por ter contribuido e ajudado a construir, na ONG BSGI…

- Eu só em pensar nisso já me sinto ainda mais feliz, em sentir todo esse poder de me sentir cada vez melhor, de saber que é totalmente possível, disseminar essa filosofia do Bem Estar, agora para milhões de pessoas todos os dias, hoje mesmo eu já passo a minha alegria, para milhares de pessoas todos os dias pela Internet, 100 mil pessoas ou mais lêem os meus artigos diariamente, bem mais que na BSGI, onde eu me sentia muito feliz em no máximo relatar meus sucessos para 2000 pessoas numa semana, isso quando o Centro Cultural estava lotado, me sentir ainda mais feliz do que quando ajudei na apresentação de um painel humano da BSGI, por seis longos meses para apenas atingir 12 mil pessoas. Imagine agora? E isso e maravilhoso, prova que ninguém pode ser menor do que já é…

- Eu já me sinto muito bem, em sentir todo esse meu corpo vibrar, só de pensar em ler diariamente, milhares de relatos, de pessoas que realizaram seus desejos, escancarados para todo mundo ler e se abastecer de entusiasmo pela vida, e ainda bem mais dos que eu já leio hoje, são pessoas que passaram a se sentir bem, na maior parte dos seus momentos, sem precisar de lideres, sem precisar contribuir financeiramente para isso, sabendo que só a sua alegria está contribuindo para que, mais pensamentos semelhantes se reúnam, mais pessoas semelhantes, mais coisas e eventos semelhantes ao Bem Estar, sejam atraídos para esse novo momento, para essa nova era do Bem Estar em primeiro lugar.

- Me sinto muito, mas muito mais feliz mesmo, em poder contribuir para a paz interior de cada ser humano que eu atraia apenas com a minha alegria, de realmente poder ver a verdadeira revolução humana acontecendo, não sonhando com aquela paz mundial utópica, de querer que todo mundo pense igual a mim, mas sim, relembrar a paz interior que cada um pode realmente ter, ai e agora, apenas ao se encontrar com os contrastes da vida, se relembrar de procurar, ele mesmo, em qualquer lugar, a qualquer hora ou momento, razões para ele mesmo voltar a se sentir bem, e sabendo que agora, tem locais específicos e uma rede social para ele mesmo poder acessar e compartilhar toda essa alegria…

- Eu já estou me sentindo muito melhor, só em encontrar um alivio e, não mais criar mais resistências ao meu próprio Bem Estar. Como eu faria se fosse antes, quando eu ouvisse que, mais esse contraste que já foi criado, de tentar fazer por todos os meios, me sentir ainda menos livre e menos feliz, em ser obrigado por lei, a colocar meus filhos e meus netos, em escolas do fazer em primeiro lugar, para só depois quem sabe um dia talvez ser feliz… Agora eu sei que posso realmente sonhar, visualizar e imaginar, crianças felizes, relembrando que vieram aqui, apenas para desejar, permitir e realizar suas experiências felizes em poder ver expandir a si e todo o Universo. Aprendendo alegremente a ler e a escrever apenas para ser um criador mais pleno, e sem resistências ao fluxo de energia natural e ininterrupto da Fonte de Bem Estar que cria mundos, passar por eles e criar seus mundos… E aqui apenas atrai mais e se relembrar da filosofia do Bem Estar…