Posts com a Tag ‘bola’

TODA CRIANÇA É PROSPERA, ABUNDANTE E RICA…

- quarta-feira, 12 de junho de 2019

Children playing with beach ball outdoors. Toda e qualquer criança começa a deixar de ser prospera, abundante e rica, ao começar a criar suas próprias crenças que formatarão o seu ego, esse seu sistema de crenças, apenas com os mesmos pensamentos que os adultos agora ruminam, eles deixaram de criar novos pensamentos, para passarem a vida regurgitando velhos pensamentos que agora, novamente remastigam para as crianças, e assim todos vão ficando; escassos, represados e pobres no que pensar. E pensamentos se transformam em coisas. E eles os adultos, só criam mais o que é…

Ah! Você quer prova! Tudo o que existe hoje que um dia não existiu, foi um dia um só pensamento de alguém. Pensamentos viram coisas. Tudo que dá muito dinheiro hoje, e que mais controlam as grandes massas, um dia foi apenas um divertimento de uma criança feliz. Cantar, interpretar ou representar, jogar bola, surfar, dirigir um carro, uma moto…

As crianças antes cantavam, interpretavam o que elas queriam, uma hora era uma princesa, noutra um monstro, noutra um ser especial. Um pedaço de pal se transformava em qualquer coisa na imaginação fértil de uma criança alegre. Quando adulto, só passa a ver alguns interpretarem, o que alguém quer que eles adultos pensem, esses poucos ganham rios de dinheiro se divertindo e interpretando, enquanto a maioria continua dura e regurgitando. Quando criança, uma pequena bola é jogada na areia da praia, nenhuma criança forma o seu time, elas correm todas atrás da bola até enjoar e, partir para se divertir atrás de uma outra coisa, isso quando não aparece um adulto que tenta dividi-los em times, para competir e acabar com a diversão. Fazem isso com dirigir moto e carros, até com o surf nas praias, onde tiver alguém apenas se divertindo, alguém vai tentar lhes tirar a sua tão alegre diversão…

O MEDO DAS INFINITAS ESCOLHAS…

- sexta-feira, 29 de março de 2019

Marquezine Eu não sei se é por medo de não realizar nada, escolhendo muita coisa, ou de ser castigada por continuar a desejar muito ou até se é para não se sentir muito só, durante essas muitas escolhas que são essas infinitas jornadas emocionais que é a vida. O que eu sei é que, a maioria ainda passa muito mais momentos sem estar se sentindo bem, pensando mais em sobreviver, do que se sentindo alegre e apreciativo no seu natural fluxo de Bem Estar…

E o mais engraçado é eles não perceberem que é justamente essas suas infinitas escolhas, o que os faz se sentir mais vivos, a vivacidade vem porque são esses desejos, essas escolhas, o que chamam a energia que dá a vida a tudo. Quanto mais escolhas, mesmo que não dê a sua atenção a tudo, para que tudo isso focado sempre seja mais na sua vida, mais energia se tem e mais fácil ela vem e flui, e o mais incrível é que, vem exatamente aquilo que mais se dedica a sua poderosa atenção…

Eu estava trocando ideias com uma garotada, e eu dizia a eles que, Neymar não pensava em ter vários carrões e nem pegar a Marquezine, Anitta ou qualquer outra mulher, ele escolhia focar em tudo que fosse semelhante a isso, mas dedicava a sua atenção em jogar bola, que era aquilo que mais o fazia se sentir bem, que mais lhe dava prazer. Assim como também a Bruna Marquezine não pensava em ter milhões de seguidores e nem pegar Neymar, ela escolhia focar em tudo semelhante, mas ela dedicava mesmo a sua atenção em ser atriz. Mark Zuckeberg, não pensava em ter bilhões de dólares, nem ter bilhões de usuários de sua rede social, nem poder comprar tudo o que ele queria, ele escolhia focar em infinitas coisas semelhantes a isso tudo, porque tudo isso o fazia se sentir mais vivo, já com mais energia, mas dedicava a sua poderosa atenção no Facebook… Só quem quer ainda ser cego é quem não vê…