Posts com a Tag ‘Bike’

O DESEJO É A VIDA…

- quarta-feira, 9 de novembro de 2016

surf A vida em si, são esses infinitos desejos. É o desejo quem chama a energia da vida. Tudo o que existe é energia e informação em eterna expansão. Sem os desejos as pessoas se tornam carentes e dependentes, sem mais energia elas ficam propensas a terem mais suas próprias doenças, o que na verdade, é apenas a sua sensação de ausência de seu natural fluxo de energia e informação de Bem Estar. Pessoas que tem muitos desejos, não importa sobre o que são esses desejos, elas vivem muito mais, e são bem mais saudáveis, isso é muito fácil de comprovar. As pessoas que mais gastam o seu pouco dinheiro que tem, com remédios, são as pessoas que tem a sua rotina e sobrevivem sem ter muitos desejos; acorda, estuda ou trabalha, almoça, estuda ou trabalha ouvindo as notícias, vai na farmácia, vai a igreja ou liga a TV, janta, dorme e assim vai até que uma doença qualquer, tente lhe tirar dessa rotina. Quem realmente quer viver tem de ter infinitos desejos. E como todos nós queremos ser felizes, elas tentam evocar o melhor dos outros, por sua própria carência de desejos pessoais, mas para isso ela mesma tem que encontrar uma vibração que seja um chamado, um desejo para o melhor dos outros. Sem desejo não existe vida… Eu já acordo, por desejar voltar a desejar mais, eu lavo meu rosto por desejar me sentir bem, eu tomo meu café por desejar ter mais energia, por desejar sentir os sabores, eu vou à praia de bike, porque eu desejo chegar mais rápido ao meu lugar, que mais me faz desejar mais… E todos os dias eu desejo visitar outras praias…

TUDO ESTÁ EM EXPANSÃO, INCLUSIVE O CONCEITO…

- domingo, 18 de setembro de 2016

conceito Nunca existiu e nem vai existir nada pronto e acabado. O Universo está em eterna expansão, assim como nós que também somos, pura energia e informação de Bem Estar, agora na linha de ponta do pensamento, na forma de extensões dessa mesma Fonte de Bem Estar. Todos nós nascemos nesse mundo físico com uma inerente tríade de intenções de mais; liberdade, felicidade e expansão. E quando não estamos nesse fluxo de Bem Estar abundante, resistimos a ele, que é; simultâneo, ininterrupto e eterno, e assim, passamos a sentir mais, apenas a ausência desse mesmo Bem Estar, em tudo e em todos a nossa volta.

A maneira de como eu vou fazer isso, de como vou me sentir; livre, feliz e me expandindo, sempre é comigo mesmo, sem depender de ninguém, de coisas ou eventos. Circunstâncias jamais importam, só a minha felicidade realmente importa. Eu tenho infinitas possibilidades, mesmo ainda nesse formato físico, nunca existirá nada pronto e acabado, tudo está mudando, tudo está se expandindo. Tudo ainda está num processo de ainda ser criado mais… E jamais existiu ou existirá uma só criação que já atingiu a sua conclusão. Essa é uma das falsa premissas mais realimentada pela humanidade e ainda é um dos conceitos mais resistentes ao natural fluxo de Bem Estar, pensar que um dia irá terminar alguma coisa. A diversão e a alegria que é suposto ser a vida, é eterna e está em plena expansão…

MUDANDO A MINHA VIDA, CONTANDO AS MINHAS HISTÓRIAS…

- sábado, 3 de setembro de 2016

ciclovia E eu faço isso desde muito pequeno, sempre contei minhas muitas e muitas histórias, de como eu queria que a minha vida fosse e ela sempre melhora, e as vezes até me surpreende. E hoje eu fico rindo à toa, ao ver os Abraham comprovando que eu sempre estive no caminho certo, e assim sempre tive uma vida melhor, melhor e melhor. Ontem mesmo, à noite, dois amigos vieram tomar umas cervejas comigo, na beira da piscina e lá estava eu contando mais histórias de como que eu quero que a minha vida seja. O Vinícius, já há mais tempo acostumado comigo, embarcou logo nessa nova viagem emocional. Já o Wellington que é o meu vizinho mais recente, ficou com um pé atrás, e eu tentei através de exemplos mostrar que, se a pessoa só ficar falando sobre como a vida é, ela só será mais como ela já é. Ninguém que já criou uma coisa que, antes não existia, criou contando como a vida é, ela pensava e declarava como ela queria que a vida fosse, e assim a vida lhe proveu tudo para a realização de mais esse desejo. Se eu quero ter mudanças substanciais na minha vida, eu tenho de pensar diferente e me sentir diferente, com tudo isso que eu quero que a minha vida seja, aqui e agora.

Então, como eu adoro andar de bike pela orla, que é como eu declarei isso há vinte anos atrás, quando não tinha, a maioria ou quase todas as praias que eu mais frequento, construíram minhas ciclovias desejadas, e eu adoro andar de bicicleta ouvindo minhas músicas, ainda mais depois que as melhores fabricantes de smartphones fizeram os phones de ouvido, iguais ao que eu dizia que queria, antes deles melhorarem esses seus acessórios, mesmo assim, eles continuam saindo do ouvido e caindo, e o phone do iPhone já foi para R$ 196,00 (cento e noventa e seis reais), e eu jogar fora essa grana quase que todo mês, porque ele cai e enrola na corrente e lá vai mais um phone de ouvido. Então, eu comecei a contar como eu queria que isso fosse, ainda na praia, e logo meu amigo que gosta de lidar com muitas fabricas no Rio de Janeiro, criando suas próprias coisas, me ligou e eu disse que eu queria um fio de silicone que segurasse o phone de ouvido no meu pescoço, e já estamos criando um novo produto de sucesso. E só assim os dois viajaram mais, comigo nessas minhas novas histórias de sucesso.

DESENHOS EM QUADRINHOS OU VÍDEOS…

- quinta-feira, 14 de julho de 2016

bike Eu ainda quero encontrar alguém que faça uns vídeos com desenhos para as crianças entrarem mais e mais nesse mundo Quântico, podendo assim, ensinar aos seus pais por exemplos vivos como funciona a física Quântica. Um desenho que ilustraria muito bem, seria o da forma que se cria uma grande rodovia. A nossa mente ao nascermos, era uma grande floresta fechada, então a pessoa começa a copiar vibrações que vão amassando e quebrando galhos que formam uma pequena trilha, mas, tudo é ainda muito lento, agora mais pensamentos semelhantes seriam como se mais gente estivesse pisando nessa mesma trilha que acaba virando uma trilha maior e mais larga, até que agora os pensamentos são tantos que se tornaram os carros e caminhões de energia e informação a passar por ela, que acaba virando uma rua, com a ida e vinda de cada vez mais caminhões e mais caminhões de energia e informação, isso é automaticamente asfaltado, e depois alargado dando vida a uma grande estrada, com várias pistas, indo e vindo em alta velocidade. Se eu a deixo de usar, a mata volta a ocupar todos os espaços, e em breve não há mais estrada, até que eu volte a usa-la novamente. Tudo que se tem a fazer é estar mais consciente e deliberado ao fazer suas escolhas baseadas apenas no que sente. Ativar com o foco apenas o que faz se sentir bem e só dar mais atenção naquilo que sabe que quer e que sempre será mais…

Outra forma seria um desenho de coisas sendo preenchidas de energia e informação. Um garoto pensando em sua bicicleta e no começo só tem os traços dessa bike em sua cabeça, quanto mais alegria e felicidade ele sente ao pensar nela, ela vai sendo preenchida aos poucos de mais energia e informação, ganhando formas e cores em algumas partes, cada momento a mais de Bem Estar focado nesse objeto de desejo, essa bike vai se completando até ganhar um brilho e poder vir a realidade dessa criança, por uma das infinitas possibilidades que a Lei da Atração tem para lhe conceder mais esse desejo. Mas, eu tenho de continuar apreciando isso e tudo mais que eu trouxe para minha realidade, porque é o Bem Estar que existe em tudo, e quem ativa sou eu com o meu foco. Se eu não sinto Bem Estar, eu faço qualquer objeto de desejo definhar. É isso que são as doenças, é isso que são as quebras dos nossos objetos de desejo, é isso que é o inicio de um rompimento de um relacionamento bom. É eu focar nas coisas sem estar já no meu natural fluxo de Bem Estar.

ESTOU ME PERMITINDO SER UM CRIADOR DELIBERADO?

- sábado, 14 de março de 2015

Eduardo Billy Eu sempre me faço essa pergunta e assim eu volto a apreciar tudo o que eu já criei, e isso é muito bom, sentar e relembrar e até de voltar a sentir de novo toda essa sensação gostosa de mais felicidade e de ter todo esse poder que eu tenho, em mudar de realidade e ver as coisas se desdobrarem bem na minha frente. Então, eu me recordo quando comprei esse apartamento aqui na praia de Boa Viagem, na minha rua tem um prédio comercial que, só em questão de dois meses antes de eu comprar, eles tinham sido vitimas de três assaltos, um amigo meu me disse isso pelo medo que ele sentia dessa rua, e depois ficou pensando que eu ia desistir do negócio, e eu disse a ele, eu mudo isso rapidinho, e já moro aqui há oito anos e nunca mais houve um só assalto, por eu apenas deliberar ter mais segurança.

Outro fato importante é que como minha piscina é na cobertura, lá de cima da para ver todo o manguezal, e tinha na época duas favelas bem na beira do mangue, e eu imaginei poder ver o banhado sem as favelas, e três anos antes da copa no Brasil, fizeram um projeto de uma via mangue, e tiraram as favelas, valorizando o meu imóvel em mais 300%. Outra coisa interessante é que eu quando estou em Recife, vou todos os dias a praia e resolvi comprar uma bicicleta para mim e outra para a minha eterna namorada KK, e desejei uma ciclovia em toda a orla, em menos de seis meses depois lá estava a minha ciclovia que só em Boa Viagem é de 7,8 Km pela orla, fora o outro município vizinho Jaboatão, que também fez a dele emendando com a de Boa Viagem. Eu adoro ver tudo o que eu quero estar se manifestando bem, aqui e agora.

VIVENDO MUITO MAIS FELIZ AGORA…

- quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

mulhers praia Eu desejo, eu sinto esse desejo, eu me torno esse desejo. Todos os objetos de desejo ou seja todos os contrastes que eu aprecio, como; esse meu próprio corpo físico, minha linda mulher, meus filhos e meus netos, meus carros, meus brinquedinhos de criança grande, meu dinheiro sobrando, meus negócios e até minha rede social Vibreleve, todos esses objetos de desejo apenas me fazem sentir mais o meu real desejo; ser mais livre, ser muito mais feliz e ser muito mais expansivo em tudo. Eu só tenho que ser sempre mais geral em tudo e com tudo…

O meu mundo é um tremendo de um Big Self Service, se eu apenas escolho o que eu mais quero com o meu foco é isso que eu tenho, e assim eu dou ao que escolho focar agora, toda a minha poderosa atenção emotizada agora com mais essa maravilhosa arte de apreciar mais, jamais perdendo o meu tempo com o meu foco naquilo que não quero, por que sei que isso ou qualquer outra coisa que eu focar se tornará mais. Então, eu mesmo prefiro focar e tornar sempre mais, apenas o que eu mais quero experimentar agora. Meu cérebro é apenas um mecanismo de foco pelo qual eu direciono a energia e informação de puro Bem Estar da Fonte que dá a vida. E é esse mesmo mecanismo que recebe de volta a vibração de quem eu sou focado naquele objeto de desejo. Se eu não estou sentindo o natural Bem Estar é porque estou resistindo, e assim não só eu não permito passar a energia como também não sinto retorno algum do que eu foco, apenas sinto a ausência de quem eu sou, essa energia que é ininterrupta e simultânea por estar em eterna expansão…

Tudo é muito simples, acordo apreciando algo, foco no que eu aprecio, digo ao meu eu interior que estou ciente de sua presença, do seu chamado constante no meu vórtice criativo, e aprecio ele estar apreciando toda as minhas experiencias aqui e agora, e já saio de casa dizendo, eu adoro meu apartamento, não tem bairro melhor no momento, essa é a melhor rua, agora vou andar na minha bike preferida, adoro morar perto da academia e ver essas mulheres lindas me darem bom dia, adoro minha orla, essa é a ciclovia preferida por mim, 7,8 km de belas bundas, e quando tem uma na minha frente de bike, eu me sinto na melhor academia do mundo. essa é a minha água de coco preferida depois de pedalar, eu adoro minha vida, tudo está bem, eu adoro sentir meu corpo produzir mais testosterona naturalmente, essa é a melhor vida que eu poderia desejar, tudo está bem, nada é mais importante do que eu me sentir bem, aqui e agora.

Adoro ganhar presentes em dinheiro IV

- sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Minha bike na Skina banca Essa historia me lembra muito a minha amiga Rosely Mariah, ela vem contando suas experiencias com o jogo de cartas, já a minha historia é no jogo de dominó. Existe uma banca de revistas perto de onde eu moro, quando eu comprei esse apto, ela se chamava Skina banca, tinha sempre pessoas jogando dominó, num final de semana que eu estava voltando da praia, para varear, e de bicicleta, me deu uma sede danada e parei para tomar uma cerveja bem gelada, descia redondo mesmo…

Eles estavam animados montando um campeonato de dominó, era em duplas e cada um tinha de entrar com r$ 50,00 (cinquenta reais) para a soma ser o prêmio para a dupla que chegasse ao final. Eu degustando minha cerveja gelada e apreciando toda aquela empolgação, acabei pedindo mais uma, foi quando um deles me pediu licença e me convidou para jogar com eles, era uma competição em duplas e estava faltando uma pessoa para completar as equipes. Eu disse a verdade, eu não jogo isso direito, não sei marcar pedras nem adversários, e além do mais, se eu jogar eu vou ganhar e assim para mim não tem graça.

A turma que ouviu a nossa conversa caiu na gargalhada, todos comentaram, o carioca deve estar é liso, vem tirar onda que vai ganhar de nós todos, eu nunca vi esse cara jogar antes, ele sempre passa toma uma e vai embora, isso é lorota dele. Eu ri muito também e falei agora isso ficou mais divertido, vocês prometem que não vão ficar chateados se minha dupla ganhar? Eles nem responderam e todos riam a vontade, a coisa ficou bem alegre. e fomos pro jogo, dei a grana para entrar ma brincadeira e fiz eles rirem mais ainda quando disse que eu iria pagar as cervejas de todo mundo com o que eu iria ganhar.

Eu realmente não jogo nada, mas eu confio muito na minha alegria e na minha criação deliberada, eu já muito alegre, sentei na mesa da minha dupla e dei minha intenção, apenas no pensamento… Quero me sentir muito mais alegre e que venham as pedras que eu precise. Eu colocava um dedo na pedra e esperava vir uma emoção, se fosse boa eu arreava, e quando o cara antes de mim ia jogar eu pedia a pedra que eu queria, e assim fomos vencendo dupla por dupla, e em fim ficamos na final. Todos já diziam, esse carioca tapeou todos nós, ele joga muito, e eu mais uma vez tive que rir muito. A verdade é que eles confiam por de mais na sua mente racional, eu confio mais na minha alegria que é o que cria tudo. E assim ganhei o campeonato e mais um presente em dinheiro e comemoramos com muitas cervejas…

Só a alegria me trás o que eu quero…

- sábado, 30 de agosto de 2014

garoto de bike Desde que eu nasci eu ouvia meus pais dizerem que se eu me esforçasse o suficiente que eu conseguiria tudo o que eu queria. Depois, vieram meus professores e os caras de todas as religiões da; minha mãe, das minhas avós e tias. Todos repetiam essa mesma abobrinha como se isso fosse uma verdade imutável. E vendo de longe, eram justamente os que nunca suaram a camisa, os lideres religiosos que não faziam nada além de; gritar, dar sermão e pitacos na vida dos outros, e que nunca realmente deram duro algum, eram os que mais se davam bem, andavam sempre de carros novos, tanque cheio, comiam nos melhores restaurantes quando não estavam filando a boia na casa de alguém. Os caras que trabalhavam duro mesmo e que sustentavam eles eram os mesmos que construíam ou pagavam a casa dessa cambada que até hoje só sabe falar pros outros darem muito duro…

Eu me sinto muito bem, em nunca ter confiado em nenhum deles, todos eles só tentavam me manter preso pelo medo imaginário deles. Todos tinham uma aversão a minha alegria constante. Eu apanhava por fugir das igrejas, eu ficava de castigo nas escolas, eu era sempre o pior exemplo para todos eles. Mas eu era o único que ganhava tudo o que eu desejava, de uma forma ou de outra, lá estavam os meus brinquedos, as minhas bicicletas, o meu cachorro e minhas viagens constantes. E eles ainda ficavam possessos ao ver que era eu quem sempre tinha as melhores notas; sem estudar; matando aula ou ficando de castigo por aprontar algumas… Mas o que mais enfezava todos eles, inclusive o juizado de menores era que eu não tinha medo de nada.

O que eu estou escolhendo agora?

- terça-feira, 26 de agosto de 2014

Praia do paraiso Suape PE Essa é uma pergunta que eu mesmo me faço sem parar durante o meu dia. Cada seguimento que eu entre agora. Tudo na vida tem dois caminhos, o que eu quero e o que eu não quero, o que eu quero sempre me faz mais feliz, o outro eu só sinto a falta do que eu quero e me sinto mal, desconfortável. Eu só preciso fazer essa escolha deliberada, porque sempre que eu sigo apenas aquilo que mais me entusiasma, minha vida muda sempre pra melhor, e muito melhor ela fica.

Eu acordei agora, o que mais me entusiasma? Aprecio as fotos que eu coletei ontem no meu smartphone, aprecio minha linda kk dormindo gostoso, adoro ela de camisolinha. Entro no banheiro aprecio meu rosto no espelho e digo, cara você é o cara mais feliz desse mundo. Abro a geladeira, escolho apenas o que mais me entusiasma a saborear. Vou escrever no meu notebook, escolho escrever onde mais me entusiasma, na sala, na piscina ou na praia, adoro ter wi-fi na praia. Se vou para praia escolho ir do modo que mais me faz feliz agora; andando, de bike ou de carro, adoro cheirinho de carro novo. Nada do que faço eu deixo de escolher aquilo que mais me entusiasma no momento. E com isso minha vida é só alegria…

Ontem eu estava sentado na cadeira de praia e eu adoro estar em baixo de um ombrelone de 3 metros, não uso nada na pele, a esposa do dono da barraca veio me pedir para trocar por um guarda sol menor, eu sorri e disse que eu adoro ficar como está, ela ficou uma fera, disse que era por isso que um funcionário do irmão do marido dela não gosta de mim, eu escolhi sorrir mais ainda e pensei, eu não ligo nem para o que a minha mãe pensa de mim, e cai na gargalhada, eu adoro saber que, se ela está zangada, nada tem a ver comigo, isso é puro desalinhamento dela com ela mesma, eu adoro curtir a minha praia do jeito que eu gosto, e tudo ficou bem. Tudo na vida é uma escolha, ou você escolhe se sentir mal, ou você escolhe se sentir bem, aqui e agora.

Como é ser mais “FELIZ” o tempo todo e ainda só tomar decisões certas?

- quinta-feira, 26 de junho de 2014

café da mnahã Essa é muito fácil meu amigo!!! Eu acordo e ao abrir os olhos, me espreguiço e já procuro a minha volta algo para eu mesmo só apreciar mais, e só coloco o meu foco no que mais me entusiasma. Eu nem levanto e já penso no meu café da manhã saboroso, muito delicioso e cheiroso, posso escolher tomar em; casa, num hotel ou numa padaria especializada, mas eu escolho no lugar que mais me entusiasma. Se vou sair eu posso escolher ir; a pé, de táxi, de bike ou carro, eu só escolho o que mais me entusiasma agora. Se saio de bike tenho vários trajetos lindos, eu só escolho sempre o que mais me entusiasma, já na praia se o barraqueiro me pergunta onde quero sentar, eu olho e acho sempre uma bela bunda que me entusiasma mais, adoro apreciar o belo, na hora do almoço eu só coloco no meu prato o que mais me entusiasma, porque eu já estou me deliciando num lugar que mais entusiasmo me deu, para eu mesmo estar aqui degustando toda essa delicia… Na hora de eu ganhar meu dinheiro, eu posso escolher; trabalhar, projetar, me preocupar ou me divertir mais e ser mais feliz, eu escolho sempre o que mais me entusiasma agora… Agora meu amigo, eu que te pergunto, porque sua vida não é puro entusiasmo? A VIDA É FEITA DE ESCOLHAS… Escolha sempre o que mais te entusiasma agora… Sempre que você se sentir feliz, a cada vez que você sentir apreço por alguém ou alguma coisa, cada vez que você observe os aspectos positivos dessa pessoa ou objeto, você mesmo vibra em harmonia com o que você quer.