Posts com a Tag ‘bar’

EU VIVO NA PRAIA, ELA NUMA FABRICA…

- terça-feira, 18 de julho de 2017

felicidade escolha E realmente eu vivo muito bem com a minha baiana arretada, somos completamente diferentes; eu não gosto de religião, ela gosta, eu adoro o meu Bem Estar e ela se eu deixar passa até dias de cara enfezada comigo, resistindo o seu natural Bem Estar, eu adoro Internet e redes sociais e ela adora livros românticos, eu adoro rock e ela música popular, ela adora ficar vendo TV e eu ouvir músicas o dia todo, eu adoro cozinhar e ela só faz doce, ela adora shopping, eu adoro praia, ela adora mais restaurantes e eu adoro mais barzinhos, eu adoro carnaval irreverente de Olinda ela adora o de cordinha e trio elétrico de Salvador. E assim, lá se vão quase 20 anos de namoro, mesmo morando juntos e ainda somos muito felizes. E o mais importante jamais deixamos nossas famílias interferirem em nada em nossas vidas. Eles ficam meio arredios quando me ouvem falar, eu adoro estar feliz com a minha kk e adoro estar feliz só, eu adoro estar feliz só nos dois e adoro estar feliz quando estamos acompanhados, eu adoro tudo o que me faça sentir melhor…

E realmente queremos coisas completamente diferentes, e ainda estamos todos esses anos escolhendo caminhos diferentes. Mas quando nos dois tendemos a uma jornada completamente emocional, o Universo habilmente nos dá, aos dois, exatamente o que cada um quer… Mas, isso só acontece quando cada jornada, seja; ficar em casa ou na piscina, uma saída à noite, uma ida a um barzinho com amigos, um bom jantar num ótimo restaurante, uma viagem de fds ou uma visita aos nossos familiares, sempre tende a ser mais uma jornada emocional. Então, este Universo tem os recursos e a astúcia para orquestrar para cada um de nós o que cada um quer, mesmo quando achamos que essas escolhas ainda são opostas, uma da outra. E assim, isso é e vem sendo muito divertido de se viver mais… Somos eternos apaixonados enquanto ainda expandimos o nosso Bem Estar…

Eu escolho deliberadamente o que eu mesmo vibro agora?

- domingo, 30 de novembro de 2014

boemia Uma coisa é eu escolher o que eu quero sentir antes de tudo, outra, é eu usar apenas a minha observação sobre os acontecimentos ou as ações alheias, para como eu vou reagir, ou como a razão para o que eu mesmo sinta agora e ainda deixar com que essa vibração, seja a base dos meus relacionamentos. Isso é uma coisa que deve ser deliberada para todos os temas mais importantes da minha vida, momento a momento. O meu ponto de atração sempre deve ser bem mais deliberados por minhas próprias intenções. E isso eu faço já de manhã, antes de me levantar e a noite antes de fechar os meus olhos e dormir. E depois é só seguir aquilo que mais me entusiasma, sempre fazendo as minhas escolhas sobre o que eu quero sentir mais agora…

E isso não é uma coisa para se fazer só com os meus filhos ou meus netos, é com a minha mulher, é com meus amigos, é com as pessoas que se divertem ganhando dinheiro comigo, é para as pessoas que eu me relaciono na praia, nos barezinhos, até com quem me serve de alguma maneira em todos os lugares. Eu não posso jamais deixar que uma circunstância qualquer, seja mais importante do que o que eu mesmo desejo sentir agora; onde quer que eu esteja, com quem quer que eu esteja. Sempre quem decide o que eu quero sentir agora sou eu, se eu for mais deliberado e jamais deixar o lado da falta dos contrastes passar mais de 17 segundos com o meu foco. Eu mesmo passo a ser uma pessoa muito mais feliz…

Alguém faz uma coisa que eu não gosto, que eu me sinta desconfortável ou até com um pequeno mal estar, eu preciso procurar um alivio imediato, nunca importa o que seja esse alivio, pode ser a primeira bunda bonita que eu encontrar para focar, pode ser imaginando eu num lugar maravilhoso ou pode até ser eu pensar estar recebendo naquele momento um telefonema de um dos meus filhos, o que eu encontrei para mudar o meu foco, para dar a minha total atenção naquele momento, para eu mesmo não deixar o mal estar ou o desconforto ser a base do que eu vou emanar em vibração serve. E depois é eu focar na alegria do desejo que nasce no encontro de todo e qualquer que seja o contraste, e eu estarei sempre no comando da minha atual realidade, aqui e agora.

A vida como ela é…

- quarta-feira, 19 de novembro de 2014

bar-da-praia Recife A coisa que eu mais ouvi em toda a minha vida é alguém dizendo que quer mudar o mundo a sua volta para poder se sentir bem. O que faço com meu namorado? depois vem o marido, depois os filhos, depois o trabalho e seus amigos negativos e tudo mais que está errado no ponto de vista dela. O mais engraçado é que essas pessoas até tomam uma direção certa sem saber, só que, não fazem o principal. Estar feliz antes de tudo é tudo. Estar alinhado com o fluxo de energia e informação de Bem Estar antes de tudo é tudo. Então, essas pessoas quando estão menos resistentes ao fluxo, tomam seu pilequinho num bar da esquina e outros vão direto para casa dormir para esquecer todos os seus problemas, só que, sem primeiro estar se sentindo Bem, ainda resistindo o seu natural Bem Estar.

Na verdade, tudo o que existe na vida de qualquer pessoa, são os contrastes, e todos os contrastes tem o lado do desejo e o lado da falta desse mesmo desejo, isso é inerente a todo e qualquer contraste. Quem faz as escolhas somos nós mesmos. É o meu foco, essa minha atenção ao lado que eu estou escolhendo ver agora, o que faz a minha vida ser maravilhosa ou ser um tremendo mal estar. Eu tenho a capacidade para viver ou vivenciar qualquer coisa, tanto a falta como o desejo. Eu só tenho que escolher mais deliberadamente o que eu quero, se é me sentir muito bem focando no lado desejo que nasce em mim nesses infinitos momentos de encontros com os infinitos contrastes ou se eu me permito sentir o mal estar ou um desconforto que vai crescendo ao eu mesmo focar só no lado da falta que existe em tudo e em todos.

O caminho mais rápido para se voltar ao fluxo de Bem Estar, sempre é o caminho de menor resistência, e realmente um chopp com os amigos pode ser um deles, desde que, antes de se ir para o barzinho ou a barraca da esquina, você mesmo já tenha voltado a procurar por pensamentos que o faça se sentir BEM, isso sempre antes de ir para o “Happy Hour”. O sono também é um excelente caminho para silenciar a mente racional e deixar com que o seu “eu interior” possa fluir toda energia que as suas células precisam e também voltar ao fluxo de Bem Estar, desde que, antes de se deitar se tenha procurado por pensamentos que o faça voltar a sentir o fluxo de Bem Estar. E assim ao acordar se habituar a também voltar a procurar imediatamente algo para poder apreciar. Só isso já mudaria a sua vida rapidamente e tudo seria um eterno Bem Estar…

A alegria de viver a vida…

- domingo, 5 de outubro de 2014

boemia As nossas escolas atuais deturparam toda a beleza da vida, trocaram tudo pelo fazer, as pessoas até dizem: “A alegria está na jornada”, mas raramente entendem literalmente o que elas estão dizendo. Elas valorizam muito mais o fazer, a essa luta e o esforço que as pessoas fazem para apenas chegar a algum lugar, muito mais do que a alegria que se deveria ter durante todo esse percurso. E assim, toda a sociedade moderna acompanhou esse movimento de desvalorização da alegria, o momento a momento da alegria. Até a hora de comer ou do laser que era pura celebração, viraram grandes disputas, suas muitas competições. Até os encontros com os. escritores, pensadores, músicos e poetas, que tinham seus lugares cativos, marcados e valorizados, apenas pela alegria dos muitos momentos desses encontros felizes, se foram, isso já não existe mais.

Hoje os encontros são verdadeiras disputas para se mostrar quem tem mais problemas, quem está conseguindo sobreviver aos governos e como se chegar lá, burlando certas leis que a cada dia se tem mais e mais, além de impostos sobre impostos. O motivo maior de se estar ali já não é apenas a sua alegria, o seu contentamento, a sua liberdade e escolha de apenas se estar mais feliz entre amigos.

Hoje, todos nós vivemos uma realidade de tempo e espaço, focados em metas e objetivos, só que as pessoas esqueceram que quando se identifica um desejo literalmente convocamos a energia da vida a passar através de nós mesmos. E é essa energia que nos faz ficar mais alegres, mais intuitivo, afinal ela é puro Bem Estar. E assim a vida que está sendo convocada através de mim, é o que é tudo sobre tudo, sobre qualquer outra coisa nessa vida, e jamais é ou será a conclusão de algo ou o seu fim, que na verdade é apenas o inicio de uma outra jornada sem fim… Que deveria ser apenas muito mais disso, muito mais momentos felizes…

Lei seca pra uns e uma vida molhada de prazer pra poucos…

- domingo, 12 de janeiro de 2014

bar-da-praia Recife Tem gente que leva tudo muito a sério e não vive… Eu adoro praia, adoro a barraca do Pezão, Edmilson e do Alceu… Mas, todo mundo sabe que é nas noites, na boemia onde tudo acontece. As melhores musicas aparecem, os melhores versos acontecem, os romances florescem, e as musas se estabelecem… Então, saber gozar a vida é muito bom… E onde tem um bom papo, uma bela musica com lindos versos no ar, mais bebidas e beliscos a vontade, lindas mulheres nunca faltam…

Pezão Então, a vida ficou melhor ainda pela sua natural seleção entre os fracos e os poucos amantes de liberdade e muito mais felicidade… Um amigo meu perguntou, como você ainda vive e até melhor, depois da lei seca ai no Recife? Eu sempre digo… A vida é para ser divertida, e ela é para quem quer. Com a minha mulher é fácil, eu à faço me dar carta branca para sair, é só deixá-la dormir, com alguns minutos de sono, eu a acaricio e sussurro no seu ouvido, quer fazer sexo gostoso ou eu posso sair e tomar umas? Ela sempre diz, leva um casaco que pode fazer frio…

Quanto à lei seca, essa só melhorou as coisas, agora sobra muito mais mulheres lindas em casa doidas para sair… É só pegar sua agenda no smartphone e um táxi amigo, fazer o roteiro e ligar antes, e depois é mandar buscar em casa as beldades, a maioria dos homens, até tem grana para também fazer isso, mas o medo das patroas os enganam. E assim a noite é uma criança… Para quem quer ser muito mais feliz e não tem nenhuma vergonha…

Tendo resultados práticos, agora… Adoro Salvador…

- terça-feira, 24 de dezembro de 2013

barzinho Eu vim passar o natal em Salvador, tinha passado a tarde toda; namorando, passeando e fazendo compras no Shopping Iguatemi, almocei uma comida árabe deliciosa, e fomos as compras, compramos todos os presentes e voltamos para a casa da minha sogra Margo. Como todo mundo tinha ido dormir um pouco, eu resolvi tomar uma gelada no bar do tio da minha KK. Ao chegar lá, o papo estava muito pesado, só se falava em desgraças, bandidagem, lugares que a policia não entra, ligaram até a TV nesses programas de crimes e, logo tentaram me colocar na vibração deles, me perguntando sobre a violência em Pernambuco.

Eu delicadamente disse que eu poderia falar e muito, das praias maravilhosas e das lindas mulheres pernambucanas, que eu vejo e aprecio muito, todos os dias nas praias, onde eu me divirto ganhando dinheiro, e assim mudei o assunto para “muguegada”, e aos poucos o ambiente mudou e, eu pude agora saborear a minha gelada numa boa e, para garantir o foco da turma do bar, peguei o meu Galaxy e abri a pagina da Elitegirl, e todo mundo agora, só falava da linda loirinha Ananda e, lógico, desligaram rapidinho a TV, e meu smartphone fez um sucesso.

A habilidade mais valiosa ou o talento que qualquer ser humano poderia desenvolver é, a de direcionar os seus próprios pensamentos para o que ele quer e, ser um perito em avaliar rapidamente todas as situações e, em seguida, rapidamente chegar à uma conclusão, daquilo que ele mesmo mais deseja e, em seguida, dar a sua poderosa atenção para tudo o que é bom, sem frescura, direcionar para aquilo que lhe faz se sentir melhor, o mais rápido possível. E venhamos e convenhamos, não é uma habilidade enorme, nem um esforço tão grande, alguém dirigir deliberadamente seus próprios pensamentos que, com certeza, produzirão resultados que jamais podem ser comparados com os resultados que, uma simples ação física poderia lhe proporcionar. Se eu tivesse simplesmente ido embora, eu não teria realizado o meu desejo e, o ambiente do bar poderia ficar até pior… E assim, mais uma vez, eu mesmo mudei o meu mundo para melhor.