Posts com a Tag ‘atores’

A VIDA É BELA… UM GRANDE FILME EM CARTAZ…

- sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

a vida é bela Escrita pela mais famosa escritora do universo, a Fonte de Energia e Informação de Bem Estar, tendo alguns escritores auxiliares, diretores, roteiristas, continuístas e tudo mais que é preciso para um bom filme, até chegar aos atores; principais, coadjuvantes e os bilhões de figurantes. Todos aqueles que já deixaram de ser figurantes, mesmo aqueles que ainda não sabem, escolheram por si só, ser bem mais conscientes e deliberados, tornando-se criadores em várias histórias que são os filmes que são passados para todos os figurantes, essas realidades paralelas, coletivas e simultâneas. E é por esse motivo que eles atuam mais, nesse magnifico filme em cartaz que é a VIDA. Já os figurantes, apenas se tornaram observadores reagentes, eles só desempenham os papeis que os outros escrevem para eles, e na verdade eles levam muito a sério os seus papeis e se esforçam o máximo para isso, estudam muito e trabalham duro, para continuarem por mais momentos excelentes figurantes.

Então, vamos entende como é que funciona cada categoria: Os criadores conscientes e deliberados. E os observadores reagentes e resistentes. A primeira categoria escolhe e reescreve os seus próprios papeis, sempre pelo que focam, é assim que eles ativam seus papeis, eles fazem tudo ser sempre mais dando sua atenção, até que eles mesmos sentem mais isso, e assim, eles deliberam o que mais querem sentir conscientemente. Então, eles fazem suas viagens emocionais por toda a escala das emoções, mas sempre quando é preciso, eles encontram um alivio qualquer e voltam para as frequências emocionais de Bem Estar. Eles as vezes até pegam um papel de bandido, de mal, mas nos intervalos eles sabem que aquilo é só um papel interpretado, e se divertindo com isso, eles voltam ao seu mundo de Bem Estar. Quando voltam a interpretar algum papel que os levam lá em baixo na escala emocional, como; medo, desespero e depressão. Eles procuram passar pouco tempo, e depois que interpretam isso, ficam rindo de si mesmo, pela maravilhosa interpretação, porque eles mesmos já viram que quem já passou muito tempo sentindo o que não queria, passou a ser dependente de drogas e outras coisas que fazem mais parte, da categoria dos figurantes. Mas, eles sempre estão subindo consciente e deliberadamente na escala vibracional.

Agora vem a maior categoria, os figurantes, eles sabem que existe a escala emocional, eles até desejam subir e chegar no Bem Estar, mas para isso eles estão sempre querendo dar saltos quânticos, sair do medo e no momento seguinte já estar no Bem Estar, então eles procuram milagres, eles passam mais tempo observando, estudando, trabalhando duro, se esforçando mesmo e reagindo a tudo a sua volta. Eles algumas vezes começam a subir na escala, alguém o vê com medo e o faz ficar com raiva, ele está no caminho certo, subindo, sua energia começa a fluir, mas alguém o faz observar algo que o faz voltar a ficar inseguro e ele volta a descer na escala emocional. São bilhões de pessoas que mais resistem ao fluxo de Bem Estar, que assumem o papel de pessoas que mais sentem a ausência do seu natural fluxo de Bem Estar. O maior paradoxo é que é essa categoria de observadores reagentes, que mostram os seus próprios lados de falta de Bem Estar, de ausência do que todo mundo quer, é a que mais coopera com as pessoas que já estão na categoria de Criadores Deliberados e Conscientes, por são eles que os fazem sempre desejar mais os papeis principais. Por isso eles são muito apreciados por quem já faz algum dos papeis principais, no grande filme que é “A VIDA”.

A FÍSICA QUÂNTICA E O TEATRO…

- quinta-feira, 14 de abril de 2016

trupe Eu adoro ter minhas novas ideias, e observando mais as coisas dessa vida que eu mais adoro, como uma boa peça de teatro, uma boa historia e um bom filme, e mais a mecânica da física Quântica. Eu percebi que a vida é literalmente um grande palco de teatro. Todos nós viemos aqui, para interpretar infinitos papeis de pessoas felizes, todos nós pudemos desde a nossa infância, escolher mais, quais os papeis que queríamos treinar mais, repetindo mais eles em nossos pensamentos, até estarmos aptos a interpreta-los por mais tempo. Alguns, escolhem interpretar mais papeis ao mesmo tempo, outros trocam de papeias depois de uma boa temporada ou filme em cartaz, e esses são sempre os mais felizes, estão fazendo sempre aquilo que lhes dá mais, uma espécie de eterna felicidade. Mas, tem uma grande leva que preferiu não escolher e só copiar o papel, que seus próprios pais escolheram ou até os que seus pais queriam para eles, mais que escolheram não escolher mais, outros que estão sempre repetindo mais os mesmos papeis antigos, e só de vez em quando, pegam um pequeno papel de ator coadjuvante, mas sempre volta para seu papel antigo, que são os que fazem sempre o papel de observadores reagentes. Eles estão sempre repetindo mais o que observam mais e reagem mais. E isso é um circulo vicioso. Eles só são felizes quando encontram pequenos papeis de coadjuvantes, semelhantes aos papeis que mais trazem atuações de mais; alegria, liberdade e expansão, que é o que já fazem alguns poucos atores, que trocam sempre de papel, se tornarem seus ídolos ou grandes exemplos de boa atuação. E é esses quem ganham os Oscar.

Eu cá com meus botões, pensei, em eu mesmo fazer mais papeis em minha vida, quero também ser um grande escritor e um bom diretor de grandes peças teatrais que possam ser; escritas em livros, colocadas em cartaz nos teatros ou que se tornem os melhores filmes campeões de bilheterias. A ideia é usar toda essa nova tecnologias Quântica; Internet, notebooks, smartphones, redes sociais e aplicativos como: WhatsApp, Instagram e outros, e escolher bons atores amadores, que estejam dispostos a atuarem nessa nova Industria de bons filmes, ligados ao fluxo de Bem Estar, fazendo o Universo conspirar ao nosso favor. O primeiro requisito básico dessa nova Companhia é, encontrar pessoas que aceitem que a vida real e a virtual são a mesma coisa, que não existe diferença alguma e que tudo tem e terá mais como base, a física Quântica.

A primeira coisa que deve ser repetida em exaustão pelos atores que querem fazer parte dessa nova trupe, são essas coisas: A física Quântica veio para que o ego mude de paradigma, aceitando mais naturalmente as Leis Universais. Todos nós somos observadores que comandamos os infinitos átomos a sempre darem todas as formas infinitamente pensadas. A Lei da Atração é só isso; semelhante atrai semelhantes, é ela quem coloca a sincronicidade escolhida pelo observador a eternizar um momento. A Lei da Criação Deliberada é a que nos mostra que, tudo focado pelo observador é ativado, esse é o inicio de toda a criação, e tudo que é dado atenção não dividida pelo mesmo observador se torna mais. A Lei da Permissão é a que nos mostra que tudo é permitido pelo observador, pela sua própria sensação de mais Bem Estar em tudo, se não sentimos o Bem Estar em algo ou em alguém, é porque nós mesmos estamos resistindo ao fluxo, não permitindo ele fluir mais; livre, feliz e expansivamente. Então, só seremos mais do que nós já somos, repetiremos mais e mais esse mesmo papel, mas, sempre sendo mais doloroso, até que escolhemos outro papel mais feliz e voltemos ao natural fluxo de Bem Estar.