Posts com a Tag ‘ano novo’

OS ABRAHAM ME RELEMBRAM MAIS… NESSE MOMENTO MARAVILHOSO…

- sábado, 24 de dezembro de 2016

apreciando-bem-estar Muito raramente as pessoas se alinham com o seu verdadeiro poder, porque para elas isso parece mesmo ilógico, elas duvidam que exista poder; no relaxamento, em deixar ir, ou no amor, na alegria ou felicidade. A maioria das pessoas ainda não entende que o seu verdadeiro poder sempre reside na liberação da sua própria resistência, que é o único obstáculo ao seu verdadeiro poder. E todos nós somos poderosos…

A maioria das pessoas ainda não espera que o seu caminho para uma grande abundância, seja o de mais facilidade e de muita alegria. A eles têm sido sempre ensinados, que a luta e as dificuldades, e até os sacrifícios, são os requisitos básicos, que primeiro devem ser cumpridos, antes que a recompensa da grande abundância possa ser realizada. A maioria ainda não entende que a sua própria luta, essa que eles deliberadamente envolvem-se, em sua frequente busca pelo sucesso e suas vantagens, realmente funciona, mas funciona apenas contra eles mesmos.

Há tantas coisas resistentes ao fluxo de Bem Estar, tantas falsas premissas que tem sido ensinadas, para que todos passem a acreditar. Mas que, são completamente contrárias às poderosas Leis do Universo, que é ou fica até mais difícil, para que qualquer um possa pensar em uma saída feliz. E essa é a razão pela qual os Abraham nos apresentam este caminho de muito menos resistência. Eles querem que nós respiremos mais, em vez de tentar, que relaxemos mais, ao invés de oferecer muito esforço, que nosso sorriso seja largo, ao invés de lutar para apenas ser mais do que é… Pois o meu verdadeiro poder é experimentado apenas por mim, a partir do interior do meu próprio Vórtice. Que é eu estar no meu mais escandaloso e contagioso Bem Estar.

AS PESSOAS MAIS PRÓXIMAS…

- domingo, 27 de novembro de 2016

FIM DE ANO Sempre existem algumas pessoas que teremos que passar muitos mais momentos com elas, as vezes a vida toda; pais, filhos, netos, sobrinhos, cunhados, sócios, vizinhos e alguns amigos. São pessoas que mesmo problemáticas, com muitas coisas indesejadas, a maioria não consegue se livrar delas. O que eu não entendia e que poucos ainda percebem é que, essas poucas pessoas, mesmo complicadas, são as mais importantes, para eu mesmo praticar mais e mais, a Lei da Permissão e a Lei da Criação Deliberada. As milhares de outras pessoas que ainda passam por minha vida, eu posso muito bem nunca mais vê-las ou até ignora-las. Mas, essas poucas, que estão de uma maneira ou outra, bem mais ligadas a mim, essas são as que fazem eu jamais deixar de desejar mais e ainda ficar muito mais habituado e alinhado, com a minha própria permissão de mais Bem Estar.

A primeira coisa a fazer é, eu mesmo parar de amplificar essas coisas indesejadas delas e nelas, seja com as minhas palavras, dizendo o que elas fazem de errado, apontar os erros, nunca serviu para nada. Eu identifiquei o que não quero no meu filho, ou em qualquer outro, eu só preciso lançar um foguete de desejo, exatamente do que eu quero dele, e passo a visualizar mais, isso desejado, imaginar mais isso já realizado, e voltar ao meu hábito de aguardar, estar sempre mais feliz, na espera daquilo que eu mais quero, até estar em paz comigo mesmo. Sempre quando eu ativo o que quero de uma pessoa com o meu foco e dou atenção ao o que quero dela, mesmo que visualizando ou imaginando, eu mesmo recebo os benefícios dessa minha experiência, porque tudo melhora, momento a momento. É incrível, é maravilhoso.

Mas, sempre quando eu ampliava isso que eu não queria deles, dizendo isso para eles, ou tentando criar um meio qualquer, para exatamente evitar isso que eu não quero deles, ainda me preocupando com o que eles iriam fazer. Eu sempre incluía mais, disso tudo que eu não queria, até criar uma situação em que ninguém mais se suportava, e as vezes até vinha uma ruptura, mas na verdade, eu mesmo sem querer, rapidinho, eu atraio alguém exatamente igual para ficar no lugar dele. E assim, eu continuava a não me permitir mais e nem mesmo criava deliberadamente, aquilo que eu mais queria, que era o meu próprio Bem Estar. Hoje eu percebo, que quando algo indesejado acontece, é exatamente para eu mesmo, jamais deixar de desejar mais, tudo aquilo que eu ainda mais quero. E agora faço disso tudo, mais uma escandalosa forma de mais comemoração, de mais Bem Estar fluindo em minha vida.

TODO INICIO DE ANO É ASSIM…

- sábado, 2 de janeiro de 2016

CAFÉ DA MANHÃ Eu adoro ter sempre mais, boas e melhores expectativas, todos os dias em muitos momentos. Eu sinto que muitos deixam para ter essa vibração de; ser, ter e fazer, sempre mais, o que já está no foco agora, apenas no começo de cada ano, e ainda esquecem rapidamente que, isso tanto vale para eu ter uma expectativa positiva sobre o que eu quero, quanto de tudo aquilo que eu mesmo sei que não quero. A minha expectativa é sempre um foco com a vibração que me permite a recepção daquilo que eu mesmo estou focado agora, e isso é sempre, aqui e agora. Isso vale para tudo, tanto para o que eu desejo muito quanto para tudo aquilo que eu não desejo. E é a minha atenção não dividida em cima disso, que ainda faz tudo isso ser sempre mais, e é exatamente por esse motivo, que eu tenho a vida que eu tenho agora. A única diferença é que eu incio a minha vida a cada momento, a maioria a minha volta, só no começo de cada ano, e já nos primeiros dias do ano, já esquecem o que desejaram e voltam a ter várias expectativas, só que, de ser mais um ano, igualmente duro, de muita luta, igual ao que já foi antes, uns dizem que pode ser até pior, enquanto que eu, sempre tenho a expectativa de que, tudo seja sempre melhor para mim; a cada dia, cada hora e a cada momento. E assim a minha vida é…

Eu fico rindo ao ver como isso passa quase que despercebido na vida das pessoas. Então, elas vão tomar o seu primeiro café da manhã no ano novo, dizendo e se justificando que estão, esquentando o pãozinho velho, porque voltaram a pensar em mais escassez, em alguém que ainda vai passar fome com certeza. O mais gozado, é que, apenas nisso elas tem absoluta certeza. E elas saem para ir comer fora comigo, e já voltam a ter suas velhas expectativas indesejadas ao dizerem… Só espero que a gente encontre vaga, na ultima vez eu tive que ficar rodando muito e ainda encontrei uma fila muito grande para entrar… Até na hora da diversão, no momento do jogo a tardinha, ao ver o parceiro, eles sempre voltam a ter as suas velhas expectativas sobre como vai se comportar, quem vai jogar com ele. E assim, as pessoas nem percebem que elas mesmas estão tendo muito mais, aquilo que elas mesmas estão mais focadas, a cada instante e mais, dando a sua atenção a isso, fazendo tudo isso, apenas se tornar mais, mesmo que seja tudo aquilo que elas mesmas já sabem que não querem. E isso é muito divertido de se ver, quando se é mais deliberado e consciente, tendo boas expectativas de foco e atenção em tudo o que se quer. É só não ficar com o meu foco nisso que eles ainda vibram, por mais de 17 segundos e cair mais na gargalhada, tendo as minhas próprias melhores e boas expectativas, sobre tudo aquilo que eu mais quero viver, aqui e agora.

UM CONTO DE ANO NOVO… A Lei da Atração e as suas crenças…

- quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Sheik Arabe Para as pessoas entenderem bem mais claro, sobre o porque de elas já serem muito ricas vibracionalmente e mesmo assim, a abundância física, ainda não as acompanha na sua realidade do seu dia a dia, é preciso que elas mesmas entendam muito além do que as suas próprias crenças dominantes a permitem ser nesse momento. Por isso vou contar uma linda historia, para que qualquer pessoa, até mesmo uma criança possa entender como tudo funciona na sua realidade de agora… ABUN PODE SER VOCÊ…

Vamos contra a historia de ABUN, uma pessoa que a maioria diz e afirma ser uma pessoa muito normal, tudo por eles mesmos, serem assim também, iguais a ABUN, então, para a maioria as pessoas nada resistentes ao fluxo de Bem Estar, essas pessoas muito prosperas são as “anormais” ou “muito especiais”. Então, essa pessoa que eu dei o nome de ABUN, ele teve uma vida “normal”, seus pais também eram “normais”, lhes diziam desde pequeno que nada cai do céu, que tudo só vem com muito esforço, ABUN foi para as escolas e seus professores repetiram e repetiram as mesmas coisas, tudo só vem depois de muito esforço físico ou se fazendo algo muito especial, o que exige muita ação física, ou dedicação. ABUN ainda frequentou algumas religiões, e lá também se dizia que, ele deveria ter muito cuidado com a escassez que assola as pessoas e com o mal que vem sempre com as coisas muito fáceis na vida, essa coisas dos demônios para engana-lo ou tentá-lo…

ABUN cresceu e tinha uma vida pacata, até que começou a desejar coisas que ele mesmo apreciava em alguns momentos felizes, e com isso acabou encontrando um emprego que conciliava o seu desejo de apreciar coisas belas e a sua crença sobre trabalhar duro. ABUN conseguiu um emprego num grande hotel, o qual recebia pessoas abonadas em muita prosperidade. E ele ficava encantado ao trabalhar como carregador de malas do hotel, vendo todas aquelas pessoas prosperas e muitas de suas riquezas circularem ali, bem nas suas vistas. Eram pessoas que chegavam em lindos carros importados, com seus relógios de ouro, ele até sonhava em ter um para não se atrasar mais no hotel. E ele ficava encantado com as roupas que ele nunca tinha imaginado que existia. tudo era muito luxuoso. Até que depois de algum tempo trabalhando, a LDA atendeu um momento seu, em que ele mesmo se permitiu ficar por 69 segundos ou mais, apreciando tudo aquilo que ele mais gostou de apreciar.

Então, tudo aconteceu… Um Sheik Árabe muito rico se hospedou, e deixaram a sua cachorrinha escapar, o Sheik ficou alucinado com a fuga de sua cadela amada por ele e sua esposa preferida, e botou todo mundo do hotel a procurá-la, e quem achou a cadela foi ABUN, que estava sentado comendo uma coxinha de galinha e a cadela sentiu o cheiro e foi atrás dele e os dois brincavam, até ele ir atrás do dono da linda cadela. O Sheik ficou tão feliz que mandou o gerente do seu banco particular, esperar pelo ABUN para abrir uma conta corrente, onde teria alguns milhões de dólares já previamente depositados. ABUN só teria de ir no banco no horário normal e sorrir, para que o gerente o pudesse reconhecer ABUN pela foto dele sorrindo com a cadela em seus braços ao lado do Sheik. Ninguém nem pediu documento de ABUN.

Ao ABUN ser avisado por um dos funcionários da gerencia do Hotel, ele achou a principio que era uma pegadinha, ele não tinha feito nada de especial, não tinha realizado nenhuma ação física que pudesse ter uma recompensa assim, tão maravilhosa, e depois ficou pensando, eu não posso sair no meu horário de trabalho, eu vou acabar é sendo mandado embora. E mesmo assim o funcionário do hotel voltou lá dias depois e disse para ABUN, vai no banco ou o Sheik vai se aborrecer com o hotel e o hotel com você. ABUN meio desconfiado foi ao banco indicado, todo desconfortável, se sentindo mal, cara de preocupado, com medo de tudo ser uma brincadeira sem graça e ele ainda perder o seu emprego. O gerente ao ver ABUN, todo de cara fechada e muito tenso, pensou, esse jamais pode ser ABUN, como um cara que vai abrir uma conta milionária vai vir com essa cara de desesperado, de quem está indo para a forca, se sentindo muito mal? E nem o recebeu… Disse para o funcionário do banco, esse não é ABUN estão de brincadeira comigo? E ficou uma fera. ABUN, pensou, eu não disse que era um trote?

ABUN voltou ao hotel e deu o caso como encerrado, disse ao funcionário do hotel que tinha ido no banco e que tudo estava bem, e tudo ficou como está. O Sheik numa outra estadia de volta no hotel meses depois, quis saber de ABUN, o gerente do banco disse que ABUN não foi abrir a conta, ele calculou que ABUN, era muito tímido e resolveu comprar uma casa e uma carro de luxo, e mandou colocar em nome de ABUN. Mais uma vez ABUN ficou apavorado, ele ficou tão amedrontado com aquilo, que ficou doente e nem foi trabalhar por alguns dias, o encarregado de passar as coisas para o nome de ABUN, foi na casa dele e lhe pediu para irem no cartório passar a escritura da mansão pro seu nome e depois ir na loja para tirar a nota fiscal do carro em nome dele. ABUN quase que teve um ataque do coração. Ficou com tanto medo de que alguém estava querendo fazer dele um laranja, ele tinha lido isso num jornal. E disse pro funcionário, passe tudo para o seu nome e eu assino que recebi e tudo bem, eu não quero nada fácil, isso dá azar ou é coisa do demônio. E assim, ABUN, continuou trabalhando no hotel e admirando quando podia as coisas muito belas, mas, sempre bem rapidinho, nunca mais do que 17 segundos, porque a sua crença o dizia, cuidado vai acabar perdendo seu emprego, não perca seu tempo com seus sonhos, trabalhe mais, dê mais duro que você chega lá um dia…

E assim, são as pessoas que leem Abraham, que admiram a LDA e ainda só se permitem ir até onde as suas próprias crenças limitantes e resistentes que ela mesma criou as permitem ir, agora. Colocam fortunas em suas escrituras vibracionais, mas, vivem uma vida de mendigo, pedindo e recusando a receber o que já lhe foi concedido…

Confraternizações, Natal e Ano Novo… Comemoremos muito, o mundo é uma só festa…

- domingo, 21 de dezembro de 2014

foguetes de desejos Esse é o melhor momento de minha vida… Tudo está bem… Vamos aproveitar isso tudo para criar mais novas crenças libertadoras? Fui budista por quase 30 anos, desde os meus 13 anos quando sai de casa para comemorar mais a minha; liberdade, felicidade e ainda poder me expandir mais. Mas, mesmo assim, eu nunca deixei de comemorar natal ou qualquer outra data festiva, como dirigente budista eu já fiz um casamento caipira budista, bem no feriado de São João, alugando um espaço de freiras católicas que cuidavam de pessoas idosas e todos participaram e adoraram toda a festa, até os mais céticos budistas que viajaram só para ver como seria isso possível, e até alguns católicos da cidade também.

Ainda é um pouco difícil para as pessoas chegarem a ponto onde, elas mesmas não mais estarão dispostas a ouvir as outras pessoas criticarem umas as outras… Afinal! Cada um só vai até onde as suas crenças atuais o permite ir. Até para mim mesmo, que venho praticando a Lei da Criação Deliberada de minhas próprias e novas crenças libertadoras, ainda caio nessa sincronicidade negativa algumas vezes, porque como eu ainda carrego comigo essas velhas crenças resistentes que eu mesmo criei e que nunca poderei exclui-las, ainda não fico em alguns momentos, sem tomar nenhuma satisfação de alguém por eu mesmo, em alguns momentos achar que alguém ainda está errado…

Eu pratico e adoro a Lei da Permissão, eu desejo chegar a um ponto, onde o que mais importa para mim, é eu mesmo me sentir bem, onde eu só estou disposto a pensar mais em coisas positivas sobre pessoas… Como em algum momento do meu dia a dia, eu pensar assim… Eu prefiro que a minha KK esteja demorando a chegar em casa, por estar comemorando com os amigos, do que eu mesmo pensar em algo, para que eu mesmo venha só a me preocupar mais. Então, final de ano, incio de um novo, eu decido a só estar mais disposto a olhar para os aspectos positivos de tudo e das pessoas… Eu só estou disposto a procurar soluções, e eu só estou disposto a bater o tambor em cima de todos as comemorações felizes do mundo…

2014 vai ser fantástico… Quer apostar?

- domingo, 5 de janeiro de 2014

a vida e os foguetes de desejos Os meus desejos em formas de energias vibradas, são sempre lançados ao Universo, iguaizinhos como todas as outras energias lançadas em forma de foguetes há cada ano novo. Cada dia para mim é uma festa de ano novo, vida nova… Sou muito grato por tudo o que eu já vivi, esse ano que passou e que foi realmente maravilhoso, e sou muito grato e agradecido por tudo que já tenho e até pelo o que está ainda por vir, e eu espero sempre mais, um ano de 2014, muito melhor em tudo… A minha expectativa é sempre um foco com a minha vibração desse momento que eu vivo agora e, isso me permite o recebimento, de tudo o que eu estou focado agora e, jamais importando se, eu mesmo espero as coisas que eu mais quero na vida, ou se são as coisas que por mim mesmo, são completamente indesejadas no momento.

É essa minha vibração de agora, quem dita toda a minha realidade futura. O meu agora, foi construído nos últimos 17 segundos felizes que, eu mesmo passei esperando, por mais essa felicidade, porque eu sei que, se eu quero continuar a viver bem, indo sempre no fluxo de Bem Estar, aqui e agora, eu nunca poderei parar de desejar e até ser muito mais grato ainda, por mais essa maravilhosa experiência de vida física, de fazer todas essas infinitas viagens emocionais de 69 segundinhos, que eu mesmo faço no meu dia a dia, ao meu próprio vórtice criativo, aqui e agora.

Então é Natal, ano novo também, que sejamos felizes, sem esperar por alguém…

- segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

ceia-de-natal- Eu nunca acreditei muito nas religiões ocidentais, todas essas historias malucas de; Adão e Eva no Paraíso comendo maçã, da arca de Noé, das filhas que embebedam o pai com vinho, pra depois fazer sexo, e ter um filho dele, e depois elas ainda vêm com a tal da Virgem Maria, que pariu o filho de Deus. Coisa de doido véio! Eu desde pequeno achava isso muito hilário, minha mãe contava isso, eu a olhava para ela, como se fosse aquele filme, “trocando as bolas”, ela com 5 anos e eu com uns 25 anos, eu ria muito disso tudo. E depois eu até segui por um bom tempo uma filosofia budista, por causa da Lei de Causa e Efeito, mas depois que eles também vieram com os seus dogmas, e já não tinha mais nada a ver comigo ou a me acrescentar, então eu tirei o meu time de campo. E nessa minha busca por ampliar e expandir a minha própria consciência, eu encontrei várias fontes que, batiam com minhas crenças de; liberdade, felicidade e expansão. E a que mais se tornou familiar, foi os Abraham, trazidos a mim pela família Hicks. Eu adoro como eles são diretos e objetivos, certamente Jerry fez um bom trabalho de campo, soube formular as perguntas e Esther se tornou um grande acesso a Fonte de Bem Estar.

Então, num dos workshops, Esther coloca bem claro que, eu me criei a partir dos componentes desta realidade tempo / espaço e que, eu jamais vim de um outro planeta. Para algumas pessoas é (um pouco) mais fácil acreditar que, alguma nave espacial veio de outro planeta e deixou cair alguns de nós aqui fora, e agora, e realmente temos que ir muito bem sozinhos. E a mesma nave espacial também trouxe… (oh não, isso já é a história arca de Noé) dois de todos os outros. E assim, agora, a maioria das pessoas desse mundo, tem o mesmo problema com essa história que alguns fazem com a arca de Noé: Deve ter sido um barco muito fedorento… E como é que todas essas espécies ainda ficam na mesma? (E de onde eles vieram?) O que se vê nisso tudo?

Realmente, a coisa mais fácil do mundo é se criar crenças dominantes nas pessoas, ainda mais sobre torturas, as suas guerras santas, com direito a enforcamentos e queimar pessoas em fogueiras. Todas as religiões Cristãs vieram desse emaranhado de atos terroristas. Suas crenças foram criadas em cima de todo esse medo, tortura e muita dor, causada nas pessoas comuns, e depois sendo seus filhos obrigados a repetir isso, muitas e muitas vezes, por anos a fio, em baixo de tapas, puxão de orelhas, safanões e réguas na cabeça, nas muitas escolas montadas pelas próprias religiões, isso quando elas já não podiam mais matar abertamente tanta gente. Tudo para que as pessoas ainda viessem a acreditar que o mundo era quadrado. Não é hilário isso? E o mais ridículo é que, ainda hoje, com toda essa tecnologia, com todo o conhecimento do mundo velho na palma de suas mãos, é só pesquisar pela Internet, de todas essas historias sangrentas, ainda tem gente que se mata por essa historia para boi dormir, isso não é hilário? Mas, ainda bem que sobrou umas coisas boas em toda essa historia tola; os feriados “santos de pau oco”, que eles os padres usavam para roubar o OURO do Brasil, são sempre bem vindos e as ceias de Natal são divinas e deliciosas…

Natal e final de ano… Boas vibrações…

- domingo, 22 de dezembro de 2013

carentes de Bem estar Todos nós podemos tudo, e somos sempre atendidos em todos os nossos desejos, sem jamais precisarmos fazer por merecer, rezar ou nos justificarmos. Agora mesmo estamos chegando há mais um final de ano e, é muito fácil ver muita gente fazendo de tudo, para ainda tentar ser feliz nesse finalzinho de ano, alguns pedindo donativos para os mais carentes, embora ainda não percebam que, apenas estão com o seu próprio foco, naquilo que jamais iriam querer nem para si mesma; nos problemas, na escassez e sofrimentos das outras pessoas. Ainda tem outros fazendo isso com o intuito de ser merecedor, ou de se justificar como bonzinhos perante a sociedade e ou sob os holofotes da TV.

Muitos, até porque, durante todo o ano, só travaram lutas e esforços, para eles mesmos poderem sobreviver a tudo isso. A maioria passaram o ano todo, só coletando e regurgitando os problemas (contrastes) das outras pessoas. E isso com o Facebook, ficou muito mais fácil de enxergar, é só pesquisar e ver o que qualquer pessoa pensa muito mais, o tempo todo, o ano todo.

Em contra partida, a maioria se prepara mais uma vez, para comemorar o ano novo, porém cheios de pedidos, de desejos que, ainda pensam que os fazem, com as suas oferendas, suas preces ou suas romarias. Porem, muitos se perguntam, logo depois de lançar os desejos, porque eu desejo tantas coisas, todos os anos, e isso não vem? Sou bonzinho, sou merecedor, sou batalhador e esforçado em tudo e ainda temente a Deus, porque não sou atendido?

Acontece que eu peço tudo, pelo que eu penso agora, e todo e qualquer pensamento é um desejo que é, também a minha vibração de agora, que é prontamente atendida. É só olhar para o que eu tenho agora, eu tenho exatamente o que eu vibro e, você também! O conteúdo da minha vibração é sempre igual há como eu me sinto agora. E se estou pensando sobre o meu passado, sobre o presente ou o meu futuro, é tudo como eu me sinto, aqui e agora, porque como eu penso sobre o passado, o presente ou o futuro é a minha vida agora.

É toda essa energia e informação, passando por mim agora, indo e vindo ininterruptamente ao Vácuo Quântico. E isso é uma fabulosa vida criativa e muito preciosa que, eu jamais estive querendo esbanjar isso, no lugar de criar, apenas mais resistência ao meu próprio e natural fluxo de energia e informação do Bem Estar da Fonte, pensando em mais; fome, pobreza ou problemas, ou seja, em coisas que jamais me farão sentir e extrair ou atrair das outras pessoas, mais; liberdade, felicidade e expansão.

E é isso que elas pensam sobre essas pessoas que, durante as suas preces, nos seus esforços e até arrumando os seus presentes que, elas mais extraem das pessoas, a sua condição de pedintes, de coitadinhos, que eles continuarão a ser no ano seguinte, como continuam os milhões que já existem e os milhares que entram a cada mês no bolsa família. No lugar de você mesmo parar com toda essa resistência ao seu próprio Bem Estar e, passar olhá-los agora, como seres criativos e poderosos que eles realmente são, como pessoas que podem mudar suas próprias vidas a todo e qualquer momento que desejar.

Entenda que, qualquer pessoa, inclusive você, pode sim atrair e extrair o que quer, de qualquer outra pessoa, basta apenas observar, aonde está o seu próprio foco agora… Se está na criança interior e feliz que existe em cada uma das outras individualizações da Fonte, ou naquilo que você jamais iria querer para si mesma, na falta de tudo que o lembre do seu próprio Bem estar. E o certo é que, a minha vida, a sua é, aqui e agora. E jamais só nos finais de ano. Boas vibrações…

Ano novo vida nova…

- quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

As pessoas no mundo todo tem essa ideia de uma vida nova a partir do primeiro dia do ano… E essa é realmente uma ideia maravilhosa. Eu mesmo sempre dou as minhas intenções e crio as minhas expectativas positivas, ao criar deliberadamente o que eu quero para esse ano que virá e será um sucesso com toda a certeza. A maioria das minhas resoluções de ano novo, como qualquer nova decisão, são assumidas a partir de uma consciência muito clara, porque eu mesmo sei o que não quero e mais ninguém, eu me lembro do que não deu muito certo para mim esse ano que passou e assim, eu mesmo estabeleço as as minhas metas do ano novo, e faço isso como um fechamento de lacunas, onde eu gasto um pouco do meu tempo gostoso, me alinhando a minha própria energia não física com as minhas novas decisões.

O comum é ver que, a maioria das pessoas fazem o mesmo, mas já esquecem dos seus desejos logo no primeiro dia do ano, e já voltam para os seus velhos hábitos e se sentem completamente desencorajados a continuar a fazer as suas viagens emocionais, rumo as suas realizações no seu dia a dia, o ano inteiro.

E na verdade, cada dia pra mim é, uma nova e maravilhosa oportunidade para que eu mesmo estabelecer as minhas, prioridades, as intenções claras para cada segmento. Eu jamais preciso esperar pelo fim de ano, para mudar a minha vida.

Eu geralmente vou para um lugar confortável onde sei que não serei interrompido, e o meu é na praia. E ali, com meu phone de ouvido embalado numa canção que eu adoro muito, eu escrevo na minha agenda que, eu mesmo escolhi bem antes do natal, as minhas intenções dominantes para esse ano que vai entrar. Então, escrevo as minhas intenções relativas ao meu corpo, aos meus relacionamentos amorosos e sociais, sobre os meus lugares de morar e a minha diversão em ganhar muito dinheiro sempre sem esse treco idiota que é o trabalho duro. Porque isso é muito comum para as outras pessoas, e eles querem fazer eu e todo mundo correr como eles, dando um duro danado atrás de dinheiro. O que pra mim nunca é preciso…

Então, eu faço uma descrição bem no geral, de como eu mesmo quero me sentir e ser, em relação a cada um dos itens que deliberei intencionalmente. Eu sou sempre muito genérico e conciso como os Abraham me relembraram de ser. Deixo as palavras fluírem facilmente de minha cabeça para a minha agenda.

Então, foco em um dos temas que escolhi e, relaxadamente eu sonho ali, acordado sobre isso, e imagino o meu corpo esbelto respondendo exatamente como eu mesmo gostaria que ele respondesse. E eu vejo isso com os olhos da minha mente. Tento imaginar eu mesmo ali na na minha frente na praia, com aquele corpo bonito, e como eu mesmo me sentiria, aqui e agora. Me movo em todas as direções na minha imaginação. Nado, corro, pulo e pedalo com a minha bike pela ciclovia da orla de Boa Viagem. Me vejo em uma caminhada pela areia, apreciando belas bundas, me vejo nos melhores shoppings comprando algo que eu gosto muito como; óculos de Sol, muitos shorts, camisetas e chinelos diferentes. Aprecio a minha força, flexibilidade e até o meu estilo despojado. Gasto o tempo que eu mesmo conseguir me sentir bem, só de pensar nesse meu sonho sobre esse meu maravilhoso corpo físico. E permaneço nessa minha visão até que, eu mesmo me sinta totalmente renovado e continuo ali o tanto quanto me der vontade, nunca forço nada.

Agora, vou para a segunda coisa que eu determinei e faço a mesma coisa. Trago a imagem da minha KK para a minha experiência de vida e a vejo feliz ao meu lado, comigo em qualquer lugar, aqui e agora. Sinto uma apreciação enorme por ela estar sempre comigo e tentando me fazer ainda mais feliz. Mentalmente eu falo sobre os meus pontos de apreciação sobre ela. Imagino ela me amando loucamente, fazendo sexo muito gostoso, me elogiando e me cumprimentando pelo que eu sou de verdade, um cara muito divertido. E ela faz isso sempre, já há alguns anos… Então eu sinto uma mútua apreciação e admiração. Permaneço com essa visão até que eu me sinto totalmente revigorado sobre este tema. E depois vou aos outros relacionamentos; me vejo feliz em trocar ideias com a minha equipe do Vibreleve, com as garotada dos aplicativos, com meus amigos na praia, com meus filhos e netos, sempre me vejo muito feliz em poder desfrutar de suas presenças alegres, mesmo que seja só em minha imaginação. Eu só penso neles em momentos alegres, sempre!

Agora, pulo para a apreciação por onde eu moro atualmente e pelas minhas outras casas que, eu ainda quero comprar ou montar e ser, ainda muito mais feliz. Componho vários arranjos mentais das minhas casas, seja a; da praia, a de Manaus, a de Salvador, a do interior da Bahia, a do Rio de Janeiro, a de João Pessoa, e de como eu quero que todas elas sejam. Vejo-as em ordem, todas muito bem mobiliadas, todas com piscina, e muito lugar de lazer, porque é isso que eu mais desejo, lazer. Vejo tudo de uma forma bem fácil e completamente despreocupado, imagino tudo sempre da forma como eu mesmo gostaria que tudo fosse. Então, eu obtenho o máximo prazer dessas visões e permaneço ali, me deleitando, imaginando, até que eu me sinto totalmente revigorado.

Agora é a parte que mais mexe comigo, eu adoro ganhar dinheiro me divertindo. Dê preferência sentado numa praia. Reunião só na praia ou pelo meu iPhone e iPad, planejo tudo sempre em direção a algo que vai se tornar mais dinheiro, divertidamente e completamente fácil. Meus negócios são sempre expansivos e eles ainda fazem de mim, muito mais feliz. e eu sinto mais apreciação ainda pela natureza das mudanças que eles inspiram as pessoas a serem cada vez mais felizes. Vejo-me expandindo em todas as direções e sendo muito próspero em tudo. E fico ali, até me sentir totalmente revigorado em relação ao dinheiro.

Eu nunca tenho uma forma certa, de eu querer atingir tudo isso. penso em sexo, penso em brincadeiras idiotas que eu adoro, O que é importante é que eu mesmo escolha as áreas de minha vida que importem mesmo pra mim e que. Eu sempre conjure imagens positivas que me entusiasmem e me inspirem a mais, sempre mais. E quando eu faço isso, eu não apenas resolvi em minha mente como será o meu ano novo, mas também notifiquei tudo o que eu mais quero ao Universo. E assim a Lei da Atração fará o mundo inteiro reunir os componentes cooperativos, para o alcance das minhas intenções. E desse momento em diante, eu tenho certeza de que, todo o Universo conspira a meu favor.

O desejo das mudanças para o ano novo…

- sábado, 29 de dezembro de 2012

As pessoas nem percebem que, mesmo desejando e pedindo mudanças de vida, vivem anos e anos apenas sendo mais do que já é… Tudo porque elas mesmas vivem; escrevendo, falando e suplicando por mudanças, mas a sua vibração crônica de falta, só faz com que a vida delas, só mude para mais do que já é…

Meu cunhado por exemplo, comprou um carro novo, bem no meio desse ano que se vai, mas sua vida continua sendo do mesmo jeitinho que já era antes, ele agora, só tem mais coisas para reclamar da vida; a gasolina cara, ipva, vaga para parar, o dinheiro que falta para pagar um seguro, a falta do som no carro, e ele continua indo trabalhar de ónibus, fez suas compras de natal de busão, levou sua filha pra escolher o presente dela de ónibus e até foi buscar sua mulher para comprar as coisas pra noite de natal de ónibus. Tudo porque continua como sempre, agora com mais falta de dinheiro e muito mais prestações, e com mais coisas para reclamar da vida. A sua casa continua sempre uma grande bagunça, mesmo ele tentando mudar, mais é pouco provável que isso aconteça, porque ele continua reclamando da sua própria vida. Nem ele dá a liberdade que quer para minha cunhada, nem ela retribui com o que ela também quer. então os dois ficam se vigiando 24 horas, porque os dois ficam reclamando um do outro, momento a momento o ano todo…

Se você quer mudar sua vida, comece de hoje a; pensar, falar e escrever, uma nova historia melhorada de vida. Pense apenas no que você mesmo quer, diga apenas o que você adora sentir, e escreva apenas, como será a sua historia fantástica que você mesmo ira viver nesse próximo ano, porque tudo, toda e qualquer coisa, só poderá mudar, no seu, aqui e agora. Sua realidade é você mesmo que a faz, momento a momento.