Posts com a Tag ‘Amigo’

O RELACIONAMENTO QUE EU QUERO…

- terça-feira, 30 de maio de 2017

familia feliz Eu passei anos e anos sendo dirigente budista, sempre lidando com muitos relacionamentos reais, e nunca tinha ouvido nada tão simples e eficaz sobre relacionamentos, assim como os Abraham me relembram. Eles dizem: Se tivéssemos uma criança, ou alguém; companheiro, amigo ou parceiro de negócios, e nós os pegássemos fazendo algo inapropriado, nós não amplificaríamos o que não queremos com as nossas palavras. Ou seja; nada de sermão, nada de cobrança e muito menos castigo. Identificaríamos o que não queremos, e então já sairia um foguete de desejo com o que queremos, e então nós apenas; visualizaríamos, visualizaríamos e visualizaríamos, até que encontrássemos a paz dentro dessa nossa visão. O Bem Estar é tudo o que queremos de tudo em tudo…

Quando você faz de alguém e sua ação, o coração de uma visão melhorada em que você gastou tempo, o seu relacionamento não só melhora, como a sua experiência é sempre melhor e eles também recebem os benefícios dessa experiência. Mas se você; pegá-los, vê-los e se preocupar com isso, e ainda colocar mecanismos no lugar, para impedi-lo de voltar a fazer, agora você não apenas amplificou isso que não quer, você mesmo fez disso agora, um compromisso que está os enganchando em tal ponto que, até que isso geralmente fique grande o suficiente, para que vocês se separem, e então você atrai outros para cumprir esse mesmo papel em sua vida. Porque tudo o que acontece comigo é apenas para eu mesmo desejar ainda mais…

A MINHA FELICIDADE OU EU TER RAZÃO?

- domingo, 10 de janeiro de 2016

Queixão Eu na maioria da vezes escolho a minha própria felicidade, embora tenha momentos em que eu também volto a ser mais um mero observador reagente e jogo toda a minha felicidade do momento fora. E olha que hoje eu sou bem mais deliberado e muito mais consciente do que eu já fui antes. E hoje eu sei que o bom do lado de falta dos contrastes, é que eu nem preciso voltar a viver isso, para sentir que eu tenho que praticar ainda mais, bem mais essa coisa de escolher mais o que vou pensar em todo e qualquer que seja o momento.

Eu tenho um amigo que é bem contrastante, ele tem os seus dois lados bem aflorados, o do Bem Estar e o lado da falta desse mesmo Bem Estar, Eu adoro Queixão, quem não gosta desse cara, acredito que não gosta de mais ninguém. Ele quando está feliz é contagiante, ele é uma das pessoas mais divertidas do mundo. Mas, ao mesmo tempo é uma pessoa totalmente observadora e reagente, que joga tudo que construiu fora com suas reações que lhe tiram o foco e sua atenção daquilo que ele mesmo mais quer. E assim ele vive nesse confronto interno com ele mesmo há anos. Atraindo e afastando tudo o que ele mais quer. Uma hora ele está completamente feliz e é maravilhoso, em outras bufando sua raiva do mundo, se tornando um saco.

Qualquer pessoa pode mudar isso se quiser, é tudo uma simples questão de escolhas. A primeira escolha é largar a razão de lado, e se apegar mais na sua própria felicidade, Ele mesmo tem de parar de reagir ou responder as circunstâncias que o cercam e ser mais feliz agora. Essa é a maior ilusão que o ego resistente ao fluxo de Bem Estar pode ter. Ele acredita que tem que reagir e sai do seu natural Bem Estar, para apenas sentir mais a sua própria ausência, por isso ele mesmo em muitos momentos se sente vazio. O caminho de menor resistência é. Ter eu mesmo a certeza que eu jamais controlo toda e qualquer que seja a circunstância a minha volta. Mas, eu posso controlar a minha própria vibração, eu posso controlar o que eu sinto agora, apenas escolhendo mais os pensamentos que eu mesmo vou pensar agora. E quando eu controlo a minha vibração, eu controlo tudo aquilo que tem a ver comigo, aqui e agora. E assim minha vida se torna mais feliz e realizada a cada momento…

Se você quer muito mudar de vida… Se quer mesmo ser muito feliz, aqui e agora…

- quarta-feira, 25 de abril de 2012

Nunca encare a sua realidade atual, a menos que a sua realidade, já seja da maneira que você quer que ela seja, aqui e agora…

E para ser mais franco ainda, eu mesmo que já vivo uma realidade fantastica. Tenho uma saúde maravilhosa, tenho uma mulher linda, baiana arretada, companheira e que me ama muito, busquei desde pequeno redescobrir ou relembrar o que para mim mesmo estavá ficando esquecido, de tanto ver e só observar a realidade alheia. Que eu sou um criador magnifico, que sou eu quem crio a minha realidade.

E olha que eu tenho três filhos maravilhosos que nunca me deram trabalho. Acho que é porque eu não gosto muito disso mesmo, eu adoro me divertir, e também com toda a certeza, porque eles têm uma mãe excelente e maravilhosa, além de ainda ser uma das mais belas mulheres da cidade em que eles nasceram. As minhas duas filhas, lindas, puxaram a mãe. Já me deram três netos; lindos, saudaveis e felizes.

Além disso, eu moro na praia mais linda do nordeste, onde todos os dias, sem precisar lembrar, eu vejo uma menina bonita na praia de Boa Viagem, e o ceú sempre está azul, ouvindo um ColdPlay ou um blues, e nem mesmo precisa ser domindo para o ceú sempre estar azul. Ando de bike todos os dias e curto muito minha piscina a noite. Trabalho no meu iPhone e no meu notebook, quando quero, na hora que quero, com quem eu quero, no lugar que eu quero… E melhor ainda, ganho o que eu quero. Tenho uma equipe maravilhosa, me divirto com a minha rede social Vibreleve, adoro criar meus aplicativos para internet e smartphones que, valem milhões de dólares.

Vivo viajando e me divertindo muito; nos melhores hoteis, resorts e restaurantes. Só para ilustrar, fui convidado por alguém que eu mesmo atrai, apenas com a minha própria felicidade, para nesse proximo final de semana prolongado, sair de helicoptero do Recife, direto para um Resort maravilhoso em Alagoas, só volto no final do dia 1º de maio, e esse mesmo amigo Wellington, já programou no proximo fim de semana de maio, uma confraternização com toda equipe que está produzindo o aplicativo Attraction, e olha que a equipe é grande, tem gente até que mora em São Paulo, num lugar arretado de bom, que é Muro Alto em Pernambuco.

Mesmo com essa vida maravilhosa que eu já tenho, eu ainda mudo a minha realidade, todos os dias, todas as horas, eu só encaro a realidade que eu desejo que ela sejá, daqui a 17 segundos, e eu mantenho isso vivo na minha cabeça, sentindo isso maravilhosamente bem, ao completar a eternidade dos 68 segundos seguintes, me sentindo bem, eu mesmo coloco a minha gerente, a Lei da Atração. A melhor gerente vibracional do mundo, e ela não me cobra nada além da minha própria vontade de desejar mais, sempre mais, para atrair tudo o que é preciso; mais pensamentos, mais pessoas maravilhosas, mais coisas e mais eventos semelhantes, para que o que eu mesmo acabei de desejar, ser a minha realidade atual, aqui e agora.

Como melhorar o seu relacionamento…

- quinta-feira, 19 de abril de 2012

Se existem aspectos de alguém em sua experiência que você realmente não gosta, só há uma razão pela qual eles ainda estarem lá. Você mantém sua atração constante para com esses aspectos, dando a sua total atenção para eles.

É muito comum, ver e ouvir as pessoas reclamarem do seu parceiro ou de alguém mais proximo. Eu adoro o fulano, mas ele me irrita em sempre se atrasar. Eu adoro a minha amiga, mas ela quando bebe alguma coisa muda, e eu fico até com vergonha. Minha mulher depois de um tempo esfriou na cama, isso me deixa amuado. Meu filho é uma pessoa boa, mas é muito bagunceiro, não consegue manter nada arrumado.

Sem saber sobre a Lei da Atração, você tem através desse seu velho hábito de observação, alcançado uma harmonia vibracional com as partes dessa pessoa, justamente com aquilo que você sabe que não gosta, e você continua convocando essas partes que te incomoda, com a sua oferta constante vibracional, sobre esses aspectos indesejaveis. Ao se sentir mal pensando nisso, você atrai mais disso.

Para solucionar isso é muito simples, faça uma lista dos aspectos positivos, do que você realmente gosta nessa pessoa e dê toda a sua atenção a isso, desvie sua atenção do que não gosta nele ou nela, afirme sempre que o seu próprio Bem Estar está acima de qualquer coisa.

Eu costumo dar minha intenção sempre ao deitar, e sempre antes mesmo de me levantar da cama. “Eu tenho a intenção de só ver o que eu quero ver, de só ouvir o que eu quero ouvir, a coisa mais importante é eu me sentir bem”.

Nunca tente mudar seu amigo ou parceiro, mude você mesmo…

- quarta-feira, 13 de abril de 2011

Hoje eu lendo uma citação do site dos Hicks, algo mexeu muito comigo, pois eu sempre volto a atrair coisas em algumas pessoas que, eu realmente não quero isso em minha experiência de vida, mas, nunca me toquei sobre o quanto isso é simples de mudar, talvez por ser muito simples, é que eu e muita gente acabamos deixando pra lá, foram os Hicks quem realmente começaram a mais de 20 anos atrás, a falar sobre vibração, Lei da Atração e tentar nos fazer relembrar como lidar com a criação deliberada e da arte de permitir.

Comigo, o que eles citaram acontece geralmente com amigos, mas, isso pode acontecer com um filho, ou um parente, e acredito que acontece na vida de todo mundo.

Como ninguém é igual a ninguém, as pessoas fazem coisas que nos achamos impróprias, e que às vezes nos deixam desconfortáveis, mesmo gostando delas.

E daí, por eu dar a minha atenção a isso que me cria desconforto e não naquilo que eu gosto nela, acabo atraindo mais daquilo que não gosto dela, não importa o que seja, e isso sempre acontece por eu deliberadamente ficar focado pensando justamente nisso ou naquilo que eu sei que não gosto, por eu comentar sobre isso, e ficar remoendo isso como se eu fosse um regurgitador compulsivo. A verdade é que fazendo isso, eu só estou amplificando exatamente isso que me incomoda.

O que eu tenho que fazer é identificar o que é que eu realmente não quero nessa relação, e depois fora daquilo, já pensando no oposto, justamente no contrario do que eu não gosto nele, eu automaticamente lanço um foguete de desejo do que eu realmente quero, e então, eu terei apenas que visualizar, visualizar e visualizar, até encontrar a paz dentro dessa minha visão melhorada e modificada.

Sente só isso…

Quando eu faço de alguém, e minha ação, focar é ação, o cerne, o coração de uma visão em que eu gasto algum tempo focado, o meu relacionamento melhora, minha experiência fica bem melhor, e esse meu amigo recebe o benefício da minha experiência.

Sente que perpetuamos o que não queremos por fazer exatamente o oposto disso acima?

Porque se eu me pego a olhá-lo, e a me preocupar com isso que não gosto, e tento colocar em prática mecanismos para quem sabe, talvez evitar algo, agora eu terei não apenas amplificado aquilo que não gosto nele, mas, terei agora, um compromisso que estará conectando com ele exatamente naquilo, até que isso geralmente acabe ficando grande o suficiente para que eu me afaste dele, e em seguida eu atraio outros amigos para desempenhar esse mesmo papel.

Coisa idiota, né? Mas, eu vivo fazendo isso, está na hora de mudar!