Posts com a Tag ‘adolescente’

A VIDA É AQUI E AGORA, NUNCA NO FUTURO…

- quarta-feira, 28 de junho de 2017

CORRECTION Britain Global Cyberattack Como as crianças e adolescentes de hoje ainda são tão mal assessoradas, primeiro pelos seus próprios pais e principalmente pelos seus professores, para a vida real. Todos nós sabemos que aqueles que são as pessoas normais, mais que a sociedade anormal ainda os chama, de os grandes gênios, criaram tudo que existe hoje do nada; a eletricidade, computadores, notebooks, celulares, internet e tudo mais, tudo não passava de um pensamento, de um desejo, porém, não foi só com o pensamento em como seria isso, nem de nada ensinado nas escolas que tudo isso veio a se manifestar.

Foi pensando e sentindo, como isso é bom, como isso é maravilhoso, que loucura gostosa, todos eles tinham quase que um orgasmo só em pensar nisso funcionando, aqui e agora! E foi assim que todos eles conseguiram vibrar seus desejos e atrair mais pensamentos e mais pensamentos, depois pessoas, coisas e eventos semelhantes para a sua realização. E mesmo assim, mesmo com muitas evidências, em mais de trezentos alunos que pesquisei, em vários estados, agora pela Internet é fácil fazer isso, nenhum deles estava no aqui e agora, todos estavam no futuro, seus desejos sempre no futuro, tudo na sua vida está lá no futuro, e eu posso afirmar que, o único lugar onde temos o poder, é no aqui e agora.

Eu tentei fazê-los recordar e o principal, confirmar como eles realizavam os seus desejos quando ainda criança, e todos eles relatavam o que todos já sabem, em cada relato, eles diziam que viviam o desejo, brincavam com seus desejos imaginários, uns pedalavam suas bicicletas em seus sonhos acordados, outras brincavam com suas bonecas imaginárias, e isso, mesmo com a sua mãe ou seu pai dizendo que eles não tinham dinheiro para dar o que eles queriam, eles persistiam em pensar muitas e muitas vezes nessa felicidade, escreviam sobre como é bom ter o desejo, pintavam e desenhavam, descreviam a cor, o cheiro, o tato, viam como se aquele pedaço de madeira fosse a sua boneca, seu carrinho, sua bike, e então, a bicicleta veio, a boneca veio e todos os outros brinquedos vieram, porque eles sentiam seus desejos no aqui e agora.

O caso mais espantoso veio da Bahia, lá vem um cara, um adolescente dizendo que queria uma bolsa de Iniciação Científica na UNEB, porque seria uma oportunidade de crescimento profissional, se destacando dos demais e conseguindo assim, um futuro muito próspero depois da faculdade. Seria é futuro, e o pior é, achando que para ele ter o que deseja, ainda precisa deixar alguém ou milhares de outras pessoas maravilhosas como ele mesmo, sem o que ele mesmo mais deseja… A verdade é que… O mundo é abundante, não precisamos competir por nada, só os que se sentem felizes com o que fazem, é que são realmente sucesso na vida, quanto mais feliz e despreocupado com a vida, mais ela lhe dá.

Se todos meus desejos que eu mesmo criei, existem, porque eu não os vejo?

- sexta-feira, 2 de março de 2012

Tudo o que qualquer ser humano já pensou nessa vida, passou a existir naquele exato momento, bastou o pensamento, e todos seus desejos são imediatamente, automaticamente e irrevogavelmente realizados, só que para vê-los com sua mente humana é preciso que ele mesmo faça a fusão com sua mente superior, e isso se faz indo ao seu próprio vórtice particular, local onde ele mesmo voltou a colocar a sua própria energia a ganhar a velocidade do fluxo do Bem Estar novamente, para que agora fundido com sua energia pura, possa ganhar o formato do seu próprio desejo.

E depois disso ele mesmo é jogado ou se joga pra fora desse vórtice para que ele como ser físico, continue a existir aqui e agora, apenas momentaneamente não mais uno com seu eu interior que é, e continua sendo energia pura, todos nos, antes de desejarmos vir para esse mundo de contraste, éramos unos no fluxo do Bem estar.

As pessoas, ou essas partes do eu interior, em formato humano que, não fazem a sua própria viagem emocional ao seu vórtice criativo, é bom deixar claro que, é essa viagem puramente emocional que volta a dar velocidade a energia, elas mesmo não indo ao vórtice contribuem e muito continuando densas sem velocidade e criando mais contrastes para esse mundo, porque como não percebem e nem concebem suas próprias criações, não conseguem sentir sua tríade de intenções para com esse mundo; liberdade, felicidade e expansão, e com isso criam a falta do que já realizaram, já que ninguém pode ser menor do que já é.

Elas materializam apenas os contrastes para que eles mesmos possam voltar a desejar, até ir para o seu vórtice em apenas mais uma viagem curta para materializar sua criação ou, vão de definitivo para o fluxo, deixando de ser humano, voltando a ser pura energia.

As pessoas que nascem agora, elas sabem o que vão encontrar agora, neste exato momento e lugar, porque antes, quando eram apenas pura energia, tinham uma visão ampla de todos os mundos criados aqui, e o seu eu interior continua interagindo com todo o Universo, e você como ser físico, apenas interage com esse seu pequeno mundo, então apenas pode ver o que já foi criado nesse seu pequeno mundo, apenas quando as criações se expandem, e que elas se unem e podemos perceber e conceber a criação alheia. A criação de sua outra parte que, também é você criando em outro mundo.

O sentimento ruim aparece sempre que você não permite a sua outra parte permitir a criação dela em seu mundo e vice versa, porque isso é resistir ao que você já expandido é.

Os índios de hoje, que vivem ainda em seus mundos, não vêem nossas invenções, porque no seu mundo, naquele local e momento, não existem os carros inventados, criados por alguém, mas nossos mundos se expandiram, o índio da forma dele e o do criador do carro também, então seus mundos se cruzaram e assim cocriaram expandindo os dois mundos.

Isso é tão verdade que até ainda hoje tem crianças americanas que ainda acreditam que todos nos somos índios primitivos, e com jacarés andando em todas as nossas ruas de chão.

Muitas de nossas crianças brasileiras nem imaginam as criações existentes na America, seus mundos são completamente diferentes, quando eles passam a se cruzar, seja com traduções pela internet ou um aprendendo a língua do outro, seus mundos se expandem, passamos a perceber e conceber vários mundos.

Pegue um garoto nascido numa favela que nunca teve acesso a internet e veja o seu mundo, no que ele realmente vê e acredita, é um mundo totalmente pequeno e sem expansão, onde apenas se cria resistência ao fluxo do bem Estar, e é ele mesmo quem cria mais disso, porque mesmo ali em seu minúsculo mundo continuará a sempre criar desejos, porém sem fazer a sua viagem ao vórtice, então ele apenas foca nesse seu mundo, apenas na própria sobrevivência desse seu mundo sem expansão, o que é impossível.

Tudo no Universo se expande de uma maneira ou de outra. Esse é verdadeiro motivo de todos esses adolescentes, bater as botas tão cedo, sem expansão, eles não conseguem fazer a fusão entre esse mundo e o fluxo do Bem estar e assim voltam em definitivo para a expansão até escolher outra aventura, outra experiência de vida, que pode ser aqui ou em qualquer outro mundo nesse imenso Universo.