Arquivo da Categoria ‘rede social’

Qual o diferencial da rede social Vibre Leve para o Orkut, Twitter ou o Facebook?

- domingo, 13 de março de 2011

Existe um diferencial entre a rede social Vibre Leve e o Orkut ou o Facebook?

Em primeiro lugar as redes Orkut, Twitter e Facebook são de grupos que só visam lucros financeiros porque só tem investidores que querem lucro, querem o retorno de seus investimentos, o que é totalmente justo. Não existe nada a condenar.

A rede social Vibre Leve é de uma ONG, que tem a filosofia do Bem Estar, onde não se visa lucro pessoal, nós visamos a liberdade em primeiro lugar, a felicidade em poder compartilhar e realizar o desejo de milhares de pessoas, todos os bilhões de reais anuais que virão da rede social dos desejos Vibre Leve, serão para realizar os desejos dos milhões de usuários dela mesma, distribuindo notebooks para alunos de escolas publicas, distribuindo bancas de inclusão digital para as escolas publicas estaduais e municipais poderem ajudar os seus alunos e os próprios pais ou responsáveis desses alunos a conhecerem o mundo Web e também realizar milhões de desejos. Principalmente os que forem colocados nas suas “caixas de desejos” na própria rede social Vibre Leve, seja de qualquer usuário, independente de sua classe social.

Além disso, se você pesquisar a fundo, verá que, as redes sociais por serem locais de convergência de milhões de pessoas no mundo todo, é a mídia que mais recebe verba de publicidade no momento, e com os bilhões de US$ que elas faturam anualmente, que também podemos almejar, basta cadastrar gratuitamente milhões de pessoas, é cada um convidando mais pessoas a rede social dos desejos Vibre Leve vai poder além de tudo isso, implantar vários Centros Culturais espalhados pelo Brasil consolidando a filosofia do Bem Estar, poderemos ter vários Centros de Intercambio, onde voluntários de uma determinada região poderão participar gratuitamente de atividades de Bem Estar nessas unidades que serão verdadeiros Resorts do Bem Estar em outra região do Brasil, voluntários do Sul vindo para o Nordeste e visse e versa.

Exclusão Digital da Infância brasileira – Crianças sem computador e Internet.

- segunda-feira, 7 de março de 2011

Exclusão digital pode prejudicar economia brasileira, dizem especialistas

- segunda-feira, 7 de março de 2011

Caio Quero, 16 de março, 2010
Da BBC Brasil em São Paulo

Segundo IBGE, apenas 1/3 dos brasileiros têm acesso à rede.

Com apenas um terço de sua população com acesso à internet e um índice de penetração de banda larga menor que o de países como Argentina, Chile e México, o Brasil corre o risco de ver seu crescimento econômico comprometido devido a este atraso, segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil .

De acordo com dados do IBGE, mais de 65% dos brasileiros com mais de dez anos de idade não acessam a rede mundial, sendo que a grande maioria destes (60%) não o faz por não saber como ou por não ter acesso a computadores.

O número de desconectados no Brasil é muito maior, por exemplo, que o da Coreia do Sul – onde quase 78% da população tem acesso à rede -, que de grande parte dos países da Europa Ocidental e até mesmo que o do Uruguai, onde cerca de 40% das pessoas acessa a internet.

Crescimento perdido

É difícil mensurar o quanto o Brasil vem perdendo em termos de crescimento econômico e de empregos com este atraso.

Dados da consultoria McKinsey&Company, no entanto, apontam que um aumento de 10% nas conexões de banda larga pode levar a um crescimento entre 0,1% e 1,4% no PIB de um país. Uma outra pesquisa, do Banco Mundial, indica que este crescimento pode ser de 1,38% em países subdesenvolvidos.

Segundo a pesquisa da McKinsey, este crescimento econômico se dá por cinco fatores: primeiro devido ao impacto direto do investimento na rede de banda larga, depois pelo efeito da melhoria na indústria, seguido por aumento nos investimentos estrangeiros diretos e na produtividade e por uma melhora no acesso da população a informações.

O mesmo estudo diz que se a penetração da banda larga na América Latina atingisse o mesmo nível da Europa Ocidental, 1,7 milhão de empregos poderiam ser criados na região.

Exclusão Digital… Mais que uma vergonha! Um apartheid digital?

- domingo, 6 de março de 2011

Preste bem a atenção ao que o sociólogo Sérgio Amadeu da Silveira, autor do livro Exclusão Digital deixou publico e notório; “a exclusão digital, além de ser um veto cognitivo e um rompimento com a mais liberal das idéias de igualdade formal e de direito de oportunidade, a exclusão digital impede que se reduza a exclusão social, uma vez que as principais atividades econômicas, governamentais e boa parte da produção cultural da sociedade vão migrando para a rede, sendo praticadas e divulgadas por meio de comunicação informacional.”

Como pode o Brasil sonhar em fazer parte do primeiro mundo convivendo com a exclusão digital?

O sociólogo ainda pergunta, “afinal, quantos gênios da informática não estão escondidos pela ignorância e pelo apartheid digital em nosso país?”

A ONG Vibre Leve Inclusão Digital e Bem Estar quer o apoio dos governadores e prefeitos para fazer a inclusão digital virar uma realidade, já, agora! Sem nenhum custo financeiro para os órgãos públicos, não queremos verbas publicas, queremos apenas um engajamento oficial, para que as autoridades lutem pelo engajamento de seus funcionários como voluntários da ONG Vibre Leve, para ser voluntario é bem simples e não custa nada, basta se cadastrar seu e-mail e convidar seus amigos e isso é totalmente grátis para todos.

Estamos iniciando nossa jornada de Inclusão social pelo estado de Pernambuco, porque tanto a ONG quanto a rede social Vibre Leve, nasceram aqui, mostrando o valor da juventude pernambucana na área de TI, em buscar soluções para o país.

Da onde vem o dinheiro para distribuir notebooks e bancas de Inclusão Digital?


Nossas bancas de Inclusão Digital darão um banho de visibilidade, tanto para a ONG, quanto para a rede social Vibre Leve, e ninguém jamais poderá dizer que está de fora porque não as conhece.

Os recursos virão das grandes empresas privadas que já gastam milhões em publicidade na internet, a nossa ONG já tem a sua própria rede social Vibre Leve.com, contando com o engajamento das autoridades, artitas locais e globais e da própria população através das escolas publicas, com o cadastrando dos pais ou responsáveis e seus alunos para eles mesmos serem atendidos pela ONG, e fazendo um convite as escolas privadas a adotarem as escolas publicas para que o mais rápido possivel cada uma delas possa ter a sua banca de Inclusão Digital instalada para o uso de seus alunos durante a parte do dia e de seus pais ou responsáveis no período noturno, só no estado de Pernambuco podemos passar de seis milhões (6.000.000) de voluntários.

Nossas bancas terão publicidades nas laterais de patrocinadores da inclusão digital no Brasil, já estamos cadastrando empresas e voluntarios da Europa, Asia e dos EUA que já fazem doações para a ID.

Como a meta da ONG Vibre Leve é também o Bem Estar, além da inclusão digital, usaremos dez por cento (10 %) das verbas de patrocínio da rede social Vibre Leve para realizar um dos desejos que qualquer voluntario que já tiver colocado em sua “Caixa de Desejos”, basta ficarem atentos as tarefas que iremos avisar pela própria rede social e também usaremos o critério de visitas diárias a rede social dos desejos Vibre Leve o que fará milhões de pageviews diários, o que realmente aumentará ainda mais o interessa das grandes empresas que investem pesado em grandes redes sociais.

ISSO É TOTALMENTE VIAVEL E EXEQUIVEL.

Só no final do ano o estado de Pernambuco emitiu duzentos e quinze mil (215.000) contracheques de 13º a seus funcionários, contava com 940.000 alunos matriculados na sua rede estadual, se cada aluno cadastrar seus pais já seremos 2.820.000, mais os funcionários convidando apenas mais dois amigos ou parentes, teremos mais 645.000, só nessa brincadeira já teremos 3.465.000 voluntários/usuários só no estado de Pernambuco, isso sem contar com todas as prefeituras do estado e seus alunos da rede municipal.

Pense bem! Nosso cadastramento é nacional, só com o nordeste encostaremos com certeza nas maiores redes sociais estrangeiras como o Facebook que tem hoje no Brasil 13 milhões de usuários, e podemos sim, até o final do ano passar o Orkut que tem hoje 27 milhões de usuários, fazendo o orgulho de ser brasileiro também brilhar nesse campo, com a possibilidade real da rede social Vibre Leve ser a primeira rede social genuinamente brasileira desbancar as maiores redes sociais do mundo.

Para se ter certeza de que dinheiro para realizar isso, tem e muito. Veja apenas o exemplo da UOL que só é mais um site de conteúdo, não tem o status de uma rede social, tendo apenas algo em torno de dois milhões de usuários. Na sua tabela de publicidade que qualquer um pode verificar na sua home page, tem anúncios que vão de duzentos mil reais (r$ 200.000,00) por hora a outros de novecentos e cinqüenta mil reais (r$ 950.000,00) por dia, o próprio Bradesco o banco oficial do estado de Pernambuco está sempre na capa do Uol.

Aspecto positivo sobre a ONG Vibre Leve em 2011

- quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

ONG Vibre Leve: Temos uma filosofia fantástica que é colocar em primeiro lugar o Bem Estar, e a Inclusão Digital, iniciamos de uma base solida que é o desejo inato de todo ser humano, liberdade, felicidade e expansão, estudamos um método inovador e de fácil execução, que é mexer com o desejo de todos os pais, alunos e professores de todas as escolas do país, publicas e privadas, que é ver o brilho nos olhos de milhares de crianças, ver uma criança feliz e com expectativas de um mundo melhor é muito gratificante e confortador, e é fácil e exequível a distribuição de milhares de notebooks, das nossas bancas de inclusão digital e a implantação das nossas sedes, dos nossos Centros Culturais e dos Centros de Intercambio Vibre Leve, espalhados pelo país, solidificando a cada passo a cultura do Bem Estar, temos uma equipe jovem e dinâmica reunida há mais de dois anos, temos um site maravilhoso para cadastrar as escolas e os milhares de voluntários por todo o mundo, temos uma rede social própria que já está no ar desde dezembro de 2008, que além de ser o nosso carro chefe para arrecadarmos verba em todo o mundo, ela também ajudará a realizar os desejos de milhares de pessoas todos os dias.

As bancas de Inclusão Digital da nossa ONG Vibre Leve.
As escolas que mais cadastrarem novos voluntários para a ONG Vibre Leve serão as primeiras a receber a sua banca toda climatizada e com onze computadores de ultima geração e com internet totalmente grátis, para que alunos e também os seus pais possam estarem incluídos na internet, e é bom lembrar que basta se cadastrar e convidar apenas mais uma outra pessoa você já é um voluntário muito importante para a inclusão digital, porque as empresas só investem onde tem muita gente reunida, então com milhares de pessoas cadastradas em cada estado poderemos colocar bancas em todas as escolas municipais e estaduais, e com toda a certeza fazendo milhares de pessoas mais felizes e ampliando o Bem Estar.

Rede social Vibre Leve: A rede social é um sonho, é mais um desejo realizado, ela tem muitas ferramentas que são mais que suficientes para atrair e gerar o Bem Estar em todas as pessoas, e como a própria vida, ela está em eterna expansão, sempre!

Temos um “quadro de visão” que é perfeito para que as pessoas criem em primeiro lugar o sentimento de apreciação, quando as pessoas vêem suas lindas fotos, as que a remetem a este estado maravilhoso de sentimento, que as fazem permitir a alegria de viver, elas atraem tudo o que desejam e até mesmo o que já desejaram desde que vieram para esse mundo.

Então, depois disso, já inspirados na alegria poderem coletar em sua “caixa de desejos” suas preferências pessoais, cada desejo é uma exclusiva escolha sua, e a cada resposta do porque, quando elas descrevem suas preferencias é simplesmente porque enquanto ela pensa e escreve o “porque” do seu desejo, ela não desvia o que já é seu; ela não interrompe; ela saboreia a sua própria criação; ela se abre feito uma flor; ela não se sabota! Todas permitem, que o seu próprio amor abençoe ela mesma, elas permitem que o seu eu interior desfrute a vida nela mesma, elas não resistem ao que o seu eu mais sábio, mais gosta de fazer que é, sentir a vida através dos seus sentidos; de ele mostrar a elas que todos somos um.

Para quebrar a maior resistência que existe até hoje, que é ao tema dinheiro, para que as pessoas sintam realmente a prosperidade e a abundancia em suas vidas e assim atraírem mais disso para suas experiências pessoais, criamos uma das maiores diversão que é o aplicativo “Attraction”, o banco que vibra com você, nele cada pessoa ganha a vibração de ser próspero financeiramente, o que atrai mais disso para todos os outros temas em sua vida.

Um outro aspecto positivo da rede social dos desejos Vibre Leve é em vez de ter um departamento de publicidade, teremos apenas o de marketing, nossa rede social é a primeira a só ter patrocínios em termos de inclusão digital e teremos fontes de desejos no lugar de publicidade.

Além de ser um marketing inteligente e Wiki, é muito mais rápido e pratico e facilitando a vida dos todos os nossos criadores de desejos, eles vão vibrar muito mais rápidos seus desejos.

As empresas patrocinadoras terão seus banners na home page da rede social, do blog e do site da ONG Vibreleve, isso é a única coisa que temos de parecido com as mídias tradicionais.

As empresas que forem colocar seus produtos para que estes sejam adicionados e compartilhados como desejos dos nossos milhões de internautas, cada uma terá sua própria fonte de desejos onde colocarão as fotos e a descrição de cada um de seus produtos, aqui sua empresa é uma fonte real de desejos, para que na maioria dos casos em vez de o nosso usuário da rede ter de baixar foto dos sites de busca ou de sites específicos de fotos, possam baixar direto das fontes, tendo em primeira mão os lançamentos mais quentes das empresas, que manterá sua fonte sempre atualizada com novos produtos.

Além da fonte de desejos empresa, teremos outro tipo de fonte que é para os profissionais liberais, todos os tipos de artistas poderão ser fontes de desejos; pintores terão em sua fonte seus quadros e escultores suas obras de arte, artesãos seus trabalhos, até mesmo vendedores autônomos poderão ter sua fonte de desejos expondo o que vendem.

Os nossos internautas ao baixarem seus desejos das fontes para sua caixa de desejos, para seu quadro de visão ou para algum de nossos aplicativos como o Attraction, poderão compartilhar esse desejos em todas as outras redes sociais, fazendo com que o seu desejo (produto) seja apreciado por mais alguns milhões de internautas das outras redes como Facebook, Twitter e Orkut.

Realizando desejos na vida real.

Quando um usuário criador de desejos, criar algo que movimente um compartilhamento em massa em toda a internet, trazendo milhares de visitas ou novos usuários para a rede social Vibre Leve, seja de outras redes sociais ou de seus amigos que ainda não estão em alguma das redes, escolhemos um de seus desejos na sua própria caixa de desejos para realizá-lo de imediato naquele mês, dando preferência a um desejo adicionado de algum patrocinador ou de alguma fonte da nossa rede social Vibre Leve.

Sedes da ONG Vibre Leve: As sedes da ONG Vibre Leve se perecem muito mais com as do Google pela sua filosofia de liberdade, e um pouco com as do Facebook, pela sua atração de novos desenvolvedores de aplicativos, temos uma vantagem enorme que é basear nossa filosofia no Bem Estar, acreditamos que sem a liberdade, felicidade e expansão as próprias pessoas passam a criar muito mais resistências aos seus desejos do que realizações, nossas sedes são de aparência alegre e jovial e tudo é movido pela geração wiki, elas servem para colocar todo a nossa equipe e nossos voluntários dentro do espírito do bem Estar em primeiro lugar.

Centros Culturais: Os Centros Culturais da ONG Vibre Leve, serão centros em excelência do Bem Estar, lugar onde pais e filhos possam diminuir a desigualdade de informação e conhecimento sobre como serem muito mais sensíveis as suas emoções e assim motivar mais e mais pessoas a fazerem sua verdadeira revolução humana ao aprender a se permitir, se tornando exímios professores na arte de permitir. Eu já ajudei a construir oito Centros Culturais e um campestre por uma outra ONG a BSGI, tenho experiência em realizações de grande porte e as usarei para criar ainda mais.

Centros de Intercambio: Esses centros que ficarão espalhados pelas várias regiões do Brasil, de preferência em cidade com orlas ou montanhas e uma em especial na Amazônia, serão verdadeiros resorts do Bem Estar, tudo voltado para que as pessoas possam interagir com suas próprias experiências em relação as realizações desses desejos em suas cidades, e que nesses encontros possam alavancar ainda mais a deliberação de seus pensamentos e por conseguinte suas emoções positivas.

Equipe Vibre Leve:
Diogo; Don Diogo é uma figura incrível, tem um bom gosto fascinante, é rápido em tudo, sabe que a sua emoção tem que vir em primeiro lugar, e é por isso que ele despeja sua emoção em cada parte do site da ONG e da nossa rede social, tem uma visão privilegiada de tudo que é bom para os nossos objetivos serem alcançados facilmente, sabe comandar a equipe de TI e sabe escolher quem é o melhor em cada setor, está sempre colocando nossa rede social na frente das outras redes, ele vive vibrando leve o dia todo.

Igor; Grande Igor, ele tem um lado que é maravilhoso, tem o potencial de transmutar sexualmente sua energia para implantar os melhores softwares na nossa rede social, é o nosso chefe dos programadores e criadores de aplicativos, está sempre se atualizando para que possamos estar interconectados com todas as outras redes sociais o que faz com que a rede social Vibre Leve esteja em eterna expansão.

Luiselza; Nossa advogada é muito especial, além de ser competente é também a nossa melhor revisora de testos, resolve tudo com a maior dedicação, ela resolve toda a parte jurídica da nossa ONG e da rede social com uma facilidade incrível, é uma amiga e tanto, está sempre se atualizando para dar o melhor de si para os nossos objetivos.

Fernando; Falar nesse amigão é muito fácil, alegre e amigo pra até de baixo d’água, tem uma rede de amigos de botar inveja, sabe abrir portas, sua felicidade é contagiante, está sempre feliz e sorrindo, é o nosso relações publicas.

Lana; Nossa assessora de imprensa é uma das mais competentes no que faz, tem uma penetração em todos os veículos de comunicação e também com pessoas de comando em grandes empresas, sabe como ninguém vender nossos objetivos, tem um bom gosto incrível, ela é simplesmente fantástica.

Carla; Sabe muito bem como administrar a verba da ONG da melhor maneira possível para que todos os cronogramas de implantação possam ser realizados, é competente e adora o que faz, comanda maravilhosamente nossa equipe financeira, é a mãezona de toda nossa equipe feliz.

Lyon; Nosso administrador dos Centros Culturais espalhados pelo país, ele é muito bom em saber o que é preciso em cada sede ou Centro Cultural, são salas amplas e divertidas de internet, salas de palestras, salas de vídeos que são um sonho, áreas de lazer, tudo aconchegante e com amplo estacionamento.

Nayana; Como ela já viajou pelo mundo ela é a mais indicada para resolver aquisições ou as plantas dos engenheiros e arquitetos para as construções de Centros de Intercambio, os Resorts de Bem Estar da ONG Vibre Leve, seu bom gosto e sua experiência em saber o que é o melhor, a faz competente para deixar todos da nossa equipe e todos os nossos voluntários se sentindo bem só em pensar em estar num desses centros de excelência do Bem Estar.

Nara; A estilista responsável por todos uniformes e vestimentas usadas nas sedes e Centros, também é quem administrará as aquisições de todos os meios de transportes que as nossas sedes e Centros precisarem para atender cada voluntário da ONG Vibre Leve em suas atividades do Bem Estar.

Luiza; É a responsável por toda a parte lúdica e artística da ONG, contratando doutores da Alegria para ampliar o Bem Estar social onde for preciso e criando oficinas de arte nas sedes e nos Centros Culturais.

Gabriel; O Dr. Gabriel comandará os “Doutores da Alegria”, esses contratados ou os “Doutores do Bem Estar”, voluntários da ONG, cuidando de manter a saúde de cada voluntário.

Cláudio; Não existe pessoa mais indicada para prover tudo o que os nossos voluntários espalhados pelo Brasil precisarão como os uniformes, lanches e transportes. Além de ser uma pessoa sempre alegre e prestativa a todos sem distinção.

Novo Uno duas portas já é desejo na rede social Vibre Leve

- quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011


Link para a rede social http://www.vibreleve.com/desejos/de/Novo-Uno-2-portas/4747

Lanhouses a um passo da aceitação em CAMPUS PARTY

- quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


A partir da esquerda: Luiz Nelson Vergueiro, Nelson Fujimoro, Wagno Oliveira (AACID), Otávio Leite (PSDB-RJ) e Mario Brandão (ABCID). FOTO: Divulgação

Em uma mesa com deputados, membros do governo e de associações representativas do setor, o tema lanhouses foi exibido sem contrapontos, mas sim com uma longa exposição sobre as conquistas nos últimos tempos.

O relator do projeto nº 4.361 que modifica o parágrafo no Estatuto da Criança e do Adolescente que trata do funcionamento de lanhouses (chamadas de “casa de jogos”) chamou atenção para a mudança de visão sobre o conceito sobre elas. “Elas são centros de inclusão digital. Isso avança o modo como as lanhouses são discutidas pelo jurídico brasileiro”, diz.

Foi defendida ainda a proposta de isenção fiscal de equipamentos, softwares e outros tributos aos donos de lanhouses pelo governo. Para que tal ideia tenha efeito é preciso acelerar o processo de regularização e definição jurídica de um modelo de negócio, pondera Nelson Fujimoto, assessor de inclusão digital da presidência da república.

“As lanhouses não vendem só conexão. É preciso um enquadramento técnico para que eles possam receber linhas de crédito e incentivos vindos de fundos públicos”, disse Fujimoto.

Fujimoto disse que o processo de descriminalização de lanhouses já avançou e que o próximo passo é fazer com que as lanhouses sejam encaradas como parceiras da gestão pública pela inclusão digital.

Luiz Nelson Vergueiro, funcionário da Telebrás, comentou sobre as intenções de colocar as lanhouses como parceiras no Plano Nacional de Banda Larga e oferecer boas conexões a preços mais acessíveis, mediante (de novo) regularização dos estabelecimentos. Isso no contexto brasileiro que, segundo pesquisas, apontam que 90% das lanhouses estão na informalidade.

Mario Brandão, presidente da ABCID (Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital) lançou mais números ao debate. Segundo ele, 85% dos usuários de internet pertecentes à classe D e E o fazem por lanhouses. Enquanto apenas 10% da classe A e B se conectam desta forma.

Brandão reforçou a dificuldade em se mudar a imagem desses estabelecimentos e comentou sobre o erro de ver as lanhouses como inimigos. “Telecentros e lanhouses não excludentes. É impossível olhar só os perigos e ignorar os benefícios que as lans podem trazer”, afirmou.

O presidente da ABCID ainda lembrou que as lanhouses podem ser elementos importantíssimos para a educação do país. “Mas de que educação falamos aqui? Ninguém mais precisa decorar com a internet, temos que ensinar como relacionar fatos e a pensar de maneira mais ampla. É um novo momento”, disse.

Por fim comemorou a publicação nesta segunda-feira passada da revogação completa da lei carioca que impedia lanhouses de ficarem a menos de 1 km de “centros de ensino” no Rio de Janeiro.

Na rede social Vibre Leve as pessoas ja estão desejando o que saiu na em Las Vegas na CES 2011 (Consumer Electronics Show)

- sábado, 22 de janeiro de 2011

O Motorola Xoom ficou com o prêmio de melhor lançamento e melhor tablet da CES 2011, o que quer dizer muita coisa. Com sua tela widescreen de 10,1 polegadas capaz de mostrar vídeos em FullHD 1080p, seus 32GB de memória interna e o sistema operacional Android 3.0 (Honeycomb), o Xoom impressionou a todos os presentes. Ele vai ser lançado nos Estados Unidos em uma versão com 3G, mas vai ganhar um update no segundo semestre para acessar redes 4G LT. O Motorola Xoom deve chegar ao Brasil em abril deste ano.

O Xperia Arc é a nova aposta da Sony Ericsson para o mercado de smartphones. Este aparelho ultra fino é equipado com o Android 2.3 (Gingerbread), ele tem como principal diferencial sua tela de 4.2 polegadas, que conta com uma resolução de 854 por 480 pixels e a tecnologia BRAVIA Mobile, e foi chamada pela Sony Ericsson de ?Reality Display?. Além disto, ele também tem uma câmera de 8 megapixels com foco automático e flash LED, e uma porta HDMI para você assistir a vídeos em uma HDTV.

Além de ficarem cada vez mais finas e mais brilhantes, a grande maioria das TVs apresentadas na CES 2011 conta com telas 3D. O problema é que muitos usuários ainda têm dúvidas e reticências com relação ao uso de 3D nas TVs, e para conquistar estes clientes, a Toshiba apresentou modelos de TVs que dispensam o uso de óculos especiais. Outras empresas como a Sony, LG e Panasonic também apresentaram TVs com 3D sem óculos na CES 2011, o que já configura uma tendência de mercado.

Mais novidades aqui http://www.vibreleve.com/desejos/de/Motorola-Xoom/4543

E por falar em redes sociais

- sábado, 22 de janeiro de 2011

O mundo agora é wiki, e você?

As redes sociais

- sábado, 22 de janeiro de 2011

Participe da www.vibreleve.com e faça parte da maior ONG de inclusão digital do Brasil.