RELEMBRANDO ALGO IMPORTANTE…

23 de agosto de 2019 por
Publicidade

fenomeno-ll Eu nunca posso ter um final feliz no final de uma jornada infeliz; simplesmente isso não funciona assim. A maneira como eu estou me sentindo, ao longo do caminho, é a maneira como eu continuo a preparar qualquer que seja essa minha jornada, e é assim que ela vai continuar, até eu fazer algo sobre o modo como eu mesmo estou me sentindo agora…

Eu lia isso nos livros da Esther Hicks, e mesmo assim, em alguns assuntos, eu continuava pensando igual ao que eu pensava antes, e tinha coisas que demoravam muito a mudar. E foi aí que eu percebi a maior armadilha que a sociedade criou para manter as pessoas ainda reagentes. “Os livros que viram filmes”. A própria Rhonda Byrne tentou fazer isso com os livros da Esther e Jerry Hicks. As pessoas dizem que todos devem ler muito livros. E é isso que as fazem realimentar suas velhas crenças, ficar pensando os pensamentos dos outros em vez de escolher mais o que pensar e lhe fazer se sentir bem…

Um exemplo bem atual e esse: Muitos estão despertando para a física Quântica, mas é difícil encontrar alguém que aceite, ou que pense mais sobre: “Ele mesmo ser o observador que determina o comportamento dos átomos”. Os filmes que mais tramitam no mundo Quântico; Matrix, Fenômeno, Lucy e Sem Limites, ainda levam as pessoas a pensarem que nunca é só a sua observação que muda o comportamento dos átomos, sempre tem uma droga, ou evento externo, que eles precisam ler livros ou adquirir conhecimento ainda fora da Fonte, onde todos o conhecimento está. E todos esses filmes, ainda alimentam as teorias das conspirações, fazendo todo mundo voltar a realimentar as velhas crenças de que “não se tem escolhas” e a que “é preciso sobreviver”