O MAL DO SÉCULO… ELES ADORAM UMA NOVA DOENÇA…

8 de novembro de 2018 por
Publicidade

SEI SÍNDROME Os ignorantes Quânticos, esses especialistas de momento, os egos limitados, ainda muito resistentes ao seu natural fluxo de energia e informação de Bem Estar, vivem criando novos nomes, para suas novas doenças criadas pela sua pouca informação, ou até a sua ignorância sobre as Leis Universais. Eles agora inventaram a “Síndrome do Excesso de Informação”. Isso é muito divertido, porque a sigla “S.E.I.”, mostra que eles ainda não sabem de nada. E se tudo é energia e informação, em eterna expansão, inclusive o pensamento que é “o observador que comanda os átomos”, tudo estará sempre sendo mais, só podemos incluir mais, não se tem como excluir, e isso não é mais uma doença que o homem encontrou como desculpa ou justificativa, para ainda sobreviver mais, nas mais baixas frequências de ausência de Bem Estar. Realmente palavras não ensinam nada. É a experiência de vida que me traz o meu conhecimento. Mas quando eu ouço palavras que são como um fósforo vibracional para o conhecimento que eu mesmo acumulei, então às vezes é muito mais fácil para mim resolver tudo…

A solução para isso que ele chama de excesso de informação, é colocar a informação que sempre vai ser mais, em uma sincronia perfeita. E isto se faz ao se dar a intenção à cada seguimento que se vai entrar. E eu nem tenho ou preciso ficar dizendo para mim mesmo, que a minha intenção agora é… Eu posso naturalmente ao entrar em um novo seguimento dizer coisas como; eu amo, eu adoro, eu fico apaixonado, eu me sinto bem, isso é maravilhoso, eu aprecio isso e por aí vai… Ao acordar eu digo, eu adoro encontrar com coisas que me façam mais feliz, eu só quero ver o que eu quero ver, e está dada a minha intenção, vou tomar o café da manhã, eu digo eu amo encontrar e escolher frutas deliciosas pela manhã, e está dada a minha intenção para este novo seguimento. O ego, esse meu sistema de crenças, fala comigo o tempo todo, se eu não estou consciente e deliberando o que eu quero que ele fale comigo, essa minha intenção, ele o ego, passa a ser um observador reagente, ele vai entrar na sincronia do pensamento com mais sincronicidade do momento, que pode ser o de centenas de pessoas a minha volta, ainda vibrando pensamentos de ausência de Bem Estar, e lá vou eu copiar vibrações como mais uma Maria vai com as outras…