JÁ FIZ MUITAS COISAS, ESTOU SEMPRE TROCANDO…

20 de outubro de 2018 por
Publicidade

drone-trip (1) E as pessoas sempre perguntam, como você conseguiu fazer tantas coisas? Porque você está sempre mudando, e de tudo mesmo? Eu realmente sempre estou sempre me expandindo mais, é com a troca da minha filosofia de vida, de mulher, de família, de amigos, de meios de ganhar dinheiro, de cidade, de estado, adoro trocar de carro, e agora eu quero um drone tripulado. Enfim, estou experimentando de tudo. Eu fico rindo e pensando, e a minha resposta é também muito divertida. Eu realmente acredito que a vida é um grande parque de diversão, eu poucas vezes escolho ou acompanho alguém a ir para o lado dos horrores, eu prefiro o lado da alegria escancarada, eu adoro a felicidade escandalosa. E a verdade é que todos nós nascemos alegres e felizes, mas sempre tem mais gente que permite com que as outras pessoas a sua volta, comecem a encobrir esse mundo maravilhoso e divertido, com essas poucas coisas indesejadas que eles passam a vida toda focado e dando atenção, só fazendo isso ser sempre mais…

Eu nunca gostei de obrigação, de depender de alguém ou de alguma coisa, se tem uma palavra que eu detesto e “trabalho”, mais até que ouvir alguém dizer que pode ensinar algo a alguém, antes eu ficava possesso, agora eu já me divirto mais com tanta burrice junta. Quem ensina é quem mais repete as mesmas coisas, por isso não se expande fica a vida toda sobrevivendo e quem ainda trabalha muito, é sempre empregado de alguém que se diverte muito, fazendo apenas algo para ele ganhar mais dinheiro se divertindo. Sempre há algo que eu tenho que fazer, mas eu sempre resisti à tentação de fazê-lo sob pressão. Eu pergunte a mim mesmo: “Qual é a pior coisa que aconteceria se eu não fizesse isso?” E se eu posso escapar sem fazer nada, eu não faça isso, cá estou eu na praia. E então sentado e me divertindo mais, eu imagino como seria se isso fosse feito. Passo um dia ou dois pensando nisso, apenas 15 minutos aqui, 5 minutos ali, 2 minutos acolá, aqui e ali, imaginando que já foi concluído de uma maneira que me agrade e que me divirta mais. E então, quando chega a vez que eu decido que vou agir, a minha ação física será muito mais fácil e muito mais divertida…