COMO SABER SE ESTOU NO MEU VÓRTICE?

13 de novembro de 2017 por
Publicidade

adoro muito dinheiro Como saber se estou na sincronia permissiva? Isso até é muito simples de se saber. Quando eu estou consciente no meu próprio vórtice, nesse fluxo natural de Bem Estar, meu pensamento vem da Fonte através do meu “eu interior”, que é puro Bem Estar. Então, sempre eu tenho mais escolhas, uma liberdade e facilidade em pensar mais, sempre inspirado na expansão do sentimento. E é muito fácil também perceber se sai do vórtice, porque eu logo entro numa sincronia resistente, lá vem os pensamentos do ego, arrumando uma justificativa qualquer para sair do sentimento e voltar ao racional…

E nunca importa o tema do momento, seja ele qual for, sempre quando estou no vórtice, eu recebo do meu “eu interior”, mais pensamentos que me provocam sensações de muita liberdade, de uma felicidade sem fim e tudo é sempre muito divertido. Se eu penso em dinheiro, eu já penso em pensamentos que me fazem sentir toda a liberdade que ele me traz, penso em infinitas possibilidades de mais felicidade, penso em como é bom estar me divertindo sempre com ele sobrando, onde estou ou onde eu estiver, com quem eu estiver, na hora que for, no momento que eu estou agora, nada importa além do que eu mesmo sinto agora…

Se eu saio do meu vórtice, o ego resistente logo quer justificar pensar no dinheiro, como se isso fosse preciso. Logo vem os pensamentos do meu passado para eu poder merecer a minha recompensa que é o dinheiro… “Eu estudei muito, ou eu me esforcei muito para conseguir chegar até aqui, agora eu quero o meu dinheiro para ajudar mais gente, porque assim, eu vou conseguir os meus milhões e vou poder pensar em ficar sentado na praia, só me divertindo”. O ego resistente é tão ardiloso que a maioria nem percebe que voltou a resistir o dinheiro que muito quer… E que sempre estará no vórtice, esperando por mais bons sentimentos, para jorrar os milhões em sua experiência, aqui e agora…