NINGUÉM VEIO AQUI, PARA APRENDER ALGO…

26 de setembro de 2016 por
Publicidade

ausencia-de-bem-estar-sincronicidade Todos os dias entra alguém na minha vida ou nos grupos das redes sociais, querendo ensinar e outros tentando aprender algo com alguém, e isso é coisa de um ego ainda muito resistente, dessas suas próprias crenças resistentes, e são esses pensamentos mais pensados por ele mesmo, que mais reforçam a sincronicidade resistente ao seu natural fluxo de energia e informação de puro Bem Estar. Todos os dias nesse mundo físico, teremos que escolher mais, entre continuar a permitir fluir o Bem Estar ou resistir a ele mesmo. As artimanhas do ego são grandes, sempre encontramos com; pensamentos, pessoas, coisas e eventos, que tenta nos concentrar mais em nossa própria sobrevivência, do que no Bem Estar que é natural, que nos faça sentir com poucas escolhas, mesmo tendo infinitas possibilidades, depois vem a tentativa de nos fazer racionalizar tudo, e sempre com essa merreca de pensamentos repetitivos e limitados que, apenas armazenamos para montar esse mecanismo de foco, que é o meu cérebro e o ego. E ele tenta nos iludir que se abandonarmos nosso natural Bem Estar que é o que queremos em tudo e de tudo, tentando entender primeiro para sentir depois, ai sim, teremos a nossa recompensa, mas para isso é preciso resolver primeiro as paranoias criadas por toda essa autolimitação, autoimposta, e ainda todas essas conspirações que criamos no nosso imaginário, ilusório, já que só o Bem Estar existe, e ai se começa a querer projetar coisas para um futuro que nunca existirá sem se sentir primeiro, sem se experimentar no seu agora, e é ai que se volta a sua própria rejeição as infinitas possibilidades, e como o ego resistente ainda não aceita que é só se permitir mais; liberdade, felicidade e expansão, que o Bem Estar abunda, ele mesmo começa as suas ladainhas de justificativas, por ainda não ter o que quer, para ainda não ter o que quer, por só ter o que ainda não quer, e haja justificativas… E se continuar assim estará feito o seu próprio reforço da sincronicidade resistente do ego, passando a vida toda apenas sendo mais do que é…