O QUE É UMA CRENÇA? COMO EU CRIO A MINHA?

1 de setembro de 2016 por
Publicidade

VIRTUAL Uma crença é apenas um pensamento que eu mesmo repeti, repeti e repeti, muitas e muitas vezes, até que ele se tornou uma verdade para mim. E essas minhas velhas crenças, o que elas ainda representam para mim? Elas realmente são válidas? Claro que não… Então, eu só tenho que passar a definir, mais deliberadamente e muito mais conscientemente, o formato novo desse arquivo que eu quero armazenado e passar a repeti-lo muitas e muitas vezes, até a acreditar nele, até que isso vire minha crença de agora. E sempre quando eu faço isso, eu mesmo começo a atrair coisas novas que já combinam com essa minha nova crença. Eu nunca tive dificuldade alguma em fazer isso. Venho melhorando minhas crenças desde os meus 8 anos de idade,

O meio mais fácil e eficaz que eu encontrei para criar uma nova crença foi, eu mesmo primeiro procurar um meio qualquer de entrar no meu próprio vórtice criativo, seja eu ouvindo uma música que já me faça muito feliz, ou fazendo deliberadamente uma jornada emocional, esse fechamento de lacunas emocionais de 69 segundos conscientemente. O que eu faça para estar no meu vórtex, nunca importa, o importante é eu estar lá primeiro. Agora sim! Já estando no meu natural fluxo de Bem Estar, eu posso começar a minha diversão criativa.

Então, eu repito que… Tudo sempre vem muito fácil para mim. Eu sou sempre prontamente atendido. Aprecio muito, ter tudo o que desejo. E eu adoro mesmo; pensar, dizer e escrever, sobre tudo isso, já sentindo um grande Bem Estar, porque é isso que cada vez mais, retorna pra mim. E eu sei que tudo isso é a minha verdade, é a minha realidade, porque eu, muitas e muitas vezes, em meus muitos momentos felizes, repeti e me extasiei, pensando, falando e escrevendo, a vida que eu queria ter. E é isso que eu tenho hoje; Uma saúde maravilhosa, e eu vivo me sentindo bem. Um relacionamento bom e é isso que eu tenho hoje. Muito mais liberdade, e eu vivo de short, estou há mais de 20 anos me divertindo e ganhando dinheiro e me sentindo escandalosamente bem, pelas praias do nordeste. Eu adoro ter sempre o meu dinheiro circulando livremente e sobrando, e eu sempre tenho muito dinheiro sobrando.

Sobrando para trocar de carros de dois em dois anos, para viajar mais nos finais de semana e para onde eu mesmo quiser, para frequentar os melhores restaurantes de onde eu estiver, com quem eu estiver, para ter sempre a liberdade de me divertir mais com a minha Internet banda larga, para ter meus novos gadgets, eu adoro meus smartphones com novidades, meus brinquedinhos de criança grande, para criar e manter o meu blog, os meus aplicativos e a minha rede social VibreLeve, sempre se expandindo e é isso que eu tenho, aqui e agora.