AS CRIANÇAS COM AS VELHAS CRENÇAS DOS PAIS…

5 de agosto de 2016 por
Publicidade

Crianças-felizes-na-praia Toda e qualquer criança já começa a criar suas próprias crenças copiando vibrações, e nunca só das mães, mas das pessoas que mais circulem à sua volta, e isso começa lá pela oitava semana de gravides, quando o cérebro do bebe já está formado. A criança quer experimentar de tudo, e assim começa a criar suas próprias crenças copiando vibrações. Até as crianças começarem a andar e falar, a ingerência ainda é pouca, mas depois… A maioria dos pais, quando vêem suas crianças ainda não aterrorizados pelas mesmas coisas que eles mesmos já se aterrorizam antes, eles trabalham muito duro, até que finalmente tenha os pequenos aterrorizados. Eles ensinam-lhes todos esses medos irracionais. Bem-intencionados é claro, mas eles fazem exatamente o mesmo que seus pais lhes fizeram.

Eu vejo isso nas praias, na porta das escolas que eu passo de manhã ao ir pedalar pela orla. O medo vem sempre em primeiro lugar, as crianças ouvem mais dos adultos, o que os seus pais não querem, do que o que eles realmente querem. Então, seus pais as fazem se sentirem; culpadas, erradas e sem direito as escolhas. A escolha certa é sempre de algum outro adulto, que vai lhe dizer as poucas coisas em que ela pode; focar e portanto ativar, dar mais atenção para isso ser sempre mais em sua vida e assim pensar mais, para que isso vire mais uma crença dominante. E assim, estará feita a formatação do sistema de crenças dessas crianças que nasceram; livres, felizes e expansivas. Algumas escapam e viram uma Ivete Sangalo ou um Neymar, a maioria passa a vida condicionado a fazer apenas aquilo que lhe garanta mais, a sua sobrevivência, sem ter muitas escolhas, mesmo vivendo num mundo de infinitas possibilidades…