AS GUERRAS SÃO SEMPRE AVENTURAS GRATIFICANTES…

20 de janeiro de 2016 por
Publicidade

guerras As religiões implantaram as suas guerras, elas foram criadas e formatadas nas cabeças das pessoas, criando o reforço a sincronicidade negativa no seu próprio sistema de crenças, que ainda são muito resistentes ao seu natural fluxo de energia e informação de Bem Estar. A palavra gratidão nasceu dessa falsa premissa de que é preciso; guerrear, competir e ganhar territórios, Embora ninguém saia ganhando numa guerra, as religiões tinham de faze-las serem gratificantes, mesmo que fosse obrigatório o seu engajamento, lutar por uma causa, mesmo que resistindo mais a sua própria felicidade. Veja que elas exploram o máximo a morte de alguém que eles ainda dizem ser muito gratos. Todas elas são gratas aos que mais sofreram pela causa. Buda, Cristo e tantos outros… Com isso, elas fizeram as pessoas acreditarem que a sua própria felicidade é muito mais dolorida do que a sua luta por uma causa… As pessoas acreditam mesmo que a luta é gratificante, e trás benefícios…

Os Abraham nos relembram que, eles mesmos, sentem não só nos lideres de toda e qualquer guerra, como mais essa guerra política, que as pessoas estão enfrentando agora no Brasil. A coisa é sempre implantada e realimentada sutilmente na cabeças das pessoas, como as competições das Olimpíadas de 2016, onde os atletas, os guerreiros que mais sofreram, se sentirão gratificados por mais essa luta. Mas, a grande massa também sente isso, é uma vibração muito comum e semelhante em todas as pessoas, porque elas ainda acreditam ser essa guerra, competição ou outra luta qualquer, uma coisa muito gratificante. Eles se empolgam em enfrentar suas muitas lutas, cada um reza para o seu Deus, dar a vitoria aos seus representantes, fazem protestos e conspirações. As guerras só são criadas porque elas satisfazem algo dentro da maioria das pessoas envolvidas nessas atrocidades. Ou não existiriam mais essas guerras…