O “AGORA” DISTANTE, TANTO DO PASSADO COMO DO FUTURO QUE A MAIORIA AINDA VIVE…

9 de agosto de 2015 por
Publicidade

agora O ego ainda resistente as infinitas possibilidades de informação de puro Bem Estar, está sempre vivendo distante do seu agora. Uma hora vive no passado e em outras horas no seu futuro distante. Ele usa esse tempo e espaço de uma maneira muito limitada a sua própria ignorância de infinitas informações que, nunca estiveram bloqueadas a ele, se ele mesmo não tivesse criado tantas crenças resistentes ao seu natural fluxo de Bem Estar. Então, ele o ego, sempre está a procura de coisas que não existem fora do agora, como; o inicio de tudo, a exclusão do que não quer e o medo do fim. O AGORA nunca teve, tem ou terá; inicio, exclusão e fim, ele o agora é o inicio e o fim de tudo não mais focado agora. Portanto somos novos em todos os infinitos momentos do agora. Só podemos incluir mais para que a expansão seja eterna.

E dá onde vem toda essa confusão? De não se viver no agora, de não se continuar a desejar sempre mais, o que nos impede que façamos parte consciente e deliberadamente de toda essa expansão inevitável. Somos extensões da Fonte de energia e informação de Bem Estar em eterna expansão. Estamos todos na linha de ponta do pensamento. Nosso cérebro é só um mecanismo de foco, com o qual despejamos mais, todas essas energias criativas do eterno agora, em tudo que focarmos agora, em tudo que dedicarmos nossa total atenção, agora. Tudo focado no agora será sempre mais. A confusão é que o ego resistente ainda é muito limitado, e isso se dá apenas pela sua própria resistência, por essas crenças criadas por pensamentos repetitivos e sempre envolvidos por fortes emoções. A mais limitada e resistente é a de que quando nascemos, aquele era o nosso inicio sem informação alguma, e que por sua própria observação e reação, parou aos poucos de criar mais deliberadamente tudo o que queria a espera de aprender a viver a falsa premissa de um futuro que tem um fim. Então, se colocou em tudo, um inicio e um fim e se perdeu o agora. Quer mais prova do que o momento? Onde todos acusam o que vivem de falta ao passado e ainda esperam um futuro melhor focado apenas no passado, ainda esquecendo de viver o melhor e melhor no seu agora. Onde se pode tudo. Na verdade, ninguém pode nada no passado ou no futuro… Até mesmo o seu passado ou futuro, só pode ser mais do que já é… No seu agora…

E como somos apenas uma das infinitas extensões da Fonte de toda informação, nunca tivemos nada que não fosse o agora, que também é tudo. Nós mesmos criamos essa coisa de tempo e espaço, para podermos experimentar o lado da falta do Bem Estar no agora, justamente para sabermos e sentirmos de uma maneira física a sensação do próprio Bem Estar em ação de expansão. Então, somos sempre novos a cada agora, toda a informação do agora sem começo e sem fim está no meu vórtice criativo, naquele momento em que eu mesmo, deliberadamente e conscientemente calo o meu ego, onde eu mesmo não mais dou foco ou atenção aos pensamentos limitados, onde eu acesso agora, a informação que eu quero, onde só lá existem infinitas informações de tudo o que existe. Ou de onde você acha que veio toda essa informação que criou tudo o que vivemos agora? Posso garantir que não foi por esse sistema limitado de crenças, que criou o próprio ego individual de cada um, mais por observações e reações do que por deliberação, onde se criou um sistema, pelo qual o próprio ego se realimenta, para que ele continue limitado, para assim ele poder viver o momento de menor resistência, o qual só foi criado para se experimentar o agora.