QUEM SE PREOCUPA, REALMENTE NESSE MOMENTO NÃO AMA NINGUÉM…

25 de junho de 2015 por
Publicidade

AMAR O BRASIL Você jamais pode se preocupar, até com você mesmo, com alguém muito querido ou com o seu próprio país, e amá-los ao mesmo tempo. A maioria das pessoas confundem a emoção de preocupação com a emoção do amor. Elas pensam que se preocupar com alguém, significa que elas a ama. E preocupar é você mesmo criar o que não quer, antes mesmo de isso se tornar uma onda de probabilidades, o que é preciso para então poder ter a manifestação e sua realização exatamente daquilo que você pensa e sente agora. E se você realmente se ama agora, jamais iria querer criar uma doença indesejada para você mesmo, se você ama sua mulher, seus filhos e netos, jamais iria querer criar do nada, uma probabilidade de acontecer algo desagradável para eles, só por causa da sua preocupação infundada.

Entenda que se preocupar com algo ou alguém é antecipar uma coisa que não se quer e ainda não permitir as ondas de infinitas possibilidade colidirem com o pico das outras ondas, e se transformarem em ondas de probabilidades, de tudo aquilo que se quer. Quem realmente vier a entender a experiência da dupla fenda da física Quântica, vai poder não só perceber como também conceber as Leis Universais com muito mais; clareza, facilidade e alegria. A Lei da atração nem se precisa explicar, ela é apenas semelhante atrai semelhantes, mas todos nós somos criadores deliberados, para isso precisamos praticar mais a Lei da Criação Deliberada, para só assim deixarmos de ser apenas meros observadores reagentes. Já a Lei da Permissão, essa sim é uma vigem emocional que se tem de fazer dela um hábito permanente, para sempre se permitir mais do que se quer e principalmente realiza-los, aqui e agora.