Eu não vejo a hora dos óculus Rift entrarem em cena…

27 de abril de 2015 por
Publicidade

óculos Caprica Eu estou assistindo a série Caprica de 2009 no Netflix, onde eles usam um tipo de óculos de realidade virtual igual ao equipamento da nova empresa do Facebook. Na verdade, existem várias empresas que já estão desenvolvendo hoje os óculos e esses jogos, esses softwares para todos esses aparelhos que vão pipocar em breve, já são várias grandes companhias que já estão desenvolvendo o mesmo produto. Porém, todos os softwares estão baseados em paradigmas vigentes, todos ligados aos sistemas de crenças resistentes ao fluxo de Bem Estar, todos eles ainda saíram de um lugar de total desconexão com o fluxo de Bem Estar. Então, as histórias dos jogos, tudo tem de ter justificativas, tudo tem que ter algo para se fazer para poder agora quem sabe merecer. Tudo tem que ter competição para alguém tentar continuar no controle da massa que vai se viciar nessa nova tecnologia de ponta.

Perceba uma coisa, antes, as pessoas passavam horas nos campos, depois dentro das fabricas de montagem, depois na frente das TVs, depois a Internet foi ganhando mais tempo de uso, agora com os tablets e smartphones, as pessoas já passam muito mais tempo conectados à rede, tem gente que come e até anda pelas ruas antenadas direto, e com os óculos isso saíra do controle, isso é será muito mais viciante que qualquer tipo de droga. Sem se ter seus próprios programas, não resistentes ao fluxo, todo mundo voltará ao controle total

O que eu quero fazer é iniciar uma produção de softwares com a filosofia do Bem Estar. Os óculos de realidade virtual, serão ótimos para quem perceber e escolher as crenças que estão por de trás dos jogos, a vida é si é um jogo divertido quando eu mesmo faço as minhas regras, quando eu deixo os outros escolherem as regras, eu mesmo estou voltando ao mundo do medo, só que agora com muito mais controle sobre o que eu sinto agora. Os jogos divertidos devem estar baseados nas três Leis Universais; Atração, Criação Deliberada e Permissão, ele só deve incluir mais, ser um self servisse de infinitas escolhas. Usando sempre um GPS emocional, mostrando que o foco deve estar sempre onde o torneira da energia de Bem Estar se manter aberta.