O RUMO NÃO ESTÁ PERDIDO…

30 de março de 2015 por
Publicidade

Iate Quando eu cheguei a esse planeta Terra, já existiam bilhões de outras individualizações da Fonte, essas extensões em eterna expansão, e todas essas pessoas já se concentravam muito mais em coisas indesejadas, e pior, sem dedicar a menor atenção deliberada ao que queriam, e nem mais respeitavam a sua própria orientação emocional que sempre existiu dentro delas. E então, elas ainda tentam até hoje, compensar o seu pensamento resistente ao fluxo de pura energia e informação de Bem Estar com a sua própria ação física. E por causa desse desalinhamento de energia, elas jamais conseguiram grandes resultados com suas ações físicas, então elas sempre se esforçam mais, e querendo sempre oferecer mais e mais ações, mas ainda assim as coisas não melhoram; as doenças do mundo só aumentaram, a violência também, as guerras não param, a corrupção no mundo só cresce mais, as pessoas quase que já tem uma lei para cada coisa que elas querem que os outros não façam, daqui a pouco todos nós seremos criminosos de alguma maneira. E mesmo assim, a maioria ainda é um mero observador reagente; repetindo, repetindo e repetindo mais, apenas o que já é; focando, sentindo e pensando mais, sobre tudo aquilo que elas sabem que não querem… É só ver os seus; jornais, seus programas de TV, seus filmes e o que elas mais dão atenção no seu dia a dia…

Como o ar que respiramos, existe abundância e prosperidade em todas as coisas que já estão disponíveis tanto para você, quanto para mim, seja aquilo que mais queremos ou o que sabemos que não queremos, tudo é sempre mais, tudo depende de onde eu mesmo estou colocando o meu foco, a minha atenção agora. Se eu mesmo de propósito, volto a usar bem mais o meu GPS emocional que nunca ficou sem funcionar, sabendo que sempre o meu caminho será bom, se eu estiver me sentindo bem agora, a minha vida vai ser simplesmente tão boa quanto eu mesmo a permitir que ela seja agora. Tudo o que eu tenho que aceitar é que o meu cérebro é só um mecanismo de foco. E como tudo é energia e informação, eu despejo toda essa energia onde eu mesmo coloco o meu foco. Eu delibero mais a minha vida de forma consciente quando eu volto a; pensar, sentir e focar mais, apenas naquilo que eu mais quero que seja mais na minha vida agora.